História da Ciência

slider

Estarão abertas, no período de 1 a 24/10, as inscrições para o processo seletivo dos...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/mestrado-e-doutorado-nova-selecao-de-alunos-0
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/puc_pos_banner_620x318.jpg
A PUC-SP é única universidade privada do Estado de São Paulo no ranking das melhores do...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/ranking-qs-puc-sp-entre-melhores-do-mundo
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/qs-ranking-carrossel-interno_0.jpg
A Pró-Reitoria de Pós-Graduação acaba de conseguir a liberação de R$ 1.078.210,00 pela...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/capes-libera-verba-para-pro-reitoria-de-pos
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/carrossel-interno-noticia-capes-verba-equipamento_1.jpg
Apresentação 

O Programa de Estudos Pós Graduados em História da Ciência iniciou suas atividades em 1997 e teve como matriz o Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência, criado em 1994.

A História da Ciência representa hoje um espaço de reflexão e contextualização das Ciências Naturais e Humanas. Interface das múltiplas áreas do conhecimento, procura fechar o abismo criado pela modernidade entre a cultura científica e a cultura humanístic a. Área em franca expansão em todo mundo, está agora sendo desenvolvida, pela primeira vez no Brasil, como um Programa de Pós-Graduação exclusivamente dedicado à sua pesquisa, dando início ao Doutorado a partir de 2004, conforme projeto aprovado pela CAPES. 

Visando à formação de pesquisadores e docentes de nível superior que podem se integrar a campos tão diversos quanto política científica e ensino, este Programa oferece uma gama variada de disciplinas. Desse modo, proporciona adequada fundamentação epistemológica, metodológica e didática em História da Ciência, além de conhecimentos específicos. O Programa enfatiza estudos em História das Ciências Exatas e Naturais (Matemática, Astronomia, Física, Química, Ciências da Terra e Ciências da Vida), mas sempre voltados a interfaces com as Ciências Humanas.

Breve apresentação 

O Programa de Estudos Pós Graduados em História da Ciência iniciou suas atividades em 1997 e teve como matriz o Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência, criado em 1994.

A História da Ciência representa hoje um espaço de reflexão e contextualização das Ciências Naturais e Humanas. Interface das múltiplas áreas do conhecimento, procura fechar o abismo criado pela modernidade entre a cultura científica e a cultura humanístic a. Área em franca expansão em todo mundo, está agora sendo desenvolvida, pela primeira vez no Brasil, como um Programa de Pós-Graduação exclusivamente dedicado à sua pesquisa, dando início ao Doutorado a partir de 2004, conforme projeto aprovado pela CAPES.

  saiba mais

Linhas de pesquisa 
  •  

    História, Ciência e Cultura

     

    Estudos sobre as formas de se considerar a natureza, o homem e as técnicas desenvolvidas dentro de diferentes contextos culturais, sua inter-relação com outras formas de conhecimento e com outras culturas, a transmissão desses conhecimentos e suas transformações na história.

  •  

    História e Teoria da Ciência

     

    Estudos que, levando em conta especialmente a abordagem histórica, voltam-se às transformações de conceitos científicos, à sua transmissão e aos debates tanto epistemológicos quanto metodológicos relacionados.

Inscrições abertas para o processo Seletivo 1/2015

Clique aqui para acessar o Edital.

Clique aqui para acessar o Questionário.

Nível 
Duração 
duração
Campus 
<em>Campus</em> Consolação
Situação 
Matrículas abertas
História 

O Programa de Estudos Pós Graduados em História da Ciência iniciou suas atividades em 1997 e teve como matriz o Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência, criado em 1994.

A História da Ciência representa hoje um espaço de reflexão e contextualização das Ciências Naturais e Humanas. Interface das múltiplas áreas do conhecimento, procura fechar o abismo criado pela modernidade entre a cultura científica e a cultura humanístic a. Área em franca expansão em todo mundo, está agora sendo desenvolvida, pela primeira vez no Brasil, como um Programa de Pós-Graduação exclusivamente dedicado à sua pesquisa, dando início ao Doutorado a partir de 2004, conforme projeto aprovado pela CAPES. 

Visando à formação de pesquisadores e docentes de nível superior que podem se integrar a campos tão diversos quanto política científica e ensino, este Programa oferece uma gama variada de disciplinas. Desse modo, proporciona adequada fundamentação epistemológica, metodológica e didática em História da Ciência, além de conhecimentos específicos. O Programa enfatiza estudos em História das Ciências Exatas e Naturais (Matemática, Astronomia, Física, Química, Ciências da Terra e Ciências da Vida), mas sempre voltados a interfaces com as Ciências Humanas.

Regulamento 

Clique aqui para visualizar o regulamento.

Informamos que o idioma espanhol é aceito pelo Programa como opção nos exames de suficiência e proficiência em idioma estrangeiro. Informamos ainda que o regulamento anexo está em fase de modificação para se adequar ao novo estatuto da Pós-Graduação da PUC-SP

Corpo Docente 

  • Ana Maria Alfonso-Goldfarb

     

    E-mail institucional: anaagol@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Mestre em História e Filosofia da Ciência pela McGill University (Canadá) e doutora em História da Ciência pela USP. Graduada em Física. Coordenadora do CESIMA.
    Desenvolve estudos sobre as origens da ciência moderna (em particular a inglesa), além de pesquisas que envolvem as ciências antiga e medieval, especialmente a ciência árabe — no que se refere à alquimia, à química e à ciência da matéria em geral.

     

    curriculum lattes

  • Fumikazu Saito

     

    E-mail institucional: fsaito@uol.com.br

    Resumo do curriculo:

    Doutor e Mestre em História da Ciência pela PUC-SP. Graduado em Engenharia Elétrica e bacharel em Filosofia. Editor executivo do periódico "Circumscribere: International Journal for the History of Science". Dedica-se à filosofia natural, magia natural, aparatos e instrumentos científicos, a idéia de experimento e experiência, ciência e matemática no século XVI e XVII.

     

    curriculum lattes

  • José Luiz Goldfarb

     

    E-mail institucional: jlgoldfarb@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Mestre em História e Filosofia da Ciência pela McGill University (Canadá) e doutor em História da Ciência pela USP. Graduado em Física pela USP. 
    Atua principalmente nos temas que envolvem a ciência no século XVII, as influências herméticas em Isaac Newton e ciência e religião.

     

    curriculum lattes

  • Márcia Helena Mendes Ferraz

     

    E-mail institucional: mhferraz@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, na área de História da Ciência, e Mestre em História pela USP. Graduada em Química. Vice-coordenadora do CESIMA. 
    Dedica-se à história da química do século XVIII e início do XIX, com interesse especial, também, pelas ciências luso-brasileiras do período colonial e do Brasil-Reino.

     

    curriculum lattes

  • Maria Helena Roxo Beltran

     

    E-mail institucional: lbeltran@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, com especialização em História da Ciência. Mestre em Educação pela Unicamp. Graduada em Química pela USP. Coordenadora do Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência. 
    Desenvolve pesquisa em História da Química, enfocando particularmente textos que circulavam no medievo europeu e no renascimento. Estuda também as relações entre as artes e a ciência do mesmo período.

     

    curriculum lattes

  • Silvia Irene Waisse de Priven

     

    E-mail institucional: swaisse@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Doutora e Mestre em História em História da Ciênica pela PUC-SP. Graduada em Medicina pela Universidad de Buenos Aires. 
    Dedica-se à História da Medicina, História das Ciências da Vida, Semiótica Médica.

     

    curriculum lattes

  • Ubiratan D'Ambrósio

     

    E-mail institucional: ubi@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Doutor em Matemática pela USP – São Carlos.
    Desenvolve pesquisa em Etnomatematica e em História da Matemática

     

    curriculum lattes

  • Vera Cecília Machline

     

    E-mail institucional: vcmach@pucsp.br

    Resumo do curriculo:

    Mestre e doutora em Comunicação e Semiótica, com especialização em História da Ciência, pela PUC-SP, inicialmente graduou-se em Letras.

     

    curriculum lattes

Professores Convidados

  • Aécio Pereira Chagas

    Doutor em Ciências (Química) pela USP.

     

    curriculum lattes

  • Carlos Alberto Lombardi Filgueiras

    Doutor em Química pela University of Maryland (EUA).

     

    curriculum lattes

  • Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento

    Doutor em Filosofia pela Université de Montréal (Canadá).

     

    curriculum lattes

  • Eduardo Rodrigues da Cruz

    Doutor em Ciências da Religião pela University of Chicago (EUA).

     

    curriculum lattes

  • Lafayette de Moraes

    Doutor em Filosofia pela USP.

     

    curriculum lattes

Corpo Discente 

Em breve.

Áreas de concentração e linhas de pesquisa 

  •  

    História, Ciência e Cultura

     

    Estudos sobre as formas de se considerar a natureza, o homem e as técnicas desenvolvidas dentro de diferentes contextos culturais, sua inter-relação com outras formas de conhecimento e com outras culturas, a transmissão desses conhecimentos e suas transformações na história.

  •  

    História e Teoria da Ciência

     

    Estudos que, levando em conta especialmente a abordagem histórica, voltam-se às transformações de conceitos científicos, à sua transmissão e aos debates tanto epistemológicos quanto metodológicos relacionados.

Mestrado 

  •  

    Mestrado Módulo I – Pesquisa Básica

     

    02 Disciplinas - 06 Créditos (Mínimo Obrigatório)

    1. Introdução à História da Ciência
    2. Metodologia da Pesquisa em História da Ciência
    3. História da Ciência, Epistemologia e Lógica
    4. Análise do Texto Científico
  •  

    Módulo II - Pesquisa Especializada

     

    Nível 1

    03 Créditos (Mínimo Obrigatório/ Cursar pelo menos 1 disciplina)

    1. História da Ciência no Brasil
    2. História das Ciências da Vida
    3. História da Física
    4. História da Matemática
    5. História da Química
    6. História da Psicologia
    7. Literatura e Ciência
    8. Arte e Ciência à Luz da História da Ciência
    9. Ciência e Religião
    10. Estudos em História da Ciência Antiga e Medieval

    Nível 2

    1 Disciplina Obrigatória 3 Créditos

    1. Iniciação à Pesquisa em História da Ciência

    Nível 3

    06 Créditos

    1. História da Ciência e Ensino
    2. Seminários Especiais em História da Ciência, configurações e perpectivas
    3. Atividades Programadas
  •  

    Conclusão de Curso

     

    Mínimo de 30 créditos sendo:

    1. 06 créditos em Módulo I
    2. Conclusão de Curso 03 créditos em Módulo II – Nível 1
    3. 03 créditos em Módulo II – Nível 2
    4. 03 créditos eletivos
    5. 01 crédito em Seminários Especiais
    6. 02 créditos em Atividades Programadas
    7. 12 créditos em Elaboração de Dissertação
  •  

    Mestrado Módulo I – Pesquisa Básica

     

    02 Disciplinas - 06 Créditos (Mínimo Obrigatório)

    1. Introdução à História da Ciência
    2. Metodologia da Pesquisa em História da Ciência
    3. História da Ciência, Epistemologia e Lógica
    4. Análise do Texto Científico
  •  

    Módulo II - Pesquisa Especializada

     

    Nível 1

    03 Créditos (Mínimo Obrigatório/ Cursar pelo menos 1 disciplina)

    1. História da Ciência no Brasil
    2. História das Ciências da Vida
    3. História da Física
    4. História da Matemática
    5. História da Química
    6. História da Psicologia
    7. Literatura e Ciência
    8. Arte e Ciência à Luz da História da Ciência
    9. Ciência e Religião
    10. Estudos em História da Ciência Antiga e Medieval

    Nível 2

    1 Disciplina Obrigatória 3 Créditos

    1. Iniciação à Pesquisa em História da Ciência

    Nível 3

    06 Créditos

    1. História da Ciência e Ensino
    2. Seminários Especiais em História da Ciência, configurações e perpectivas
    3. Atividades Programadas
  •  

    Conclusão de Curso

     

    Mínimo de 30 créditos sendo:

    1. 06 créditos em Módulo I
    2. Conclusão de Curso 03 créditos em Módulo II – Nível 1
    3. 03 créditos em Módulo II – Nível 2
    4. 03 créditos eletivos
    5. 01 crédito em Seminários Especiais
    6. 02 créditos em Atividades Programadas
    7. 12 créditos em Elaboração de Dissertação

Atividades Programadas

  •  

    Ciência e Techné

     

    Ementa: Levantamento e análise de textos originais em História da Ciência concernentes às técnicas, pertencentes ao acervo do CESIMA e disponíveis em meios eletrônicos. Relações entre formatos dos textos e conteúdo. Análise das relações imagem-texto.

  •  

    Coleções em História da Ciência: elementos de história do livro

     

    Ementa: Seleção, catalogação e digitalização de obras do acervo do Cesima, como base para estudo de elementos de história do livro relevantes para análise e classificação de documentos em história da ciência.

  •  

    Divulgação e Popularização da Ciência

     

    Ementa: Esta atividade deverá contemplar a documentação e os estudos de dois períodos distintos em que a divulgação e a popularização da ciência alcançaram novos patamares. O primeiro deles está relacionado à passagem do texto manuscrito para o texto impresso, o que, sobretudo a partir do Renascimento, permitiu o crescente acesso a textos de ciência. O segundo período inicia-se ainda no século XVIII - através da ampliação do número de periódicos de sociedades científicas e afins, assim como do advento do novo modelo de enciclopédias - e alcança o apogeu no século XIX, através de manuais do tipo "faça-você-mesmo" e das colunas e seções dedicadas a temas científicos em jornais.

  •  

    Elaboração de Textos em História da Ciência

     

    Ementa: Conceito de texto. Tipologia textual. Elementos estruturais na elaboração de um texto na História da Ciência. Outros aspectos importantes na elaboração de um texto. Adequação de linguagem: elaboração de textos, em diversos níveis, na perspectiva da História da Ciência.

Seminários Especiais

  •  

    Configurações e Perspectivas

     

    Ementa: Seminários tratando de temas fundamentais em História da Ciência, incluindo diferentes abordagens historiográficas atuais na área.

  •  

    Estudos e Discussões

     

    Ementa: Seminários abordando estudos em História da Ciência, bem como em temas correlacionados a essa área, desenvolvidos por diferentes abordagens.

Disciplinas 

Mestrado

  •  

    Arte e Ciência à Luz da História da Ciência

     

    Ementa: Interfaces entre arte e ciência, do ponto de vista da História da Ciência. Mais particularmente, serão abordadas interações entre técnicas e materiais empregados por artesãos e artistas; conhecimentos sobre a matéria e suas transformações, e representações de estudiosos da natureza em pinturas, gravuras e nas artes em geral.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Introdução à História da Ciência

     

    Ementa: Estudo de episódios temáticos significativos da História da Ciência, de todas as áreas, desde a Antigüidade até o período contemporâneo, mostrando, através de exemplos escolhidos, as principais etapas do pensamento científico.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Metodologia da Pesquisa em História da Ciência

     

    Ementa: Pesquisa bibliográfica: fontes primárias e secundárias. Instrumentos de busca. Recursos para pesquisa em História da Ciência. Localização de material. Normas para elaboração de trabalhos em História da Ciência. Diálogos entre fontes primárias e secundárias e suas relações com as abordagens historiográficas.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Ciência, Epistemologia e Lógica

     

    Ementa: Estudos de alguns aspectos relacionando temas da epistemologia da ciência e da história da lógica, em diferentes períodos desde a antiguidade até a época Contemporânea. Noções básicas de lógica formal. Conceituação noções básicas de lógica formal. Conceituação e problemática espistemológica da indução. Neo-positivismo. Lógicas paraconsitentes. Teorema de Gödel.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Ciência e Religião

     

    Ementa: Discussão das relações entre ciência e religião, numa perspectiva histórica, segundo as seguintes abordagens:

    1. o conflito histórico entre a ciência e a religião, especialmente o caso de Galileu Galilei e de Charles Darwin;
    2. estudos em história da ciência utilizando fontes teológicas e religiosas, especialmente a Bíblia Judaica (Pentateuco);
    3. a influência da teologia na obra de Isaac Newton;
    4. ciência e religião nas teorias da origem do universo. Através das abordagens acima descritas apresenta-se o longo percurso histórico em que ciência e religião conflitaram ou sobrepuseram-se.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Ciência no Brasil

     

    Ementa: Análise do processo de institucionalização das ciências no Brasil, abordando os espaços de realização dos trabalhos e estudos em ciências no período colonial, a política de publicação, a criação de cursos superiores, o estabelecimento de centros de pesquisa e, finalmente, a fundação, no século XX, da Universidade como parte dos projetos de modernização do país.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História das Ciências da Vida

     

    Ementa: Análise dos textos originais referentes a diversas áreas, em diversos períodos (Antiguidade, Idade média, Renascimento, Idade Moderna e Contemporâneas), dentro de seu contexto.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Física

     

    Ementa: Introdução geral. O Curso será focado na contribuição de Issac Newton às origens da física moderna, abordando suas múltiplas facetas inter-relacionadas: Mecânica, Alquimia, Teologia, Matemática, Óptica. A primeira parte do curso abordará as raízes históricas da obra newtoniano, suas fontes e influencias. Após o estudo da obra de Newton serão estudados os comentadores e interpretações de seu trabalho.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Lógica

     

    Ementa: Estudo de episódios temáticos significativos da História da Lógica, desde a antigüidade até o período contemporâneo, mostrando, através de exemplos escolhidos, as principais etapas do pensamento lógico. Noções básicas de lógica formal incluindo dedução. Os precursores: os dialéticos. Platão e a Filosofia da Lógica. O Organon de Aristóteles: a lógica clássica e os primórdios da lógica modal. Lógica estóica. A inferência. Argumentos (dedutivos e indutivos). A dedução: validade, argumentos válidos, tabelas de verdade. Silogismos. Diagramas de Venn. Cálculo sentencial. Teorema da Dedução. Frege e a Lógica Moderna. Formalismo, logicismo e intuicionismo. Teorema de Gödel. Limites formais da matemática.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Matemática

     

    Ementa: O curso será conduzido com foco em oito matemáticos. A partir dessas figuras centrais serão analisadas as grandes linhas do desenvolvimento da matemática no Ocidente. O curso não se limitará à vida e obra dos oitos matemáticos seleciondos. Examinará os precursores das idéias que distinguiram esses matemáticos, bem como aqueles que prosseguiram nessa linha de pensamento. Ao mesmo tempo, serão analisadas as características da sociedade nas quais esses matemáticos atuavam. Os matemáticos selecionados são Marcus Vitruvius Polio (séc. I a. C.), Thomas Bradwardine (1290-1349), François Viète (1540-1603), Johanes Keples (1571-1630), Christian Wolff (1679-1754) Augustin Cauchy (1789-1857), Henri Lebesgue (1875-1941) e Nicholas Bourbaki. Não será seguida uma ordenação nos estudos desses matemáticos.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Química

     

    Ementa: Estudo da convivência entre diferentes áreas do saber relacionadas à ciência da matéria e as conseqüências disso para a História da Química, contemplando vários períodos históricos. A ciência antiga da matéria. A formulação da Alquimia. O compósito renascentista. Origens da química moderna. Nascimento da química do oxigênio. Os estudos da combustão e os processos de industrialização.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Psicologia

     

    Ementa: Estudo de algumas noções de alma, suas características e funções, a partir do exame de referências fundamentais do pensamento ocidental desde a Antigüidade até a consolidação da psicologia moderna. Discussão das origens filosóficas da psicologia e de algumas inter-relações com as ciências, retórica, teologia, medicina e psicanálise.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Literatura e Ciência à Luz da História da Ciência

     

    Ementa: Distinções entre o papel da Literatura e da Ciência. Principais características da linguagem literária e da linguagem científica. Literatura e Ciência: os limites da invenção. Gêneros literários. Os limites entre o real e o ficcional. Dimensões de temporalidade na ciência e na literatura. Biografias, autobiografias, diários e memórias na ciência e na literatura.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Iniciação à Pesquisa em História da Ciência

     

    Ementa: Debate de temas capitais para o ofício do historiador da ciência e elaboração de um projeto de pesquisa específico, relacionado com a futura dissertação. Desenvolvimento do projeto, gradativamente, ao longo do curso, através da discussão das hipóteses, das estratégias e dos resultados pretendidos junto aos colegas do curso e aos professores do programa.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    História da Ciência e Ensino

     

    Ementa: Discussão de propostas para o ensino de ciências que apresentem aspectos históricos. Seleção de textos originais, ficções, vídeos, imagens e outras mídias que possam ser utilizados como apoio histórico para cursos de ciências. Elaboração de plano de ensino envolvendo abordagem de aspectos históricos da construção de conhecimentos.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Análise de Texto Científico

     

    Ementa: Estudo de textos científicos históricos e historiográficos sobre a ciência: análise de terminologia, conceituação, metodologia, argumentação, fundamentação, forma de abordagem; avaliação de textos científicos históricos sob o ponto de vista de seu contexto; confrontação dos textos secundários com outros textos e com as fontes primárias; avaliação dos textos meta-científicos.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

Doutorado

  •  

    Historiografia da História da Ciência

     

    Ementa: Origens e institucionalização da História da Ciência. Natureza e especificidade da História da Ciência em paralelo a campos correlatos, como sociologia, psicologia e filosofia da ciência. Estilos e métodos nas principais correntes historiográficas em História da Ciência até o período contemporâneo.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Métodos e Procedimentos de Pesquisa em História da Ciência

    Ementa: Estudo de temas selecionados da história da ciência de todas as áreas, desde a Antigüidade até o período contemporâneo com base em fontes primária e secundária. Recursos para a pesquisa em história da ciência. Normas para elaboração de trabalhos em história da ciência.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

Cursos do Semestre Corrente

  •  

    Mestrado

     

    1. Iniciação à Pesquisa em História da Ciência
    2. História das Ciências Naturais
    3. Introdução à História da Ciência
  •  

    Doutorado

     

    1. Seminário Avançado tópicos específicos de Pesquisa Avançada II: Perspectivas Teórico-Metodológicas para o estudo de continuidades e permanências em História da Ciência.
    2. Seminário Avançado Tópicos Específicos de Pesquisa Avançada em História da Ciência II: Ciência, Técnica eTecnologia na História.
  •  

    Seminários Especiais em História da Ciência

     

    1. Seminários e Oficinas em História da Ciência
Doutorado 

  •  

    01 Disciplina - 03 Créditos (Mínimo Obrigatório)

     

    1. Historiografia da História da Ciência
    2. Métodos e Procedimentos de Pesquisa em História da Ciência

    (Esta disciplina é obrigatória para todos os estudantes de doutorado sem formação especializada anterior)

  •  

    Seminários Avançados- 09 Créditos

     

    1. Núcleo de Pesquisa
    2. Seminário de Pesquisa I
    3. Seminário de Pesquisa II
    4. Tópicos Específicos de Pesquisa Avançada I
    5. Tópicos Específicos de Pesquisa Avançada II
  •  

    Elaboração de Tese - 15 Créditos

  •  

    Conclusão de Curso:

     

    Mínimo de 32 créditos sendo:

    1. 03 créditos em Disciplinas
    2. 09 créditos em Seminários Avançados
    3. 05 créditos em Atividades Programadas
    4. 15 créditos em Elaboração Tese

     

Seminários

  •  

    Seminários Avançados: Núcleo de Pesquisa

     

    Ementa: Apresentação e discussão dos projetos de pesquisa elaborados pelos estudantes, visando a analisar suas correlações com projetos em desenvolvimento no CESIMA.

  •  

    Tópicos Específicos de Pesquisa Avançada I

     

    Ementa: Será foco de nossos estudos o processo que entre os séculos XVI e XVII gerou novas formas de compreender a natureza e o cosmo. Central para a verificação dos caminhos tomados pela ciência moderna, esse processo serviu como base para o desenvolvimento da noção de 'revolução científica', tornando-se, desde meados do século XX, o cerne do debate continuísmo vs. descontinuísmo. Foi também, sem dúvida, um dos processos que ajudou a parametrizar as discussões sobre internalismo e externalismo. Sua importância histórica e historiográfica, além de seu valor propedêutico, serão apontados em três blocos interligados que darão corpo a nosso seminário. O primeiro deles dedicado ao estudo dos operadores históricos (sócio culturais, políticos e econômicos) relevantes para a formação da chamada 'nova ciência', no período em questão. O segundo bloco estará voltado à propedêutica do trabalho com as fontes e os documentos das principais correntes do pensamento no período. O último bloco terá como centro o debate historiográfico sobre o período, com especial destaque nas várias formulações de 'revolução científica' que daí derivaram.

  •  

    Tópicos de Específicos de Pesquisa Avançada I. As possíveis fontes para a formação da Ciência Moderna

     

    Ementa: Na Primeira Modernidade deu-se uma profusa leitura de fontes medievais e antigas traduzidas e/ou facilitadas por comentadores renascentistas e contemporâneos. Sabe-se hoje que nem mesmo os trabalhos de laboratório ou as chamadas 'matemáticas mistas' foram totalmente originadas nessa época. Nossos estudos serão dirigidos, portanto, ao levantamento dessas fontes assim como de sua inserção em documentos do período. A relação entre fontes e documentos importantíssima para o trabalho em História da Ciência deverá ganhar, assim, os relevos especiais gerados pelas condições de contorno em que se deu o nascimento da Ciência Moderna entre o Quinhentos e o Seiscentos. Será feita também uma revisão historiográfica em obras tradicionais onde se dá o manejo dessas fontes a fim de utilizá-las sem sobressaltos.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Tópicos Específicos de Pesquisa Avançada II: Epistemologia e Lógica

     

    Ementa: Numa perspectiva histórica, discussão de tópicos fundamentais da epistemologia tais como relação teoria e experiência, intuição e dedução, ciência e tecnologia, verdade, linguagens da ciência, ciência e sociedade, modelos, entre outros. Aplicação dos conceitos na análise da cosmologia contemporânea e as contestações da teoria da relatividade geral. Tópicos da história da lógica, principalmente, o nascimento da lógica matemática a partir do final do século XIX, especialmente o trabalhos de Gödel.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Seminários de Pesquisa I: Redes documentais para estudos em História da Ciência

     

    Ementa: Este seminário visa oferecer bases teórico-metodológicas para identificação e seleção de conjuntos e redes documentais para estudos em história da ciência. Com esse propósito serão percorridos os seguintes tópicos:

    1. Suporte e possibilidade de busca de documentos
    2. As múltiplas faces da documentação
    3. A documentação múltipla
    4. Vínculos entre documentos
    5. Articulação de um corpus documental

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Seminários de Pesquisa II: Estudos a respeito da construção de referências em história da ciência

     

    Ementa: Serão realizados estudos visando indicar que boa parte dos marcos referenciais em história da ciência foram construções historiográficas ao invés de processos 'naturais' históricos. Especialmente, será centro desses estudos a tradicional demarcação da ciência e suas origens no contexto clássico grego.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

  •  

    Tópicos específicos de pesquisa avançada II: Perspectivas teórico-metodológicas para o Estudo de continuidades e permanências em História da Ciência

     

    Uma das questões mais controversa e problemática para análises históricas da ciência refere-se às continuidades e/ou permanências de idéias, conceitos ou, até mesmo, teorias. A fim de ampliar a compreensão de tais questões, será feito um estudo de suas diferentes e mais importantes formulações teórico-metodológicas, elaboradas pela história da ciência.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

Atividades Programadas

  •  

    Classificações e Estudos de Documentos para a História da Ciência

     

    Ementa: A documentação utilizada para o desenvolvimento de trabalhos em história da ciência se constitui num material que – por sua variedade e complexidade – tem representado, desde sempre, um obstáculo às tentativas de organização e conseqüente classificação. Em atividades anteriores buscou-se compreender a natureza própria desse tipo de documentação e chegar a alguns modelos possíveis para organizá-la em coleções e classificá-la. Formulados sobre bases epistemológicas e historiográficas, tais modelos deverão ser testados e aprimorados na presente atividade, especificamente sobre a vasta documentação depositada no Cesima/ PUC-SP.

  •  

    Coleções em História da Ciência: elementos de história do livro

     

    Ementa: Seleção, catalogação e digitalização de obras do acervo do Cesima, como base para estudo de elementos de história do livro relevantes para análise e classificação de documentos em história da ciência.

  •  

    Ciência e Techné

     

    Ementa: Levantamento e análise de textos originais em História da Ciência concernentes às técnicas, pertencentes ao acervo do CESIMA e disponíveis em meios eletrônicos. Relações entre formatos dos textos e conteúdo. Análise das relações imagem-texto.

  •  

    Divulgação e Popularização da Ciência

     

    Ementa: Esta atividade deverá contemplar a documentação e os estudos de dois períodos distintos em que a divulgação e a popularização da ciência alcançaram novos patamares. O primeiro deles está relacionado à passagem do texto manuscrito para o texto impresso, o que, sobretudo a partir do Renascimento, permitiu o crescente acesso a textos de ciência. O segundo período inicia-se ainda no século XVIII - através da ampliação do número de periódicos de sociedades científicas e afins, assim como do advento do novo modelo de enciclopédias - e alcança o apogeu no século XIX, através de manuais do tipo "faça-você-mesmo" e das colunas e seções dedicadas a temas científicos em jornais.

  •  

    Elaboração de Textos em História da Ciência

     

    Ementa: Conceito de texto. Tipologia textual. Elementos estruturais na elaboração de um texto na História da Ciência. Outros aspectos importantes na elaboração de um texto. Adequação de linguagem: elaboração de textos, em diversos níveis, na perspectiva da História da Ciência.

  •  

    Gerenciamento de Coleções para a História da Ciência

     

    Ementa: Organização do acervo do CESIMA de forma a distinguir diferentes coleções para servirem como base de pesquisa a membros do Centro. Visa-se também a constituição de equipes responsáveis para auxiliar na curadoria das coleções documentais.

  •  

    Gerenciamento de Pólos de Pesquisas em Histórias das Ciências

     

    Ementa: Organização de pólos de pesquisa congregando diferentes projetos em torno a temas comuns ou interfaces entre temas de forma a abrigar os três eixos necessários a qualquer investigação em História da Ciência, a saber: levantamento de fontes documentais, intercâmbios com pesquisadores do país e do exterior, publicação e apresentação de trabalhos que sejam fruto deste processo.

  •  

    Tesaurismos e descritores em história da ciência

     

    Ementa: Com a finalidade de organizar tesauros adequados para as coleções em história da ciência será feito um estudo de possíveis descritores ou palavras controladas nesse campo.

    Bibliografia Básica: clique aqui para ver a bibliografia da disciplina

Seminários Especiais

  •  

    Configurações e Perspectivas

     

    Ementa: Seminários tratando de temas fundamentais em História da Ciência, incluindo diferentes abordagens historiográficas atuais na área.

  •  

    Estudos e Discussões

     

    Ementa: Seminários abordando estudos em História da Ciência, bem como em temas correlacionados a essa área, desenvolvidos por diferentes abordagens.

Grupos de pesquisa certificados pelo CNPq 

  • Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência

     

    Professor responsável: Ana Maria Alfonso-Goldfarb

    Acessar o site

  • Estudos sobre a institucionalização das Ciências no Brasil

     

    Professor responsável: Márcia Helena Mendes Ferraz

    Acessar o site

  • História da Ciência e Ensino: Construindo Interfaces

     

    Professor responsável: Maria Helena Roxo Beltran

    Acessar o site

Centros e Núcleos 

img_programa_historia_da_ciencia.jpg

Pesquisas dos Docentes 

img_programa_historia_da_ciencia.jpg

Pesquisas Concluídas 

Em breve.

Publicações 

  •  

    Ana Maria Alfonso-Goldfarb

     

    Livros

    1. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. O saber fazer e seus muitos fazeres: experimentos, experiências e experimentações. São Paulo, Educ/Fapesp/Livraria da Física, 2006.
    2. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. Escrevendo a História da Ciência: tendências, propostas e discussões historiográficas. São Paulo, Educ/Fapesp/Livraria da Física, 2004.
    3. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. O laboratório, a oficina e o ateliê: a arte de fazer o artificial. São Paulo, Educ, 2002.
    4. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. O que é História da Ciência. 3ª ed. São Paulo, Brasiliense, 2001.
    5. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. Livro do Tesouro de Alexandre: um estudo de hermética árabe na oficina de história da ciência. Petrópolis, Vozes, 1999.
    6. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. A magia das máquinas: John Wilkins e a origem da mecânica moderna. São Paulo, Experimento, 1994.
    7. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. Da Alquimia à Química. Um estudo sobre a passagem do pensamento mágico-vitalista ao mecanicismo. São Paulo, Nova Stella, Editora da Universidade de São Paulo, 1987.
  •  

    José Luiz Goldfarb

     

    Artigos

    1. GOLDFARB, J. L. “Ciência e religião: qual a idade do universo?” ComCiência - Revista Eletrônica de Jornalismo Científico,56 (2004): s/p; http://www.comciencia.br, mar. 2007.

    Livros

    1. GOLDFARB, J. L. Voar também é com os homens: o pensamento de Mário Schenberg. São Paulo, Edusp, 1994.
    2. GOLDFARB, J. L. Pensando a Física. 4ª ed. São Paulo, Nova Stella Editorial, 1990.
    3. GOLDFARB, J. L., org. Pensando a Arte. São Paulo, Nova Stella, 1988.
  •  

    Márcia Helena Mendes Ferraz

     

    Artigos

    1. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. M. Ferraz. “Raízes históricas da difícil equação institucional da ciência no Brasil”. São Paulo em Perspectiva, 16 (3, jul. 2002): 3-14;
    2. Ferraz, M. H. M. “A produção de salitre no Brasil colonial”. Química Nova, 3 (6, 2000): 845-50.
    3. Ferraz, M. H. M. “Domingos Vandelli e os estudos químicos em Portugal no final do século XVIII”. Química Nova, 18 (5, 1995): 500-4.

    Livros

    1. FERRAZ, M. H. M. As ciências em Portugal e no Brasil (1772-1822): o texto conflituoso da Química. São Paulo, Educ/Fapesp, 1997.
  •  

    Maria Helena Roxo Beltran

     

    Artigos

    1. Beltran, M. H. R. “Os saberes femininos em imagens e práticas destilatórias”. Circumscribere, 1 (2006): 37-49.

    Livros

    1. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. O saber fazer e seus muitos fazeres: experimentos, experiências e experimentações. São Paulo, Educ/Fapesp/Livraria da Física, 2006.
    2. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. Escrevendo a História da Ciência: tendências, propostas e discussões historiográficas. São Paulo, Educ/Fapesp/Livraria da Física, 2004.
    3. ALFONSO-GOLDFARB, A. M. & M. H. R. Beltran, orgs. O laboratório, a oficina e o ateliê: a arte de fazer o artificial. São Paulo, Educ, 2002.
    4. BELTRAN, M. H. R. Imagens de magia e de ciência: entre o simbolismo e os diagramas da razão. São Paulo, Educ/Fapesp, 2000.
  •  

    Ubiratan D’Ambrósio

     

    Livros

    1. D’AMBROSIO, U. Etnomatematica. Bologna, Pitagoras Editrice, 2002.
    2. D’AMBROSIO, U. Etnomatemática. Elo entre as tradições e a modernidade. Belo Horizonte, Autêntica Editora, 2001.
    3. D’AMBROSIO, U. Ethnomathematics. The Art or Technique of Explaining and Knowing. Las Cruces, ISGE/NMSU, 1998.
    4. D’AMBROSIO, U. Transdisciplinariedade. São Paulo, Palas Athena, 1997.
    5. D’AMBROSIO, U. Globalização e multiculturalismo. Blumenau, FURB, 1996.
    6. D’AMBROSIO, U. Educação matemática: da teoria à prática. Campinas, Papirus, 1996.
  •  

    Carlos Alberto Lombardi Filgueiras

     

    Livros

    1. FILGUEIRAS, C. A. L. Lavoisier e o estabelecimento da Química moderna. São Paulo, Editora Odysseus, 2002.
  •  

    Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento

    Livros

    1. NASCIMENTO, C. A. R. & F. B. Souza Netto. Tomás de Aquino. O ente e a essência. 2ª ed. Petrópolis, Vozes, 2005.
    2. NASCIMENTO, C. A. R. Para ler Galileu Galilei. Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo. 2ª ed. São Paulo, Educ, 2003.
    3. NASCIMENTO, C. A. R. Santo Tomás de Aquino, o boi mudo da Sicília. 2ª ed. São Paulo, Educ, 2003.
    4. NASCIMENTO, C. A. R. De Tomás de Aquino a Galileu. 2ª ed. Campinas, IFCH/Unicamp, 1998.
    5. NASCIMENTO, C. A. R. O que é Filosofia medieval. 1ª ed. São Paulo, Brasiliense, 1992.
  •  

    Eduardo Rodrigues da Cruz

     

    Livros

    1. CRUZ, E. R. da. A persistência dos deuses: religião, cultura e natureza. São Paulo, Unesp, 2003.
    2. CRUZ, E. R. da. A Theological Study Informed By The Thought Of Paul Tillich And The Latin American Situation: The Ambivalence Of Science. Lewinston, Mellen University Press, 1996.
Processo Seletivo 

1° Semestre de 2014

  1. Edital
  2. Questionário
Formulários e Documentos 

Clique aqui para visualizar as Normas de Publicações

Bolsas 

A Comissão de bolsas do Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência está constituída pelos seguintes membros: Profª. Márcia Helena Mendes Ferraz, representante da Coordenação do Programa, Profª. Maria Helena Roxo Beltran, representante docente e Reno Stagni, representante discente.

O Programa conta com bolsas CAPES e CNPq e também possibilita a concessão de outros tipos de bolsas, como as da FAPESP. Além dessas, existem as bolsas concedidas pela Secretaria Estadual da Educação (SEE) aos professores da rede.

As bolsas FAPESP são solicitadas diretamente para a fundação, via o orientador e com apresentação de projeto de pesquisa. Esta modalidade de bolsa restringe o vínculo empregatício durante a vigência do auxílio. Mais detalhes podem ser consultados no site: http://www.fapesp.br/bolsas/

As bolsas CNPq cobrem as taxas do curso e concedem uma mensalidade ao estudantes, impedindo o vínculo empregatício. As normas relativas a esse tipo de bolsa encontram-se em: http://www.cnpq.br/web/guest/bolsas2

Já as bolsas concedidas pela CAPES (denominadas CAPESP- PROSUP) são de dois tipos: 

  1. a) Bolsas: cobrem as taxas do curso e concedem uma mensalidade ao estudantes, impedindo o vínculo empregatício; 
  2. b) Taxas: cobrem as taxas do curso, liberando o estudantes para manter vínculo empregatício.

As bolsas da cotas do CNPq e da CAPES designadas ao PEPG em História da Ciência são concedidas aos alunos, após classificação dos inscritos feita pela Comissão de Bolsas do Programa, seguindo os critérios em anexo. O edital de seleção, com os prazos de inscrição é divulgado a cada semestre e podem participar os alunos regularmente matriculados.

Avaliação da Capes 
Triênio 2010-2011-2012 Conceito 4 (Mestrado e Doutorado)
Coordenação e vice-coordenação 
Egressos 

Para acessar acessar os egressos do programa, clique aqui.

Dissertações e teses defendidas 

2011

  •  

    Amâncio Rogério Eusébio Cardozo

     

    Orientador: José Luiz Goldfarb

    Título: "A Instituição do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos - CPTEC / INPE"

  •  

    Arthur Issa Mangili

     

    Orientador: Fumikazu Saito

    Título: "Heinrich Rudolph Hertz e o Efeito Fotoelétrico"

    Resumo: Este estudo teve por objetivo analisar os experimentos realizados por Heinrich Rudolph Hertz relativos ao efeito fotoelétrico. Para tanto, consultamos a obra Electric Waves: Being Researches on the Propagation of Electric Action With Finite Velocity Through Space, principalmente a parte em que o experimento que se refere ao efeito fotoelétrico é descrito. Buscamos assim compreender em que contexto tal efeito é abordado, procurando indícios que sugiram a sua descoberta.

  •  

    Cristiana Loureiro de Mendonça Couto

     

    Orientador: Ana Maria Alfonso-Goldfarb

    Título: "Alimentação no Brasil Imperial: Elementos para um Estudo de Questões Dietéticas, Químico-Médicas e da Fisiologia Do Gosto"

    Resumo: Este trabalho busca compreender os hábitos alimentares no Rio de Janeiro, durante o Império (1822-1899), a partir de discussões sobre a ciência, suas relações com a alimentação no período e suas implicações nas questões que envolvem o gosto e a gastronomia. A análise dos textos produzidos no período, como teses médicas da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro (a partir de 1832), livros de cozinha brasileiros, portugueses e franceses (séculos XVIII e XIX) e tratados sobre o gosto e a gastronomia elaborados na França (século XIX) permitiu observar que as escolhas sobre aquilo que se deve ou não comer, para além do paladar, estão relacionadas a questões de higiene e nutrição — estas últimas, estreitamente relacionadas a conhecimentos químicos. Permitiu, ainda, observar as questões de continuidade em história da ciência, como a presença de traços das antigas noções de dietética, que não foram "eliminadas" pelos novos conhecimentos sobre alimentação oferecidos pela química e pela fisiologia experimental.

  •  

    Luciana Scognamiglio de Oliveira

     

    Orientador: Ana Maria Alfonso-Goldfarb

    Título: "A perspectiva científica de Monteiro Lobato na obra O poço do Visconde: um estudo à luz da História da Ciência"

    Resumo: O objeto de estudo desta tese concentra-se na análise da obra O poço do Visconde (1937), de José Bento Monteiro Lobato. Referida análise tem como ponto de partida a contextualização do período, por meio da identificação de elementos históricos, científicos e filosóficos que permearam a produção desta obra. A idolatria de Lobato pelos EUA, a necessidade do investimento em ciência, principalmente na extração do petróleo, bem como sua postura em defender um novo modelo de escola, são relacionados ao seu patriotismo incondicional, na defesa econômica de um Brasil que favorecesse a todos. Um exaustivo levantamento bibliográfico acerca das variadas publicações que apresentam como estudo a literatura infantil de Monteiro Lobato demonstrou uma significativa ausência de abordagem que considere o contexto de produção como componente fundamental para sua apreciação. Esta falta de compromisso desvirtua a compreensão da obra e reduz de maneira considerável o correto julgamento da produção. Com a possibilidade de interface entre Ciência e Literatura, propõe-se uma revisão da postura adotada por vários estudiosos que atribuem a Monteiro Lobato rótulos inadequados.

  •  

    Magali C. Barros de Marchi

     

    Orientador: Fumikazu Saito

    Título: "Henrietta Swan Leavitt e a relação período-luminosidade de estrelas variáveis"

    Resumo: Este estudo tem como foco de análise a relação período-luminosidade para estrelas variáveis encontrada por Henrietta Swan Leavitt no início do século XX. Nele buscamos apresentar, por meio da análise de documentos publicados naquela época, o caminho percorrido por Leavitt para encontrar a tal relação, bem como apresentar o contexto em que a investigação Leavitt está inserida. A relação encontrada por Leavitt teve importante uso na Astronomia, visto que por meio dela era possível estimar a distância entre estrelas e galáxias.

  •  

    Modesto Pantaleo Junior

     

    Orientador: Fumikazu Saito

    Título: "A fundação do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas e o início da Pós-Graduação em Física no Rio de Janeiro"

    Resumo: O presente trabalho consiste em um estudo sobre a implementação da Pós-Graduação em Física no Brasil, tendo por foco a fundação do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas e seu pioneiro programa de Pós-Graduação. Seu objetivo consiste em explicitar as causas, as necessidades e o contexto que motivaram a fundação do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas e, posteriormente, a implantação de seu programa de Pós-Graduação, verificando também as implicações devido às suas respectivas criações. Para a concretização desse objetivo foram analisados diferentes documentos, entre os quais podemos destacar relatórios anuais, boletins informativos, atas de reunião, resoluções, estatutos, catálogo de cursos, cadernetas de registro de curso e balancetes do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas e da Universidade do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro.

  •  

    Paulo Henrique Trentin

     

    Orientador: Maria Helena Roxo Beltran

    Título: "MATEMÁTICA NO BRASIL: As Traduções de Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838) das obras de Adrien Marie Legendre"

    Resumo: Este trabalho aborda a vida e a obra de Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838), personagem importante para o cenário da História da Matemática Brasileira. Centralizamos nosso estudo nas traduções das obras Éleménts de Geométrie e Traité de Trigonométrie de Adrien Marie Legendre (1752-1833), realizadas por Manoel Ferreira de Araújo Guimarães, como contribuições significativas para o processo de institucionalização do ensino da Matemática no Brasil, no início do século XIX. Analisando essas traduções pudemos compreender os motivos que levaram o tradutor a propor alterações e, a partir da identificação de alguns de seus interlocutores, compreender o que o levou aos trabalhos de Adrien Marie Legendre. Relativamente aos desdobramentos das produções de Manoel Ferreira de Araújo Guimarães, pudemos identificar, direta ou indiretamente, alguns nomes que tiveram acesso a suas traduções. Assim, este trabalho pretende contribuir com os pesquisadores que buscam empreender uma (re)leitura do período, que vai do início a meados do século XIX, relativo ao ensino da matemática no Brasil.

  •  

    Risomar da Silva Vieira

     

    Orientador: Ana Maria Alfonso-Goldfarb

    Título: "Institucionalização da Fisioterapia no Brasil: um estudo sobre o processo na Paraíba"

    Resumo: O interesse pelo estudo da temática Institucionalização da Fisioterapia no Brasil e em particular na Paraíba ainda representa uma experiência embrionária, considerando a expressiva quantidade de trabalhos referente a outros campos do saber em saúde. Obviamente por alguns estados do país já surgem pesquisas sobre o processo histórico da Fisioterapia, no entanto na Paraíba pode-se dizer que investigações nesta área ainda se constitui um vácuo a ser sustado. Diante deste cenário, o presente trabalho teve por finalidade a partir de um apanhado sobre a trajetória da Fisioterapia no ambiente internacional e brasileiro, analisar o processo de institucionalização deste saber em saúde no espaço paraibano. Para a realização do estudo foram visitadas fontes primárias e secundárias incluindo nesta construção o recurso da História Oral como possibilidade de descobertas. Ao término da atividade ficou verificado a partir do material averiguado que a Fisioterapia na Paraíba no decorrer da sua efetivação como profissão e área de conhecimento a exemplo de outros lugares, sofreu influência favorável e desfavorável de fatores sociopolíticos culturais e epidemiológicos, levando-se em conta as especificidades de cada local.

  •  

    Ana Elisa Madureira Padula

     

    Orientador: Ana Maria Alfonso-Goldfarb

    Título: "Claude Bernard: Fisiologia e Filosofia"

    Resumo: Este trabalho mostra, no tempo histórico, o desenvolvimento da fisiologia experimental de Claude Bernard, abordando as continuidades e descontinuidades em sua obra, através da análise do manuscrito Philosophie, uma coletânea de reflexões do autor sobre um curso de filosofia. Foi possível localizar, temporal e epistemologicamente, o pensamento de Bernard em duas fases diferentes. A primeira corresponde a um período "magendiano", abrangendo sua formação e seus primeiros trabalhos; a segunda, que se inicia por ocasião da convalescença de Bernard, e que se expressa através da publicação, em 1865, de Introdução ao Estudo da Medicina Experimental. A análise da obra Philosophie permitiu identificar reflexões importantes de Bernard sobre as bases ciência experimental, o determinismo e as diferenças entre seu pensamento e aquele de Auguste Comte.

  •  

    César de Barros Lobato

     

    Orientador: Márcia Helena Mendes Ferraz

    Título: "Alguns aspectos sobre o calórico e o diâmetro dos átomos no trabalho de John Dalton"

    Resumo: A partir de uma detalhada análise documental, percebemos que a historiografia não dá a devida importância aos conceitos de calórico e diâmetro atômico, na teoria atômica desenvolvida por John Dalton (1766-1844). Nesse sentido, esta tese tem como objetivo principal, mostrar a relevância desses conceitos dentro do atomismo Daltoniano. Acreditamos que estes são tão importantes quanto o de peso atômico e que precisam ser mais significativamente discutidos pela historiografia. A análise da obra Philosophie permitiu identificar reflexões importantes de Bernard sobre as bases ciência experimental, o determinismo e as diferenças entre seu pensamento e aquele de Auguste Comte. Assim, buscando validar esta hipótese, pretende-se com este trabalho demonstrar duas situações. A primeira é destacar as características que tornam os pesos atômicos tão especiais dentro da teoria atômica, quer seja sob o ponto de vista de Dalton, quanto sob o ponto de vista dos Historiadores. A segunda é mostrar que o conceito de diâmetro atômico amalgamado ao de calórico, igualmente, possui tais características e que por tal razão são tão relevantes quanto à noção de peso atômico para Dalton. Por meio deste estudo, pode-se perceber que sob o ponto de vista de Dalton, as concepções de peso e diâmetro atômico são complementares, pois uma explica os resultados gravimétricos, a outra, os resultados volumétricos das reações.

 

Para acessar todas as Dissertações e Teses Defendidas clique aqui.

Intercâmbios 

img_programa_historia_da_ciencia.jpg

Convênios 

img_programa_historia_da_ciencia.jpg

 

Eventos Anteriores 

  •  

    Jornada da História da Ciência e Ensino

     

    Acontecerá de 04 a 06 de julho. O objetivo desta jornada é realizar, divulgar e discutir questões relacionadas à História da Ciência e Ensino. Para participação no evento o interessado poderá apresentar trabalhos ou participar dos mini-cursos; oficinas/workshops/ posters Informações e inscrições, visite www.pucsp.br/jornadahcensino/

  •  

    Arte e Ciência na Marquês

     

    Arte e Ciência na Marquês é um evento que busca discutir temas atuais que vinculem ciência, arte, sociedade, tecnologia e cultura.

  •  

    Seminários Especiais

  •  

    Seminários do Meio-Dia

     

    Os Seminários destinam-se não apenas aos pesquisadores e estudantes ligados ao CESIMA, como também a interessados em geral. Recebe pesquisadores de outros centros, tanto do Brasil como do exterior. Seu intuito está ligado ao aprofundamento de questões específicas relacionadas à História da Ciência.

  •  

    Oficinas de História da Ciência

     

    São oferecidas por pesquisadores ligados Programa de Estudos e Pós-Graduados em História da Ciência, as Oficinas destinam-se a jornalistas, professores, estudantes universitários, interessados em conhecer e debater a ciência. As datas das oficinas serão divulgadas no decorrer deste semestre

  •  

    Publicações

     

    As publicações constituem-se numa via importante de expor e divulgar os resultados da pesquisa. Além de realizarem trabalhos individuais, os pesquisadores do CESIMA participam de publicações coletivas, frutos de atividades de intercâmbios, organizadas sob um tema comum. O último lançamento ocorreu dia 07/03/2007 – O Saber Fazer e Seus Muitos Saberes: Experimentos, Experiências e Experimentações – Ana Maria Alfonso Goldfarb, Maria Helena Roxo Beltran (orgs.) – 16h – Campus Marquês de Paranaguá

    O CESIMA também edita a revista eletrônica Circumscribere acessível no site http://www.pucsp.br/pos/cesima/circumscribere

Expediente 

O Programa de Estudos Pós Graduados em História da Ciência tem sede no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia. Localizado na região central da cidade de São Paulo, esse Centro ocupa atualmente a área histórica do antigo Instituto “Sedes Sapientiae”, composta por três edifícios projetados pelo arquiteto Rino Levi e os jardins idealizados pelo paisagista Roberto Burle Marx.

End.: Rua Caio Prado, 102 - 4º Andar, Sala 44.
Consolação - São Paulo/SP. CEP: 01303-000
Telefone: 3124-7209
E-mail: poshciencia@pucsp.br

Conecte-se à PUC-SP