Língua Portuguesa

slider

A PUC-SP ocupa a 33ª posição entre as universidades da América Latina. O resultado foi...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/puc-sp-entre-melhores-da-america-latina
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/qs-ranking-carrossel-interno.jpg
Os alunos que não pretendem se matricular no 2º semestre de 2014 devem depositar sua...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/deposito-de-dissertacao-e-tese
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/deposito_dissertacoes_internas.jpg
A Pró-Reitoria de Pós-Graduação acaba de conseguir a liberação de R$ 1.078.210,00 pela...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/capes-libera-verba-para-pro-reitoria-de-pos
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/carrossel-interno-noticia-capes-verba-equipamento_1.jpg
Apresentação 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

O Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo tem como finalidade criar condições para o aprimoramento da capacitação científica no campo da Língua Portuguesa, tendo em vista a preparação de professores e pesquisadores em nível de Mestrado e Doutorado, mediante o cumprimento das exigências didático-científicas do Programa.

Constam, ainda, como objetivos que o Programa tem buscado atingir, dentro de suas possibilidades, os seguintes:

  • incentivo à produção docente e discente, de acordo com as prioridades de pesquisa estabelecidas pelo Programa;
  • integração do Programa na dinâmica da Universidade, marcando sua presença crítica e transformadora da realidade brasileira;
  • manutenção de contactos e colaboração com centros de pesquisa nacionais e estrangeiros que atuam no âmbito da Língua Portuguesa e desenvolvimento de projetos de pesquisa no campo da Língua Portuguesa, patrocinando um trabalho crítico e criativo, no âmbito descritivo, textual e discursivo contemplado em suas linhas de pesquisa.
Breve apresentação 

O Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo tem como finalidade criar condições para o aprimoramento da capacitação científica no campo da Língua Portuguesa, tendo em vista a preparação de professores e pesquisadores em nível de Mestrado e Doutorado, mediante o cumprimento das exigências didático-científicas do Programa.

Constam, ainda, como objetivos que o Programa tem buscado atingir, dentro de suas possibilidades, os seguintes:

  • incentivo à produção docente e discente, de acordo com as prioridades de pesquisa estabelecidas pelo Programa;
  • integração do Programa na dinâmica da Universidade, marcando sua presença crítica....

  saiba mais

Linhas de pesquisa 

As áreas de concentração do programa:

  • História e Descrição da Língua Portuguesa
  • Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
  • Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa

  saiba mais

Nível 
Duração 
ME: 30 meses
DO: 48 meses
Campus 
Perdizes
Situação 
Aguarde informações
História 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

O Programa nasceu em 1974, com vistas a criar condições para o aprimoramento da capacitação científica no campo de Língua Portuguesa, objetivando a preparação de professores e pesquisadores em nível de Mestrado e, posteriormente, de Doutorado. Durante esses anos de existência, tem buscado marcar sua presença crítica e transformadora da realidade brasileira; incentivar a produção docente e discente e, principalmente, manter contato e colaboração com centros nacionais e internacionais de pesquisa, voltados à Língua Portuguesa nos campos histórico, textual discursivo e de ensino contemplados em suas linhas de pesquisa.

Cumpre salientar, ainda, que na década de 80, ocorreu a revitalização do Mestrado e, posteriormente, na década de 90, o credenciamento de Doutorado, articulado com o Mestrado num redesenho a partir dos padrões estabelecidos pela Comissão Geral de Pós-Graduação da PUCSP, em sintonia com a política do Sistema Nacional de Pós-Graduação.

Corpo Docente 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

  •  

    Profª Dra. Ana Rosa Ferreira Dias
    Linha de pesquisa: Texto e Discurso nas modalidades escrita e oral
    E-mail: anarosadias@uol.com.br
    Resumo: Possui graduação em Língua e Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1986) e doutorado em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (1994). Atualmente é professora do quadro de carreira, categoria titular, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; e professora efetiva, doutora, da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo popular, redação de vestibular, discurso da violência, humor e criticidade.

  •  

    Profª Dra Anna Maria Marques Cintra
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    E-mail: cintraa@pucsp.br
    Resumo: Reitora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Possui graduação em Letras Clássicas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1965) e doutorado em Linguística pela Universidade de São Paulo (1973). Atualmente é professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e professora aposentada da Escola de Comunicações e Artes, da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, ensino de língua portuguesa e português para fins específicos.

     

    curriculum lattes

  •  

    Prof. Dr. Dino Preti
    Linha de pesquisa: Texto e Discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: dinopreti@globo.com
    Resumo: Possui graduação em Letras Clássicas - Licenciatura pela Universidade de São Paulo (1954), mestrado em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (1969) e doutorado em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (1972). Atualmente é pesquisador da Universidade de São Paulo, membro do Corpo editorial da Revista Linguagem, membro do corpo editorial da EDUC - Editora da PUC-SP e professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Análise da Conversação, atuando principalmente nos seguintes temas: variação lingüística, gíria, língua falada, conversação e linguagem dos idosos.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra. Dieli Vesaro Palma
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    E-mail: dieli@uol.com.br
    Resumo: Possui graduação em Curso de Letras Português Francês pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1969), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979) e doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998). Realizou estágio de pós-doutorado na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, desenvolvendo pesquisa sobre a formação de professores em Portugal e no Brasil. Atualmente é professora do quadro de carreira - cat. ass da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Historiografia da Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: historiografia lingüística, argumentação, metáfora, ensino de língua e gramática.

     

    curriculum lattes

  •  

    Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: jvnf1@yahoo.com.br
    Resumo: [p Doutor em Letras (Semiótica e Linguística Geral) pela Universidade de São Paulo USP. Realizou pesquisa de pós-doutoramento na área de Letras, na UNESP- Campus Assis. Mestre em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUCSP, Bacharel e Licenciado em Filosofia pela Faculdade Nossa Senhora Medianeira, Bacharel e Licenciado em Letras (Português/ Francês) pela Faculdade Nossa Senhora Medianeira. É professor titular do Departamento de Português e do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Foi professor efetivo na Rede Pública estadual de Ensino e na Rede Privada e, nos últimos anos, vem se dedicando ao magistério superior na graduação, na extensão e na pós-graduação, desenvolvendo pesquisas na área de Letras, relacionadas à História e Descrição do Português, à Análise do Discurso e ao ensino de língua portuguesa. Orientou e orienta pesquisas de iniciação científica, monografias de conclusão de pós-graduação lato sensu, dissertações e teses na área de língua portuguesa e linguística. É líder do Grupo de Pesquisa Memória e Cultura na Língua Portuguesa escrita no Brasil, cadastrado no Diretório do CNPq; é membro pesquisador do Grupo de Pesquisa A escrita no Brasil colônia e suas relações, cadastrado no CNPq. Ocupou vários cargos de gestão acadêmica. Na Unifec - Universidade de Formação, Educação e Cultura atuou como Pró-Reitor Adjunto da Graduação. Na Universidade Braz Cubas foi Chefe de Departamento, Coordenador de Curso de Graduação em Letras, Coordenador de Curso de Graduação em História, Diretor do Centro de Ciências Humanas e Saúde. Atualmente, na PUCSP, é suplente de Chefe de Departamento de Português da Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra. Jeni Silva Turazza
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    E-mail: turazza@uol.com.br
    Resumo: Possui graduação em Letras Português pela Fac de Filosofia Ciências e Letras de Penápolis (1972) , especialização em Letras Português pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Sorocaba (1973) , mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1983) , doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992) e pós-doutorado pela Faculdade de Letras - Universidade do Porto (2007) . Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Membro de corpo editorial da Revista Eletrônica Via Litterae e Membro de corpo editorial da UEG em Revista (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1983-8824 História em Revista (Q. Tem experiência na área de Letras , com ênfase em Língua Portuguesa. Atuando principalmente nos seguintes temas: Léxico, Criatividade, Institucionalização.

     

    curriculum lattes

  •  

    Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: joaohilton@uol.com.br
    Resumo: Possui graduação em Letras Português pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1973), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1980), doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1986) e título de Doctor Honoris Causa de Iberoamerica pelo Consejo Iberoamericano en Honor a la Calidade Educativa, instituição chancelada pela Cátedra UNESCO (2007). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Redação, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, ensino da língua portuguesa, discurso, cognição e redação.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra. Leonor Lopes Fávero
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: lplfavero@uol.com.br
    Resumo: Professora Titular de Linguística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP) e Professor Titular de Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Bolsista de Produtividade e Pesquisa (PQ) do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq). Possui graduação em Letras Neolatinas pela USP (1954), doutorado em Linguística Aplicada e Estudos de Linguagem pela PUC-SP (1974) e livre-docência em Semiótica e Linguística Geral pela USP (1993). Fez estágio de pós-doutoramento, com bolsa da FAPESP, na Université de Paria VII - Denis Diderot. Atualmente é coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Língua Portuguesa da PUC-SP. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística. Desenvolve pesquisas nas áreas de Linguística Textual, História das Ideias Liguísticas e Estudos de Língua Falada.

     

    curriculum lattes

  •  

    Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: luizanferreira@terra.com.br
    Resumo: Possui graduação em Letras Português Inglês pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Farias Brito (1973), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (1989) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1995). Atualmente é professor titular do Departamento de Português da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e suas pesquisas enfocam os seguintes temas: metodologia de ensino de línguas, língua portuguesa, retórica, lingüística e ensino-aprendizagem.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra.: Mercedes Fátima de Canha Crescitelli
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: crescitelli@uol.com.br
    Resumo: Graduada e Licenciada em Letras e Tradutor Intérprete Português-Inglês pela Faculdade Ibero Americana (1985), Especialista no Ensino de Língua Portuguesa no 1o. e 2o. graus pela PUC-SP (1986), Mestre em Língua Portuguesa pela PUC-SP (1991), Doutora em Filologia e Língua Portuguesa pela USP (1997), com Pós-Doutorado em Lingüística realizado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com a Profa. Dra. Kazue Saito Monteiro de Barros (2008) (em continuidade à pesquisa iniciada com o Prof. Dr. Luiz Antonio Marcuschi) sobre gêneros textuais digitais na interação em EAD. É professora na Categoria Associado da PUC-SP, docente no curso de Letras, ministrando disciplinas semipresenciais, e no Programa de Estudos Pós-graduados em Língua Portuguesa, além de coordenadora de cursos de extensão a distância (de Língua Portuguesa). Foi Cordenadora do Curso de Letras - Português (de agosto de 2001 a julho de 2007) e Chefe do Departamento de Português (agosto de 2007 a julho de 2009). Atualmente, é Diretora Adjunta da Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes da PUC-SP (desde agosto de 2009). É avaliadora de cursos de graduação do INEP/SINAES/MEC. Possui experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente com os seguintes temas: interação, ensino de língua portuguesa, discurso eletrônico, educação a distância - via internet, língua falada, gêneros textuais digitais e orientando pesquisas de IC, lato sensu, mestrado e doutorado sobre eles. Possui artigos e capítulos de livros publicados em especial, na atualidade, sobre ensino de LP a distância ou semipresencial. Participou de variados encontros científicos internacionais, com apresentação de trabalhos sobre os temas citados. Integra o Grupo de Trabalho de Lingüística Textual e Análise da Conversação da Associação Nacional de Pós-graduação em Letras/Linguística (ANPOLL).

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra.: Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    E-mail: nmbastos@terra.com.br
    Resumo: Pós-doutorado pela Universidade do Porto/Portugal. Concluiu o doutorado em Linguística Aplicada ao Ensino de Línguas pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo em 1987. Atualmente, é professor titular da Pontificia Universidade Católica de São Paulo e da Universidade Presbiteriana Mackenzie , consultor "ad hoc" da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e da FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, membro de diretoria do Sindicato dos Professores, membro do GT de Linguística Brasileira da ANPOLL - Associação Nacional de Pós-Graduação em Letras e Linguística, de 2004 a 2008. Publicou 54 trabalhos em anais de eventos. Possui 20 capítulos de livros e 12 livros publicados. Possui 48 itens de produção técnica. Participou de 60 eventos no Brasil e no exterior. Orientou 62 dissertações de mestrado e 7 teses de doutorado, além de ter orientado 10 trabalhos de conclusão de curso nas áreas de Letras, Linguística e Educação. Atua na área de Letras, com ênfase em Historiografia Linguística. Em suas atividades profissionais, interagiu com 30 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu Currículo Lattes, os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: língua portuguesa, ensino de língua, linguística aplicada, gramática, gramaticografia, análise do discurso, discurso, historiografia linguística, história da língua e comunicação.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra. Regina Celia Pagliuchi da Silveira
    Linha de pesquisa: História e descrição da Língua Portuguesa - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    E-mail: regcpf@osite.com.br
    Resumo: Licenciada em Letras Neo-Latinas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras "Sedes Sapientiae" - PUC/SP (1963), bacharelado em Letras Neo-Latinas pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras "Sedes Sapientiae" - PUC/SP (1962), mestre em Lingüística pela Universidade de São Paulo (1970) e doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1974). Atualmente é professor titular do Departamento de Português da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Membro docente do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da PUC/SP desde 1974, orientando dissertações de mestrado e teses de doutorado e pós-doutorado. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, publicando principalmente sobre fonética e fonologia, implícitos culturais, discurso-sociedade-cognição, análise crítica do discurso, memória social, língua portuguesa e português brasileiro para falantes de outras línguas.

  •  

    Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: marquesi@pucsp.br
    Resumo: Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP e Professora Titular de Língua Portuguesa. Realizou estudos de pós-doutorado na área de Letras, na Universidade do Porto, em Portugal. Fez especialização em Gestão Universitária em um programa conjunto da Organização Universitária Interamericana e do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras, tendo realizado estágio profissional na Universidade de Montreal Canadá. Realizou, no final de 2005, missão de trabalho em projeto de pesquisa relacionado à produção de textos, na Universidade Sorbonne Paris V, na França, dentro de um projeto que envolveu a USP (sede do projeto no Brasil), a Universidade Cruzeiro do Sul, a PUC-SP e a UNIFESP, projeto este subsidiado pelo Programa de cooperação CAPES-COFECUB. Dedicou-se, ao longo dos últimos anos, ao ensino superior, tanto na graduação quanto na pós-graduação, tendo desenvolvido pesquisas, na área de Letras, relacionadas a leitura, produção de textos e metodologias do ensino semipresencial e a distância, e, na área de Gestão Acadêmica, relacionadas a avaliação, planejamento, liderança universitária e formação de docentes para o ensino superior. Orientou e formou Mestres e Doutores na área da Linguística Aplicada e de Língua Portuguesa, no Programa de Estudos Pós-graduados em Língua Portuguesa da PUC-SP e no Programa de Mestrado em Linguística da Universidade Cruzeiro do Sul. Atua em três grupos de pesquisa cadastrados no CNPq: Ensino de Língua Portuguesa para Fins Específicos , do qual é líder, Teorias e práticas discursivas e textuais e Tecnologia da Informação . É pesquisadora do GT Linguística de Texto e Análise da Conversação , da ANPOLL. Participa, como coordenadora de equipe, do Projeto Análise de Textos e Discursos: gêneros, interação, sociocognição e ensino de Língua Portuguesa , liderado pela Universidade do Rio Grande do Norte, dentro do Programa PROCAD NF da CAPES. É avaliadora institucional do INEP-MEC e Assessora do MEC para avaliação da área de Letras.

     

    curriculum lattes

  •  

    Profª Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    E-mail: vmelias@linearsm.com.br
    Resumo: Possui graduação em Letras pela Universidade de Pernambuco (1986) , mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995) , doutorado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000) e pós-doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (2003) . Atualmente é Professor Associado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Letras , com ênfase em Língua Portuguesa. Atuando principalmente nos seguintes temas: Hipertexto, interação, Subjetividade, ensino de língua

     

    curriculum lattes

Corpo Discente 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

DOUTORADO

  • Acir de Matos Gomes
  • Adriana Recla
  • Adelia Silva Saraiva
  • Alba Helena F. Caldas
  • Ana Paula Sapaterra
  • Ana Pereira Souza
  • Anderson Ferreira
  • Andre Soriano Castelo
  • Andréa Pisan Aguiar
  • Antonio Dal Fabbro
  • Beatriz Teixeira Fiquer
  • Claudia Lucia L. V. Silva
  • Claudia Neli B. A. Oliveira
  • Cristiane Silva Ferreira
  • Cristiano Rogerio Alcântara
  • Damares Souza silva
  • Danielle Guglieri Lima
  • Deborah Gomes de Paula
  • Edson Luiz Silveira
  • Eduardo Moraes Sabbag
  • Elaine aparecida dos santos
  • Elaine Cristine F. Silva
  • Fatima Ap. Souza Maruci
  • Flávia Micheletto Xavier
  • Flavio Biassutti Valadares
  • Giovana Flavia Oliveira
  • Helio Rodrigues Jr
  • Hercules Vernalha Brasil
  • Jefferson Lucena Santos
  • Juliana Borges de Medeiros
  • Karla Konecny Somogyi
  • Karlene S. rocha Campos
  • Khalil Salem Sugui
  • Leandro Tadeu Alves Luz
  • Losana Hada O. Prado
  • Lúcia Helena Ferreira Lopes
  • Luciene Oliveira Costa Santos
  • Lucy aparecida melo araujo
  • Marcus Túlio Catunda
  • Maria do Carmo R. Ribeiro
  • Maria Francisca Morais Lima
  • Maria Lourdes S. Pereira
  • Maria Luiza de Arruda
  • Maria Rodrigues Oliveira
  • Marly Caroline M. Ferreira
  • Milton Gabriel Jr
  • Nancy Aparecida Arakaki
  • Nelci Vieira Lima
  • Noslen Vieira Lima
  • Raquel V. Lima Loureiro
  • Rosangela Ap. Ribeiro Carreira
  • Sergio Simka
  • Silas Gutierrez
  • Silvia Augusta Albert Bachur
  • Siomara Ferrite Pacheco
  • Valter Zotto de Andrade
  • Wagner Santos Araujo
  • Wenderson Pinto Farias
  • William Ruotti

MESTRADO

  • Adriana Bentivoglio Uva
  • Adriana de Souza
  • Adriana de souza ramacciotti
  • Adriana Eugenia Antony Afonso
  • Alexandre José Silva
  • Alice felicíssimo
  • Almir Grigorio Santos
  • Ana cecilia costa
  • Ana Paula Santos Moura
  • Ayonan Santos Silva
  • Andrea sampaio Volpe
  • Bianca Rodrigues O. S. Rezende
  • Bruna Giacomeli Maia
  • Camila Petrasso
  • Carlos Alessandro M. Gonçalves
  • Cassia Evangelista S. Rodrigues
  • Catia Luciana Pereira
  • Catia regina ribeiro Artur
  • Cinthia Aparecida Lemes
  • Ciro Carlos Antunes
  • Claudia cordeiro de souza
  • Claudia Marques Matheus
  • Claudia Mastromauro C. Quintas
  • Claudia rodrigues S. nascimento
  • Claudia Silva Fernandes
  • Claudio Vilas Boas
  • Cristiano Jesuita Silva
  • Débora Cristina Longo Andrade
  • Débora ferreira da rocha
  • Diégina de souza araújo bertoni
  • Diego Benicio Albuquerque
  • Elaine Ferreira Santos
  • Elias Silva Sposito
  • Fernanda Pereira Penedo
  • Fátima aparecida rodrigues
  • Gabriela Costa Santos Fontanell
  • Hamilton Fernandes de Souza
  • Isabele Veronese
  • Ismael Silva Candido
  • Ivelaine Jesus Rodrigues
  • João Paulo B. Figueiredo
  • Jorge Armando Silva
  • Josiane A francisco nascimento
  • Henny Cordeiro Silva
  • Laísa Gabriela Larcher Crês
  • Laura Lucia Oliveira Santos
  • Leandro de Moraes Oliveira
  • Luiz Alves Firmino
  • Luiz Correa Feitosa
  • Luiz moisés mochiatti
  • Maiara pereira de santana
  • Maria Cristina Máximo Almeida
  • Maria Inês Toledo G. Naso
  • Maria Tereza Cattacini Blois
  • Maria Vitoria M.P. Munhoz
  • Nielce maria de Mello
  • Nilcelene Santos Brandão
  • Nilma Alves Pedrosa
  • Miriã soares dos santos
  • Ramon Silva Chaves
  • Raquel Crsitina Camilo Diniz
  • Raquel linares ferreira
  • Renato Lopes Sabino
  • Ricardo Celestino
  • Rodnilson Luiz Ferreira
  • Reginaldo Donizetti dos Santos
  • Rodrigo Leite Silva
  • Ronaldo José C. Bernardo
  • Rosangela Maria C. Oliveira
  • Rosemeire Moreira Leite
  • Rudney Soares Souza
  • Sandra coimbra da silva tavares
  • Silvia Cristina Miranda
  • Terezinha Oliveira
  • Tharsila Dantes Prates
  • Victor hugo da silva vasconcellos
  • Victor Matheus V. da Costa
Áreas de concentração e linhas de pesquisa 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

  •  

    Linha 1 - História e Descrição da Língua Portuguesa

    Estudos descritivos e histórico-historiográficos da Língua portuguesa, considerando a relação sistema e uso.

  •  

    Linha 2 - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita

    Estudo do texto e do discurso, nas práticas sociais, abordando aspectos relacionados à produção e à atitude lingüística do usuário da Língua Portuguesa nas modalidades oral e escrita.

  •  

    Linha 3 – Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa

    Trata do ensino da leitura e da produção de textos, do ponto de vista sócio-cognitivo-interacional, nos diferentes níveis de formação, envolvendo as modalidades presencial, semi-presencial e à distância.

Mestrado 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

Para atingir seus objetivos, o Programa organiza-se em torno das seguintes Linhas de Pesquisa:

I. Linha 1 - História e Descrição da Língua Portuguesa: Estudos descritivos e histórico-historiográficos da Língua Portuguesa, considerando a relação sistema e uso.

II. Linha 2 - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita. Estudo do texto e do discurso, nas práticas sociais, abordando aspectos relacionados à produção e à atitude linguística do usuário da Língua Portuguesa nas modalidades oral e escrita.

III. Linha 3 - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa. Trata do ensino da leitura e da produção de textos, do ponto de vista sócio-cognitivo-interacional, nos diferentes níveis de formação, envolvendo as modalidades presencial, semi-presencial e a distância.

A estrutura curricular do Programa exige, para o Mestrado, a integralização de vinte e quatro (24) créditos e para o Doutorado, a integralização de trinta e sete (37) créditos.

Para o Mestrado são exigidos:

  • 03 créditos, relativos à disciplina obrigatória Metodologia da Pesquisa em Língua Portuguesa;
  • 06 créditos, sendo duas (02) disciplinas de 3 créditos cada uma, na linha de pesquisa do projeto;
  • 06 créditos, sendo duas (02) disciplinas de 3 créditos cada uma, fora da linha do projeto;
  • 03 créditos relativos a uma disciplina eletiva;
  • 06 créditos de orientação, assim distribuídos: um (01) crédito por semestre no 1º ano do curso e dois (02) créditos por semestre no 2º ano do curso;
  • 60 horas de atividades programadas cumpridas fora da matriz curricular, sem atribuição de créditos.
Disciplinas 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

2013  

2º Semestre de 2013

Ver ementa completa

  • DISCIPLINA: TEXTO E ESCRITA


    Professor(a): Profa. Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 8h00 às 11h00
     
  • DISCIPLINA: HISTÓRIA DAS IDÉIAS LINGÜÍSTICAS: GRAMÁTICA E ENSINO NO BRASIL E EM PORTUGAL


    Professor(a): Profa. Dra. Leonor Lopes Fávero
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 8h30 às 11h30
     
  • DISCIPLINA: O DISCURSO DA VIOLÊNCIA NA IMPRENSA


    Professor(a): Profa. Dra. Ana Rosa Ferreira Dias
    Crédito: 03
    Dia / Horário: 3ª feira, das 12h45 ás 15h45
     
  • DISCIPLINA: LEITURA, ARGUMENTAÇÃO E PERSUASÃO


    Professor(a): Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 4ª feira, das 8h30 às 11h30
     
  • DISCIPLINA: EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA: CARACTERIZAÇÃO, PERSPECTIVAS E PROPOSTAS DE APLICAÇÃO


    Professor(a): Profa. Dra. Dieli Vesaro Palma
    Crédito: 03
    Dia / Horário: 4ª feira, das 11h30 às 14h30
     
  • DISCIPLINA: TENDÊNCIAS EM ANÁLISE DO DISCURSO


    Professor(a): Profa. Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 5ª feira, das 8h00 às 11h00
     
  • SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II


    Professor(a): Prof. Dr. João Hilton Siqueira
    Crédito: 01
    Dia / Horário: 5ª feira, das 12h00 às 15h00 (Mensal)
     

1º Semestre de 2013

Ver ementa completa

  • DISCIPLINA: DA PALAVRA AO TEXTO


    Professor(a): Profa. Dra. Jeni Silva Turazza
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 8h00 às 11h00
     
  • DISCIPLINA: DISCURSO CIENTÍFICO E TIPOS DE TEXTO


    Professor(a): Profa. Dra. Regina Celia P. da Silveira
    Crédito: 03
    Dia / Horário: 2a feira, das 12h45 às 15h45
     
  • DISCIPLINA:TÓPICOS DE LINGUÍSTICA TEXTUAL: LEITURA E ESCRITA


    Professor(a): Profa. Dra. Sueli Cristina Marquesi
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 07h45 às 10h45
     
  • DISCIPLINA: A VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA, NO PORTUGUÊS DO BRASIL


    Professor(a): Prof. Dr. Dino Preti
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 12h45 às 15h45 (semanal)
     
  • GT: TEXTO, DISCURSO E LETRAMENTO CRÍTICO


    Professor(a): Prof. Dr. João Hilton S. Siqueira
    Crédito: 02
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 4ª feira, das 12h45 às 14h45
     
  • DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA - PESQUISA HISTORIOGRÁFICA: CONSIDERAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS


    Professor(a): Profa. Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 5ª feira, das 8h00 às 11h00
     
  • SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I


    Professor(a): Prof. Dr. João Hilton S. Siqueira
    Crédito: 01
    Nível: DO
    Dia / Horário: 5a-feira, das 12h00 às 15h00 (mensal)
     

2012  

2º Semestre de 2012

  • DISCIPLINA: ANÁLISE DE DISCURSO: PRINCÍPIOS, OBJETOS E MÉTODOS


    Professor(a): Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 12h45 às 15h45

    Ementa
  • GRUPO DE TRABALHO: GRAMATICALIZAÇÃO, GRAMÁTICA EMERGENTE, CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS E ENSINO DA LÍNGUA: ESTUDO DE ALGUNS CASOS DE GRAMATICALIZAÇÃO


    Professor(a): Profa. Dra. Dieli Vesaro Palma
    Crédito: 02
    Dia / Horário: 4ª feira, das 12h45 às 15h45

    Ementa
  • DISCIPLINA: LEITURA E ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL (PERSPECTIVA HISTÓRICA)


    Professor(a): Profa. Dra. Leonor Lopes Fávero
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 8h30 ás 11h30 (Semanal)

    Ementa
  • SEMINÁRIO: LINGUISTICA TEXTUAL E ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: QUESTÕES E DESAFIOS


    Professor(a): Profa. Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Crédito: 02 (DO) e 01 (ME - atividade programada)
    Nível: DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 8h às 11h

    Ementa
  • DISCIPLINA: O DISCURSO JOCOSO E SUA MANIFESTAÇÃO NA IMPRENSA ESCRITA


    Professor(a): Profa. Dra. Ana Rosa Ferreira Dias
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 12h45 ás 15h45

    Ementa
     
  • DISCIPLINA: OS SENTIDOS NO TEXTO: ASPECTOS RETÓRICOS


    Professor(a): Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 4ª feira, das 08h30 às 11h30

    Ementa
  • SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II


    Professor(a): Profa. Dra. Vanda Maria S. Elias
    Crédito: 01
    Dia / Horário: 5ª feira, das 12h45 ás 15h45

    Ementa

1º Semestre de 2012

  • DISCIPLINA: LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS A MEDIAÇÃO NA ESCOLA CONVENCIONAL E EM ÁREAS DE ESPECIALIDADE


    Professor(a): Profa. Dra. Anna Maria Marques Cintra
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 8h00 às 11h00

    Ementa
  • ATIVIDADE PROGRAMADA – O LÉXICO NO ENSINO-APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES PARA O LETRAMENTO EM LÍNGUA ESCRITA


    Professor(a):  Jeni Silva Turazza
    Crédito: 01
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 10h30 às 11h30
    Ementa
  • DISCIPLINA: ORIGEM E EVOLUÇÃO DA LÍNGUA PORTUGUESA


    Professor(a): Profa. Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 8h00 às 11h00

    Ementa
  • GRUPO DE TRABALHO: PRODUÇÃO TEXTUAL E CRIATIVIDADE


    Professor(a): Profa. Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Crédito: 02
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 4ª feira, das 12h45 às 14h45

    Ementa
  • SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I


    Professor(a): Prof. Dr. João Hilton S. Siqueiras
    Crédito: 01
    Nível: DO
    Dia / Horário: 5ª feira, das 12h00 ás 15h00 (Mensal)

    Ementa
     
  • SEMINÁRIO: PORTUGUÊS: GRAMÁTICA, CULTURA E IDENTIDADE IDIOMÁTICA


    Professor(a): Profa. Dra. Regina Célia P. Da Silveira
    Crédito: 01
    Nível: DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 12h45 às 14h45

    Ementa
  • ATIVIDADE PROGRAMADA: SEMÂNTICA, TEXTO E DISCURSO


    Professor(a): Profa. Dra. Regina Célia P. da Silveira
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 15h00 ás 16h00

    Ementa
     
  • DISCIPLINA: A VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA, NO PORTUGUÊS DO BRASIL


    Professor(a): Prof. Dr.Dino Preti
    Crédito: 03
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 12h45 às 15h45

    Ementa
  • DISCIPLINA: TÓPICOS DE LINGUÍSTICA TEXTUAL: LEITURA E ESCRITA


    Professor(a): Profa. Dra.Sueli Cristina Marquesi
    Crédito: Xx
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 3ª feira, das 07h45 às 10h45

    Ementa
  • GRUPO DE TRABALHO: COESÃO LEXICAL


    Professor(a): Profa. Dra. Jeni Silva Turazza
    Crédito: 02
    Nível: ME/DO
    Dia / Horário: 2ª feira, das 8h00 ás 10h0O

    Ementa

2011  

2º Semestre de 2011

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO, LEITURA E SENTIDO


    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    DIA/HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 51 horas
    NÍVEL: ME/DO
     
  •  

    DISCIPLINA: TEORIA E PRÁTICA DE ANÁLISE DO DISCUSRSO

    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 51 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA: CARACTERIZAÇÃO E PERSPECTIVAS

    PROFA. DRA. DIELI VESARO PALMA
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 18:00 HORAS
    CRÉDITOS: 02
    NÍVEL: ME/DO
    CARGA HORÁRIA: 34 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: HISTÓRIA DAS IDÉIAS LINGÜÍSTICAS NO BRASIL E IDENTIDADE NACIONAL

    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:30 ÀS 11:30 HORAS (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 51 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DO TEXTO JORNALÍSTICO

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 51 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: PESQUISA EM GÊNEROS TEXTUAIS COM ENFOQUE NA VERTENTE NORTE-AMERICANA

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    CRÉDITOS: 03 (três)
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, 16:00 Às 19:00 h
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: LEITURA, ARGUMENTAÇÃO E PERSUASÃO

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, 10:00 ÀS 12:00 H
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 34 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II


    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    HORÁRIO: 5ª FEIRA, DAS 12:00 ÀS 15:00 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
     

1º Semestre de 2011

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: PORTUGUÊS PARA FINS ESPECÍFICOS: PRINCÍPIOS E PROCEDIMENTOS DE ENSINO DE LEITURA, PRODUÇÃO DE TEXTOS E GRAMÁTICA


    PROFA. DRA. ANNA MARIA MARQUES CINTRA
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO
     
  •  

    DISCIPLINA: O TEXTO E SUAS TEORIAS

    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA E ESCRITA EM DIÁLOGO: A PESQUISA EM LÍNGUA PORTUGUESA


    PROFA. DRA. SUELI CRISTINA MARQUESI
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    NÍVEL: ME/ DO
     
  •  

    GRUPO DE TRABALHO: USOS E NORMAS LINGÜÍSTICAS NO PORTUGUÊS DO BRASIL


    PROF. DR. DINO PRETI
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 14:45 HORAS
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO
     
  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


    PROF. DR. DINO PRETI
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 14:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NÍVEL: ME / DO
     
  •  

    DISCIPLINA: HISTÓRIA DA GRAMÁTICA PORTUGUESA


    PROFA. DRA. NEUSA MARIA OLIVEIRA BARBOSA BASTOS
    HORÁRIO: 3ª FEIRA - DAS 15:45 ÀS 18:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO
     
  •  

    DISCIPLINA: LÉXICO: INSTITUCIONALIZAÇÃO E CRIATIVIDADE


    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO
     
  •  

    GT: SEMÂNTICA: PERSPECTIVAS DISCURSIVA E TEXTUAL

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 14:45 HORAS
    CREDITOS: 02
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: O TEXTO ESCRITO E SEUS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 14:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    NÍVEL: ME/DO
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I


    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    HORÁRIO: 5A FEIRA, DAS 12:00 ÀS 15:00 HORAS (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NIVEL: DO
     

2010  

2º Semestre de 2010

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO E ESCRITA


    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    DISCIPLINA: DISCURSO, LINGUAGEM E ENUNCIAÇÃO


    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA E ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL (PERSPECTIVA HISTÓRICA)


    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:30 ÀS 11:3O H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    DISCIPLINA: O DISCURSO DA VIOLÊNCIA NA IMPRENSA


    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    GT: O ENSINO DE REDAÇÃO SEGUNDO ABORDAGENS DE GÊNERO


    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:0O H (quinzenal)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    DISCIPLINA: OS SENTIDOS NO TEXTO: ASPECTOS RETÓRICOS


    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, 08:30 às 11:30 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II


    PROF. DR. JOÃO HILTON SIQUEIRA
    HORÁRIO: 5ª FEIRA, DAS 12:00 ÀS 15:00 H
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

     

1º Semestre de 2010

Acesse as ementas

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: COESÃO LEXICAL


    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2010
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:0O (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: O LÉXICO NO ENSINO-APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES PARA O LETRAMENTO EM LÍNGUA ESCRITA


    PROFA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2010
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:0O (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    DISCIPLINA: TEXTUALIDADE E LÍNGUA PORTUGUESA


    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 1/2010
    HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA, ESCRITA E ESCOLA: DA GESTÃO MENTAL AO TRABALHO PEDAGÓGICO


    PROFA. DRA. ANNA MARIA MARQUES CINTRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2010
    CRÉDITOS: 03
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

     

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS DE PRAGMÁTICA: LEITURA E REDAÇÃO


    PROFA. DRA.SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE: 1O/2010
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 HORAS (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    DISCIPLINA: A VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA, NO PORTUGUÊS DO BRASIL


    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 1º/2010
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

     

  •  

    SEMINÁRIO: ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E HISTORIOGRAFIA LINGUÍSTICA


    PROFA. DRA.NEUSA MARIA OLIVEIRA BARBOSA BASTOS
    SEMINÁRIO: ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E HISTORIOGRAFIA LINGUÍSTICA
    CRÉDITOS: DO = 02 / ME = 01 CRÉDITO DE ATIVIDADE PROGRAMADA
    HORÁRIO: 3AS FEIRAS, DAS 15H45MIN ÀS 18H45MIN

     

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: LÍNGUA PORTUGUESA NO SÉCULO XX: A LUSOFONIA NUMA PERSPECTIVA HISTORIOGRÁFICA


    PROFA. DRA. NEUSA MARIA O. B. BASTOS
    CRÉDITOS: 02
    HORÁRIO: 3AS FEIRAS, DAS 15H45MIN ÀS 18H45MIN

     

  •  

    DISCIPLINA: O TEXTO E O CONTEXTO SOCIAL DE INTERAÇÃO


    PROF. DR.JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2010
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 H (SEMANAL)
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

     

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I


    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE: 1/2010
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:00 ÀS 15:00H (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NIVEL: DOUTORADO

     

2009  

2º Semestre de 2009

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: A CONSTRUÇÃO DA TEXTUALIDADE: FUNDAMENTOS


    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO
  •  

    DISCIPLINA: DA PALAVRA AO TEXTO


    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO
  •  

    DISCIPLINA: TEXTO, LEITURA E SENTIDO


    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00h
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME/ DO
  •  

    DISCIPLINA: TEORIA E PRÁTICA DE ANÁLISE DE DISCURSO


    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 2ª FEIRA 12H45M – 15H45M
    CARGA HORÁRIA 45 H
    NÍVEL: ME/DO
  •  

    SEMINÁRIO: LINGUA, DOCUMENTO E HISTÓRIA


    PROF. DR. JARBAS V. NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 16H ÀS 19H (MENSAL)
    CRÉDITOS: DOUTORADO-02 – MESTRADO-01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NÍVEL: ME/DO
  •  

    DISCIPLINA LEITURA E ESCRITA EM DIÁLOGO: A PESQUISA EM LÍNGUA PORTUGUESA


    PROFA. DRA. SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 H
    CRÉDITOS: 03
    NÍVEL: ME/ DO
  •  

    GRUPO DE TRABALHO: USOS E NORMAS LINGÜÍSTICAS NO PORTUGUÊS DO BRASIL

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 2/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 10:0O (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 02    
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: REFERÊNCIAS  BIBLIOGRÁFICAS

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 2/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 10:15 ÀS 12:15H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA:15 HORAS
    NÍVEL: ME / DO    
    (MINICURSO OFERECIDO COMO ATIVIDADE PROGRAMADA PELAS LINHAS DE PESQUISA " VARIAÇÕES DO DISCURSO" E  "LÍNGUA ORAL")

  •  

    DISCIPLINA: HISTÓRIA DA GRAMÁTICA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA.NEUSA M. B. BASTOS
    SEMESTRE/ANO: 2/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00H
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA:45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: O DISCURSO DA VIOLÊNCIA NA IMPRENSA

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 2º /2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: GÊNEROS TEXTUAIS NA PESQUISA

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    SEMESTRE/ANO: 2/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: GRAMATICALIZAÇÃO E GRAMÁTICA EMERGENTE: UM ESTUDO DA COMPARAÇÃO E DA CONDIÇÃO

     

    PROFA. DRA. DIELI V. PALMA
    SEMESTRE/ANO: 2/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    GT: AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO TEXTUAL: CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS:    02
    NÍVEL: ME/DO
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON SIQUEIRA
    SEMESTRE: 2/2009
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:00 ÀS 14:00 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

  •  

    SEMINÁRIO: SEMÂNTICA: FORMAL, FUNCIONAL, TEXTUAL

     

    SEMINÁRIO: SEMÂNTICA: FORMAL, FUNCIONAL, TEXTUAL
    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: DOUTORADO = 02   / MESTRADO= 01 DE ATIVIDADE PROGRAMADA
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: QUESTÕES RETÓRICAS: ENTRE A RAZÃO E A SEDUÇÃO

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO:  2O./2009
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, 8:30 ÀS 11:30H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA:  45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA, ESCRITA E ESCOLA: DA GESTÃO MENTAL AO TRABALHO PEDAGÓGICO

     

    PROFA. DRA. ANNA MARIA MARQUES CINTRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2009
    CRÉDITOS: 03
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: DISCURSO CIENTÍFICO E TIPOS DE TEXTO

     

    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 2/2009
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

1º Semestre de 2009

Acesse as ementas

  •  

    GT: LEITURA CRÍTICA DE OBRAS GRAMATICAIS NUMA PERSPECTIVA HISTORIOGRÁFICA

     

    PROFA. DRA. NEUSA MARIA O. B. BASTOS
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS  15:45 ÀS 18:45 (QUINZENAL)
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: HISTORIOGRAFIA E ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA. NEUSA MARIA O. B. BASTOS
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS  15:45 ÀS 18:45 (QUINZENAL)
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    CRÉDITOS: DO = 02; ME = CRÉDITOS DE ATIVIDADES PROGRAMADAS, A CRITÉRIO DO ORIENTADOR

  •  

    GT: ARGUMENTAÇÃO, IDENTIDADE E DISCURSO: A PRESENÇA DO FEMININO NA MÍDIA

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, DAS 8H30 ÀS 11H30 (QUINZENAL)
    CARGA HORÁRIA:  30 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: PORTUGUÊS: GRAMÁTICA, CULTURA E IDENTIDADE IDIOMÁTICA

     

    PROFA. DRA. REGINA CÉLIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 H
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS, DISTRIBUÍDAS EM 10 SEMANAS
     NÍVEL: DOUTORADO= 02 CRÉDITOS      ME= 01 CRÉDITO DE ATIVIDADE PROGRAMADA

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: SEMÂNTICA, TEXTO E DISCURSO

     

    PROFA. DRA. REGINA CÉLIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00 Hs.
    CARGA HORÁRIA: 15 horas

  •  

    ATIVIDADE  PROGRAMADA: AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO  E LEITURA

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TIRAZZA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    HORÁRIO – 2º. FEIRA: DAS 8 ÀS 11 H
    CRÉDITOS – 01
    CARGA HORÁRIA – 15 HORAS 
    NÍVEL: MESTRADO/DOUTORADO

  •  

    GT: LEXICULTURA E PRODUÇÃO TEXTUAL DISCURSIVA

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00h
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30HS (ENCONTROS QUINZENAIS)

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO E ESCRITA

     

    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8:00H ÀS 11:00H (semanal)
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: ANÁLISE DE DISCURSO

     

    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 1/2009
    HORÁRIO: 2ª. FEIRA, DAS  12:45 ÀS 15:45H
    CARGA HORÁRIA: SEMANAL
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS DE  ESTÍLISTICA: UM PERCURSO DIACRÔNICO

     

    PROFA. DIELI VESARO PALMA
    HORÁRIO: TERÇAS-FEIRAS, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    SEMESTRE/ANO: 1º /2009
    CRÉDITOS:03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: LÍNGUA ORAL E DIÁLOGO LITERÁRIO

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:0O (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DO TEXTO JORNALÍSTICO

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 1º/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45
    CRÉDITOS: 03          
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS            
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS DE PRAGMÁTICA: LEITURA E REDAÇÃO

     

    PROFA. DRA SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 3ª-FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 HORAS (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS  
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE: 1/2009
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:00 às 14:00h (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NIVEL: DOUTORADO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: LEITURA, ESCOLA E MÍDIA

     

    PROF. DR.   LUIZ A. FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º /2009
    DIA: 4ª FEIRA, HORÁRIO: 8:30 às 11:30h  (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS     
    NÍVEL:  ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: ESCREVER E REDIGIR REFLEXÕES SOBRE O ENSINO DA PRODUÇÃO TEXTUAL

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1/2009
    HORÁRIO:  4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: ESCRITA DO TEXTO ACADÊMICO EM LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    SEMESTRE: 1/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, 16 ÀS 19 H  
    CARGA HORÁRIA TOTAL: 15 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GT: O ENSINO DE REDAÇÃO NA PERSPECTIVA DE GÊNEROS

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    SEMESTRE: 1/2009
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, 16 ÀS 19 H
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA TOTAL: 30 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: PERCURSOS GRAMATICAIS – BRASIL E PORTUGAL

     

    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    SEMESTRE: 1º/2009
    HORÁRIO: 3ª-FEIRA, DAS  15:45 ÀS 18:45
    CARGA HORÁRIA: 45  HORAS

2008  

2º Semestre de 2008

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: O TEXTO E SEU PROCESSAMENTO COGNITIVO

     

    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 2O/2008 
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00H
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45HORAS
    NÍVEL: ME/ DO

  •  

    DISCIPLINA: A GRAMÁTICA E SUAS TEORIAS

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE: 2/2008
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: FONÉTICA E FONOLOGIA: DESCRIÇÃO SEGMENTAL

     

    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 2/2008
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45h
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: TEORIA E PRÁTICA DE ANÁLISE DE TEXTOS ESCRITOS EM LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 2º /2008
    DIA DA SEMANA: 2ª. FEIRA, DAS  12:45 ÀS 15:45H
    CARGA HORÁRIA: 45 H
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: LEITURA: DE IDÉIAS CIRCULANTES À BUSCA DA AUTONOMIA LEITORA

     

    PROFA. DRA. ANNA MARIA MARQUES CINTRA
    SEMESTRE/ANO: 2O/2008 
    DIA/HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME/ DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: ANÁLISE DA CONVERSAÇÃO, NO PORTUGUÊS DO BRASIL

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 2º/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 10:00 h (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA  LEITURA E ESCRITA EM DIÁLOGO: A PESQUISA  EM LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA. SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE/ANO: 2º/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 h
    CRÉDITOS: 03
    NÍVEL: ME/ DO

  •  

    SEMINÁRIO: HISTORIOGRAFIA DA LÍNGUA PORTUGUESA: A PESQUISA EM FONTES DOCUMENTAIS

     

    PROFESSORAS DOUTORAS DIELI VESARO PALMA E NEUSA MARIA BARBOSA BASTOS
    SEMESTRE / ANO: 2º/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRAS DAS 10:45 ÀS 12:45
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: HISTÓRIA DAS IDÉIAS LINGÜÍSTICAS NO BRASIL E IDENTIDADE NACIONAL

     

    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    SEMESTRE/ANO: 2º/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: O DISCURSO JOCOSO E SUA MANIFESTAÇÃO NA IMPRENSA ESCRITA

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 2/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO     

  •  

    DISCIPLINA: GÊNEROS TEXTUAIS NA PESQUISA

     

    PROFA.A DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    SEMESTRE/ANO: 2/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 16:00 às 19:00h (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: OS SENTIDOS NO TEXTO: ASPECTOS RETÓRICOS

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2008
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, 08:30 às 11:30 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: PRODUÇÃO TEXTUAL E CRIATIVIDADE

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2/2008
    HORÁRIO:  4ª FEIRA . 12:45 às 15:45h   (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: LEITURA, ESCOLA E MÍDIA: INTERAÇÃO VIRTUAL

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2008
    HORÁRIO:  4ª FEIRA, 12:45 às 15:45h (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON SIQUEIRA
    SEMESTRE: 2/2008
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:00 ÀS 14:00 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

1º Semestre de 2008

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO E ESCRITA

     

    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 1O/2008
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8:00H ÀS 11:00H (semanal)
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: TEXTUALIZAÇÃO E COESÃO LEXICAL

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE: 1º/2008
    HORÁRIO: SEGUNDA-FEIRA - DAS 8:00 ÀS 11:00 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45H/A                         
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: TEXTUALIDADE E LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 1/2008
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: ANÁLISE DE DISCURSO: A PRÁTICA DE ANÁLISE DE TEXTOS

     

    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 1º/2008
    DIA DA SEMANA: 2ª. FEIRA
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H
    CARGA HORÁRIA: SEMANAL
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: A GÍRIA DO BRASIL

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 1º/2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS DE PRAGMÁTICA: LEITURA E REDAÇÃO

     

    PROFA. DRA SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE: 1º/2008
    HORÁRIO: 3ª-FEIRA, DAS 7:45 ÀS 10:45 HORAS (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GT: EDUCAÇÃO LINGÜÍSTICA E PEDAGOGIAS: ORALIDADE, LEITURA, ESCRITA E LÉXICO-GRAMATICAL

     

    PROFA. DRA. NEUSA MA. O. B. BASTOS E PROFª DIELI VESARO PALMA
    CRÉDITOS: 02
    HORÁRIO: 3ª FEIRAS, DAS 10:45h ÁS 12:45h
    SEMESTRE: 1º/2008

  •  

    DISCIPLINA: O DISCURSO DA VIOLÊNCIA NA IMPRENSA

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 1º /2008
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45h
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: ENSINO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS - PERSPECTIVA DE GÊNEROS TEXTUAIS

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    CARGA HORÁRIA: 45 H/A
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    SEMESTRE/ANO: 1º/2008

  •  

    GT: LEITURA, RETÓRICA  E A CONSTITUIÇÃO DO ETHOS FEMININO

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2008
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 9H30 ÀS 11H30 (SEMANAL)
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: LEITURA, ESCOLA E MÍDIA

     

    PROFESSORES RESPONSÁVEIS: LUIZ A. FERREIRA E JOÃO H. S.  SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º /2008
    DIA: 4ª FEIRA, HORÁRIO: 11:30 às 13:30h (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NÍVEL:  ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE: 1/2008
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:00 às 14:00h (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NIVEL: DOUTORADO

2007  

2º Semestre de 2007

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DO TEXTO JORNALÍSTICO

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 2/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO, LEITURA E SENTIDO

     

    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 2O/2007
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8H ÀS 11H.
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    GT: LEITURA: DA MEDIAÇÃO DO PROFESSOR À APROPRIAÇÃO DA INFORMAÇÃO PELO ALUNO LEITOR

     

    PROFA. DRA. ANNA MARIA MARQUES CINTRA
    SEMESTRE: 2º / 2007
    DIA/HORÁRIO: 4ª FEIRA DE 16:00 ÀS 19:00 HORAS (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA = 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    SEMINÁRIO: LÍNGUA PORTUGUESA NO SÉCULO XX: A LUSOFONIA EM QUESTÃO - UMA PERSPECTIVA HISTORIOGRÁFICA

     

    PROFA. DRA. DIELI VESARO PALMA 
    PROFA. DRA. NEUSA MARIA OLIVEIRA BARBOSA BASTOS
    CRÉDITOS:
    DO = 02;
    ME = CRÉDITOS DE ATIVIDADES PROGRAMADAS, A CRITÉRIO DO ORIENTADOR
    HORÁRIO: 3AS FEIRAS, DAS 10H45MIN ÀS 12H45MIN

  •  

    GT: LETRAMENTO E AS PRÁTICAS SOCIAIS DE LEITURA E DE ESCRITA

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2/2007
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: LEITURA, ESCOLA E MÍDIA: INTERAÇÃO VIRTUAL

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 2/2007
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: USOS E NORMAS LINGÜÍSTICAS NO PORTUGUÊS DO BRASIL

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO:
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 10:0O (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: REFERÊNCIAS  BIBLIOGRÁFICAS

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO:
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 10:15 ÀS 12:15 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA:15 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: GÊNEROS TEXTUAIS NA PESQUISA

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    HORÁRIO: 3ª FEIRAS, DAS 16:00 ÀS 19:00H
    CARGA HORÁRIA: 45 H/A
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    SEMESTRE/ANO: 2O/2007

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS DE ANÁLISE DE DISCURSO

     

    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    SEMESTRE/ANO: 2º SEMESTRE/2007
    HORÁRIO: 2ª. FEIRA, 12:45 ÀS 15:45H
    CARGA HORÁRIA: SEMANAL
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: OS SENTIDOS NO TEXTO: ASPECTOS RETÓRICOS

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 2º/2007
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, 08:30 ÀS 11:30 H
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: O TEXTO E SUAS TEORIAS

     

    PROFA. DRA. REGINA CELIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 2/2007
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 HORAS
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA II

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON SIQUEIRA
    SEMESTRE: 2/2007
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 10:30 ÀS 12:30 HORAS
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA E ESCRITA EM DIÁLOGO: A PESQUISA  EM LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFA. DRA. SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE/ANO: 2º/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00 H
    CRÉDITOS: 03
    NÍVEL: ME/ DO

  •  

    DISCIPLINA: DA PALAVRA AO TEXTO

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 2/2007
    HORÁRIO:  2ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:00H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA E ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL (PERSPECTIVA HISTÓRICA)

     

    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    SEMESTRE/ANO: 2º/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

1º Semestre de 2007

Acesse as ementas

  •  

    DISCIPLINA: O DISCURSO JOCOSO E SUA MANIFESTAÇÃO NA IMPRENSA ESCRITA

     

    PROFA. DRA. ANA ROSA FERREIRA DIAS
    SEMESTRE/ANO: 12007
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: A VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA, NO PORTUGUÊS DO BRASIL

     

    PROF. DR. DINO PRETI
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 ÀS 11:0O (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: HISTORIOGRAFIA LINGÜÍSTICA : TEORIA E PRÁTICA DE ANÁLISE DE DOCUMENTO ESCRITO EM LÍNGUA PORTUGUESA

     

    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    2ª. FEIRA: 12H45 ÀS 15H45 (QUINZENAL)
    PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO
    CARGA HORÁRIA:  30 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GRUPO DE TRABALHO: LEXICULTURA E PRODUÇÃO TEXTUAL-DISCURSIVA

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 2ª FEIRA, DAS 8:30 ÀS 11:3O (QUINZENAL)
    (será ministrado no mesmo dia da atividade programada, oferecida pela professora, em semanas alternadas)
    CRÉDITOS: 02
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    DISCIPLINA: TEXTO E ESCRITA

     

    PROFA. DRA. VANDA MARIA DA SILVA ELIAS
    SEMESTRE/ANO: 1O/2007
    DIA/HORÁRIO: 2A FEIRA, DAS 8:00H ÀS 11:00H (semanal)
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    GT: GRAMÁTICA TRADICIONAL X GRAMÁTICA DE USOS  E SUA RELAÇÃO COM O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

     

    PROFESSORAS DOTOURAS DIELI VESARO PALMA E NEUSA MARIA O. B. BASTOS
    SEMESTRE/ANO: 1O/2007
    DIA/HORÁRIO: 3A FEIRA, DAS 10:45 ÀS 12:45H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 02 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 30
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    DISCIPLINA: TÓPICOS DE PRAGMÁTICA: LEITURA E REDAÇÃO

     

    PROFA. DRA. SUELI CRISTINA MARQUESI
    SEMESTRE/ANO: 1O/2007
    DIA/HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 8:00 às 11:00H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03 (TRÊS)
    CARGA HORÁRIA: 45
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: PORTUGUÊS: GRAMÁTICA, CULTURA E IDENTIDADE IDIOMÁTICA

     

    PROFA. DRA. REGINA CÉLIA P. DA SILVEIRA
    SEMESTRE: 1O/2007
    HORÁRIO: 2A-FEIRA, DAS 12:45  ÀS 15:45 HORAS (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: LEITURA E FORMAÇÃO DE LEITORES: AS MÚLTIPLAS VOZES

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, 8:30 às 11:30H (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA:  45 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: OBRAS FUNDAMENTAIS DA LITERATURA LINGÜÍSTICA I

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE:
    HORÁRIO: 5A-FEIRA, DAS 12:45 ÀS 14:45 (MENSAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA: 15 HORAS

  •  

    ATIVIDADE PROGRAMADA: LEITURA, ESCOLA E MÍDIA

     

    PROF. DR. LUIZ ANTONIO FERREIRA , JOÃO HILTON S. DE SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: QUARTA-FEIRA, 11:30 às 12:30H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA:  15 HORAS
    NÍVEL: ME/DO

  •  

    SEMINÁRIO: SEMÂNTICA: FORMAL, FUNCIONAL, TEXTUAL

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: DOUTORADO = 02   
    MESTRADO= 01 DE ATIVIDADE PROGRAMADA
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    GT: AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO TEXTUAL:CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS

     

    PROF. DR. JOÃO HILTON S. SIQUEIRA
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 4ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H (QUINZENAL)
    (será ministrado no mesmo dia da atividade programada, oferecida pelo professor, em semanas alternadas)
    CRÉDITOS: 02
    NÍVEL: ME/DO
    CARGA HORÁRIA: 30 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: GÊNEROS TEXTUAIS E ENSINO

     

    PROFA. DRA. MERCEDES FÁTIMA DE CANHA CRESCITELLI
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45H
    CRÉDITOS: 03
    NÍVEL: ME/DO
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS

  •  

    DISCIPLINA: HISTÓRIA DAS IDÉIAS LINGÜÍSTICAS NO BRASIL E IDENTIDADE NACIONAL

     

    PROFA. DRA. LEONOR LOPES FÁVERO
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 3ª FEIRA, DAS 12:45 ÀS 15:45 (SEMANAL)
    CRÉDITOS: 03
    CARGA HORÁRIA: 45 HORAS
    NÍVEL: ME / DO

  •  

    ATIVIDADE  PROGRAMADA: AQUISIÇÃO DE VOCABULÁRIO E LEITURA

     

    PROFA. DRA. JENI SILVA TURAZZA   
    SEMESTRE/ANO: 1º/2007
    HORÁRIO: 2º. FEIRA: DAS 8 ÀS 10H (QUINZENAL)
    CRÉDITOS: 01
    CARGA HORÁRIA – 15 HORAS
    NÍVEL: MESTRADO/DOUTORADO

Doutorado 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

Para atingir seus objetivos, o Programa organiza-se em torno das seguintes Linhas de Pesquisa:

I. Linha 1 - História e Descrição da Língua Portuguesa: Estudos descritivos e histórico-historiográficos da Língua Portuguesa, considerando a relação sistema e uso.

II. Linha 2 - Texto e discurso nas modalidades oral e escrita. Estudo do texto e do discurso, nas práticas sociais, abordando aspectos relacionados à produção e à atitude linguística do usuário da Língua Portuguesa nas modalidades oral e escrita.

III. Linha 3 - Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa. Trata do ensino da leitura e da produção de textos, do ponto de vista sócio-cognitivo-interacional, nos diferentes níveis de formação, envolvendo as modalidades presencial, semi-presencial e a distância.

A estrutura curricular do Programa exige, para o Mestrado, a integralização de vinte e quatro (24) créditos e para o Doutorado, a integralização de trinta e sete (37) créditos.

Para o Doutorado são exigidos:

 

  • 06 créditos sendo duas (02) disciplinas vinculadas à linha de pesquisa do projeto;
  • 03 créditos relativos a uma disciplina fora da linha do projeto;
  • 03 créditos relativos a um seminário fora da linha do projeto;
  • 15 créditos de atividades de orientação, assim distribuídos: um (01) crédito no 1º semestre e dois (02) créditos por semestre nos semestres seguintes;
  • 10 créditos relativos à defesa pública;
  • 90 horas de atividades programadas cumpridas fora da matriz curricular, sem atribuição de créditos.

 

Grupos de pesquisa certificados pelo CNPq 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

  •  

    Grupo de pesquisa: Discursos na Mídia Escrita (DiME)

     

    Professor(a): Profª Dra. Ana Rosa Ferreira Dias
    Formação: 2004
    Descrição: O grupo de pesquisa vem-se articulando desde 2004 e tem por objetivos:
    1. Promover discussões sobre as estratégias linguístico-discursivas utilizadas na construção de diferentes gêneros jornalísticos;
    2. Socializar os estudos desenvolvidos sobre a mídia escrita, favorecendo o diálogo entre os pesquisadores. As investigações desenvolvidas contemplam estudos situados na Área da Análise do Discurso e da Análise da Conversação

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Estudos de linguagem para ensino de português - GELEP

     

    Professor(a): Profª Dra. Anna Maria Marques Cintra
    Formação: 2001
    Descrição: Linha de pesquisa do GELEP – leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa – tem como eixo central Ensino de Língua Portuguesa: construção e reconstrução da prática /Educação inicial e educação continuada. Nesse eixo, além da educação linguística direcionada ao ensino convencional e da formação continuada de professores em serviço, nos ocupamos também do ensino de português para fins específicos.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: A oralidade na ficção literária brasileira

     

    Professor(a): Prof. Dr. Dino Preti
    Formação: 2004
    Descrição: A partir de diálogos literários, procura-se mostrar a influência da língua oral. O projeto baseia-se na teoria da Análise da Conversação (cf.Preti, 2004), considerando o diálogo de ficção como corpus transcrito da língua oral. Implica no conhecimento das características socioculturais e psico-biológicas das personagens e respectivas estratégias conversacionais dos linterlocutores.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Memória e cultura na Língua Portuguesa escrita no Brasil

     

    Professor(a): Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento
    Formação: 2002
    Descrição: O Grupo alia a Historiografia Lingüística e a Análise do Discurso como fundamentação teórico-metodológica para a análise de documentos entendidos em uma perspectiva pragmática e discursiva - escritos no Brasil e diferentes discursos veiculados em território nacional. Trata-se, por conseguinte, de um Grupo de Pesquisa que investiga não somente a dimensão interna da língua, mas também as estratégias discursivas a que os textos se abrem, de forma a evidenciar a dimensão discursiva como primordial na análise histórico-historiográfica.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Lexicologia

     

    Professor(a): Profª Dra. Jeni Silva Turazza
    Formação: 2008
    Descrição: O Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Lexicologia - GIPLEX tem como objetivo principal desenvolver estudos do léxico com vistas ao ensino-aprendizagem da língua materna e do Português como Língua Estrangeira (PLE). Esse projeto tem como objetivo geral a promoção e difusão do ensino do Português como Língua Estrangeira (PLE) nos países integrantes do MERCOSUL, por meio de estudos sobre a articulação das políticas linguísticas e educacionais voltadas a essa finalidade.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Leitura, Escola e Mídia (LEEM)

     

    Professores: Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira e Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Formação: 1999
    Descrição: O grupo trabalha a partir de uma ementa que pretende complementar a atual e permitir o progresso dos objetivos: A Linguagem é um instrumento e uma técnica de representação e de construção dos processos sociais de produção de conhecimento. Como produto social, desencadeia processos de interação e constitui o homem como sujeito de produção de textos e de discursos. Por sua natureza, é dotada de argumentatividade e estabelece papéis sociais institucionalizados que atuam persuasivamente sobre os interlocutores. Analisar os mecanismos persuasivos do discurso, pois, constitui-se em tarefa fundamental para bem entender os artifícios retóricos empreendidos pela mídia.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: História das idéias lingüísticas (Brasil e Portugal) e identidade nacional

     

    Professor(a): Profª Dra. Leonor Lopes Fávero
    Formação: 2002
    Descrição: O grupo reúne as perspectivas de trabalho de um grupo de pesquisadores que vêm desenvolvendo suas atividades de investigação através do Projeto História das idéias lingüísticas e identidade nacional, proposto ao CNPq desde a década de 80. Tem como objetivo geral conhecer a língua portuguesa no Brasil e como se constituiu um saber sobre ela, visando contribuir, através do exame da produção de elementos lingüísticos (gramáticas e dicionários), não só ao estudo da língua portuguesa no Brasil, mas também, à história das ciências O projeto se ramifica, examinando como se processa a institucionalização desse conhecimento lingüístico, procurando compreender sua relação com a escola na formação do cidadão brasileiro. Como não poderia deixar de ocorrer, o estudo da imprensa no Brasil, sua instalação tardia, se propõe como necessário.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: ERA - Grupo de Estudos Retóricos e Argumentativos

     

    Professor(a): Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Formação: 2009
    Descrição: O Grupo de Estudos Retóricos e Argumentativos objetiva abordar, a partir dos conceitos estudados pela retórica, os efeitos persuasivos obtidos por meio da articulação da linguagem no discurso. Paralelamente, cumpre ao grupo um processo de síntese e integração das idéias dos vários estudiosos da retórica contemporânea. Como os sentidos são captados por meio de dimensões amplas, de natureza cognitiva, pragmática e passional, os estudos do Grupo levarão em conta as modernas contribuições dos estudos linguísticos para analisar a consecução dos atos retóricos e a verificação da força retórica como ação capaz de traduzir percepções, valores, sentimentos, posicionamentos e ações discursivas em textos de natureza política, religiosa, propagandística e quaisquer outros que espalhem as verdades contigentes (phronesis), pertencentes ao campo da retórica.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Grupo de Tecnologia Educacional e Educação a Distancia - TEED

     

    Professor(a): Profª Dra. Mercedes Fátima de Canha Crescitelli
    Formação: 2002
    Descrição: O grupo TEED dedica-se à pesquisa sobre o ensino e aprendizagem de línguas (materna e estrangeira) em contextos digitais, particularmente a Internet para a graduação e formação continuada. É composto por pesquisadores da PUC-SP e estudantes de pós-graduação e de graduação. As linhas de pesquisa dos integrantes do grupo estão ligadas a diferentes aspectos das áreas de ensino-aprendizagem de línguas a distância, planejamento e avaliação de material didático eletrônico, comunicação e ensino, formação continuada e formação de professores para contextos digitais e presenciais.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Historiografia da Língua Portuguesa

     

    Professor(a): Profª Dra. Neusa Maria Oliveira B. Bastos e Profª Dra. Dieli Vesaro Palma
    Formação: 1996
    Descrição: Continuidade do trabalho historiográfico: descrever/explicar como se produziu e desenvolveu o conhecimento linguístico em certo contexto sócio-cultural através do tempo, com foco nas dimensões cognitiva e individual/social. Este projeto tratará de textos linguístico-gramaticais que dialoguem entre si em relação às questões formadoras dos sujeitos escolarizados em Português, unindo produção gramatical/material didático/legislação que, de alguma forma, impuseram um caminho a ser seguido por docentes durante o séc. XX.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: NUPPLE IP-PUC/SP

     

    Professor(a): Profa. Dra. Regina Célia Pagliuchi da Silveira
    Formação: 1996
    Descrição: O grupo vem contribuindo para uma melhor compreensão dos fenômenos complexos da comunicação entre falantes nativos e estrangeiros, relativos a questões de identidade cultural, lingüística e idiomática do brasileiro, relacionadas às políticas de línguas e lingüísticas.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Ensino de Língua Portuguesa para Fins Específicos

     

    Professor(a): Profa. Dra. Sueli Cristina Marquesi
    Formação: 1996
    Descrição: O grupo de pesquisa Ensino de Língua Portuguesa para Fins Específicos atua desde 1996 e suas atividades centram-se em estudos sobre o ensino da leitura e da escrita, sob o enfoque de vertentes teóricas que tratam o texto sob o ponto de vista da Linguística Textual e da Análise Interacional do Discurso.

    Acesse o link

  •  

    Grupo de pesquisa: Texto, Hipertexto e Ensino de Língua Portuguesa (THELPO)

     

    Professor(a): Profa. Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Formação: 2010
    Descrição: Considerando que inovações tecnológicas vêm alterando o modo de escrita e, consequentemente, o modo de leitura, o grupo se dedica a questões referentes ao modo de constituição da escrita no contexto digital, descrição e análise de práticas textuais e hipertextuais, co-ocorrência de elementos verbais e não verbais na produção escrita, e estratégias utilizadas pelos leitores para a construção do sentido, tendo como base a abordagem sociocognitiva e interacional do texto.

    Acesse o link

Centros e Núcleos 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

IP-PUC-SP

IP-PUC/SP - Instituto de Pesquisas Lingüísticas Sedes Sapientiae para Estudos do Português da PUC/SP, órgão do Programa e do Departamento de Português, núcleo extensionista da FAFICLA (Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes), coordenado pelas Professoras Doutoras Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos, Regina Célia Pagliuchi da Silveira e Sueli Cristina Marquesi, que promove oficinas para graduandos, ministradas por docentes da Pós-Graduação

O Instituto de Pesquisa permanece dando contribuição substantiva, por meio dos Núcleos de Pesquisa, relacionados aos Grupos de Pesquisa, constituídos por docentes e discentes da Pós-Graduação e da Graduação.

Os Núcleos de Pesquisa são:

  • Núcleo Extensionista de Ensino de Língua Portuguesa (NEELP), liderado pela Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi
  • Núcleo Extensionista Português Língua Estrangeira (NUPLE), liderado pela Profª Dra. Regina Célia P. da Silveira
  • Núcleo Extensionista de Ensino de Língua Portuguesa para a Comunidade (NELPOC), liderado pela Profª Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos.

Saiba mais em: http//:www.ippucsp.org

 

Informações:

IP-PUC/SP - Instituto de Pesquisas Lingüísticas Sedes Sapientiae

Fone: (11) 3862.7640
E-mail: ippucsp@pucsp.br

Pesquisas dos Docentes 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

  •  

    Estratégias linguístico-discursivas do discurso jornalístico na imprensa escrita.

     

    Profª Dra. Ana Rosa Ferreira Dias
    Início: 2009
    Descrição: A sociedade contemporânea, multimidiática,  propicia um fluxo vertiginoso da informação e incentiva a cobertura dos acontecimentos em tempo real. Em termos jornalísticos, redimensiona-se a concepção de atualidade das informações, de modo que o tempo do relato da notícia passa a ser o "agora" – e não mais o "hoje" e, muito menos, o "ontem". Dentro desse contexto, a imprensa escrita, concorrendo com outros veículos na divulgação da informação , busca sua validação e se organiza de modo a captar a atenção do seu público para além da questão do ineditismo/ atualidade da informação, desenvolvendo estratégias linguistico-discursivas específicas para produzir diferentes efeitos de sentido, garantir o envolvimento, mobilizar a afetividade e orientar a formação de opinião. As pesquisas que estão inseridas neste projeto investigam diferentes gêneros jornalísticos sob a perspectiva teórica e metodológica da Análise do Discurso e da Pragmática. Balizam as pesquisas questões sobre a identidade do sujeito do discurso(percepção das representações socias), a pluralidade dos sentidos produzidos,entre outras. As investigações realizadas estão resultando em teses, dissertações,    publicações em revistas especializadas da área e em anais de eventos científicos . 

  •  

    Português para fins específicos numa perspectiva cooperativa e dialógica

     

    Profª Dra. Anna Maria Marques Cintra
    Início: 2010
    Descrição: A abordagem de ensino de língua portuguesa (língua materna) para fins específicos, justifica-se em face de deficiências de domínio linguístico observadas em bom número de egressos da escola básica. Investigar essa abordagem, nos seus aspectos fundamentais tem se mostrado importante, pelo fato de encontrarmos professores de língua portuguesa que ao ministrar aulas para profissionais de mercado ou para cursos superiores de áreas diversas das de Letras ainda se voltarem a procedimentos antigos, a regras gramaticais descontextualizada, insistindo num ensino que, evidentemente, não deu bom resultado. Os objetivos dessa investigação passam pelos seguintes focos principais: 1º)conhecer as crenças de professores de português que ministram aulas a alunos de áreas diversas, que não de Letras, seja com o nome de fins específicos, seja com o nome de instrumental, seja mesmo com o nome de língua portuguesa; 2º)analisar o ensino de leitura, escrita e gramática a adultos profissionais e estudantes de áreas que não Letras, consoante os princípio da abordagem, priorizando o dialógico e a cooperação. As hipóteses formuladas são: 1ª)a maior parte dos cursos chamados de português para fins específicos não segue princípios da abordagem; 2ª)a opção pela dialogia e pela cooperação amplia potencializa resultados práticos de domínio da língua do fim específico, com reflexos positivos para o uso da língua comum. CINTRA, A.M.M. Prefácio do livro de LUZ, Leandro Tadeu Alves da. Línguística Jurídica: Conceito, Teoria e Prática. São Paulo: Editora Ensino Profissional, 2011.

  •  

    A educação lingüística: uma proposta para o ensino de língua materna e a produção de material didático

     

    Profª Dra. Dieli Vesaro Palma
    Início: 2006
    Descrição:O projeto tem por tema o ensino de língua materna, fundamentado na Educação Linguística, compreendida sob dupla dimensão: como forma de se conceber o processo de ensino e aprendizagem e como área de pesquisa. Esse ensino busca, pela interdisciplinaridade, articular saberes lingüísticos e pedagógicos para formar o aprendente como "poliglota na própria língua", pressupondo mudanças na prática docente. Tem por objetivos construir o conceito de Educação Linguística, detalhar os aspectos pedagógicos e os recursos lingüísticos da Educação Linguística; complementar o detalhamento dos recursos linguísticos com a noção de consciência crítica da linguagem; produzir material didático e apresentar uma proposta para a formação inicial e continuada de professores.

    Nessa fase do projeto, foram aprofundados temas basilares da Educação Linguística, como o conceito de Educação Linguística, as pedagogias da leitura, da escrita e a léxico-gramatical, a transposição didática, o contato didático e as situações didáticas. Como produtos desta etapa, foram produzidas dissertações  de mestrado, os seguintes capítulos de livro "Educação Linguística e desafios na formação de professores", em coautoria com Jeni Silva Turazza e José Everaldo Nogueira Junior, publicado em Língua Portuguesa – lusofonia – memória e diversidade cultural (Neusa Barbosa Bastos – org.), São Paulo: EDUC, 2008; "Formação de professores e interdisciplinaridade na perspectiva da educação lingüística", em coautoria com Jeni Silva Turazza, publicado em Língua Portuguesa – aspectos lingüísticos culturais e identitários (Neusa Barbosa Bastos – org.),  São Paulo: EDUC, 2012 e no livro Língua Portuguesa em coautoria com  Márcio Rogério de Oliveira Cano, São Paulo: Blucher, 2012, série A reflexão e a prática no ensino. Também foram publicados os artigos "Leitura: a arte da interpretação" em coautoria com Jeni Silva Turazza, publicado em UEG em Revista, v.1 nº 3, jan./dez 2007 e "Educação Linguística e repertórios culturais da sociedade contemporânea", em coautoria com Jeni Silva Turazza, publicado em Via Litterae – Revista Eletrônica da Universidade Estadual de Goiás, v. 3, nº1, jan./jun.2011.

    Esse projeto está vinculado ao Grupo de Pesquisa em Educação Linguística para o Ensino de Português, que tem como vice-líder a profa. Dra. Jeni Silva Turazza, a ser cadastrado no Diretório do CNPq em 2012. É um grupo interinstitucional, que reúne professores universitários, alunos da Pós-Graduação stricto e lato sensu e professores da rede pública e da particular de São Paulo.

    A próxima fase do projeto terá início em agosto de 2012. Seu foco é a pedagogia da Oralidade que será objeto de discussão nos encontros do Grupo e será também tratada em oficinas organizadas por nível de ensino e oferecidas pelo Instituto de Pesquisas Sedes Sapientiae aos professores da Educação Básica.  Prevê-se como produto dessa etapa a publicação de um livro cujo tema será a pedagogia da oralidade em seus diversos aspectos.
  •  

    Gíria de grupo e sua presença no discurso oral

     

    Prof. Dr. Dino Preti
    Início: 2008
    Descrição: Visa a levantar o vocabulário de diferentes grupos sociais, por meio de entrevistas diretas ou textos publicados (jornais, revistas etc.) A  gíria de grupo inicialmente focalizada é a do grupo musical funk.

    "Projeto da norma linguística urbana culta de São Paulo" (Projeto NURC/SP), com um grupo de l4 linguisticas de diferentes instituições universitárias brasileiras. O projeto já publicou 14 livros sobre o material colhido (315 horas gravadas), sendo que o último volume (2011) é Variações na fala e na escrita.

  •  

    As práticas discursivas e a construção do ethos e da identidade em diferentes discursos em veiculação na sociedade brasileira

     

    Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento
    Início: 2007
    Descrição: Estudo do lugar da língua, da linguagem e da cultura na constituição de diferentes discursos, permeados por questões axiológicas e conflitivas da sociedade moderna. Com base na atividade cognitiva do compreender e do explicar, o projeto fundamenta-se nas novas tendências da Análise do Discurso com o propósito de examinar práticas discursivas e a construção dos ethos e da identidade dos sujeitos em diferentes discursos em veiculação na sociedade,e que carregam mecanismos de (re) construção ideológica, tais como os discursos da mídia, da política, da religiosidade, da literatura, da educação, da etnicidade, da exclusão, nos quais reconhecemos relações de valores e tensões que arquitetam um percurso gerador de sentidos, possível de ser interpretado.

    Nesse projeto de pesquisa, reconhecemos que, na sociedade, circulam diferentes discursos reveladores de valores sociais e que, por isso, se torna pertinente um estudo que aborde a dimensão histórico-enunciativa desses discursos. Todavia, ao mesmo tempo, observamos tensões materializadas lingüisticamente e que estão centradas nas relações entre formação sócio-histórico-ideológica e nas formações discursivas. O projeto privilegia o nível discursivo e interroga em que medida o jogo de valores e tensões sociais, as marcas enunciativas, os mecanismos e as regras de organização e funcionamento engendram o sentido de cada um dos discursos mencionados. Também objetiva reunir, sob a coordenação e orientação do docente, graduandos e pós-graduandos que se interessam pelo debate sobre as práticas discursivas da sociedade e suas relações língua, linguagem e a cultura, já que podemos perceber essa interface em diferentes discursos em veiculação na modernidade.

  •  

    Lexicologia: processos de textualização e de ressemantização do vocabulário do idioma brasileiro

     

    Profª Dra. Jeni Silva Turazza
    Início: 2006
    Descrição: Fundamentado em pressupostos da Lingüística Textual de vertente sócio-cognitivo-interativa, numa interface com princípios da Lexicologia, o projeto tematiza os processos de produção textual-discursiva formalizados em língua escrita, de sorte a contemplar a prática da leitura do texto escrito na sua complementar com aqueles referentes à composição escrita desses mesmos textos. Tem por hipótese que as estruturas léxico-gramaticais funcionam como recursos expressivos das práticas textuais-discursivas humanas, inscritas em diferentes e variados registros da língua escrita que asseguram a comunicação de conhecimentos referentes ao mundo da vida e àqueles do mundo do trabalho

    Objetivo: facultar a compreensão inerente ao desenvolvimento de habilidades crítico-reflexivas pelo domínio do repertório cultural – formas léxico-gramaticais, tipos de segmentos textuais, de gêneros do discurso, atos de fala, estilos...- do qual o produtor faz uso, no fluxo de suas atividades de produção de sentidos,seja na posição de leitor ou de redator de textos coesos e coerentes.Para tanto,os elementos do repertório de que ele dispõe e domina sempre são usados estrategicamente e, em se tratando da sua condição de leitor, ou de redator, tais estratégias são aplicadas de modo inverso, de modo a assegurar graus significativos de compreensão e interpretação dos textos que produz, em quaisquer uma dessas situações. O Problema investigado está configurado pela necessidade de construir um espaço-teórico-metodológico para o tratamento adequado do léxico na dimensão dos estudos textuais-discursivos, de sorte a resgatar a sua função pelos quadros dos estudos da Lingüística Contemporânea da vertente sócio-cognitivo-interativa; razão pela qual o desenvolvimento do projeto se faz necessário. Esta necessidade se inscreve na reinterpretação do discurso pedagógico que funciona como ancoragem das práticas de docência do professor de língua materna, seja quanto à sua própria formação, seja quanto ao exercício de suas práticas de docência. Por conseguinte, o desenvolvimento do projeto deverá estar assegurado pelo princípio da transposição didática de sorte a garantir resultados de investigações capazes de focalizarem o processo de retroalimentação entre os campos dos discursos científicos e o pedagógico, ou entre ciência e tecnologia - o que justifica o fato de o seu professor-autor integrar o grupo de Pesquisas EDULINP/PUCSP, na condição de seu vice-líder. Tais pesquisas são estensivas àquelas produzidas: a) pelo próprio professor pesquisador para ministrar cursos na graduação, pós-graduação: nível lato e strictu-sensu; elaboração e publicação de artigos científicos; b) pelos alunos desses cursos sob a forma de monografias, dissertações e teses de doutorado, ao final de cada um deles, respectivamente, bem como comunicações de resultados de suas pesquisas em eventos científicos, com publicações de artigos, preferencialmente. Essas investigações deverão contemplar os seguintes

  •  

    Estudo do vocabulário do português brasileiro para o ensino de PLE

     

    Profª Dra. Jeni Silva Turazza
    Início: 2005
    Descrição:Projeto situado na área da Lexicografia, fundamentado em princípios e pressupostos da Lexicultura – focaliza o léxico como recorte designativo de conhecimentos de mundo perspectivizados pela diversidade cultural de sorte a facultar estudos sobre identidade linguística do idioma português brasileiro.Esses recortes designativos, formalizados pelo vocabulário, referem-se a modelos de estruturação e de organização de conhecimentos, e estes estão concebidos como significado(s) dessas mesmas formas vocabulares. O objetivo é contribuir com estudos voltados para o ensino e a aprendizagem do idioma brasileiro para falantes não nativos, por meio dos resultados obtidos pela pesquisa; razão por que o tratamento dispensado às investigações sobre tais conteúdos incidem sobre a expansão semântica condensadas por estas formas vocabulares, compreendidas como predicações analíticas, devidamente confrontadas com aquelas do vocabulário do espanhol/rio-platense. Desse processo comparativo, foi possível elaborar um subprojeto: o DIPLE: Dicionário do Português Brasileiro em Equivalência com o Espanhol Rioplatense que deverá favorecer o ensino-aprendizagem proficiente do Português Brasileiro, por uma perspectiva cultural: aquela que assegura a identidade linguística do brasileiro.   Assim e sob esta perspectiva, esse subprojeto tem sido apresentado e discutido em eventos científicos como SIPLE - Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira – na ANPOLL.como uma produção Lexicográfica pela qual respondem duas equipes de pesquisadores: da PUC/SP e equipe da Universidade Federal de Sergipe – Aracaju. O objetivo - ao operar com equivalências entre o vocabulário dos dois idiomas - por um lado, é facultar a aprendizagem pelo falante não nativo e, por outro lado, marcar as diferenças entre formas vocabulares semelhantes cujos conteúdos se diferenciam em razão de recortes culturais distintos (falsos cognatos), ou mesmo diferenças entre o uso das mesmas formas; contudo, sem equivalências quanto à seleção e combinação. A conclusão desse subprojeto lexicográfico está prevista para 2012.

  •  

    Leitura e cognição social

     

    Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira
    Início: 2012
    Descrição: Pela tradição acadêmica, a leitura é entendida como um processo de interação entre leitor-texto-autor. Em outras vertentes teóricas os procedimentos de leitura são redimensionados e aas implicações sócio-cognitivas embasam o percurso de significação textual e a produção de efeitos de sentido. Esta proposta de pesquisa visa estudar a constituição social da cognição e como partir dela se constroem percursos de leitura.

  •  

    História das idéias lingüísticas no Brasil – em torno das obras de Rui Barbosa e do Pe. José Noronha Nápoles Massa.

     

    Profª Dra. Leonor Lopes Fávero
    Início: 2012
    Descrição: Projeto financiado pelo CNPq. O projeto tem como objetivo geral: conhecer a língua portuguesa e como se constituiu um saber sobre ela. Os objetivos  específicos são: a) examinar a obra Grammatica Analytica da Língua Portuguesa (1888) do Pe. Massa, produzida no período denominado científico por Sílvio Elia (1975), verificando-se a conceituação de gramática, sua finalidade, a sinopse gramatical e a organização interna; b) examinar as posições de Rui Barbosa em relação à língua portuguesa e seu ensino na escola primária e secundária brasileiras, comparando-as com a polêmica com Ernesto Carneiro Ribeiro; c) examinar, do Colégio Pedro II (nesse momento Ginásio Nacional) os programas da disciplina Português, avaliando como eles são reflexo da organização social e da vida intelectual brasileiras nos últimos  anos do século XIX e início do XX (fim do Império e início da República Velha)

  •  

    Entre ethos e pathos: o movimento das paixões na MPB e a constituição identitária do brasileiro

     

    Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Início: 2009
    Descrição: A modernidade, por uma série de razões, desmontou as velhas identidades sociais, secularmente consolidadas, abalou as representações de gênero, sexualidade, etnia, raça e nacionalidade e instaurou novas representações sobre o ser e o estar dos homens no mundo.

    Tais representações, criadas sobretudo por atos de linguagem, mantêm relação direta com a produção retórica dos discursos sociais. A pesquisa pretende, por meio da análise de retórica de duzentas canções populares brasileiras, mostrar como, ao longo do tempo, o assentado e o  fixo no plano identitário deram lugar ao instável, a uma luta de sujeitos, de paixões  e de poderes que, por meio do movimentar discursivo, criou e cria, retoricamente, novas imagens identitárias do brasileiro. Chaim Perelman &  Lucie O. Oldbrechts-Tyteca, com a Nova Retórica, e Meyer, com seus estudos filosóficos sobre as paixões sustentarão a análise a ser empreendida.

  •  

    Práticas sociais em ambientes virtuais de aprendizagem

     

    Profª Dra.: Mercedes Fátima de Canha Crescitelli
    Início: 2010
    Descrição: O uso dos dispositivos tecnológicos suscita discussões sobre concepções teóricas, bem como sobre as funções e competências necessárias (GERALDINI, QUEVEDO e CRESCITELLI, 2006) a professores e estudantes (ANDERSON et al., 2001; KENSKI, 2001) na época contemporânea, conforme segue: o papel a atribuir ao professor-animador: qual é sua importância (BARBOT, 2003)? Quais são os papéis do professor (BOURDET, 2006)? A mediação (humana) é fundamental ou pode ser substituída pela mediatização? (BÉLISLE, 2003; MAIGNIEN, 2003)? Que nível de autonomia exigir, ou melhor, construir com os aprendentes? (ALBERO, 2000; LINARD, 2003; POISSON, 2003)? É realmente possível trabalhar em uma perspectiva colaborativa no contexto digital de ensino? Essas poucas, dentre tantas outras questões, ilustram o grau de complexidade com o qual pesquisadores e profissionais lidam, de modo que devem estar preparados para isso, uma vez que a única certeza parece ser a inevitável abertura da educação a um novo ambiente social no qual o uso de novos dispositivos é imperativo e vem abalar as certezas e as práticas desenvolvidas até o presente. Nesse cenário de incertezas, acreditamos, juntamente com Lévy (2007), que cabe aos intelectuais do século XXI encontrar formas mais qualificadas de explorar essa nova potência para a inteligência coletiva. Desafio novo, que, segundo o estudioso, não foi apresentado a nenhuma outra geração precedente. Como educadoras da área de Letras, portanto responsáveis pela formação dos futuros docentes que, certamente, atuarão em um sistema educacional com demandas e exigências diferentes das atuais, e pesquisadoras da área, propomos o presente projeto de pesquisa, cujo tema são as práticas sociais desenvolvidas em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) no ensino superior e em cursos de extensão e especialização. Ele se insere na interface das áreas de Educação a Distância (EAD), Ensino de línguas materna e estrangeiras, Lingüística e Lingüística Aplicada.

  •  

    Gêneros textuais e o ensino de Língua Portuguesa

     

    Profª Dra.: Mercedes Fátima de Canha Crescitelli
    Início: 2006
    Descrição:Ao longo do tempo, várias atividades sociais e diferentes textos a elas atrelados vão sendo desenvolvidos e produzidos. Esses textos são atualizados em gêneros, definidos por Bakhtin (1979) como tipos relativamente estáveis de enunciados, caracterizados por um conteúdo temático, determinado estilo e construção composicional. Estudiosos de gêneros concebem a língua como forma de ação social e histórica e privilegiam sua natureza funcional e interacional e não apenas seus aspectos formais. Bazerman (2005: 31), por exemplo, considera que gêneros não podem ser vistos como "conjunto de traços textuais", porque, se assim o fossem, seria excluído do uso e da construção dos sentidos o papel dos indivíduos, assim como seria ignorado o uso criativo da comunicação para satisfazer novas necessidades, e Miller (1984, p. 151) pondera que a definição de gênero "não deve ser centrada na substância ou na forma do discurso, mas na ação que se realiza quando se usa um gênero". Os gêneros textuais são ações sociodiscursivas para agir sobre o mundo, vinculados à vida social e cultural, e contribuem para "ordenar e estabilizar" as atividades comunicativas do dia-a-dia (MARCUSCHI, 2002, p. 19). São eventos textuais dinâmicos, porque vão sendo criados em conseqüência das necessidades e atividades socioculturais, incluindo-se aí as demandas advindas da evolução da tecnologia. E porque os gêneros textuais não são definidos simplesmente por suas características lingüísticas, mas constituem-se como atividades sociodiscursivas, a apropriação deles é uma atividade fundamental de socialização e não meramente uma tarefa restrita ao domínio de formas lingüísticas. Atribuindo ao contexto histórico e social um papel determinante nas práticas discursivas e na própria formação dos sujeitos, defendemos a relevância de se estudarem as relações entre o desenvolvimento das formas de organização social e formas de interação nas práticas educacionais. No contexto educacional, justificam-se as pesquisas que possibilitam compreender as práticas sociais atualizadas em gêneros, em virtude de a aprendizagem ser um processo contínuo, sujeito a mudanças decorrentes das transformações ocorridas no contexto social e histórico em que os indivíduos se encontram. Isso porque consideramos, com Bakhtin (1979, p. 279), que cada "esfera comporta um repertório de gêneros do discurso que vai diferenciando-se e ampliando-se à medida que a própria esfera se desenvolve e fica mais complexa"; com Miller (1984), que o conjunto de gêneros é uma classificação aberta, com novos gêneros se desenvolvendo e outros decaindo e, com Bhatia, que os gêneros efetivamente possuem uma tendência natural à evolução, inovação e mudança, a qual é constantemente explorada pelos indivíduos de uma dada esfera de atuação na criação de novas formas para responder a contextos retóricos familiares ou nem tão familiares assim. O interesse pelos estudos de gêneros vem se intensificando, entre outras razões porque documentos oficiais no âmbito do ensino, como, por exemplo, os PCN orientam fortemente para a sua utilização nas aulas de leitura e produção escrita. Conseqüentemente, observa-se que muitos dos alunos do Programa de Estudos Pós-graduados em Língua Portuguesa, alguns dos quais são professores da rede estadual de ensino, têm revelado preocupação com o tema e mostrado interesse em realizar pesquisas na área.

  •  

    História Entrelaçada 5 – Os discursos pedalinguísticos de 50 a 60 (segunda metade do século XX ) – Brasil/Portugal

     

    Profª Dra.: Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Início: 2012
    Descrição: Reflete-se sobre textos lingüístico-gramaticais lusófonos que dialoguem entre si quanto às questões formadoras dos sujeitos escolarizados em Língua Portuguesa, unindo a de material didático e da legislação que de alguma forma impôs um caminho para professores-educadores ao longo do século XX. Examinar-se-ão, ainda, textos de circulação escolar, utilizados por professores e alunos nos três níveis de ensino. Far-se-á seleção, ordenação e reconstrução do conhecimento lingüístico, com base na interpretação crítica do processo discursivo dessa produção contextualizada do ponto de vista histórico, social e cultural. Verificar-se-á como o ensino de língua materna se processa a partir das políticas lingüísticas implementadas de 50 a 60 (século XX) em Portugal e no Brasil.

    Produto: livro História Entrelaçada 5 - Os discursos pedalinguísticos de 50 a 60 (segunda metade do século XX) – Brasil/Portugal, Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012, organizado com a profa. dra. Neusa Barbosa Bastos. 

  •  

    Língua portuguesa: produções lusófonas linguístico-gramaticais novecentistas.

     

    Profª Dra.: Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Início: 2011
    Descrição: O presente projeto busca refletir sobre textos linguístico-gramaticais lusófonos que dialoguem entre si no que concerne às questões formadoras dos sujeitos escolarizados em Língua Portuguesa, unindo não só a produção gramatical de autores de prestígio e dos produtores de material didático, bem como a dos legisladores que, de uma forma ou de outra, impuseram um determinado caminho a ser seguido por professores-educadores no decorrer do século XX, primeira metade. Examinam-se, ainda, textos de circulação escolar, utilizados por professores e alunos nos três níveis de ensino. Com esse fim, a pesquisa seleciona, ordena e reconstroi o conhecimento linguístico, com base na interpretação crítica do processo discursivo dessa produção contextualizada do ponto de vista histórico, social e cultural. Consideram-se os anos 1950 a 1960, no Brasil.

  •  

    Língua Portuguesa: produções lusófonas linguístico-gramaticais novecentistas.

     

    Profª Dra.: Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos
    Início: 2012
    Descrição: Considerando a iniciativa da Escola de Altos Estudos em apoiar os programas de pós-graduação,fomentando a cooperação acadêmica e o intercâmbio internacional por meio da visita de docentes e pesquisadores, o Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), em parceria com o Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP) e com o Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade de São Paulo (USP), submete à avaliação desse colegiado o curso monográfico a ser ministrado pela Professora Doutora Isabel Margarida Ribeiro de Oliveira Duarte da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal, no período de 10 de agosto a 12 de setembro de 2012.

  •  

    Português Brasileiro: discurso, cultura e enunciação

     

    Profª Dra. Regina Celia Pagliuchi da Silveira
    Início: 2009
    Descrição: Este projeto está situado na área de texto e discurso e trata das construções enunciativas do português brasileiro e seus implícitos culturais. O material de análise será coletado em turnos dialógicos tanto em contexto zero quanto em contextos padronizados e outras condições de produção discursiva (discurso jornalístico, discurso publicitário e discurso literário) além de turnos dialógicos conversacionais orais. Tem-se por pressuposto que o português falado no Brasil contém implícitos culturais que identificam seus usuários nativos. Entende-se que as culturas são plurais e relativas aos diferentes grupos sociais, de forma a compor seus marcos de cognições sociais; todavia, há uma unidade extra-grupal que identifica o brasileiro em relação aos falantes de outros países lusófonos. Tem-se por objetivos:
    1) tratar de traços culturais do brasileiro por implícitos culturais, contidos em expressões lingüísticas do uso efetivo da língua na enunciação;
    2) examinar as construções enunciativas ocorridas em textos produtos e discursos públicos escritos e eventos discursivos particulares orais e escritos. A pesquisa esta fundamentada na Análise Crítica do Discurso com vertente sócio-cognitiva em interdisciplinaridade com a Teoria da Enunciação.

  •  

    Uma pronúncia estandardizada brasileira: aspectos morfo-fonéticos e curvas entonatórias

     

    Profª Dra. Regina Celia Pagliuchi da Silveira
    Início: 2011
    Descrição: O projeto está situado na intersecção de elementos segmentais (fonética e morfológica) e elementos supra-segmentais (curvas entonatórias) tendo por base fundamentos variacionistas da sociolingüística e da Gramática Sistêmico Funcional. Tem-se por hipótese que os sons apresentam variações/variedades, mas que há hierarquias gramaticais e lexicais superiores que os guiam em suas realizações. Tem-se por objetivos:
    1) descrever as hierarquias mórficas e lexicais, na dimensão segmental, que controla a produção sonora;
    2) descrever as hierarquias sintáticas e supra-segmentais que guiam as cadeias entonatórias. O procedimento metodológico compreende gravações de pronúncia dos apresentadores que o jornal televisivo da Globo para a transcrição e segmentações pertinentes. A duração prevista é de (03) três anos. Tem-se por projeção a apresentação dos resultados obtidos em congressos, em publicaçãoes de anais e capítulos de livros.

  •  

    Leitura e Escrita em Diálogo: contribuições teóricas para o ensino de Língua Portuguesa

     

    Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi
    Início: 2007
    Descrição: Tomando por base os fundamentos das Teorias do Texto, especificamente os relacionados à Linguística Textual, e das Teorias da Enunciação, especificamente os relacionados à Análise Interacional do Discurso, a pesquisa visa à investigação teórica com fins metodológicos ao ensino de Língua Portuguesa em situações presenciais e a distância, focalizando os processos de construção de sentidos na Leitura como estratégias imprescindíveis ao aprendizado da escrita.

  •  

    Escrita, referenciação e ensino de Língua Portuguesa

     

    Profª Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Início: 2007
    Descrição: O projeto tem como foco o estudo da referenciação na produção escrita, tendo-se por base as investigações atualmente realizadas no campo da Linguística Textual sobre a referenciação entendida como atividade discursiva por meio da qual ocorre a (re)construção de objetos de discurso. Considerando as estratégias e funções das expressões referenciais e a relevância desses aspectos para as atividades de produção e compreensão do texto, objetiva-se analisar a referenciação em textos literários, jornalísticos, das redes sociais, bem como em textos de alunos da educação básica e superior.

  •  

    Escrita e leitura na cultura digital: perspectivas para a pesquisa e para o ensino

     

    Profª Dra. Vanda Maria da Silva Elias
    Início: 2010
    Descrição: O projeto tem como foco o estudo do texto e do hipertexto do ponto de vista da escrita e da leitura, levando-se em conta aspectos de contextualização, (re)constituição de gêneros textuais em suportes distintos, intergenericidade, inter-relação oralidade/escrita; inter-relação verbal/não verbal, princípios de textualidade, estratégias de produção textual e de construção de sentido.

  •  

    Entre ethos e pathos: o movimento das paixões na mpb e a constituição identitária do brasileiro

     

    Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira
    Início:
    Descrição:A modernidade, por uma série de razões, desmontou as velhas identidades sociais, secularmente consolidadas, abalou as representações de gênero, sexualidade, etnia, raça e nacionalidade e instaurou novas representações sobre o ser e o estar dos homens no mundo.  Tais representações, criadas sobretudo por atos de linguagem, mantêm relação direta com a produção retórica dos discursos sociais. A pesquisa pretende, por meio da análise de retórica de duzentas canções populares brasileiras, mostrar como, ao longo do tempo, o assentado e fixo no plano identitário deu lugar ao instável, a uma luta de sujeitos, de paixões  e de poderes que, por meio do movimentar discursivo, criou e cria, retoricamente, novas imagens identitárias do brasileiro. Chaim Perelman &  Lucie O. Oldbrechts-Tyteca, com a Nova Retórica, e Meyer, com seus estudos filosóficos sobre as paixões sustentarão a análise a ser empreendida. Resultados Obtidos – 2008 Capítulo de Livro: "Maria vai mesmo com as Outras? Ethos e Paixões na Canção Popular". Ferreira, Luiz Antonio in CARMELINO, ªC., PERNAMBUCO, Juscelino (orgs.) Nos Caminhos do Texto: Atos de Leitura. São Paulo, Franca : UNIFRAN, 2007, p. 99 a 128.  Capítulo em Revista: "Atos Retóricos e Identidade Feminina – O Movimento das Paixões. In Revista Papirum Sapientiae, vol. 3, p. 35-41, 2007.  Capítulo de Revista: A Passionalidade Discursiva e suas dimensões Identitátias (O Ciúme, de Caetano Veloso). Revista do GEL (Araraquara), volume 04, p. 27-38, UNESP-Araquara, 2007. RESULTADOS ESPERADOS – 2009 Orientações em andamento sobre o tema da pesquisa: Elisângela Zampirolli de Campos: O Movimento das Paixões e o Riso na Música Popular Massiva. – mestranda em Língua Portuguesa. Defesa prevista para o 1o.semestre de 2009 Diva Conceição Ribeiro e Luciana Bracarense Costa – desenvolvimento de pesquisa sobre a formação identitária do Brasileiro. Defesa Prevista para o 1o. semestre de 2009. 

    Produtos:
    1) Livro: As mulheres que a gente canta: MPB e Retórica,  Lucy Ferreira Azevedo e  Luiz Antonio Ferreira.    São Paulo : LPB, 2009.
    2) Apresentação em Simpósio: Carnavalização, Riso e Música Popular Massiva   em Sala de Aula - Simpósio: Práticas Discursivas na Sala de Aula -  Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo. 
    3) Apresentação em Simpósio: O Ethos no Discurso Político    III Simpósio INTL sobre análise do discurso - Emoções, Ethos e  Argumentação  UFMG
    4) Palestra: Retórica e Determinação dos Sentidos: As perguntas da Escola e  as  respostas da vida.  PRODUTOS DE 2010: FERREIRA, Luiz Antonio e MAGALHÃES, Ana Lúcia. O Discurso das Mulheres na TV In  PERNAMBUCO, Juscelino; FIGUEIREDO, Maria Flávia SALVIATO-SILVA, Ana Cristina (orgs) Nas Trilhas do Texto. Franca,SP: UNIFRAN,Coleção Mestrado em Linguística, v. 5, 2010, p. 91-106. (ISBN 978-85-60114-28-3) - FERREIRA, Luiz Antonio , MAGALHÃES, Ana Lúcia; BRACARENSE, Luciana. Prefácio In FERREIRA, Adilson et alii. Retórica do Opressor, São Paulo: LPB, 2010. (ISBN 978-85-63044-06-8) - FERREIRA, Luiz Antonio , A retórica do Poder e o Poder da Retórica, In FERREIRA, Adilson et  alii. Retórica do Opressor, São Paulo: LPB, 2010, p.151-163. (ISBN 978-85-63044-06-8) FERREIRA, Luiz Antonio. Leitura e Persuasão – Princípios de Análise Retórica.  São Paulo : Contexto, 2010. (ISBN 978-85-7244-478-1) - 2º. Colóquio de Estudos Retóricos, PUC-SP, outubro de 2010 (organizador);  Palestra: A Retórica do Poder e o  Poder da Retórica, 2º. Colóquio de Estudos Retóricos, PUC-SP, outubro 2010.   Palestra: A retórica do medo. 3º Colóquio de estudos retóricos, PUC/SP, novembro 2011 -   DOCENTE: Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira

Pesquisas Concluídas 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

  •  

    Um Estudo das Marcas de Interação no Texto Jornalístico

     

    Docente responsável: Ana Rosa Ferreira Dias
    Conclusão: 2008
    Descrição: Estudo das estratégias lingüístico-discursivas responsáveis pelos processos na comunicação escrita, em diferentes gêneros jornalísticos. O processo de interação que se estabelece entre as diferentes instâncias de interlocução e investigado sob a perspectiva da pragmática da análise da conversação e da análise do discurso. As investigações realizadas resultaram em  dissertações, teses, publicações em revistas especializadas da área, e em anais de eventos científicos, capítulos de livro. 

  •  

    O Discurso Jocoso e sua Manifestação na Imprensa Escrita

     

    Docente responsável: Ana Rosa Ferreira Dias
    Conclusão: 2007
    Descrição: Estudo das estratégias lingüístico-discursivas que constroem a comicidade no gênero jornalístico. O humor, enquanto campo de estudos exige uma abordagem interdisciplinar, portanto, além das contribuições da lingüística, investigações da psicologia, história e sociologia subsidiam as pesquisas... As investigações realizadas resultaram em dissertações, publicações em revistas especializadas da área e em anais de eventos científicos, capítulos de livro.

  •  

    Idéias circulantes acerca da leitura e da escrita: significações

     

    Docente responsável: Anna Maria Cintra
    Conclusão: 2010
    Descrição: Pesquisa integrada ao Grupo de Pesquisa Estudos de Linguagem para o Ensino de Português, toma como variáveis na constituição do problema a existência em circulação no meio acadêmico de idéias equivocadas sobre leitura e escrita e sua contribuição negativa para a manutenção do status nestes campos. Como passo inicial, a pesquisa buscou identificar as idéias circulantes no meio acadêmico e, a partir, delas discutir na direção da busca de formas de sua superação no ensino e na aprendizagem. A pesquisa desenvolveu-se simultaneamente em São Paulo e Londrina no Brasil e em Aveiro em Portugal, uma vez que teve caráter interinstitucional. O texto utilizado para o mini-curso durante o 12º Congresso Brasileiro de Língua Portuguesa e 3º Congresso Internacional de Lusofonia do IP-PUCSP, em 2008, foi desmembrado em dois artigos: um deles focaliza a escrita foi publicados pela EDUC, em livro organizado pela Prof. Dra. Neusa Maria Bastos; o outro que focaliza leitura, está em vias de publicação pela Editora da Universidade Estadual de Londrina, em livro organizado pela Profa. Lucinéia Aparecida de Resende.

    No ano de 2009, a pesquisa contou com a participação de dois alunos de graduação com bolsa PIBIC que concluíram relatório em fevereiro de 2010. O Prof. Ernani Terra fez exame de qualificação, tendo passado direto para o doutorado e deverá em breve terminar sua pesquisa. O relatório final da pesquisa realizada em São Paulo está sendo concluído para ser enviado às Universidades parceiras. A partir dele serão redigidos dois artigos para serem enviados a periódicos.

  •  

    Cognição e construção do sentido no português contemporâneo: as regras e as estratégias de produção

     

    Docente responsável: Profa. Dieli Vesaro Palma
    Conclusão: 2005
    Descrição: Estudo do pensar metafórico e do pensar por oposição. Essas formas são estudadas na língua em uso, sob dois enfoques. De um lado, considerando-se a variação das realizações lingüísticas e as transformações sofridas pela língua, é focalizado o processo de gramaticalização. De outro, tomando-se como parâmetro diferentes enfoques teóricos (a Lingüística Cognitiva e a Lingüística Funcional), buscou-se proceder a descrições/explicações das estruturas lingüísticas em produções textuais. A partir desses enfoques, foram estudadas mudanças de unidades lingüísticas que passam de lexicais a gramaticais, caracterizando o processo de gramaticalização ou ainda o processo contrário em que unidades gramaticais passam a lexicais. Na base dessas alterações estão o pensar metafórico e o pensar metonímico, daí a relevância da investigação sobre o pensar figurado. Além disso, ainda com base nas lingüísticas acima destacadas, foram estudados aspectos lingüísticos do Português em uso, seja para apontar, por meio de trabalhos comparativos, as diferenças entre dois estados da língua, seja para se proporem novas maneiras de se explicar os fatos lingüísticos. Também nesses estudos o pensar figurado é fundamental.  Esse projeto teve produto dissertações de mestrado que focalizaram a gramaticalização e a lexicalização, bem como a publicação do artigo "Gramaticalização, pensar metafórico, indeterminação do sentido e ensino de Língua Portuguesa", publicado em Língua portuguesa em calidoscópio (Neusa Barbosa Bastos – org.), São Paulo: EDUC, 2004.

  •  

    O ensino de língua materna e a Educação Lingüística

     

    Docente responsável: Dieli Vesaro Palma
    Conclusão: 2006
    Descrição: O ensino da língua materna é ainda hoje um dos grandes desafios do professor. Embora muitos avanços nessa prática tenham ocorrido, decorrentes de pesquisas desenvolvidas em vários centros de excelência no Brasil, ainda é comum o ensino centrado na gramática normativa, sem considerar a língua em uso em diferentes situações comunicativas, expressas por gêneros discursivos os mais diversos. Reforça essa forma de atuação o material didático disponível, que, na maioria das vezes, carece de base teórica, utilizando o texto como pretexto para o ensino da gramática.

    Nessa medida, não se concretiza o que já na década de 80, Bechara (1985)  apontava ser essencial: a escola realizar a educação lingüística, como forma de possibilitar o desenvolvimento integral do indivíduo, garantindo-lhe a cidadania plena. Travaglia (2003) considera a Educação Lingüística como um conjunto de atividades de ensino/aprendizagem, formais ou informais, que levam uma pessoa a conhecer o maior número de recursos da sua língua e a ser capaz de usar tais recursos de maneira adequada para produzir textos a serem usados em situações específicas de interação comunicativa para produzir efeito(s) de sentido pretendido(s)(p.26).  Logo, formar-se para a cidadania implica o desenvolvimento da competência comunicativa dos estudantes. Focalizar-se o ensino da língua materna nessa dimensão pressupõe-se considerar aspectos como transposição didática, contrato didático, situações didáticas, entre outros. Devem também ser levados em conta elementos específicos voltados à linguagem como as diferentes situações comunicativas, as variedades lingüísticas e os diversos recursos lingüísticos e seu uso específico em textos com vistas à significação. Em suma, a educação lingüística deve articular de forma harmoniosa saberes pedagógicos e saberes lingüísticos, garantindo a diferença entre o saber científico, o saber a ensinar e o saber ensinado. Esses são elementos fundamentais na formação inicial e continuada de professores. Aprofundamento de conceitos da dimensão pedagógica, como transposição didática, contrato didático, situações didáticas,  obstáculo epistemológico,  registros de representação e engenharia didática, e a elaboração de dissertações  de mestrado e do capítulo de livro "Educação Linguística e desafios na formação de professores", em co autoria com Jeni Silva Turazza e José Everaldo Nogueira Junior, publicado em Língua portuguesa - lusofonia - memória e diversidade cultural. São Paulo: EDUC, 2008 e o artigo "Transposição Didática, Contrato Didático e sua relação com a Pedagogia da Escrita articulada à da Leitura: um aspecto da Educação Lingüística", em co autoria com Jeni Silva Turazza, não publicado.

  •  

    Pesquisas sobre diálogo em textos teatrais brasileiros

     

    Docente responsável: Prof. Dr. Dino Preti
    Conclusão: 2010
    Descrição: São estudos baseados em obras de Plínio Marcos e Nélson Rodrigues, realizado com alunos de pós-graduação e sobre os quais foram realizados várias dissertações de mestrado.

  •  

    Historiografia Lingüística e a trajetória do português no Brasil

     

    Docente responsável: Jarbas Vargas Nascimento
    Conclusão: 2011
    Descrição: O projeto de pesquisa objetiva examinar a língua portuguesa escrita no Brasil a partir do século XVI até a atualidade, com o intuito de consolidar uma melhor compreensão das bases teórico-metodológicas da Historiografia Lingüística e sua aplicação no exame de documentos escritos no Brasil. Trata-se de analisar o português brasileiro ao longo da História do Brasil, considerando suas mudanças e regularidades no contexto histórico-social brasileiro, sem descuidar das implicações teóricas advindas, inclusive, de influências estrangeiras. A Historiografia Lingüística aborda questões em que a língua esteja inserida em um período ou em fases de mudança e/ou regularidades determinadas por fatores socioculturais, objetivando apreender valores lingüísticos e históricos em documentos. A abordagem histórica da língua implica uma simultaneidade entre as visões sincrônica e diacrônica dos fatos lingüísticos que permitem trazer acontecimentos lingüísticos do passado para o presente, em um processo de reconstituição, proporcionando uma nova visão desses acontecimentos. Justifica-se esse projeto sua relevância teórica, na medida em que a História, em geral, e suas diversas ramificações têm-se voltado ao seu sentido social, aliando-se à Lingüística. Motiva-nos, por conseguinte, este estudo o fato de podermos nos reportar aos usos lingüísticos em diferentes períodos de usos da língua portuguesa em território brasileiro, de forma a analisar as influências européias, as língua indígenas brasileiras, as línguas africanas e as línguas dos imigrantes e o português contemporâneo.

  •  

    Leitura, ensino e mídia: construção de sentidos literais e inferenciais

     

    Docente responsável: João Hilton S. Siqueira
    Conclusão: 2011
    Descrição: A pesquisa vem se desenvolvendo desde 2006 e tem tido vários resultados em termos de apresentação de trabalhos em encontros científicos, de palestras e de publicação. Os trabalhos apresentados e as palestras versam principalmente sobre o ensino de leitura, uma vez que, hoje, tornou-se uma prática muito comum a utilização indistinta de textos da mídia impressa nos materiais didáticos elaborados.As publicações dizem respeito a procedimentos de leitura que se embasam nas considerações metodológicas

  •  

    As concepções linguísticas no primeiro quartel do século XX – a gramática no Brasil

     

    Docente responsável: Profa. Dra. Leonor Lopes Fávero
    Conclusão: 2011
    Descrição:A pesquisa faz parte de um projeto maior que vem se desenvolvendo desde a década de 80 do século passado e que visa a traçar a história da gramática luso-brasileira. Nessa fase objetivou-se examinar a produção brasileira no primeiro quartel do século XX, partindo dos pressupostos teóricos da História das Idéias Lingüísticas. Ao se examinar o material, não se vê a história como um simples arrolar de datas e fatos, mas como um entrelaçar de dados que se possa decifrá-los, observando o contexto em que foi criada a idéia, como frutificou, foi compreendida, interpretada e representada, enxergando os fios que a constituíram . A pesquisa é longa e leva a anos de trabalho. Nesta fase, foram examinadas  as obras: Serões Gramaticais – Ernesto Carneiro Ribeiro (1899); Gramática  Portuguesa – Hemetério José dos Santos ( 1907) ; Gramática Expositiva – Eduardo Carlos Pereira (1907). Agência Financiadora : CNPq

  •  

    Produção do discurso verbal (falado e escrito)

     

    Docente responsável: Profa. Dra. Leonor Lopes Fávero
    Conclusão: 2011
    Descrição: Partindo dos postulados da Lingüística Textual, Análise da Conversação e Sociolingüística Interacional, estuda-se a organização do texto falado e escrito, com possível aplicação ao ensino da língua materna. Nesta fase, examina-se a linguagem radiofônica de diferentes gêneros como textos de propaganda, humorísticos, religiosos e entrevistas.

  •  

    Língua portuguesa novecentista: heranças e perspectivas

     

    Docente responsável: Neusa Maria O. Bastos
    Conclusão: 2011
    Descrição: Percorreram-se os seguintes passos metodológicos:
    1. estabelecimento do clima de opinião em que foram produzidos textos sobre língua portuguesa, no Brasil e em Portugal, no século XX;
    2. a seleção e a ordenação  dos documentos analisados;
    3. a reconstrução do conhecimento linguístico, baseado em interpretação crítica do processo dessa produção contextualizada do ponto de vista histórico, social e cultural.

  •  

    Uma pronuncia estandardizada brasileira: aspectos fonéticos-morfológicos

     

    Docente responsável: Profa. Dra. Regina Célia P. da Silveira
    Conclusão: 2009
    Descrição: Uma pronuncia estandardizada brasileira diferencia-se de uma pronuncia idiomática na medida em que, este é in vitro e aquela é in vivo (cf. Calvet, 1993) Segundo Silveira (2008), uma pronúncia estadardizada do português brasileiro, o "globês" está manifestada na pronuncia dos apresentadores do jornal televisivo da Globo que tem grande irradiação nacional e internacional, de forma a ganhar a aceitação dos telespectadores que atribuem, ideologicamente a ela o grau ótimo. Este projeto está situado na interação da fonética com a morfologia e tem por base fundamentos variacionistas da sócio-linguística. Tem-se por hipótese que os sons apresentam variações/variedades, mas que há hierarquias gramaticais superiores que os guiam em suas realizações. Tem-se por objetivos:
    1) descrever as hierarquias mórficas que controlam as realizações sonoras;
    2) descrever as hierarquias sintáticas que controlam a realização sonora; Tem-se por projeção a apresentação de resultados obtidos em congressos, em publicações de anais e capítulos de livros.

  •  

    Leitura e Escrita em Diálogo: contribuições teóricas para o ensino de Língua Portuguesa

     

    Docente responsável: Profa. Dra. Sueli Cristina Marquesi
    Conclusão: 2012
    Descrição: Tomando por base os fundamentos das Teorias do Texto, especificamente os relacionados à Linguística Textual, e das Teorias da Enunciação, especificamente os relacionados à Análise Interacional do Discurso, a pesquisa visa à investigação teórica com fins metodológicos ao ensino de Língua Portuguesa em situações presenciais e a distância, focalizando os processos de construção de sentidos na Leitura como estratégias imprescindíveis ao aprendizado da escrita.

  •  

    Texto e Processamento Cognitivo: Perspectivas para o Ensino de Língua Portuguesa

     

    Docente responsável: Profa. Dra. Vanda Maria da Silva Eliass
    Conclusão: 2010
    Descrição: A investigação teve como foco o estudo do texto na perspectiva sociocognitivo-interacional, com destaque a sistemas de conhecimento, modelos cognitivos constituídos sócio-culturalmente nas práticas interacionais, e estratégias linguísticas, textuais, cognitivas, pragmáticas, discursivas e interacionais, aspectos constitutivos das atividades de produção e compreensão. Objetivou-se contribuir teórico-metodologicamente para o ensino da leitura e da escrita.

Publicações 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

Profª Dra. Ana Rosa F. Dias

 

O discurso da violência - as marcas da oralidade no jornalismo popular. 3. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2008. v. 1. 181 p.
(Org.) Dino Preti e seus temas: oralidade, literatura, mídia e ensino. São Paulo: Cortez, 2001. v. 1. 376 p.
Leitura crítica do humor no jornal. In: Vanda Maria Elias. (Org.). Ensino de Língua Portuguesa: oralidade, escrita, leitura. São Paulo: Editora Contexto, 2011, v. , p. 205-214.
A Análise da Conversação no Grupo de Trabalho Linguística do Texto e Análise da Conversação da Associação Nacional de Pós-Graduação em Lertras e Linguística. In: Anna Christina Bentes; Marli Quadros Leite. (Org.). Linguística de texto e análise da conversaçã - panorama das pesquisas no Brasil. 1 ed. São Paulo: Cortez, 2010, v. 1, p. 09-428.
A construção metafórica de eleição no discurso jornalístico. Revista do GELNE (UFC), v. 11, p. 41-51, 2009.

Profª Dra. Dieli Vesaro Palma

 

Estudos de Língua Portuguesa novecentista: os discursos pedalinguísticos em Portugal e no Brasil – 1900 a 1920”, publicado em História Entrelaçada 4 – Os discursos das produções lingüístico-gramaticais dos países lusófonos. (Neusa Barbosa Bastos e Dieli Vesaro Palma – orgs.) Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010
Formação de professores e interdisciplinaridade na perspectiva da educação lingüística”, em coautoria com Jeni Silva Turazza, publicado em Língua Portuguesa – aspectos lingüísticos culturais e identitários (Neusa Barbosa Bastos – org.), São Paulo: EDUC, 2012;
Madre Olívia: o perfil de uma professora em uma construção polifônica, em coautoria com Neusa Barbosa Bastos, publicado em Madre Olívia: uma lingüista à frente de seu tempo (Dieli Vesaro Palma e Neusa Barbosa Bastos – org.) São Paulo: Terracota Editora, 2012;
O Contexto Educacional e Linguístico na década de 50: legislação e conceitos”, publicado em  História Entrelaçada 5 - Os discursos pedalinguísticos de 50 a 60 (segunda metade do século XX ) – Brasil/Portugal, Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012, organizado com Neusa Barbosa Bastos. 
História Entrelaçada 4 – Os discursos das produções lingüístico-gramaticais dos países lusófonos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010, organizado com Neusa Maria Barbosa Bastos; Língua Portuguesa em coautoria com Márcio Rogério de Oliveira Cano, São Paulo: Blucher, 2012, série A reflexão e a prática no ensino; Madre Olívia: uma lingüista à frente de seu tempo (Dieli Vesaro Palma e Neusa Barbosa Bastos – org.). São Paulo: Terracota Editora, 2012; História Entrelaçada 5 - Os discursos pedalinguísticos de 50 a                      60 (segunda metade do século XX ) – Brasil/Portugal, Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012, organizado com Neusa Barbosa Bastos. 
Artigo: “Educação Linguística e repertórios culturais da sociedade contemporânea”, em coautoria com Jeni Silva Turazza, publicado em Via Litterae – Revista Eletrônica da Universidade Estadual de Goiás, v. 3, nº1, jan./jun.2011.
Homenagem:  80 Anos de Evanildo Bechara (Dieli Vesaro Palma – Maria Mercedes Hackerott – Neusa Barbosa bastos – Rosemeire Silva Faccina – orgs). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.
História Entrelaçada 3 - A Construção de gramáticas de língua portuguesa na segunda metade do século XX (Neusa Barbosa Bastos – Dieli Vesaro Palma – orgs.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.
PALMA, Dieli Vesaro, BASTOS, Neusa Maria e FACCINA Rosemeire Leão da Silva.  O Grande professor eterno. In Homenagem:  80 Anos de Evanildo Bechara (Dieli Vesaro Palma – Maria Mercedes Hackerott – Neusa Barbosa bastos – Rosemeire Silva Faccina – orgs). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, p. 101-110.
PALMA, Dieli Vesaro e MENDES, Maria de Fátima. A Moderna gramática portuguesa de Evanildo Bechara. In História Entrelaçada 3 - A Construção de gramáticas de língua portuguesa na segunda metade do século XX (Neusa Barbosa Bastos – Dieli Vesaro Palma – orgs.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, p. 157-177.
ZANOTTO,  Mara Sophia e PALMA, Dieli Vesaro. Opening Pandora’s Box: Multiple readings of ‘a metaphor’. In Confronting Metaphor in Use – An applied linguistic approach. (Edited by Mara Sophia Zanotto – Lynne Cameron e Marilda C. Cavalcanti). Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2008, p. 11- 43.
PALMA, Dieli Vesaro, TURAZZA, Jeni Silva e NOGUEIRA JUNIOR, José Everaldo. Educação Linguística e desafios na formação de professores. In Língua Portuguesa – lusofonia – memória e diversidade cultural (Neusa Barbosa Bastos – org.) São Paulo: EDUC, 2008, 215-233.
PALMA, Dieli Vesaro e TURAZZA, Jeni Silva. Indeterminação, Intertextualidade, Pensar Figurado e Educação Linguística. In Via Litterae- Revista Eletrônica de Linguística e Teoria Literária, Anápolis, V.1.n.1,  p.23-43, jul/dez.2009
PALMA, Dieli Vesaro, BASTOS, Neusa Maria e FACCINA Rosemeire Leão da Silva.  O Grande professor eterno. In Homenagem:  80 Anos de Evanildo Bechara (Dieli Vesaro Palma – Maria Mercedes Hackerott – Neusa Barbosa bastos – Rosemeire Silva Faccina – orgs). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, p. 101-110.
PALMA, Dieli Vesaro e MENDES, Maria de Fátima. A Moderna gramática portuguesa de Evanildo Bechara. In História Entrelaçada 3 - A Construção de gramáticas de língua portuguesa na segunda metade do século XX (Neusa Barbosa Bastos – Dieli Vesaro Palma – orgs.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, p. 157-177.
ZANOTTO,  Mara Sophia e PALMA, Dieli Vesaro. Opening Pandora’s Box: Multiple readings of ‘a metaphor’. In Confronting Metaphor in Use – An applied linguistic approach. (Edited by Mara Sophia Zanotto – Lynne Cameron e Marilda C. Cavalcanti). Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2008, p. 11- 43.
PALMA, Dieli Vesaro, TURAZZA, Jeni Silva e NOGUEIRA JUNIOR, José Everaldo. Educação Linguística e desafios na formação de professores. In Língua Portuguesa – lusofonia – memória e diversidade cultural (Neusa Barbosa Bastos – org.) São Paulo: EDUC, 2008, 215-233.
PALMA, Dieli Vesaro e TURAZZA, Jeni Silva. Indeterminação, Intertextualidade, Pensar Figurado e Educação Linguística. In Via Litterae- Revista Eletrônica de Linguística e Teoria Literária, Anápolis, V.1.n.1,  p.23-43, jul/dez.2009
Estudos de Língua Portuguesa novecentista: os discursos pedalinguísticos em Portugal e no Brasil – 1900 a 1920”, publicado em História Entrelaçada 5 – Estudos sobre a linguagem em materiais didáticos – década de 50. (Neusa Barbosa Bastos e Dieli Vesaro Palma – orgs.) Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012

Prof. Dr. Dino Preti

 

Oralidade em textos escritos. São Paulo: Humanitas, 2009
Variações na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, 2011
LEITE, Marli Quadros; FAVERO, Leonor Lopes; ANDRADE, Maria Lucia C V O de; GALEMBECK, P. DE T.; URBANO, Hudinilson; PINTO, Elisa Guimarães; BARROS, Diana Luz Pessoa de; HILGERT, J. G.; SILVA, Luiz Antonio da; ALMEIDA, Jahilda Lourenço de; PRETI, D. (Org.) . Variações na fala e na escrita. 1a. ed. São Paulo: Humanitas, 2011. v. 01. 337p .
PRETI, D. . A linguagem proibida: um estudo sobre a linguagem erótica. 2a. ed. Sao Paulo/SP: LPB, 2010. v. 01. 316p .
PRETI, D. (Org.) ; NEVES, M. H. M.; BARROS, Diana Luz Pessoa de; LEITE, Marli Quadros; URBANO, Hudinilson ; FAVERO, Leonor Lopes; SILVA, L. A. DA; ANDRADE, Maria Lucia C V O de; HILGERT, J. G. ; GALEMBECK, P. DE T.; GERAB, W. T. L. ; ALMEIDA, J L . Oralidade em textos escritos. 1. ed. São Paulo: Humanitas, 2009. v. 01. 316p .  
PRETI, D. (Org.) URBANO, Hudinilson (Org.) ; LEITE, Marli Quadros (Org.) ; BARROS, Diana Luz Pessoa de (Org.) ; ANDRADE, Maria Lucia C V O de (Org.) ; HILGERT, J. G. (Org.) ;; FAVERO, Leonor Lopes (Org.) ; SILVA, L. A. DA (Org.) ; ALMEIDA, J L (Org.) ; KOCH, Ingedore G. Villaça (Org.) ; BENTES, A. C. (Org.) ; GALEMBECK, P. DE T. (Org.) ; AQUINO, Z. G. O. de (Org.) . Cortesia verbal. 01. ed. São Paulo Humanitas, 2008. v. 01. 375p
Il dialogo fizionale como documento per l’analise linguistica.  In: LAURENTIS, Antonella e DE ROSA, Gian Luigi. Língua madre e língua matrigna. Milano: 2011.
A propósito do estudo da variação linguística falada por meio de textos escrito. In: PRETI, Dino. Variações na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, 2011.
Depoimento sobre o texto literário como documento linguístico. In: BRAIT, B. et ali. Literatura e outras linguagens. São Paulo: Contexto, 2010.
Inclusão e exclusão social pela linguagem: a gíria de grupo. In: BENTES, A et ali. Linguística de texto e análise da conversação. São Paulo: Cortez, 2010.
Sobre o conceito de discurso literário: reflexões a partir do poema ‘Mãe’ de Mário de Andrade.  In: BASTOS, Neusa Batista. Língua Portuguesa. Cultura e identidade nacional. São Paulo: IP-PUC-SP, 2010.
Entre o oral e o escrito: a transcrição de gravações. In: PRETI, D. Oralidade em textos escritos. São Paulo: Humanitas, 2009.

Profª Dra. Jeni Silva Turazza

 

TURAZZA, J. S.2011TURAZZA, J. S. ; PALMA, Dieli Vesaro . Educação linguística e repertórios culturais da sociedade contemporânea. VIA LITTERAE Revista Eletrônica de Linguística e Teoria Literária, v. 3, p. 61-80, 2011.
TURAZZA, J. S.2009TURAZZA, J. S. ; PALMA, Dieli Vesaro . Indeterminação, Intertextualidade, Pensar Figurado e Educação Linguística. Via Litterae, v. 1, p. 23-43, 2009.
TURAZZA, J. S. . Leitura: relações de saber com o saber. In: Leda Correa; Antonio Ponciano Bezerra, Denize Porto Cardoso.. (Org.). O texto em perspectiva. O texto em perspectiva. 129ed.Aracaju - Sergipe: UFS, 2009, v. 01, p. 01-113.
TURAZZA, J. S. ; PALMA, Dieli Vesaro ; NOGUEIRA JR. José Everaldo . Educação Lingüística e Desafios na Formação do Professor. In: Neusa Maria O. Barbosa Bastos. (Org.). Língua Portuguesa: Lusofonia, Memória e Diversidade Cultural. Língua Portuguesa: Lusofonia, Memória e Diversidade Cultural. São Paulo: EDUC (no prelo), 2008, v. , p. -.
TURAZZA, J. S. ; CORREA, L. P. . A Problemática dos Grupos Fraseológicos na Construção de Dicionários de Equivalência. In: Neusa Maria Bastos. (Org.). Língua Portuguesa: Lusofonia, Memória e Diversidade Cultural. Língua Portuguesa: Lusofonia, Memória e Diversidade Cultural. São Paulo: EDUC, 2008, v. 01, p. 275-286.

Prof. Dr. João Hilton S. de Siqueira

 

SAYEG SIQUEIRA, J.H.; CARDOSO-SILVA, E. . Avaliação: respeito à autonomia e à identidade do aluno. In: Aurora de Jesus Rodrigues. (Org.). Avaliação escolar: estratégias e debates. Avaliação escolar: estratégias e debates. São Paulo: Factash, 2012, v. , p. 93-103.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; CARDOSO-SILVA, E. . Um estudo da intertextualidade em sentido amplo e em sentido estrito. In: SILVA, Gerson e SAYEG SIQUEIRA, J.H.  ; CARDOSO-SILVA, E. . A arquitetura sintática do texto. In: SILVA, Gerson e ALMEIDA, Denise. (Org.). Perspectivas multidisciplinares: reflexões sobre a língua oral e escrita. Perspectivas multidisciplinares: reflexões sobre a língua oral e escrita. São Paulo: Factash, 2012, v. , p. 137-144.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; CARDOSO-SILVA, E. . O mulato: confrontos, contrastes e conflitos. Cultura Crítica, v. 2011, p. 35-41, 2012.
SAYEG SIQUEIRA, J.H. e CARDOSO-SILVA, E. . Rosa e Rubinato: histórias e discursos. Cultura Crítica, v. 12, p. 45-53, 2011.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; CARDOSO-SILVA, E. . A hesitação e o insólito no conto Gestalt de Hilda Hilst. Perspectiva (Erexim), v. 33, p. 81-88, 2010.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; CARDOSO-SILVA, E. . Diversidades e adversidades em Os Sertões: a luta da terra e do homem. Cultura Crítica, v. 10, p. 13-18, 2010.
SAYEG-SIQUEIRA, João Hilton2009SAYEG-SIQUEIRA, João Hilton ; CARDOSO-SILVA, E. ; DUARTE, Cleusa Andrade . Ramos de Oliveira na aridez de Vidas Secas. Cultura crí-ti-ca: revista cultural da apropuc-sp, v. 8, p. 52-56, 2009.
SAYEG SIQUEIRA, J.H. .. Antítese,paradoxo e Cecília Meireles: simbiose narrativa. Cultura Crítica, v. 5, p. 25-30, 2008.
CARVALHO, Fernanda de2008CARVALHO, Fernanda de ; SAYEG-SIQUEIRA, João Hilton . O texto narrativo em sala de aula: estudo de caso sobre a utilização do gênero crônica no ensino fundamental. Revista Brasileira de Lingüística, v. 15, p. 43-58, 2008.
Ferreira, Luiz Antonio ; Jarbas Vargas Nascimento ; SAYEG-SIQUEIRA, João Hilton . A leitura no espaço bíblico: A parábola do filho pródigo. São Paulo: LPB, 2009. v. 1. 142p .
CARDOSO-SILVA, E. ; SAYEG-SIQUEIRA, João Hilton . Um estudo dos recursos coesivos do texto "As ilusões", de Juan Ramon Jiménes. In: SILVA, Gerson Gonçalves da e VIEIRA, Telma Maria. (Org.). Literatura e cultura em diálogos: perspectivas múltiplas de leituras. Literatura e cultura em diálogos: perspectivas múltiplas de leituras. São Paulo: Factash, 2010, v. 8, p. 69-76.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; Ferreira, Luiz Antonio . O discurso produz e lê o texto: reflexões sobre o ensino de leitura. In: Neusa Barbosa Bastos. (Org.). Língua portuguesa: cultura e identidade nacional. Língua portuguesa: cultura e identidade nacional. São Paulo: Educ IP- PUCSP, 2010, v. 1, p. 337-343.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.. A parábola do filho pródigo ou as duas faces da alma humana. A leitura no espaço bíblico: A parábola do filho pródigo. A leitura no espaço bíblico: A parábola do filho pródigo. São Paulo: LPB, 2009, v. 1, p. 77-101.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; Ferreira, Luiz Antonio . Do leitor ao hiperleitor: um percurso inevitável. In: Neusa Bastos. (Org.). Língua portuguesa: lusofonia, memória e diversidade cultural. Língua portuguesa: lusofonia, memória e diversidade cultural. São Paulo: EDUC, 2008, v. 1, p. 287-298.
SAYEG SIQUEIRA, J.H.; Sandra Chaves Romão de Melo . A arte da argumentação em O Sermão da Sexagésima de Padre Antônio Vieira. In: Gerson Gonçalves da Silva e Telma Maria Vieira. (Org.). Literatura e cultura: interfaces. Literatura e cultura: interfaces. sâo Paulo: RG Editores, 2008, v. , p. 71-84.

Profª Dra. Leonor Lopes Fávero

 

FÁVERO, L.L.; MOLINA, M.A.G. A crônica: uma leitura textual-discursiva IN: NASCIMENTO, , E.S. Processos enunciativos em diferentes linguagens. Franca, UNIFRAN, p. 71-94. 2008
- FÁVERO, L.L. A linguagem radiofônica: interação locutor/ouvinte IN: PRETI, D. Oralidade em diferentes discursos.São Paulo, Humanitas p. 187-208, 2006
FÁVERO, L.L. A cortesia nas interações cotidianas In: PRETI, D. São Paulo, Humanitas - 2008.
Prefácio: Carlos Eduardo Falcão Uchôa - "A linguagem: teoria, ensino e historiografia; Rio de Janeiro, Nova Fronteira, p. 11-12, 2008
FAVERO, L.L. Coesão e coerência textuais. São Paulo, Ática. 11ª ed, 2009 
FÁVERO, L.L. A crônica e seu valor como documento da história. In: Preti,D. Oralidade em textos escritos de língua portuguesa. Humanitas. P.131-150, 2009.
FÁVERO, L.L.; ANDRADE, M.L.O.; AQUINO, Z.G. Oralidade e escrita. São Paulo: Cortez, 7ª Ed. 2009.
____________. Interação em diferentes contextos in BENTES, A.c. & LEITE, M.Q. Lingüística de texto e análise da conversação, 2010
FÁVERO, L.L.A crônica de Lima Barreto e seu vínculo com a História. HENRIQUES,C.C. Estilística e discurso. São Paulo, Campus/Elsevier. 2011
FÁVERO, L.L.;Andrade, M.L.O.; AQUINO, Z.G. Reflexões sobre o ensino da oralidade no ensino de língua portuguesa. In: ELIAS, V. M. Oralidade: leitura e escrita no ensino de língua portuguesa. São Paulo:Contexto, 2011.
FÁVERO,L.L e MOLINA, M.A.G. "A propaganda republicana na imprensa: Antonio da Silva Jardim". Revista da ANPOLL, nº 25, 2008. p. 93-106
FÁVERO, L.L. e MOLINA, M.A.G. "A gramática luso-brasileira e o método científico". Revista de Filologia e Lingüística Portuguesa, nº 9, 2008. p. 27-42
FÁVERO, L.L. "A gramática tradicional: entre a teoria e a prática" . BASTOS, N.M.B. Lingua Portuguesa: memória e diversidade cultural. são paulo, educ. P. 151-161. 2008
FAVERO, L.L.; AGUIAR, M.R. A questão ortográfica no Brasil: o confronto entre o nacionalismo lingüístico e o conservadorismo. in SILVA,Mauricio –Ortografia da Língua Portuguesa: história, discurso, repressões. São Paulo: Contexto, 2009
FAVERO, L.L. História da disciplina Português na escola brasileira. Revista Diadorin, nº6, 2010
FAVERO, L.L.; MOLINA, M.A.G. A construção do saber escolar: gramáticas da 1ª infância. Revista de Filologia e Língua Portuguesa, nº 11, 2010
FAVERO, L.L. Relações do poder no Brasil colônia: línguas gerais X língua portuguesa. AQUINO, Z.O.G. e GIL, B.D. Estudos do discurso: diferentes perspectivas, 2009.
FAVERO, L.L. O discurso do poder em gramáticas de língua portuguesa dos séculos XVI AP XIX. Anais do 7º Congresso Internacional da Sociedade Espanhola de Historiografia Lingüística Portugal. 2010
‘FAVERO, L.L.; MOLINA, M.A.G. O pronome na moderna gramática portuguesa de Evanildo Bechara. Revista Confluência nº 33/34 – 2010
FAVERO, L.L. O Brasil e um ideal republicano – a educação. BASTOS, N.M.B. (org.) Língua Portuguesa – cultura e identidade, 2010.
FAVERO, L.L.; MOLINA, M.A.GA gramática portuguesa de Hemetério José dos Santos. BEZERRA, A.P. & CORREA, L. (org.) Linguagem e história. Aracaju, UFSE, 2011, p.50-70
FÁVERO, L.L. Variedades do português na gramática luso-brasileira PRETI,D.Variações na fala e na escrita, São Paulo, Humanitas, 2011, p.79-110
FÁVERO, L.L. e MOLINA, M.A.G. A gramática brasileira no início do século XX – Gamática Expositiva de E,C,Pereira e Gramática portuguesa de H.J. dos Santos. Revista Confluência, 2011
FÁVERO, L.L.; KOCH, I.V. Linguística Textual – Introdução. São Paulo: CORTEZ, 2012. 11ª ED

Prof. Dr.  Luiz Antonio Ferreira

 

FERREIRA, L. A.. A DImensão Problemática do Ethos do Professor Brasileiro. Linguagem em Foco, v. 2, p. 123-136, 2011.
FERREIRA, L. A.; DAL COL, Angelo Alecsandro . Escrita e Ensino de Língua Portuguesa: algumas reflexões sobre o processo de autoria. Ambiente e Educação, v. 3, p. 104-112, 2010.
FERREIRA, L. A. . Leitura e Persuasão: Princípios de Análise Retórica. 1. ed. São PAULO: cONTEXTO, 2010. v. 1. 173p .
Costa, Luciana Bracarense (Org.) ; FERREIRA, L. A. (Org.) . Retórica do Opressor. 1. ed. São Paulo, SP: LPB, 2010. v. 1. 163p .
NASCIMENTO, Edna Maria Fernandes Santos (Org.) ; Fernanda Mussalin Guimarães Lemos Silveira (Org.) ; MAGALHÃES, Erasmo (Org.) ; João
Wanderley Geraldi (Unicamp) (Org.) ; FERREIRA, L. A. (Org.) ; MAURO, Maria Adélia (Org.) ; MOMESSO, M. R. (Org.) ; MENDONÇA, marina Célia (Org.) ; RODRIGUES, M. L. (Org.) ; UNESP, R. C. M. (Org.) ; MARQUESI, Sueli Cristina (Org.) . Nas Trilhas do Texto. 1ª. ed. Franca-SP: UNIFRAN, 2010. v. 5. 184p .
AZEVEDO, L. F. ; FERREIRA, L. A. . As Mulheres que a Gente Canta - MPB e Retórica. São Paulo: LPB, 2009. v. 1.
FERREIRA, L. A. . Leitura e Persuasão: Princípios de Análise Retórica. 1. ed. São PAULO: cONTEXTO, 2010. v. 1. 173p .
Costa, Luciana Bracarense (Org.) ; FERREIRA, L. A. (Org.) . Retórica do Opressor. 1. ed. São Paulo, SP: LPB, 2010. v. 1. 163p .
NASCIMENTO, Edna Maria Fernandes Santos (Org.) ; Fernanda Mussalin Guimarães Lemos Silveira (Org.) ; MAGALHÃES, Erasmo (Org.) ; João
Wanderley Geraldi (Unicamp) (Org.) ; FERREIRA, L. A. (Org.) ; MAURO, Maria Adélia (Org.) ; MOMESSO, M. R. (Org.) ; MENDONÇA, marina Célia (Org.) ; RODRIGUES, M. L. (Org.) ; UNESP, R. C. M. (Org.) ; MARQUESI, Sueli Cristina (Org.) . Nas Trilhas do Texto. 1ª. ed. Franca-SP: UNIFRAN, 2010. v. 5. 184p .
AZEVEDO, L. F. ; FERREIRA, L. A. . As Mulheres que a Gente Canta - MPB e Retórica. São Paulo: LPB, 2009. v. 1.
FERREIRA. L.A.; MAGALHÃES. A.L.  A retórica do medo – São Paulo: Cristal, 2012

Profª Dra. Mercedes Fátima C. Crescitelli

 

CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha ; REIS, Amália Salazar dos . O ingresso do texto oral em sala de aula. In: Vanda Maria Elias. (Org.). Ensino de Língua Portuguesa - oralidade, escrita, leitura. Ensino de Língua Portuguesa - oralidade, escrita, leitura. 1a.ed.São Paulo: Contexto, 2011, v. , p. 29-39.
CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha ; QUEVEDO, Angelita Gouveia ; GERALDINI, Alexandra Fogli Serpa . Pesquisa em EAD na graduação em Letras da PUC-SP. In: Neusa M. B. O. Bastos. (Org.). Língua Portuguesa - cultura e identidade nacional. Língua Portuguesa - cultura e identidade nacional. São Paulo: EDUC, 2010, v. , p. 233-244.
FÁVERO, Leonor Lopes ; JUBRAN, Clelia ; BARROS, K. S. M. de ; TOSCANO, M. Eulialia S. ; ANDRADE, Maria Lúcia C V O ; CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha ; GALEMBECK, Paulo de Tarso ; AQUINO, Zilda Gaspar Oliveira de . Interação em diferentes contextos. In: Bentes, Anna C.; Leite, Marli Q.. (Org.). Linguística de Texto e Análise da Conversação. Linguística de Texto e Análise da Conversação. 1a.ed.São Paulo: Cortez, 2010, v. 1, p. 91-158.
CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha ; BARROS, K. S. M. de . Análise do discurso eletrônico no contexto digital: gêneros e interação. In: Zilda Gaspar Oliveira de Aquino; Beatriz Daruj Gil. (Org.). Estudos do Discurso - Diferentes Perspectivas. Estudos do Discurso - Diferentes Perspectivas. São Paulo: Idéia, 2009, v. 1, p. -.
CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha ; GERALDINI, Alexandra Fogli Serpa ; QUEVEDO, Angelita Gouveia . Gênero fórum educacional digital. In: Neusa Maria Olveira B. Bastos. (Org.). Língua Portuguesa - Lusofonia - memória e diversidade cultural. Língua Portuguesa - Lusofonia - memória e diversidade cultural. São Paulo: Editora da PUC-SP - EDUC, 2008, v. 1, p. 307-319.
BARROS, K. S. M. de ; CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha . Prática docente virtual e polidez na interação. In: Sueli C. Marquesi, Vanda Silva Elias, Ana Lucia Tinoco Cabral. (Org.). Interações virtuais e ensino de Língua Portuguesa. Interações virtuais e ensino de Língua Portuguesa. 1ed.São Paulo: Claraluz, 2008, v. 1, p. 38-50.

Profª Dra. Neusa Maria Barbosa Bastos

 

BASTOS, Neusa Barbosa (org.). Língua Portuguesa: aspectos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC – IP-PUC/SP, 2012. –BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (orgs.). História Entrelaçada 5: estudos sobre a linguagem em materiais didáticos – década de 1950. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Lucerna) e IP-PUC/SP, 2012. –
BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (orgs.). Madre Olívia – uma linguista à frente de seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012. –BASTOS, Neusa Barbosa e CASAGRANDE, Nancy dos Santos. A política educacional no Estado Novo em Portugal: reflexos no ensino de Língua Portuguesa. In BASTOS, Neusa Barbosa (org.). Língua Portuguesa: aspectos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC – IP-PUC/SP, 2012. –BASTOS, Neusa Barbosa. Língua Portuguesa: globalização e lusofonia. In BASTOS, Neusa Barbosa (org.). Língua Portuguesa: aspectos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC – IP-PUC/SP, 2012. – - pp. 301a 310 – 9 páginas
BASTOS, Neusa Barbosa, PALMA, Dieli Vesaro. “Madre Olívia: o perfil de uma professora em uma construção polifônica”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (org.). Madre Olívia – uma linguista à frente de seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012. –
MARQUESI, Sueli Cristina e BASTOS, Neusa Barbosa. “Sintaxe-semântica e análise textual dos discursos: uma relação possível?”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (org.). Madre Olívia – uma linguista à frente de seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012. –
BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro. “Posfácio: retomando uma justa homenagem”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (org.). Madre Olívia – uma linguista à frente de seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012. –
BASTOS, Neusa Barbosa e HANNA, Vera Lúcia Harabagi. “História do presente e historiografia linguística: implicações”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (orgs.). História Entrelaçada 5: estudos sobre a linguagem em materiais didáticos – década de 1950. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Lucerna) e IP-PUC/SP, 2012.
BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro. “O contexto educacional e linguístico na década de 1950: legislação e conceitos”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (orgs.). História Entrelaçada 5: estudos sobre a linguagem em materiais didáticos – década de 1950. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Lucerna) e IP-PUC/SP, 2012. –
BASTOS, Neusa Barbosa, LIMA, Nelci Vieira e BRITO, Regina Helena Pires de. “Língua Portuguesa: o ensino secundário no Brasil – década de 1950”. In BASTOS, Neusa Barbosa e PALMA, Dieli Vesaro (orgs.). História Entrelaçada 5: estudos sobre a linguagem em materiais didáticos – década de 1950. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Lucerna) e IP-PUC/SP, 2012.

Profª Dra. Regina Célia P. Silveira

 

Português brasileiro para estrangeiros: discurso, cultura e enunciação. Língua Portuguesa - aspectos linguísticos, culturais e identitários
Editora da PUC/SP - EDUC, 2012
Implícitos culturais e expressões linguísticas  na produção de textos narrativos de história no Ensino Fundamental e Médio.  Discursos em diálogo  leitura, escrita e gramática Terracota, 2011 -
Cultura e mídia em textos multimodais.  - Discursos nas práticas sociais - perspectivas em multimodalidade e em gramática sistêmico-funcional.  Annablume, 2010
Material didático de PB: representação do Brasil e dos brasileiros  -  Língua Portuguesa cultura e identidade nacional. EDUC IP-PUC/SP, 2010 - Co-autoria: Aparecida  Regina Borges Sellan e Norimar Júdice
A sedução na construção da manchete de jornais paulistanos -  Livro: Questões de discurso: representação, gênero, identidade e discriminação. Cânone, 2009 -  Co-autoria: Deborah Gomes de Paula
Formas de solicitação, afirmações e repostas dialógicas do português brasileiro. Livro: Olhares em Análise do Discurso Crítica.  UNB, 2009 –(org.)
Olhares em Análise de Discurso Crítica  UNB, 2009 -
Capítulo: Um novo olhar para as narrativas de humor: os sentidos no cotidiano e na cultura Título do Livro: O texto em perspectiva. UFS - Aracaju, Sergipe - 2009
Textos do Discurso Científico: pesquisa, revisão e ensaio  Terracota, 2012 -

Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi

 

MARQUESI, S. C. Escrita e reescrita de textos acadêmicos na pós-graduação: a retextualização em foco. Páginas de Guarda – revista de lenguaje, edición y cultura escrita, nº 9, p. 49-60, 2010..
MARQUESI, S. C.; ELIAS, V. M. S. O descritivo em diferentes gêneros textuais: perspectivas para o ensino da leitura e da escrita. In: Revista Linha d’água 24 (2), do Programa de Filologia e Língua Portuguesa da USP, 2011, p. 189-203.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T.; ELIAS, V. M. S.; VILLELA, A. M. N. Ensino em meios digitais: uma questão de leitura e escrita. In: BENTES, A. C.; LEITE, M. Q. (orgs.) Linguística de texto e análise da conversação – panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010, p. 354-388.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T. Interações Verbais em Educação a Distância: reflexões teóricas e metodológicas. In: BASTOS, N. M. B. (org.). Língua Portuguesa: cultura e identidade nacional. São Paulo: IP - EDUC/FAPESP, 2010, p. 245-253.
MARQUESI, S. C. Escrita e Reescrita de Textos no Ensino Médio. In: ELIAS, V. M. (org.) Ensino de Língua Portuguesa: oralidade, escrita e leitura. São Paulo: Contexto, 2011, p. 135-143.
MARQUESI, S. C. Escrita e ensino: estratégias interacionais na elaboração de materiais para ambientes virtuais de aprendizagem. In: CABRAL, NA. L. T.; BERTI, S. S. (orgs). Discursos em diálogo: leitura, escrita e gramática. São Paulo: Terracota, 2011, p. 169-180. ISBN: 978-85-62370-27-4.
MARQUESI, S. C.; ELIAS, V. M. Escrita, interação e avaliação no ensino de Língua Portuguesa a distância. In: RODRIGUES, A. de J. (org.). Avaliação escolar: estratégias e debates. São Paulo: Factash Editora, 2012, p. 177-188.
MARQUESI, S. C.; BASTOS, N. M. O. B. Sintaxe-semântica e análise textual dos discursos: uma relação possível?. In: PALMA, D. V.; BASTOS, N. M. O. B. (orgs.). Madre Olívia: uma linguista à frente do seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012, p. 85-101.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T. Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa: materiais didáticos para ambientes virtuais. In: BASTOS, N. M. O. B. (org.). Língua Portuguesa: aspesctos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC, 2012, p. 165-174.
MARQUESI, S. C. Escrita e reescrita de textos acadêmicos na pós-graduação: a retextualização em foco. Páginas de Guarda – revista de lenguaje, edición y cultura escrita, nº 9, p. 49-60, 2010. ISSN: 1669-9246.
MARQUESI, S. C.; ELIAS, V. M. S. O descritivo em diferentes gêneros textuais: perspectivas para o ensino da leitura e da escrita. In: Revista Linha d’água 24 (2), do Programa de Filologia e Língua Portuguesa da USP, 2011, p. 189-203. ISSN 2236-4242.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T.; ELIAS, V. M. S.; VILLELA, A. M. N. Ensino em meios digitais: uma questão de leitura e escrita. In: BENTES, A. C.; LEITE, M. Q. (orgs.) Linguística de texto e análise da conversação – panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010, p. 354-388.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T. Interações Verbais em Educação a Distância: reflexões teóricas e metodológicas. In: BASTOS, N. M. B. (org.). Língua Portuguesa: cultura e identidade nacional. São Paulo: IP - EDUC/FAPESP, 2010, p. 245-253.
MARQUESI, S. C. Escrita e Reescrita de Textos no Ensino Médio. In: ELIAS, V. M. (org.) Ensino de Língua Portuguesa: oralidade, escrita e leitura. São Paulo: Contexto, 2011, p. 135-143.
MARQUESI, S. C. Escrita e ensino: estratégias interacionais na elaboração de materiais para ambientes virtuais de aprendizagem. In: CABRAL, NA. L. T.; BERTI, S. S. (orgs). Discursos em diálogo: leitura, escrita e gramática. São Paulo: Terracota, 2011, p. 169-180.
MARQUESI, S. C.; ELIAS, V. M. Escrita, interação e avaliação no ensino de Língua Portuguesa a distância. In: RODRIGUES, A. de J. (org.). Avaliação escolar: estratégias e debates. São Paulo: Factash Editora, 2012, p. 177-188.
MARQUESI, S. C.; BASTOS, N. M. O. B. Sintaxe-semântica e análise textual dos discursos: uma relação possível?. In: PALMA, D. V.; BASTOS, N. M. O. B. (orgs.). Madre Olívia: uma linguista à frente do seu tempo. São Paulo: Terracota, 2012, p. 85-101.
MARQUESI, S. C.; CABRAL, A. L. T. Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa: materiais didáticos para ambientes virtuais. In: BASTOS, N. M. O. B. (org.). Língua Portuguesa: aspesctos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC, 2012, p. 165-174.
CASTILHO, Ataliba T. de ; ELIAS, Vanda Maria. Pequena gramática do português brasileiro. 1a. ed. Sao Paulo: Contexto, 2012. v. 01. 471 p.
MARQUESI, Sueli Cristina; ELIAS, Vanda Maria da Silva. Escrita, interação e avaliação no ensino de língua portuguesa. In: Aurora de Jesus Rodrigues. (Org.). Avaliação escolar: estratégias e debates. 1a ed. São Paulo: Factash, 2012, v. 01, p. 177-188.
ELIAS, Vanda Maria. (Org.) Ensino de língua portuguesa: oralidade, escrita e leitura. 1. ed. São Paulo: Contexto, 2011. v. 01. 251 p.  (FAVERO, Leonor Lopes (Org.) ; ANDRADE, Maria Lucia C. V. (Org.) ; Aquino, Zilda Gaspar Oliveira de (Org.) ; CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha (Org.) ; REIS, A. S. (Org.) ; BENTES, Anna Christina (Org.) ; LEITE, M. Q. (Org.) ; NEGREIROS, G. (Org.) ; RAMOS, P. (Org.) ; GOMES-SANTOS, S. (Org.) ; ALMEIDA, P. S. (Org.) ; SUASSUNA, L. (Org.) ; MARQUESI, Sueli Cristina (Org.) ; ALENCAR, E. (Org.) ; FARIA, G. (Org.) ; ELIAS, Vanda Maria da Silva (Org.) ; CAVALCANTE, M. M. (Org.) ; CINTRA, Anna Maria Marques (Org.) ; DIAS, A. R. F. (Org.) ; LINS, M. P. P. (Org.) ; CAPISTRANO JUNIOR, R. (Org.) ; TERRA, E. (Org.).
ELIAS, Vanda Maria da Silva. Escrita e práticas comunicativas na internet. In: Vanda Maria Elias. (Org.). Ensino de língua portuguesa: oralidade, escrita e leitura. 1 ed. São Paulo: Contexto, 2011, v. 01, p. 159-166.
ELIAS, Vanda Maria da Silva. Referenciação e orientação argumentativa em artigos de opinião. In: Elisa Guimarães. (Org.). Textualidade e discursividade na linguística e na literatura. 1a ed. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010, v. 01, p. 49-63.
MARQUESI, Sueli Cristina ; CABRAL, Ana Lucia Tinoco ; ELIAS, Vanda Maria da Silva ; VILLELA, A. M. N. . Ensino em meios digitais: uma questão de leitura e escrita. In: Anna Christina Bentes; Marli Quadros Leite. (Org.). Linguística de texto e análise da conversação: panorama das pesquisas no Brasil. 1a ed. São Paulo: Cortez, 2010, v. 01, p. 354-388.
KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria da Silva . Ler e Escrever: estratégias de produção textual. 01. ed. São Paulo: Contexto, 2009. v. 01. 220 p.

Profª Dra. Anna Maria Marques Cintra

 

CINTRA, A. M. M.2010CINTRA, A. M. M. ; PASSARELLI, Lílian Maria Ghiuro . Português para fins específicos: retomando a análise de necessidades. Leitura (UFAL), v. 42, p. 251-265, 2010.
CINTRA, A. M. M. ; PASSARELLI, Lilian Ghiuro . Leitura e Produção de Texto. 1a.. ed. São Paulo: Edgard Blücher Ltda., 2012. v. 1.
CINTRA, A. M. M. (Org.) . Ensino de língua portuguesa. Reflexão e ação. 1ª. ed. São Paulo: EDUC, 2008. v. 1. 144p .
Capítulo de livro
CINTRA, A. M. M. Leitura: ideias que circulam e sua significação no ensino da língua materna. In: Lucinéia Aparecida de Rezende. Leitura: Mover de peças no velho quebra-cabeça. Londrina: Editora Mecenas Ltda., p. 87-101, 2012.
CINTRA, A. M. M. Escrita: Ideias que circulam e sua significação. In: Neusa Barbosa Bastos. Língua Portuguesa: Cultura e Identidade Nacional, p. 165-175, 2010.
CINTRA, A.M.M. Prefácio do livro de LUZ, Leandro Tadeu Alves da. Línguística Jurídica: Conceito, Teoria e Prática. São Paulo: Editora Ensino Profissional, 2011.

Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento

 

NASCIMENTO, J.V.. Espaços da textualidade e da discursividade no ensino de língua portuguesa. São Paulo: Terracota, 2012
LARUCCIA, Mauro M.2011LARUCCIA, Mauro M. ; NASCIMENTO, J.V. ; RODRIGUES, Aurora de Jesus ; FRANCO, Francisco Carlos ; DAMATO, Murilo . A Interdisciplinaridade na Educação a Distância em Cursos de Administração. InterScience Place, v. 4, p. 75-95, 2011. LARUCCIA, Mauro M.2011LARUCCIA, Mauro M. ; LARUCCIA, Mauro M. ; NASCIMENTO, J.V. ; DEGHI, Gilmar Jonas ; GARCIA, Mamerto G. . A Study of Consumer Behavior on Recycling of Fluorescent Lamps in São Paulo, Brazil. International Journal of Business Administration, v. 2, p. 101-112, 2011. NASCIMENTO, J.V.2011NASCIMENTO, J.V. ; SILVA, L. S. . A Imprensa Negra no início do Século xx em São Paulo: uma perspectiva historiográfica. Revista da ABPN, v. 2, p. 7-21, 2011.
NASCIMENTO, J.V.2010NASCIMENTO, J.V. ; XAVIER, Wendell Lessa . Ethos Discurso e Religiosidade: uma prática de Análise do Discurso. Revista (con) textos linguísticos (UFES), v. 1, p. 51-63, 2010.
NASCIMENTO, J.V.2009NASCIMENTO, J.V. ; ANDRADE, J. C. C. . Linguagem e Sentido: Evocação Histórico Semântica de Tomar em Lingua Portuguesa. InterScience Place, v. 2, p. 01-20, 2009.
NASCIMENTO, J.V.2008NASCIMENTO, J.V. ; XAVIER, Wendell Lessa . As funções do pronome SE: entre Othoniel Motta e Said Ali. Encontros de Vista, v. 2, p. 67-76, 2008. NASCIMENTO, J.V.2008NASCIMENTO, J.V. ; CASTANHA, E. G. . Continuidades e descontinuidades históricas em análise do discurso. Interletras (Dourados), v. 6, p. 30-43, 2008.
NASCIMENTO, J.V.2008NASCIMENTO, J.V. ; TOSCANO, Diego Marsalla . A crônica "19 de maio de 1888", de Machado de Assis: marcas e mecanismos histórico- lingüísticos. Miscelânea, v. 4, p. 10-25, 2008.
NASCIMENTO, J.V.2006NASCIMENTO, J.V. . Resenha:ELVIRA FIDALGO (Coord.). As Cantigas de Loor de Santa Maria. Santiago de Compostela, Xunta de Galicia. Signum (São Paulo), v. 8, p. 359-365, 2006.
FERREIRA, Luiz Antonio ; NASCIMENTO, J.V. ; SIQUEIRA, João Hilton Sayeg de . A leitura no Espaço Bíblico: A Parábola do Filho Pródigo. São Paulo: LPB, 2009.
NASCIMENTO, J.V. . Racismo,Ações afirmativas e os desafios da Promoção da Igualdade. In: Edélcio Ottaviani;Silvana Tórtora. (Org.). Educação e extensão universitária Foco Vestibular :um experimento da diferença.. Educação e extensão universitária Foco Vestibular :um experimento da diferença.. São Paulo: Paulinas / Educ, 2010, v. , p. 65-74.
SILVA, M. V. ; MORAES, C. E. M. ; NASCIMENTO, J.V. . Formalidade, representação e linguagem: as academias brasílicas do século XVIII. In: Ana Zahira Bassit. (Org.). O interdisciplinar - olhares contemporâneos. O interdisciplinar - olhares contemporâneos. 1ed.São Paulo: Factash Editora, 2010, v. 01, p. 101-111.
NASCIMENTO, J.V. ; NOGUEIRA JÚNIOR, José Everaldo . Historiografia Lingüística e ensino de Língua Portuguesa. In: Neusa Barbosa Bastos. (Org.). Língua portuguesa - lusofonia memória e diversidade cultural. Língua portuguesa - lusofonia memória e diversidade cultural. 1ºed.São Paulo: EDUC, 2008, v. , p. 93-108. NASCIMENTO, J.V. . Léxico e expressões lingüísticas como geradores de discriminação racial. In: Teresinha Bernado; Claudelir Corrêa Clemente. (Org.). Diuásporas, redes e guetos: conceitos e configurações no contexto transnacional. Diuásporas, redes e guetos: conceitos e configurações no contexto transnacional. 1ed.Educ: Editora da PUC-SP, 2008, v. 1, p. 64-75.
NASCIMENTO, J.V. ; RECLA, A. . A Constituição do Ethos Discursivo do Indígena da Aldeia Pau Brasil. In: Abralin em Cena Espírito Santo, 2009, Vitória. Anais Abralin em Cena Espírito Santo. Vitória: Idéia Editora Ltda, 2009. v. 1. p. 573-581.

Profª Dra. Vanda Maria Silva Elias

 

CASTILHO, Ataliba T. de ; ELIAS, Vanda Maria. Pequena gramática do português brasileiro. 1a. ed. Sao Paulo: Contexto, 2012. v. 01. 471 p.
MARQUESI, Sueli Cristina; ELIAS, Vanda Maria da Silva. Escrita, interação e avaliação no ensino de língua portuguesa. In: Aurora de Jesus Rodrigues. (Org.). Avaliação escolar: estratégias e debates. 1a ed. São Paulo: Factash, 2012, v. 01, p. 177-188.
ELIAS, Vanda Maria. (Org.) Ensino de língua portuguesa: oralidade, escrita e leitura. 1. ed. São Paulo: Contexto, 2011. v. 01. 251 p.  (FAVERO, Leonor Lopes (Org.) ; ANDRADE, Maria Lucia C. V. (Org.) ; Aquino, Zilda Gaspar Oliveira de (Org.) ; CRESCITELLI, Mercedes Fátima de Canha (Org.) ; REIS, A. S. (Org.) ; BENTES, Anna Christina (Org.) ; LEITE, M. Q. (Org.) ; NEGREIROS, G. (Org.) ; RAMOS, P. (Org.) ; GOMES-SANTOS, S. (Org.) ; ALMEIDA, P. S. (Org.) ; SUASSUNA, L. (Org.) ; MARQUESI, Sueli Cristina (Org.) ; ALENCAR, E. (Org.) ; FARIA, G. (Org.) ; ELIAS, Vanda Maria da Silva (Org.) ; CAVALCANTE, M. M. (Org.) ; CINTRA, Anna Maria Marques (Org.) ; DIAS, A. R. F. (Org.) ; LINS, M. P. P. (Org.) ; CAPISTRANO JUNIOR, R. (Org.) ; TERRA, E. (Org.).
ELIAS, Vanda Maria da Silva. Escrita e práticas comunicativas na internet. In: Vanda Maria Elias. (Org.). Ensino de língua portuguesa: oralidade, escrita e leitura. 1 ed. São Paulo: Contexto, 2011, v. 01, p. 159-166.
ELIAS, Vanda Maria da Silva. Referenciação e orientação argumentativa em artigos de opinião. In: Elisa Guimarães. (Org.). Textualidade e discursividade na linguística e na literatura. 1a ed. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010, v. 01, p. 49-63.
MARQUESI, Sueli Cristina ; CABRAL, Ana Lucia Tinoco ; ELIAS, Vanda Maria da Silva ; VILLELA, A. M. N. . Ensino em meios digitais: uma questão de leitura e escrita. In: Anna Christina Bentes; Marli Quadros Leite. (Org.). Linguística de texto e análise da conversação: panorama das pesquisas no Brasil. 1a ed. São Paulo: Cortez, 2010, v. 01, p. 354-388.
KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria da Silva . Ler e Escrever: estratégias de produção textual. 01. ed. São Paulo: Contexto, 2009. v. 01. 220 p.

Processo Seletivo 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

O Edital de Seleção com todas as informações sobre o processo seletivo estará disponível, no período de inscrição, no site www.pucsp.br/pos-graduacao/mestrado-e-doutorado – Consulte sempre o Edital no período de inscrição.

MESTRADO

Documentação exigida para mestrado

A documentação para inscrição no processo seletivo deverá, obrigatoriamente, conter:

  1. Ficha de inscrição (impressa e assinada)
  2. Comprovante de pagamento da taxa de inscrição
  3. 1 foto 3x4 recente e previamente colada na ficha de inscrição
  4. (*) Cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  5. (*) Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento
  6. (*) Cópia da Cédula de Identidade (RG)
  7. (*) Cópia do Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) – Candidato Estrangeiro
  8. (*) Cópia do Diploma de Graduação registrado pelo MEC, quando expedido por Instituição brasileira, ou reconhecido legalmente por Instituição brasileira, quando expedido por Instituição estrangeira. Na falta do diploma de graduação, a inscrição pode ser feita com cópia do Certificado de Colação de Grau acompanhada do atestado de reconhecimento do curso pelo MEC. Se o candidato entregar cópia do Certificado de Colação de Grau, deverá apresentar até 01 (um) ano, após a matrícula inicial, a cópia do diploma de Graduação, sob pena de cancelamento retroativo da matrícula
  9. Proposta de intenção (ver no final deste Edital)
  10. Curriculum Vitae (resumido)
  11. (*) Cópia de Comprovante de Residência
  12. (*) Cópia do Histórico Escolar da Graduação

(*) As Cópias deverão ser autenticadas ou cópias simples sendo, neste caso, obrigatória a apresentação dos originais para confrontação, no momento da inscrição.

Observação: Os candidatos deverão, no ato da inscrição, optar por Inglês, Espanhol ou Francês para o exame de Língua Estrangeira (diferente da língua na qual obteve aprovação no mestrado).

Proposta de intenção de pesquisa de mestrado

A proposta deve conter a especificação de um tema de pesquisa que pretende desenvolver, dentro de uma das 3 linhas de pesquisa do programa, e uma justificativa do porquê da escolha do tema.

Linhas de Pesquisa:

  1. Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
  2. Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
  3. História e descrição da Língua Portuguesa

Processo de Seleção para o Mestrado

  1. Análise da documentação apresentada
  2. Exame de Língua Portuguesa
  3. Entrevista
  4. Exame de Língua Estrangeira

O Exame de Língua Estrangeira não é eliminatório

Observação: Proficiência em Língua Estrangeira
As provas de Línguas Estrangeiras (Inglês, Francês e Espanhol) serão realizadas pelo Programa. O candidato que não alcançar nota 7 (sete) em uma língua estrangeira pode, no prazo de três semestres após sua admissão no Programa, demonstrar proficiência, por meio de novos exames. No caso de Inglês, o aluno poderá trazer aprovação em dois estágios de curso oferecido pela COGEAE – PUC/SP.
A nota mínima para aprovação em todo e qualquer procedimento avaliativo na seleção é 7 (sete).

Bibliografia

BASTOS, N.M.O. (org.) Língua Portuguesa: aspectos linguísticos, culturais e identitários. São Paulo: EDUC/IP-PUC, 2012

PRETI, D. (org.) Variações na fala e na escrita – São Paulo: Humanitas, 2011

 

DOUTORADO


Documentação Exigida para o doutorado

A documentação para inscrição no processo seletivo deverá, obrigatoriamente, conter:

  1. Ficha de inscrição (impressa e assinada)
  2. Comprovante de pagamento da taxa de inscrição
  3. 1 foto 3x4 recente e previamente colada na ficha de inscrição
  4. (*) Cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  5. (*) Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento
  6. (*) Cópia da Cédula de Identidade (RG)
  7. (*) Cópia do Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) – Candidato Estrangeiro
  8. (*) Cópia do Diploma de Graduação registrado pelo MEC, quando expedido por Instituição brasileira, ou reconhecido legalmente por Instituição brasileira, quando expedido por Instituição estrangeira.
  9. (*) Cópia do Histórico Escolar da Graduação
  10. (*) Cópia do Diploma do Mestrado expedido por Programa reconhecido pela CAPES ou Ata de Defesa de Dissertação de Mestrado, acompanhada do certificado de Reconhecimento do Curso pelo MEC/CAPES. Se o candidato entregar cópia da ata de defesa da dissertação de Mestrado, deverá apresentar até 01 (um) ano, após a matrícula inicial, a cópia do diploma de mestre, sob pena de cancelamento retroativo da matrícula
  11. (*) Cópia do Histórico Escolar do Mestrado
  12. Projeto de Tese de Doutorado, preferencialmente, vinculado a uma das Linhas de Pesquisa do Programa (1 via)
  13. Curriculum Vitae (resumido)
  14. Cópia da Dissertação do Mestrado
  15. (*) Cópia de Comprovante de Residência

(*) As Cópias deverão ser autenticadas ou cópias simples sendo, neste caso, obrigatória a apresentação dos originais para confrontação, no momento da inscrição.

Observação: Os candidatos deverão, no ato da inscrição, optar por Inglês, Espanhol ou Francês para o exame de Língua Estrangeira (diferente da língua na qual obteve aprovação no mestrado).

Roteiro para Apresentação de Projeto de Doutorado

  1. Tema da Pesquisa
  2. Problema da Pesquisa
  3. Objetivo (s)
  4. Justificativas
  5. Fundamentação Teórica
  6. Procedimentos Metodológicos
  7. Etapas da Pesquisa
  8. Cronograma
  9. Bibliografia

Processo de Seleção para o Doutorado

  1. Análise da documentação apresentada
  2. Entrevista
  3. Exame de Língua Estrangeira

O Exame de Língua Estrangeira não é eliminatório

Observação: Proficiência em Língua Estrangeira
As provas de Línguas Estrangeiras (Inglês, Francês e Espanhol) serão realizadas pelo Programa. O candidato que não alcançar nota 7 (sete) em uma língua estrangeira pode, no prazo de três semestres após sua admissão no Programa, demonstrar proficiência, por meio de novos exames. No caso de Inglês, o aluno poderá trazer aprovação em dois estágios de curso oferecido pela COGEAE – PUC/SP.
A nota mínima para aprovação em todo e qualquer procedimento avaliativo na seleção é 7 (sete).

Formulários e Documentos 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

 

 

 

  

Bolsas 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

Os alunos poderão pleitear bolsas de estudos oferecidas pelas instituições CAPES e CNPq. Cabe à Comissão de Bolsas do Programa avaliar, semestralmente, novos projetos e relatórios dos bolsistas.

As bolsas serão atribuídas de acordo com o número de bolsas concedidas pela CAPES e pelo CNPq, obedecida a classificação dos projetos dos alunos.

Avaliação da Capes 
Triênio: 2010-2011-2012 - conceito 5
Coordenação e vice-coordenação 
  • Coordenador
    Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira

  • Vice-coordenadora
    Profa. Dra. Jeni Silva Turazza

Revistas 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

VERBUM – Cadernos de Pós-Graduação

Destina-se a estudantes e docentes das áreas de Lingüística e Língua Portuguesa e tem como objetivo, usando o meio eletrônico, a publicação de artigos científicos, resenhas e entrevistas que contribuam para a divulgação do conhecimento e o estabelecimento do permanente debate acadêmico-científico. Link da revista: http://revistas.pucsp.br//index.php/verbum

Egressos 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

2012  

Egressos 2012

  •  

    A pedagogia da leitura: análise de material didático na perspectiva da educação linguística

    Nível: Mestrado
    Nome: Ana Terra Reis de Grammont
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador(a): Dieli Vesaro Palma

    Veja aqui

  •  

    Festivais da canção: uma proposta de leitura

    Nível: Mestrado
    Nome: Anaiza Rodrigues da Silva
    Linha de pesquisa:Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    Iracema de José de Alencar: estudos históricos - historiográfico da língua portuguesa no século XIX

    Nível: Mestrado
    Nome: Cleria Maria Machado Marcondes
    Linha de pesquisa: História e descrição da língua portuguesa
    Orientador(a): Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

  •  

    Léxico e identidade: as expressões idiomáticas do povo brasileiro

    Nível: Mestrado
    Nome: Elza de Fatima Gabaldi
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Jeni Silva Turazza

    Veja aqui

  •  

    O século XIX abre as portas para a educação: o ensino de língua portuguesa no colégio Pedro II

    Nível: Mestrado
    Nome: Emerson Salino
    Linha de pesquisa: História e descrição da língua portuguesa
    Orientador(a): Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    Estratégias de referenciação em textos da olimpíada de língua portuguesa escrevendo o futuro

    Nível: Mestrado
    Nome: Helena Corrêa da Silva
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador(a): Profª Dra. Vanda Elias

    Veja aqui

  •  

    Ines Aparecida Teixeira

    Nível: Mestrado
    Nome: Ines Aparecida Teixeira
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    Orientador(a): João Hilton Sayeg de Siqueira

    Veja aqui

  •  

    A leitura pela transformação da forma vocabular em palavras

    Nível: Mestrado
    Nome: Lilian de Pinho Botelho
    Linha de pesquisa: Texto e Discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Jeni Silva Turazza

    Veja aqui

  •  

    As marcas de oralidade e a construção da metamensagem em a falecida, de Nelson Rodrigues

    Nível: Mestrado
    Nome: Luciana de Souza Aguiar Zanardi
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Dino Fioravante Preti

    Veja aqui

  •  

    A coesão textual em narrativas de alunos do 7º ano do ensino fundamental

    Nível: Mestrado
    Nome: Maria Helena Correa da Silva Matei
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    Realidade social e opressão no discurso de vidas secas, de Graciliano Ramos

    Nível: Mestrado
    Nome: Nadia Cristina Varjão
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): João Hilton Sayeg de Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Programa ler e escrever: análise de uma proposta oficial para o tratamento da leitura

    Nível: Mestrado
    Nome: Thaís Inácio Negrão
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    Orientador(a): Jeni Silva Turazza

    Veja aqui

  •  

    Sequências descritivas e produção de sentido: uma análise de blogs de adolescentes

    Nível: Mestrado
    Nome: Sílvia Scola da Costa
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    Orientador(a): Vanda Maria da Silva Elias

    Veja aqui

  •  

    Leituras de professores: uma teoria da prática

    Nível: Doutorado
    Nome: Ernani Terra
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    Orientador(a): Anna Maria Marques Cintra

    Veja aqui

  •  

    Estudo diacrînico das preposições com, em, por e per em textos portugueses do século XIV ao XX

    Nível: Doutorado
    Nome: Márcio Rogério de Oliveira Cano
    Linha de pesquisa: História e descrição da língua portuguesa
    Orientador(a): Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    Autoria e argumentação em textos do ensino médio

    Nível: Doutorado
    Nome: Maria da Penha Brandim de Lima
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador(a): Sueli Cristina Marquesi

    Veja aqui

  •  

    Estudo diacrînico das preposições com, em, por e per em textos portugueses do século XIV ao XX

    Nível: Doutorado
    Nome: Maria Francisca Ferreira Trujillo
    Linha de pesquisa: História e descrição da língua portuguesax
    Orientador(a): Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    De o meu idioma à chave da língua: a peregrinação histórico-gramatical de Othoniel Motta

    Nível: Doutorado
    Nome: Wendell Lessa Vilela Xavier
    Linha de pesquisa: História e descrição da língua portuguesa
    Orientador(a): Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

2011  

Egressos 2011

  •  

    Sequências descritivas: uma proposta de atividades de leitura para o 9º ano do ensino fundamental

    Nível: Mestrado
    Nome: Adriana Alves Farias Lima
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi

    Veja aqui

  •  

    Cenas de enunciação e ethos discursivo no discurso literário escrito por Moacyr Scliar em língua portuguesa em Língua Portuguesa

    Nível: Mestrado
    Nome: Adriana Aparecida de Oliveira
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

  •  

    O léxico e os processos de produção de sentidos para uma leitura significativa: uma fábula e suas versões em três tempos

    Nível: Mestrado
    Nome: Adriana Menezes Felisbino
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Jeni da Silva Turazza

    Veja aqui

  •  

    As estratégias linguístico-discursivas e o modo de organização do discurso funk

    Nível: Mestrado
    Nome: Andréa Paulon
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr.Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

  •  

    Contribuindo para a compreensão da prática de copidesque: o gênero introdução de dissertação de mestrado

    Nível: Mestrado
    Nome: Andréa Pisan Soares Aguiar
    Linha de pesquisa: Leitura escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador:Profª Dra. Mercedes Fátima De Canha Crescitelli

    Veja aqui

  •  

    As ideias gramaticais de João Ribeiro na Grammatica portugueza (3º anno)

    Nível: Mestrado
    Nome: Cheila Aparecida Bragadin
    Linha de pesquisa: História e Descrição da Lingua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    As representações linguístico-sociais e a constituição do Ethos discursivo em letras de música de Gabriel, O Pensador

    Nível: Mestrado
    Nome: Élio Romeiro Leoni
    Linha de pesquisa:Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

  •  

    Gestão do discurso corporativo na modalidade escrita

    Nível: Mestrado
    Nome: Elizabeth Cieri
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Prof. Dr. Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Práticas de linguagem na sala de aula: caminho para a formação da competência comunicativa

    Nível: Mestrado
    Nome: Hélio Rodrigues Júnior
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos

    Veja aqui

  •  

    A educação linguística no curso de Letras: contribuições para o ensino de Língua Portuguesa

    Nível: Mestrado
    Nome: Ligiane Cristina Segredo
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra.Anna Maria Marques Cintra

    Veja aqui

  •  

    Da escrita ideográfica aos emoticons: um estudo à luz da historiografia linguística Linha de Pesquisa: História e Descrição da Língua Portuguesa

    Nível: Mestrado
    Nome: Marcelo da Silva
    Linha de pesquisa: História e Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos

    Veja aqui

  •  

    A constituição do Ethos retórico da mulher contemporânea na revista Nova: nova mesmo?

    Nível: Mestrado
    Nome: Márcia Acebedo Lois
    Linha de pesquisa: Texto e Discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Pro. Dr. Luiz Antonio Ferreira

    Veja aqui

  •  

    A produção dos sentidos do humor nos cartuns de Maitena: um estudo linguístico-discursivo

    Nível: Mestrado
    Nome: Marisa da Costa
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª .Dra.Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    A construção da ironia na crônica de Arnaldo Jabor

    Nível: Mestrado
    Nome: Mônica dos Santos Maucione
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. João Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    A interação e as estratégias conversacionais na peça Eles Não Usam Black-Tie, de Gianfrancesco Guarnieri

    Nível: Mestrado
    Nome: Evandro Santos Reis
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr.Dino Fioravante Preti

    Veja aqui

  •  

    Hipertexto no ensino fundamental II: estratégias de leitura

    Nível: Mestrado
    Nome: Patrícia Alessandra Mangili
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Mercedes Fátima De Canha Crescitelli

    Veja aqui

  •  

    Estratégias de construção textual do enigma em narrativas de suspense

    Nível: Mestrado
    Nome: Raquel Rocha da Silva
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina Celia Pagliuchi Da Silveira

    Veja aqui

  •  

    A imagem discursiva do rap e sua influência em alunos das séries finais do ensino médio em escolas da periferia

    Nível: Mestrado
    Nome: Rosmeiri Aparecida Rodrigues da Silva
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Prof. Dr. João Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Produção escrita e contextualização: reflexões sobre propostas de redação para o Ensino Médio

    Nível: Mestrado
    Nome: Salete de Almeida Moraes Lima
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi

    Veja aqui

  •  

    A comunicação eletrônica na Academia: uma análise de gêneros institucionais

    Nível: Mestrado
    Nome: Siméia de Mello Araujo
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: João Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Uma pronúncia standardizada das vogais nasais do português brasileiro

    Nível: Mestrado
    Nome: Vanessa Carrasco Santos
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Regina Celia Pagliuchi Da Silveira

    Veja aqui

  •  

    O religioso e o jurídico: a constituição do ethos discursivo institucional no documento de Aparecida

    Nível: Doutorado
    Nome: Ana Cristina Rafful
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Jarbas Vargas Nascimento

    Veja aqui

  •  

    A leitura na formação de futuros professores: uma proposta integrada

    Nível: Doutorado
    Nome: Cátia Rodrigues
    Linha de pesquisa: Leitura escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi

    Veja aqui

  •  

    O jogo de máscaras na cena política: construção e desconstrução do ethos em debate presidencial televisivo

    Nível: Doutorado
    Nome: Flávia Silveira Serralvo
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: João Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    O aluno dos anos finais do ensino fundamental (da escola pública) com grande defasagem em relação às habilidades para a leitura e a escrita: investigando sujeitos e contextos

    Nível: Doutorado
    Nome: Gilvan Elias Pereira
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Prof. Dr. João Hilton Sayeg de Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Discursos do risível e do riso numa visão socio-cognitiva

    Nível: Doutorado
    Nome: Maria José Nélo
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina Celia Pagliuchi Da Silveira

    Veja aqui

  •  

    Análise textual: construção das relações e das representações sociais em produção de alunos dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio

    Nível: Doutorado
    Nome: Marina Pinheiro Fortunato
    Linha de pesquisa: Leitura escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Prof. Dr. João Hilton Sayeg De Siqueira

    Veja aqui

  •  

    Língua portuguesa: o ensino primário em Portugal e Brasil, na segunda metade do século XIX, em uma perspectiva historiográfica

    Nível: Doutorado
    Nome: Sônia Maria Nogueira
    Linha de pesquisa: História de descrição da língua portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos

    Veja aqui

  •  

    Aspectos da argumentação: um enfoque teatral da linguagem

    Nível: Doutorado
    Nome: Waldivia Maria de Jesus
    Linha de pesquisa: Leitura e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Anna Maria Marques Cintra

    Veja aqui

2010  

Egressos 2010

  •  

    O processo de referenciação em crônicas de Fernão Lopes

    Nível: Mestrado
    Nome: Adriana Alves Moraes de Souza
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra Leonor L. Favero

    Veja aqui

  •  

    Análise de materiais didáticos na perspectiva da educação lingüística

    Nível: Mestrado
    Nome: Adriano de Oliveira Carvalho
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Dieli V. Palma

    Veja aqui

  •  

    O movimento passional no discurso religioso neopentecostal da Igreja Bola de Neve

    Nível: Mestrado
    Nome: Anderson de Medeiros Lima
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof.Dr. Luiz A. Ferreira

    Veja aqui

  •  

    A gramática normativa na formação intelectual do cidadão brasileiro: o ensino da Língua portuguesa à altura dos desafios contemporâneos

    Nível: Mestrado
    Nome: Andrea Lemes Sinohara Coccaro
    Linha de pesquisa: História de Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Leonor Lopes Favero

    Veja aqui

  •  

    Aspectos da língua em uso nos relatórios do Instituto de Botânica (1940-1955): uma reflexão à luz da historiografia linguística

    Nível: Mestrado
    Nome: Cileide Nogueira Lopes Da Silva
    Linha de pesquisa: História de Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Neusa M. O. Bastos

    Veja aqui

  •  

    Língua, sociedade e cognição: papéis sociais representados no discurso em um cenário policial

    Nível: Mestrado
    Nome: Cristiane Paniagua de Souza Palaro
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina Celia P. Silveira

    Veja aqui

  •  

    "Estilo motoboy": um estudo da caracterização do profissional motofretista por meio da linguagem

    Nível: Mestrado
    Nome: Daiana Rodrigues da Silva
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr Dino Preti

    Veja aqui

  •  

    A educação linguística e a formação de professores na proposta curricular de um curso de letras

    Nível: Mestrado
    Nome: Daniel Ferreira do Nascimento
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Dieli V. Palma

    Veja aqui

  •  

    Leitura significativa: a força a palavra na reconstrução dos conhecimentos do produtor-leitor

    Nível: Mestrado
    Nome: Eliane Nunes Pereira Fujarra
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra Jeni S. Turazza

    Veja aqui

  •  

    A questão indígena Raposa/Serra do Sol na mídia escrita: do estereótipo ao racismo

    Nível: Mestrado
    Nome: Elisangela Dias Barbosa
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Ana Rosa Dias

    Veja aqui

  •  

    Marcas linguísticas de enunciação em panfletos publicitários

    Nível: Mestrado
    Nome: Elizabeth Rizzi
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Vanda M Elias

    Veja aqui

  •  

    Discurso literário e ensino: caminho para a formação do leitor literário

    Nível: Mestrado
    Nome: Emerson Capelletti
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Sueli Marquesi

    Veja aqui

  •  

    Gênero discursivo propaganda impressa: uma experiência pedagógica

    Nível: Mestrado
    Nome: Eunice Ferreira Nunes
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. João Hilton Siqueira

    Veja aqui

  •  

    A oralidade em O casamento de Nelson Rodrigues: um estudo das estratégias interacionais no diálogo

    Nível: Mestrado
    Nome: Fabiana Meireles de Oliveira
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Dino Preti

    Veja aqui

  •  

    Intertextualidade nas crônicas de José Simão

    Nível: Mestrado
    Nome: Fernando Elias Custodio
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Sueli Cristina Marquesi

    Veja aqui

  •  

    Sociedade e cultura: a transmutação da palavra no espaço da notícia-publicidade

    Nível: Mestrado
    Nome: Isabel Cristina Weisz
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Jeni S. Turazza

    Veja aqui

  •  

    Anáforas indiretas em produções escritas de alunos

    Nível: Mestrado
    Nome: Jane Gasperini Arpergis
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Vanda S. Elias

    Veja aqui

  •  

    Língua e discurso: expressões multimodais na representação do negro brasileiro

    Nível: Mestrado
    Nome: Joana D´arc da Penha Batista
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina P. Silveira

    Veja aqui

  •  

    A apologia de Paulo na segunda carta aos Coríntios: uma análise retórica

    Nível: Mestrado
    Nome: Joelma Batista Dos Santos Ribeiro
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Luiz Antonio Ferreira

    Veja aqui

  •  

    A oralidade em Toda nudez será castigada, de Nelson Rodrigues

    Nível: Mestrado
    Nome: Juliam Izabel de Oliveira
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Dino Preti

    Veja aqui

  •  

    A educação linguística: perspectivas para o ensino de Língua Portuguesa nas séries iniciais

    Nível: Mestrado
    Nome: Leila Cristina Lima dos Santos
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Dieli V. Palma

    Veja aqui

  •  

    Referenciação por estratégias anafóricas: a progressão referencial em textos de opinião

    Nível: Mestrado
    Nome: Luciene Euzébio de Carvalho
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Dieli V. Palma

    Veja aqui

  •  

    A polêmica gramatical entre Rui Barbosa e Ernesto Carneiro Ribeiro sobre a redação do projeto do código civil

    Nível: Mestrado
    Nome: Marilea Giacomini Arruda
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Leonor Favero

    Veja aqui

  •  

    A organização textual da crônica de notícia

    Nível: Mestrado
    Nome: Milton Gabriel Junior
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina Celia Silveira

    Veja aqui

  •  

    A intertextualidade na obra Libertinagem, de Manuel Bandeira: uma contribuição para o ensino de Língua Portuguesa

    Nível: Mestrado
    Nome: Mylene Abud
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dra. Leonor L. Favero

    Veja aqui

  •  

    Questões ortográficas: Rafael Bluteau e o novo acordo num percurso historiográfico

    Nível: Mestrado
    Nome: Raisimar Arruda da Silva
    Linha de pesquisa: História de Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Neusa M. O. Bastos

    Veja aqui

  •  

    A inferência na compreensão de leitura de textos jornalísticos

    Nível: Mestrado
    Nome: Renata Ferreira Tacini
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Anna Maria M. Cintra

    Veja aqui

  •  

    Texto e intertextos em Tutaméia (terceiras estórias): uma leitura da linguagem poética de Guimarães Rosa

    Nível: Mestrado
    Nome: Rita de Cássia Ramos
    Linha de pesquisa:Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina

    Veja aqui

  •  

    A organização textual da opinião em textos dissertativos acadêmicos, notícias jornalísticas e crônicas do cotidiano

    Nível: Mestrado
    Nome: Rodrigo Leite Silva
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Regina C. P. Silveira

    Veja aqui

  •  

    O cordel em sala de aula: contribuição ao ensino de língua portuguesa

    Nível: Mestrado
    Nome: Sheila Aparecida de Moraes Ibiapino Spadafora
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Leonor Favero

    Veja aqui

  •  

    O ensino de língua portuguesa: um olhar sobre a leitura

    Nível: Mestrado
    Nome: Solange Izidoro
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Anna M. Cintra

    Veja aqui

  •  

    Feedback em curso superior de formação de professores das séries iniciais na modalidade a distância

    Nível: Mestrado
    Nome: Vanusa Alves Rodrigues
    Linha de pesquisa: Leitura, escrita e ensino de língua portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Mercedes Fátima Crescitelli

    Veja aqui

  •  

    O processo de referenciação na leitura de crônicas

    Nível: Mestrado
    Nome: Viviane Dias dos Santos
    Linha de pesquisa: Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Profª Dra. Sueli C. Marquesi

    Veja aqui

  •  

    O gênero fórum educacional digital e o ethos discursivo dos sujeitos em práticas interacionais

    Nível: Doutorado
    Nome: Izilda Maria Nardocci
    Linha de pesquisa:Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Jarbas V. Nascimento

    Veja aqui

  •  

    Cartas chilenas, de Tomás Antônio Gonzaga: um estudo historiográfico dos recursos linguísticos e argumentativos

    Nível: Doutorado
    Nome: Maria de Fatima do Ceu Mendes
    Linha de pesquisa: História de Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra Dieli V. Palma

    Veja aqui

  •  

    Ortografia brasileira oitocentista nos livros didáticos e na Constituição de 1891: norma ou anarquia?

    Nível: Doutorado
    Nome: Monalisa Reis Aguiar
    Linha de pesquisa: História de Descrição da Língua Portuguesa
    Orientador: Profª Dra. Leonor L. Favero

    Veja aqui

  •  

    Entre segredos e risos: gírias da diversidade sexual paulistana

    Nível: Doutorado
    Nome:Nilton Tadeu de Queiróz Alonso
    Linha de pesquisa:Texto e discurso nas modalidades oral e escrita
    Orientador: Prof. Dr. Dino Preti

    Veja aqui

Dissertações e teses defendidas 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

2012  

Mestrado 2012

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Ana Terra Reis de Grammont
    Titulo da dissertação: A PEDAGOGIA DA LEITURA: ANÁLISE DE MATERIAL DIDÁTICO NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    José Everaldo Nogueira Júnior [PUC-SP]
    Nílvia Terezinha da Silva Pantaleoni [Eseg]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]
    Sandro Luis da Silva (Suplente) [Uninove]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Anaiza Rodrigues da Silva
    Titulo da dissertação: FESTIVAIS da CANÇÃO: UMA PROPOSTA DE LEITURA
    Banca Examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Lúcia da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina (Suplente) [Unisa]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Cleria Maria Machado Marcondes
    Titulo da dissertação: IRACEMA DE JOSÉ DE ALENCAR: ESTUDOS HISTÓRICOS - HISTORIOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO SÉCULO XIX.
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Izilda Maria Nardocci [PUC-SP]
    Marcia Maria Martinelli Elias
    João Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [Unimep]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Elza de Fatima Gabaldi
    Titulo da dissertação: LÉXICO E IDENTIDADE: AS EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS DO POVO BRASILEIRO
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Aurora de Jesus Rodrigues [Ubc]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira [PUC-SP]
    Doroti Maroldi Guimarães (Suplente) [Fsm]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Emerson Salino
    Titulo da dissertação: O SÉCULO XIX ABRE AS PORTAS PARA A EDUCAÇÃO: O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA NO COLÉGIO PEDRO II
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina [Unisa]
    Maria Lúcia da Cunha Victório de Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Helena Corrêa da Silva
    Título da dissertação: ESTRATÉGIAS DE REFERENCIAÇÃO EM TEXTOS DA OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA ESCREVENDO O FUTURO
    Banca examinadora
    Vanda Maria da Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral [Unicsul]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Nílvia Terezinha da Silva Pantaleoni (Suplente) [Eseg]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Inês Aparecida Teixeira
    Totulo da dissertação: INFORMATIVIDADE NOS TEXTOS OPINATIVOS ESCRITOS EM SITUAÇÃO ESCOLAR
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Marina Pinheiro Fortunato [Fig]
    Emanuel Messias Cardoso da Silva (Suplente) [Alfa]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Lilian de Pinho Botelho
    Titulo da dissertação: A LEITURA PELA TRANSFORMAÇÃO DA FORMA VOCABULAR EM PALAVRAS
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Magali Aparecida Silvestre [Umc]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lucia Andrade Bahiense Pavanello (Suplente) [Ufpr]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Luciana de Souza Aguiar Zanardi
    Titulo da dissertação: AS MARCAS DE ORALIDADE E A CONSTRUÇÃO DA METAMENSAGEM EM A FALECIDA, DE NELSON RODRIGUES
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Luiz Antonio da Silva (Suplente) [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP] Nishitani Ikeda.

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Maria Helena Correa da Silva Matei
    Titulo da dissertação: A COESÃO TEXTUAL EM NARRATIVAS DE ALUNOS DO 7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Lúcia da Cunha Victório de Oliveira Andrade [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina (Suplente) [Unisa]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Nadia Cristina Varjão
    Titulo da dissertação: REALIDADE SOCIAL E OPRESSÃO NO DISCURSO DE VIDAS SECAS, DE GRACILIANO RAMOS
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Gilvan Elias Pereira [Faat]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Marina Pinheiro Fortunato (Suplente) [Fig]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Thaís Inácio Negrão
    Titulo da dissertação: PROGRAMA LER E ESCREVER: ANÁLISE DE UMA PROPOSTA OFICIAL PARA O TRATAMENTO DA LEITURA
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Marcia Maria Dias Reis Pacheco [Unitau]
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Magali Aparecida Silvestre (Suplente) [Umc]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Sílvia Scola da Costao
    Titulo da dissertação: SEQUÊNCIAS DESCRITIVAS E PRODUÇÃO DE SENTIDO: UMA ANÁLISE DE BLOGS DE ADOLESCENTES
    Orientadora: Vanda Maria da Silva Elias

     

    clique aqui

Doutorado 2012

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Ernani Terra
    Título da dissertação: LEITURAS DE PROFESSORES: UMA TEORIA DA PRÁTICA
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Helena Hathsue Nagamine Brandão [Usp]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli [PUC-SP]
    Sandro Luis da Silva [Uninove]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Francisco Roberto Savioli (Suplente) [Usp]
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Márcio Rogério de Oliveira Cano
    Titulo da dissertação: A MANIFESTAÇÃO DOS ESTADOS DE VIOLÊNCIA NO DISCURSO JORNALÍSTICO
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Anna Maria Marques Cintra [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Maria Lúcia da Cunha Victório de Oliveira Andrade [Usp]
    Sandro Luis da Silva [Uninove]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães (Suplente) [Umc]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Maria da Penha Brandim de Lima
    Titulo da dissertação: AUTORIA E ARGUMENTAÇÃO EM TEXTOS DO ENSINO MÉDIO
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Amélia Maria Jarmendia [Unicsul]
    João Gomes da Silva Neto [Ufrn]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Maria Lucia Marcondes Carvalho Vasconcelos (Suplente) [Mackenzie]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Maria Francisca Ferreira Trujillo
    Titulo da dissertação: ESTUDO DIACRÎNICO DAS PREPOSIÇÕES COM, EM, POR E PER EM TEXTOS PORTUGUESES DO SÉCULO XIV AO XX
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Alaíde Aparecida Dos Santos Fernandes [Fac.Atibaia]
    Aurora de Jesus Rodrigues [Ubc]
    Izilda Maria Nardocci [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Marina Pinheiro Fortunato (Suplente) [Fig]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Wendell Lessa Vilela Xavier
    Titulo da dissertação: DE O MEU IDIOMA À CHAVE DA LÍNGUA: A PEREGRINAÇÃO HISTÓRICO-GRAMATICAL DE OTHONIEL MOTTA
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Marcia Maria Dias Reis Pacheco [Unitau]
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Magali Aparecida Silvestre (Suplente) [Umc]

     

    clique aqui

2011  

Mestrado 2011

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Adriana Alves Farias Lima
    Titulo da dissertação: Sequências descritivas: uma proposta de atividades de leitura para o 9º ano do ensino fundamental
    Data da Defesa: 23/05/2011
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Ana LúciaA Tinoco Cabral [UNICSUL]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [MACKENZIE]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Adriana Aparecida de Oliveira
    Data da Defesa: 25/05/2011
    Titulo da dissertação: Cenas de enunciação e ethos discursivo no discurso literário escrito por Moacyr Scliar em língua portuguesa em Língua Portuguesa
    Banca Examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Mauro Maia Laruccia [UBC]
    Izilda Maria Nardocci(Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [UNIMEP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Adriana Menezes Felisbino
    Data da Defesa: 04/11/2011
    Titulo da dissertação: O léxico e os processos de produção de sentidos para uma leitura significativa: uma fábula e suas versões em três tempos
    Banca Examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Patricia Cristina Albieri de Almeida [MACKENZIE]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Irenilde Pereira dos Santos (Suplente) [USP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Andréa Paulon
    Titulo da dissertação: As estratégias linguístico-discursivas e o modo de organização do discurso funk
    Data da Defesa: 28/10/2011
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Emanuek Messias Cardoso da Silva [ALFA]
    Mauro Maia Laruccia [PUC-SP]
    Inacio Rodrigues de Oliveira (Suplente) [UNIBAN]
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Andréa Pisan Soares Aguiar
    Titulo da dissertação: Contribuindo para a compreensão da prática de copidesque: o gênero introdução de dissertação de mestrado
    Data da Defesa: 09/05/2011
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [USP]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [MACKENZIE]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Cheila Aparecida Bragadin
    Titulo da dissertação: As ideias gramaticais de João Ribeiro na Grammatica portugueza (3º anno)
    Data da Defesa: 17/11/2011
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero(Orientador) [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina [UNISA]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Lúcia Maria de Assis (Suplente) [UFLA]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Élio Romeiro Leoni
    Data da Defesa: 27/10/2011
    Titulo da dissertação: As representações linguístico-sociais e a constituição do Ethos discursivo em letras de música de Gabriel, O Pensador
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Eliana Meneses de Melo [UBC]
    Izilda Maria Nardocci [PUC-SP]
    Luis Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Mauro Maia Laruccia (Suplente) [UBC]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Elizabeth Cieri
    Data da Defesa: 03/11/2011
    Titulo da dissertação: Gestão do discurso corporativo, na modalidade escrita
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Laan Mendes de Barros[FAL]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardododa Silva (Suplente) [ALFA]
    Sueli CristinaA Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Evandro Santos Reis
    Data da Defesa: 13/12/2011
    Título da dissertação: A interação e as estratégias conversacionais na peça Eles Não Usam Black-Tie, de Gianfrancesco Guarnieri
    Banca examinadora
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [MACKENZIE]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]
    Wilma Terezinha Liberato Gerab (Suplente) [USP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Hélio Rodrigues Júnior
    Data da Defesa: 01/11/2011
    Titulo da dissertação: Práticas de linguagem na sala de aula: caminho para a formação da competência comunicativa
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Lucia Marcondes Carvalho Vasconcelos [MACKENZIE]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Nancy dos Santos Casagrande (Suplente) [PUC-SP]
    Regina Helena Pires de Brito (Suplente) [MACKENZIE]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Ligiane Cristina Segredo
    Data da Defesa: 17/10/2011
    Titulo da dissertação: A educação linguística no curso de Letras: contribuições para o ensino de Língua Portuguesa
    Orientadora: Anna Maria Marques Cintra

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Marcelo da Silva
    Data da Defesa: 01/11/2011
    Titulo da dissertação: Da escrita ideográfica aos emoticons: um estudo à luz da historiografia linguística
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Elida Jacomini Nunes [MACKENZIE]
    Nancy dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Marilena Zanon (Suplente) [PUC-SP]
    Regina Helena Pires de Brito (Suplente) [MACKENZIE]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Márcia Acebedo Lois
    Data da Defesa: 26/10/2011
    Titulo da dissertação: A constituição do Ehos retórico da mulher contemporânea na revista Nova: nova mesmo?
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Lúcia Magalhães [FATEC]
    João Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Luciana Bracarense Costa Fernandez (Suplente) [USF]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Marisa da Costa
    Data da Defesa: 02/05/2011
    Titulo da dissertação: A produção dos sentidos do humor nos cartuns de Maitena: um estudo linguístico-discursivo
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Esther Gomes de Oliveira [UEL]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina (Suplente) [UNISA]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Mônica dos Santos Maucione
    Data da Defesa: 30/11/2011
    Titulo da dissertação: A construção da ironia na crônica de Arnaldo Jabor
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Aurora de Jesus Rodrigues [UBC]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Alaíde Aparecida dos Santos Fernandes (Suplente) [FAC.ATIBAIA]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Patrícia Alessandra Mangili
    Data da Defesa: 28/10/2011
    Titulo da dissertação: Hipertexto no ensino fundamental II: estratégias de leitura
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Alexandra Fogli Serpa GeraldiniI [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [USP]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Sandro Luis da Silva (Suplente) [UFLA]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Raquel Rocha da Silva
    Data da Defesa: 26/10/2011
    Titulo da dissertação: Estratégias de construção textual do enigma em narrativas de suspense
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuch da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Irenilde Pereira dos Santos [USP]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Doroti Maroldi Guimarães (Suplente) [FSM]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Rosmeiri Aparecida Rodrigues da Silva
    Data da Defesa: 11/05/2011
    Titulo da dissertação: A imagem discursiva do rap e sua influência em alunos das séries finais do ensino médio em escolas da periferia
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardoso da Silva [ALFA]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Luciana Bracarense Costa Fernandez (Suplente) [USF]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Salete de Almeida Moraes Lima
    Data da Defesa: 28/02/2011
    Titulo da dissertação: Produção escrita e contextualização: reflexões sobre propostas de redação para o Ensino Médio
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Esther Gomes de Oliveira [UEL]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento(Suplente) [PUC-SP]
    Paulo de Tarso Galembeck (Suplente) [UEL]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Siméia de Mello Araujo
    Data da Defesa: 16/11/2011
    Titulo da dissertação: A comunicação eletrônica na Academia: uma análise de gêneros institucionais
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Luci Mendes de Melo Bonini [UBC]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Francis Nunes Pereira (Suplente) [CL]
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli(Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Vanessa Carrasco Santos
    Data da Defesa: 25/11/2011
    Titulo da dissertação: Uma pronúncia standar das vogais nasais do português brasileiro
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Aparecida Regina Borges Sellman [PUC-SP]
    Doroti Maroldi Guimarães [FSM]
    Irenilde Pereira dos Santos (Suplente) [USP]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

Doutorado 2011

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Ana Cristina Rafful
    Data da Defesa: 19/05/2011
    Título da tese: O religioso e o jurídico: a constituição do ethos discursivo institucional no documento de Aparecida
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Carlos Eduardo Mendes de Moraes [UNESP/ARAC]
    Elianne Maria Meira Rosa [UBC]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Maria Cecilia Pérez de Souza e Silva [PUC-SP]
    Carlos Aaugusto Baptista de Andrade (Suplente) [UNICSUL]
    Leonor Lopes Favero (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Cátia Rodrigues
    Data da Defesa: 24/05/2011
    Titulo da tese: A leitura na formação de futuros professores: uma proposta integrada
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Maria das Graças Soares Rodrigues [UFRN]
    Maria Lucia Marcondes Carvalho Vasconcelos [MACKENZIE]
    Nancy dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral (Suplente) [UNICSUL]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Flávia Silveira Serralvo
    Data da Defesa: 10/11/2011
    Titulo da tese: O jogo de máscaras na cena política: construção e desconstrução do ethos em debate presidencial televisivo
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Silvia Cristina Dotta [UNIV.ABC]
    Suelli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [USP]
    Emanuel Messias Cardoso da Silva (Suplente) [ALFA]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Gilvan Elias Pereira
    Data da Defesa: 14/12/2011
    Titulo da tese: O aluno dos anos finais do ensino fundamental (da escola pública) com grande defasagem em relação às habilidades para a leitura e a escrita: investigando sujeitos e contextos
    Orientador: João Hilton Sayeg de Siqueira

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Maria José Nélo
    Data da Defesa: 14/04/2011
    Titulo da tese: Discursos do risível e do riso numa visão socio-cognitiva
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Edna Maria Fernandes dos Santos Nascimento [UNESP/ARAC]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Josenia Antunes Vieira [UNB]
    Doroti Maroldi Guimarães (Suplente) [FSM]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Marina Pinheiro Fortunato
    Data da Defesa: 09/11/2011
    Titulo da tese: Análise textual: construção das relações e das representações sociais em produção de alunos dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio
    Banca examinadora:
    João Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardoso da Silva [ALFA]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Leila Rentoria Iannone [FDE]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Alaíde Aparecida dos Santos Fernandes (Suplente) [FAC.ATIBAIA]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Sônia Maria Nogueira
    Data da Defesa: 25/10/2011
    Titulo da tese: Língua portuguesa: o ensino primário em Portugal e Brasil, na segunda metade do século XIX, em uma perspectiva historiográfica
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Marilena Zanon [PUC-SP]
    Nancy dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Patrícia Silvestre Leite di Iório [UNICSUL]
    Vera Lúcia Harabagi HannaMACKENZIE]
    Regina Helena Pires de Brito (Suplente) [MACKENZIE]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Waldivia Maria de Jesus
    Data da Defesa: 17/10/2011
    Titulo da tese: Aspectos da argumentação: um enfoque teatral da linguagem
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Robson Coelho Tinoco [UNB]
    Sandro Luis da Silva [UFLA]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]
    Tânia Aparecida Arbolea (Suplente) [UA]

     

    clique aqui

2010  

Mestrado 2010

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Anderson de Medeiros Lima
    Titulo da dissertação: O movimento passional no discurso religioso neopentecostal da Igreja Bola de Neve
    Data da Defesa: 25/10/2010
    Banca examinadora:
    Luiz A. Ferreira (orientador)
    Luciana B. Costa (USF)
    João S. Siqueira
    Jarbas Nascimento (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Andrea Lemes Sinohara Coccaro
    Titulo da dissertação: A gramática normativa na formação intelectual do cidadão brasileiro: o ensino da Língua portuguesa à altura dos desafios contemporâneos.
    Data da Defesa: 25/05/2010
    Banca examinadora:
    Leonor L. Favero (orientador)
    Dieli V. Palma
    Maria Valíria M. Vargas (UNICSUL)
    Neusa Bastos (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor: Adriana Alves Moraes de Souza
    Titulo da dissertação: O processo de referenciação em crônicas de Fernão Lopes
    Data da Defesa: 28/05/2010
    Banca examinadora:
    Leonor L. Favero (orientador)
    Vanda Elias
    Maria Adélia F. Mauro (USP)
    Sueli Marquesi (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Adriano de Oliveira Carvalho
    Data da Defesa: 05/07/2010
    Titulo da dissertação : Análise de materiais didáticos na perspectiva da educação lingüística
    Banca Examinadora:
    Dieli V. Palma (orientador)
    Regina P. Brito (UPM)
    Neusa M Oliveira
    Aparecida R. Sellan (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Angelo Alecsandro Dal Col
    Data da Defesa: 05/05/2010
    Titulo da dissertação: A gramática normativa na formação intelectual do cidadão brasileiro: o ensino da língua portuguesa à altura dos desafios contemporâneos
    Banca Examinadora:
    Luiz A. Ferreira (orientador)
    Joao H. Siqueira
    Sandro L. Silva (UFLA)
    Ana Rosa Dias (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Cileide Nogueira Lopes da Silva
    Titulo da dissertação: Aspectos da língua em uso nos relatórios do Instituto de Botânica (1940-1955): uma reflexão à luz da historiografia linguística
    Data da Defesa: 18/05/2010
    Banca examinadora:
    Neusa M. O. Bastos (orientandor)
    Patricia S. Diorio (Unicsul)
    Marilena Zanon
    Nancy S. Casagrande (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Cristiane Paniagua de Souza Palaro
    Data da Defesa: 05/11/2010
    Titulo da dissertação: Língua, sociedade e cognição: papéis sociais representados no discurso em um cenário policial
    Banca examinadora:
    Regina Celia P. Silveira (orientador)
    Aparecida B. Sellan
    Josenia A. Vieira (UNB)
    Jeni Turazza (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Daiana Rodrigues da Silva
    Data da Defesa: 03/05/2010
    Titulo da dissertação: Estilo motoboy": um estudo da caracterização do profissional motofretista por meio da linguagem
    Banca examinadora:
    Dino Preti (orientandor)
    Ana Rosa F. Dias
    Elisa guimarães (UPM)
    Vanda Elias (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Daniel Ferreira do Nascimento
    Data da Defesa: 18/10/2010
    Título da dissertação: A educação linguística e a formação de professores na proposta curricular de um curso de letras
    Banca examinadora
    Dieli V. Palma (orientador)
    Nilvia Pantaleoni (ESEG)
    Luiz A Ferreira
    Lilian Passarelli (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Eliane Nunes Pereira Fujarra
    Data da Defesa: 25/10/2010
    Titulo da dissertação: Leitura significativa: a força a palavra na reconstrução dos conhecimentos do produtor-leitor
    Banca examinadora:
    Jeni S. Turazza (orientador)
    Sandro L. Silva (UFLA)
    Dieli Palma
    Luiz Ferreira (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Elisangela Dias Barbosa
    Data da Defesa: 25/10/2010
    Titulo da dissertação: A questão indígena Raposa/Serra do Sol na mídia escrita: do estereótipo ao racismo
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Dias (orientador)
    Lucia Helena Sa Amado (USP)
    Lucia V. Rangel
    Vanda Elias (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Elizabeth Rizzi
    Data da Defesa: 01/06/2010
    Titulo da disseretação: Marcas linguisticas de enunciação em panfletos publicitários
    Banca examinadora:
    Vanda M Elias (orientador)
    Neusa M. O. Bastos
    Maria Valiria Vargas (UNICSUL)
    Luiz A Ferreira (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Emerson Capelletti
    Data da Defesa: 20/05/2010
    Titulo da dissertação: Discurso literário e ensino: caminho para a formação do leitor literário
    Banca examinadora:
    Sueli Marquesi (orientador)
    Neusa B. Bastos
    Irenilde P. Santos(UMC)
    Leonor Favero (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Eunice Ferreira Nunes
    Data da Defesa: 27/05/2010
    Titulo da dissertação: Gênero discursivo propaganda impressa: uma experiência pedagógica
    Banca examinadora:
    João Hilton Siqueira (orientador)
    Luiz A. Ferreira
    Maria Flavia Figueiredo (UNIFRAN)
    Jarbas V. Nascimento (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Fabiana Meireles de Oliveira
    Data da Defesa: 20/10/2010
    Titulo da dissertação: A oralidade em O casamento de Nelson Rodrigues: um estudo das estratégias interacionais no diálogo
    Banca examinadora:
    Dino Preti (orientador)
    Wilma T. Gerab (USP)
    Elisa Guimaraes (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Fernando Elias Custodio
    Data da Defesa: 21/05/2010
    Titulo da dissertação: Intertextualidade nas crônicas de José Simão
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (orientandor)
    Leonor Fávero
    Elisa guimarães (UPM)
    Irenilde P. Santos (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Isabel Cristina Weisz
    Data da Defesa: 24/05/2010
    Titulo da dissertação: Sociedade e cultura: a transmutação da palavra no espaço da notícia-publicidade
    Banca examinadora:
    Jeni S. turazza (orientandor)
    Ana Nilce Barasnevicius (UNI SANTANA)
    Regina Celia Silveira
    Dieli V. Palma (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Jane Gasperini Arpergis
    Data da Defesa: 31/05/2010
    Titulo da dissertação: Anáforas indiretas em produções escritas de alunos
    Banca examinadora:
    Vanda S. Elias (orientador)
    ueli Marquesi
    Elisa Guimaraes (UPM)
    Leonor Fávero (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Joana D´arc da Penha Batista
    Data da Defesa: 18/05/2010
    Titulo da dissertação: Língua e discurso: expressões multimodais na representação do negro brasileiro
    Banca examinadora:
    Regina P. Silveira (orientador)
    Jarbas Nascimento
    Franciscus Van de Wiel (UMC)
    Jeni Turazza (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Joelma Batista dos Santos Ribeiro
    Data da Defesa: 10/03/2010
    Titulo da dissertação: A apologia de Paulo na segunda carta aos Coríntios: uma análise retórica
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (orientandor)
    Jarbas Nascimento
    Lourenço S. Rega (FTBSP)
    João Hilton Siqueira (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Juliam Izabel de Oliveira
    Data da Defesa: 27/10/2010
    Titulo da dissertação: A oralidade em Toda nudez será castigada, de Nelson Rodrigues
    Banca examinadora:
    Dino Preti (orientador)
    Wilma T. Gerab (USP)
    Vanda S.Elias
    Ana Rosa Dias (suplente).

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Leila Cristina Lima dos Santos
    Data da Defesa: 29/10/2010
    Titulo da dissertação: A educação linguística: perspectivas para o ensino de Língua Portuguesa nas séries iniciais
    Banca examinadora:
    Dieli V. Palma (orientador)
    Alaíde S. Fernandes (Fac. Atibaia)
    João Hilton Siqueira
    Luiz A. Ferreira (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Luciene Euzébio de Carvalho
    Data da Defesa: 24/05/2010
    Titulo da dissertação: Referenciação por estratégias anafóricas: a progressão referencial em textos de opinião
    Banca examinadora:
    Dieli V. Palma (orientador)
    Jeni S. Turazza
    Sandro Luis Silva (UFLA)
    Nancy Casagrande (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Marilea Giacomini Arruda
    Data da Defesa: 08/06/2010
    Titulo da dissertação: A polêmica gramatical entre Rui Barbosa e Ernesto Carneiro Ribeiro sobre a redação do projeto do código civil
    Banca examinadora:
    Leonor Favero (orientador)
    rcia Molina (UNISA)
    Neusa M Oliveira
    Dieli V. Palma (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Milton Gabriel Junior
    Data da Defesa: 18/10/2010
    Titulo da dissertação: A organização textual da crônica de notícia
    Banca examinadora:
    Regina Celia Silveira (orientador)
    Doroti Guimaraes (FSM)
    Luiz A Ferreira
    Aparecida B. Sellan

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Mylene Abud
    Data da Defesa: 22/10/2010
    Titulo da dissertação: A intertextualidade na obra Libertinagem, de Manuel Bandeira: uma contribuição para o ensino de língua portuguesa
    Banca examinadora:
    Leonor L. Favero (orientador)
    Lucia M Assis (UFLA)
    Vanda Elias
    Dieli V. Palma (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Raisimar Arruda Da Silva
    Data da Defesa: 18/05/2010
    Titulo da dissertação: Questões ortográficas: Rafael Bluteau e o novo acordo num percurso historiográfico
    Banca examinadora:
    Neusa M. O. Bastos (orientandor)
    Maria Teresa N
    Carvalho (FTS)
    Nancy S. Casagrande
    Marilena Zanon (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Renata Ferreira Tacini
    Data da Defesa: 19/02/2010
    Titulo da dissertação: A inferência na compreensão de leitura de textos jornalísticos
    Banca examinadora:
    Anna Maria M. Cintra (orientadora)
    João H. Siqueira Sandro Luis Silva (UFLA)
    uiz Antonio Ferreira (suplente

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Rita de Cássia Ramos
    Data da Defesa: 29/10/2010
    Titulo da dissertação: Texto e intertextos em Tutaméia (terceiras estórias): uma leitura da linguagem poética de Guimarães Rosa.
    Banca examinadora:
    Regina (orientador)
    Sueli Marquesi
    Elisa Guimaraes (UPM)
    Leonor Fávero (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Rodrigo Leite Silva
    Data da Defesa: 25/10/2010
    Titulo da dissertação: A organização textual da opinião em textos dissertativos acadêmicos, notícias jornalísticas e crônicas do cotidiano
    Banca examinadora:
    Regina C. P. Silveira (orientador)
    Aurora Jesus (UBC)
    Marilena Zanon
    Jeni Turazza (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Sheila Aparecida de Moraes Ibiapino Spadafora
    Data da Defesa: 20/05/2010
    Titulo da dissertação: O cordel em sala de aula: contribuição ao ensino de língua portuguesa
    Banca examinadora:
    Leonor Favero (orientador)
    Sueli Marquesi
    Zilda Gaspar Aquino (USP)
    Vanda S. Elias (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Solange Izidoro
    Data da Defesa: 31/05/2010
    Titulo da dissertação: O ensino de língua portuguesa: um olhar sobre a leitura
    Banca examinadora:
    Anna M. Cintra (orientador)
    Jarbas Nascimento
    Sandro Luis Silva (UFLA)
    Lilian Passarelli (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Vanusa Alves Rodrigues
    Data da Defesa: 14/05/2010
    Titulo da dissertação: Feedback em curso superior de formação de professores das séries iniciais na modalidade a distância
    Mercedes Fátima Crescitelli (orientandor)
    Angelita Gouveia Quevedo
    Nilvia Pantaleoni (ESEG)
    Sueli Marquesi (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Viviane Dias dos Santos
    Data da Defesa: 25/10/2010
    Titulo da dissertação: O processo de referenciação na leitura de crônicas
    Banca examinadora:
    Sueli C. Marquesi (orientador)
    Paulo Galembeck (UEL)
    Vanda Elias
    Luiz Ferreira (suplente)

     

    clique aqui

Doutorado 2010

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Izilda Maria Nardocci
    Data da Defesa: 01/10/2010
    Título da tese: O gênero fórum educacional digital e o ethos discursivo dos sujeitos em práticas interacionais
    Banca examinadora:
    Jarbas V. Nascimento (orientador)
    Carlos Augusto Andrade (UNICSUL)
    Luiz A Ferreira
    Mercedes F. Crescitelli
    Virginia Abrahão (UFES)
    João Hilton Siqueira (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Maria de Fatima do Ceu Mendes
    Data da Defesa: 01/06/2010
    Título da tese: Cartas Chilenas, de Tomás Antônio Gonzaga: Um Estudo Historiográfico dos Recursos Linguísticos e Argumentativos
    Banca examinadora:
    Dieli V. Palma (orientador)
    Elisa Guimaraes (UPM)
    Patricia S. Diorio (UNICSUL)
    Marilena Zanon (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Monalisa Reis Aguiar
    Data da Defesa: 20/05/2010
    Titulo da tese: Ortografia brasileira oitocentista nos livros didáticos e na Constituição de 1891: norma ou anarquia?
    Banca examinadora:
    Leonor L. Favero (orientandor)
    Izidoro Blikstein (FGV/RJ)
    Márcia Molina (UNISA)
    Neusa Bastos
    Dieli V. Palma
    Vanda Elias (suplente)

     

    clique aqui

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome: Nilton Tadeu de Queiróz Alonso
    Data da Defesa: 08/11/2010
    Titulo da tese: Entre segredos e risos: gírias da diversidade sexual paulistana
    Banca examinadora:
    Dino Preti (orientador)
    Vanda Elias
    Luiz Antonio Silva (USP)
    Vera Meira Magalhães (UMC)
    Wilma T. Gerab (USP)
    Ana Rosa F. Dias
    Leonor Fávero (suplente)

     

    clique aqui

2009  

Mestrado 2009

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Andrea Cavalcante
    Titulo da dissertação:A mulher brasileira e portuguesa nas páginas da revista
    Data da Defesa:27/10/2009
    Banca examinadora:
    Neusa Maria O. Bastos (orientadora )
    Jarbas Vargas Nascimento (PUC/SP)
    Vera Lucia H. Hanna (UPM)
    Regina Helena Brito (suplente –UPM)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Adriana Recla
    Titulo da dissertação:A constituição do ethos no discurso indígena da Aldeia Pau-Brasil
    Data da Defesa:05/10/2009
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (orientador – PUCS/SP)
    José Everaldo Nogueira Jr. (PUC/SP)
    Nilvia Terezinha S. Pantaleoni (ESEG)
    João H. S. Siqueira (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Adriano Mesquita Curto
    Titulo da dissertação:Oralidade no diálogo literário: os aspectos sociais e sua influência na linguagem
    Data da Defesa:28/09/2009
    Banca examinadora:
    Dino Preti (orientador – PUC/SP)
    Ana Rosa F. Dias (PUC/SP)
    Elisa Guimarães Pinto (UPM)
    Hudinilson Urbano (suplente-USP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Ana Gabriela Périco
    Titulo da dissertação:A educação linguística e a educação de jovens e adultos
    Data da Defesa:28/05/2009
    Banca examinadora:
    Neusa Maria O. Bastos (orientadora)
    Dieli Vesaro Palma (PUC/SP)
    Regina Helena Brito (UPM)
    Marilena Zanon (uplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Ana Lúcia Rodrigues
    Data da Defesa:20/05/2009
    Titulo da dissertação : Serões gramaticais: a gramática "científica" de Ernesto Carneiro Ribeiro
    Banca Examinadora:
    Leonor Lopes Fávero(orientadora)
    Dieli V. Palma (PUC/SP)
    Márcia Antonia G. Molina (UNISA)
    Maria Lucia Cunha Victorio (suplente – USP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Antonia da Conceição Espírito Santo
    Data da Defesa:15/04/2009
    Titulo da dissertação : Cognições sociais e discursos: Renato Russo em diálogo com alunos de uma escola pública paulistana
    Banca Examinadora:

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Daniel Bassi de Oliveira Souza
    Titulo da dissertação: sem querer, você já leu - um estudo sobre a relação entre gênero e suporte
    Data da Defesa:26/11/2009
    Banca examinadora:
    Mercedes F. Canha Crescitelli (orientandora)
    Luiz Antonio Ferreira (PUC/SP)
    Zilda Gaspar O. Aquino (USP)


  • Nome:Danielle Maximo Plens Pinelli
    Data da Defesa:14/05/2009
    Titulo da dissertação: Referenciação em fórum digital: uma contribuição para o ensino de língua portuguesa Nível: Mestrado
    Banca examinadora:
    Vanda Maria S. Elias (orientadora)
    Ana Rosa F. Dias (PUC/SP)
    Ingedore V. Kock (UNICAMP)
    Ana Lucia T. Cabral (suplente- UNICSUL)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Diva Conceição Ribeiro
    Data da Defesa:22/09/2009
    Titulo da dissertação:Retórica e propaganda: o feminino na revista O Cruzeiro – 1928 a 1960
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (orientador)
    Dina M. M. Ferreira (UPM)
    Edna M. Fernandes Nascimento ((UNESP-Araraquara)
    João Hilton Siqueira (PUC/SP)
    Vanda M. Silva Elias (PUC/SP)
    Jarbas Nascimento (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Dulcelita Pereira Ribeiro de Alenca
    Data da Defesa:12/05/2009
    Titulo da dissertação: O uso da negação no português brasileiro: gramática e gramaticalização portuguesa
    Banca examinadora:
    Regina Celia P. Silveira (orientadora)
    Irenilde P. Santos (USP)
    Jeni Silva Turazza (PUC/SP)
    Doroti Maroldi Guimarães (Faculdade Sta Terezinha)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Édina Maria Pires da Silva
    Data da Defesa:09/12/2009
    Título da dissertação:Leitura e compreensão de enunciados de exercícios de língua portuguesa
    Banca examinadora
    Anna Maria M. Cintra (orientadora)
    Luiz Antonio Ferreira (PUC/SP)
    Roberta Lombardi Martins (ES)
    Lilian m. G. Passarelli (orientadora – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Edson Luiz da Silveira
    Data da Defesa:12/05/2009
    Titulo da dissertação:As Cartas Chilenas sob uma perspectiva da historiografia lingüística
    Banca examinadora:
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP)
    Marilena Zanon (PUC/SP)
    Mauricio Pedro Silva (UNINOVE)
    Luiza Fernando F. Silveira (suplente – UNIMEP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Elaine Cássia Pereira Fernandes
    Data da Defesa:15/05/2009
    Titulo da dissertação: Você como pronome de segunda pessoa no Brasil: motivações e percursos histórico, literário e gramatical
    Banca examinadora:
    Leonor L. Fávero (orientadora)
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP)
    Márcia G. Molina (UNISA)
    Neusa M. O. Barbosa (suplente- PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Elaine Valencise Hidalgo de Moraes
    Data da Defesa: 11/12/2009
    Titulo da dissertação:Homepage de fanfictions: um estudo bidimensional de gênero na concepção sociorretórica
    Banca examinadora:
    Mercedes F. Canha Crescitelli (oirentadora)
    Alexandra Geraldini (PUC/SP)
    Monica F. O’kuinghttons (USP)
    João Hilton Siqueira (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Eli Gomes Castanho
    Data da Defesa:11/12/2009
    Titulo da dissertação:A construção de uma imagem do caipira: cenas de enunciação e ethos discursivo em causos de Cornélio Pires
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (orientador)
    Inácio Rodrigues Oliveira (UNIBAN)
    Maria Cecília P. S. Silva (PUC/SP)
    Mercedes F. Crescitelli (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Emerson Régio dos Santos
    Data da Defesa:02/02/2009
    Titulo da dissertação:A palavra escrita e os processos de produção de sentidos: permanências e rupturas entre o passado e o presente - o ensino-aprendizagem em foco.
    Banca examinadora:
    Jeni silva Turazza (Orientadora)
    Dina Maria M. Ferreira (UPM)
    Luiz A. Ferreira (PUC/SP)
    João Hilton S. Siqueira (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Elisângela Zampiroli de Campos
    Data da Defesa:03/06/2009
    Titulo da dissertação:Entre o riso e o abandono: o ethos feminino na música popular massiva
    Banca examinadora:
    Luiz A. Ferreira (orientador)
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP)
    Maria Flávia F. Bolella (UNIFRAN)
    João Hilton Siqueira (PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Fernanda Cristina Vieira de Matos
    Data da Defesa:15/09/2009
    Titulo da dissertação:Modalização: uma estratégia argumentativa
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientadora),
    Luiz A. Ferreira (PUC/SP)
    Nilvia S. Pantaleoni (ESEG)
    Dra. Irenilda P. Santos (USP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Gilse Cabrera Rissi
    Data da Defesa:15/09/2009
    Titulo da dissertação:Hipertexto e estratégias de leitura
    Banca examinadora:
    Vanda Maria S. Elias (Orientadora)
    Anna Maria M. Cintra (PUC/SP)
    Nilvia S. Pantaleoni (ESEG)
    João Hilton Siqueira (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Heloisa Felício
    Data da Defesa:21/12/2009
    Titulo da dissertação: Referenciação e retextualização no ensino de língua portuguesa
    Banca examinadora:
    Vanda Maria S. Elias (Orientadora),
    Dra. Leonor Lopes Fávero
    Gil Costa Negreiros ( );
    Sueli C. Marquesi (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:João Orlando Junior
    Data da Defesa:04/05/2009
    Titulo da dissertação:Batidão: um estudo da variação discursiva na música funk
    Banca examinadora:
    Dino Preti (Orientador)
    Ana Rosa F. Dias (PUC/SP)
    Vera Lucia Magalhães (UMC)
    Hudinilson Urbano (USP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Laura Garcia Abrão
    Data da Defesa:27/04/2009
    Titulo da dissertação:Propostas para a transposição didática: o grande desafio da educação lingüística
    Banca examinadora:
    Neusa M. O. Bastos (Orientadora)
    Elisa G. Pinto(UPM)
    Nancy Santos Casagrande (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Losana Hada de Oliveira Prado
    Data da Defesa:07/05/2009
    Titulo da dissertação:Intertextualidade na imprensa escrita: uma leitura de crônicas esportivas do jornal Folha de S. Paulo
    Banca examinadora:
    Ana Rosa F. Dias (Orientadora)
    Vanda M. S. Elias (PUC/SP)
    Vera Lucia Magalhães (UMC)
    Jarbas V. Nascimento (PUC) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luciana Fabíola Gonçalves
    Data da Defesa:01/12/2009
    Titulo da dissertação:O gênero oral debate em sala de aula: um estudo de caso
    Banca examinadora:
    Neusa Maria O. Bastos(Orientador)
    Mercedes F. C. Crescitelli (PUC/SP)
    Regina Helena P. Brito (UPM)
    Dieli Palma (PUC) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luciana Bracarense Costa Fernandez
    Data da Defesa:15/10/2009
    Titulo da dissertação:As mulheres em Lavoura arcaica: do amor à cólera
    Banca examinadora:
    Luiz A. Ferreira (orientador)
    João Hilton Siqueira (PUC/SP)
    Lucy Ferreira Azevedo (UNIC)
    Maria Thereza Strôngoli
    Sueli Cristina Marquesi (PUC/SP)
    Vanda M. Silva Elias (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luciana Floriano Brasil
    Data da Defesa:23/04/2009
    Titulo da dissertação:O slogan e suas múltiplas dimensões na publicidade
    Banca examinadora:
    João Hilton Siqueira (Orientador)
    Mercedes F. C. Crescitelli (PUC/SP)
    Zilda G. Aquino (USP);
    Emanuel Messias. Da Silva (ALFAL) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maísa Silveira Martins
    Data da Defesa:18/05/2009
    Titulo da dissertação:A repetição como estratégia argumentativa na narrativa de Gil Gomes
    Banca examinadora:
    Ana Rosa F. Dias (Orientadora)
    Dino Preti (PUC/SP)
    Maria Lucia V. C. Andrade (USP)
    Vanda S. elias (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Margarete Maria Fernandes do Nascimento Lara
    Data da Defesa:30/09/2009
    Titulo da dissertação:Propaganda bancária: uma análise textual e orientada
    Banca examinadora:
    João Hilton Siqueira (Orientador)
    Luiz Antonio Ferreira (PUC/SP)
    Francis Nunes Pereira ( )
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Manoel Edson de Oliveira
    Data da Defesa:21/10/2009
    Titulo da dissertação:A constituição do gênero prefácio no universo acadêmico
    Banca examinadora:
    Jarbas V. Nascimento (orientador)
    Inacio R. Oliveira (UNIBAN)
    João Hilton Siqueira (PUC/SP)
    Luiz A. Ferreira (PUC/SP)
    Luiz Fernando F. Silveira (UNIMEP)
    Ana Rosa Dias (suplente – PUC/SP)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria da Penha de Paula Simões
    Data da Defesa:05/10/2009
    Titulo da dissertação:Preservação e valorização da face em entrevistas do NURC/SP: alguns aspectos da cortesia verbal
    Banca examinadora:
    Dino Preti (Orientador)
    Ana Rosa Ferreira Dias (PUC/SP)
    Hudinilson Urbano (USP)
    Luiz Antonio silva (USP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria do Carmo M. R. Branco Ribeiro
    Data da Defesa:07/05/2009
    Titulo da dissertação:Um exame da adjetivação no uso efetivo da língua na prática social do discurso publicitário
    Banca examinadora:
    Regina Célia P. Silveira (Orientadora)
    Doroti M. Guimarães(FSM)
    Marilena Zanon (PUCSP)
    Aparecida Regina B. Sellan (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria Estela Maiello Modena
    Data da Defesa:13/04/2009
    Titulo da dissertação:As faces do Edifício Master: um estudo sobre faces em entrevistas de cinema documentário
    Banca examinadora:
    Dino Preti (Orientador)
    Ana Rosa Dias (PUC/SP)
    Elisa Guimaraes (USP )
    Hudinilson Urbano (USP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria Paula Amaral do Rego
    Data da Defesa:03/11/2009
    Titulo da dissertação:Educação linguística: das variantes não prestigiadas para a variante de prestígio
    Banca examinadora:
    Neusa M. O. Bastos (Orientadora)
    Nancy S. Casagrande (PUC/SP)
    Regina Helena P. Brito (UPM)
    Dieli V. Palma (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria Rita Barros
    Data da Defesa:22/10/2009
    Titulo da dissertação:A construção da autoria compartilhada no universo da fanfiction
    Banca examinadora:
    Luiz A. Ferreira (Orientador)
    Maria Silvia Lousada ( UNIFRAN )
    Dr. Jarbas V. Nascimento (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Maria Rodrigues de Oliveira
    Data da Defesa:26/10/2009
    Titulo da dissertação:Discurso parlamentar: estratégias de retextualização
    Banca examinadora:
    Vanda Maria Elias (Orientadora)
    Dino Preti (PUC/SP)
    Elisa Guimarães (UPM)
    Gil Costa Negreiros (FEPI) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Patrícia Martins Mafra
    Data da Defesa:15/12/2009
    Titulo da dissertação:Angola e Brasil – poder e discurso político: a constituição do ethos discursivo dos presidentes de Angola e do Brasil
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Bastos (Orientadora),
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP)
    Carlos Augusto Andrade (UNICSUL)
    Sueli Cristina Marquesi (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Renata Cristina dos Reis
    Data da Defesa:20/05/2009
    Titulo da dissertação:Como atingir a interação, visando à construção do conhecimento e à aprendizagem de língua portuguesa, em ambientes virtuais
    Banca examinadora:
    Anna Maria Cintra (Orientador)
    Vanda Maria Elias (PUC/SP)
    Roseli F. Lombardi (UNICSUL)
    Mercedes F. Crescitelli (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Ronaldo Santos Zimmermann
    Data da Defesa:13/05/2009
    Titulo da dissertação:Implicações ideológicas ligadas ao uso das figuras de linguagem por Pero Vaz de Caminha na carta a El Rey D. Manoel de Portugal sobre o achamento do Brasil
    Banca examinadora:
    Dieli Palma (Orientador)
    Luiz Antonio Ferreira (PUC/SP)
    Helena Nagamine Brandão (USP)
    Mara Sophia Zanotto (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Rosemeire Stoian de Brito Valle
    Data da Defesa:11/05/2009
    Titulo da dissertação:Um estudo sobre a língua e ensino do português, partindo da intolerância linguística do século XVIII
    Banca examinadora:
    Neusa Maria O. Bastos (Orientador)
    Luiz Antonio Ferreira (PUC/SP)
    Maria Tereza N. Carvalho ( FTS)
    Nancy S. Casagrande (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Rubens Alexandre Vieira
    Data da Defesa:29/10/2009
    Titulo da dissertação:Estratégias textual-discursivas para a interação colaborativa e autonomia em ambientes virtuais de aprendizagem
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador)
    Vanda M. S. Elias (PUC/SP)
    Ana Lucia T. Cabral ( UNICSUL )
    Luiz A. Ferreira (PUC/SP)(suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandra Falcão da Silva
    Data da Defesa:22/05/2009
    Titulo da dissertação:O riso em Mainardi: um estudo sobre os mecanismos linguístico-discursivos do humor nas crônicas de Diogo Mainardi
    Banca examinadora:
    Ana Rosa F. Dias (Orientador)
    Dino Preti (PUC/SP)
    Cristina M C. Pietraroia (USP)
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandra Gonçalves da Silva
    Data da Defesa:15/05/2009
    Titulo da dissertação:Fórum educacional digital: dialogismo e construção do conhecimento
    Banca examinadora:
    Mercedes F.C.Crescitelli (Orientador)
    Angelita Quevedo (PUC/SP)
    Monica Mayrink O’kuinghttons ( USP)
    Alexandra Geraldini (PUC/SP)(suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandra Mara Hossota Ribeiro
    Data da Defesa:21/05/2009
    Titulo da dissertação:Ensino do gênero: uma proposta de seqüência didática para o conto de humor
    Banca examinadora:
    Mercedes F. C. Crescitelli (Orientador)
    Anna Maria M. Cintra (PUC/SP)
    Ana Lucia T. Cabral (UNICSUL)
    Nancy Santos Casagrande (PUC/SP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Shirlei Barbieiro de Melo
    Data da Defesa:27/05/2009
    Titulo da dissertação:A educação linguística e a formação inicial de professores de língua portuguesa: uma proposta para o letramento
    Banca examinadora:
    Dieli V. Palma (Orientador)
    Neusa M. O. Bastos (PUC/SP)
    Regina Helena P. Brito (UPM)
    Elisa Guimarães (UPM)(suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Simone Terenciano Elias Francischetti
    Data da Defesa:29/10/2009
    Titulo da dissertação:Texto artístico pictural e texto lingüístico escrito: um diálogo intertextual em sala de aula
    Banca examinadora:
    Regina Célia P. Silveira (Orientador)
    Aparecida Regina B. Sellan (PUC/SP)
    Maria Antonieta Z. P. Villela (ENSG)
    Marilena Zanon (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Tatiana Emanuele Brito Felga
    Data da Defesa:23/10/2009
    Titulo da dissertação:Manuais de redação de Leonor Posada: as concepções de língua e as propostas de ensino para a produção textual
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Fávero (Orientador)
    Jarbas V. Nascimento (PUC/SP)
    Márcia Antonia g. Molina (UPM)
    Neusa Maria o. Bastos (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Thatyane Trepiccio
    Data da Defesa:22/10/2009
    Titulo da dissertação:Preconceito e retórica: o feminino na música popular brasileira
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador)
    Vanda Maria S. Elias (PUC/SP)
    Nilvia T. S. Pantaleoni (ESEG)
    João H. Siqueira( PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Vagner Aparecido de Moura
    Data da Defesa:04/05/2009
    Titulo da dissertação:Educação a distância no contexto universitário: os aspectos positivo e negativo do processo de ensino/aprendizagem no ambiente virtual
    Banca examinadora:
    Neusa Maria O. Bastos (Orientador)
    Sonia Maria Alegretti (PUC/SP)
    Maria Lucia Marcondes M. Vasconcelos (UPM)
    Regina Helena P. Brito (UPM) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Valdeci Maria de Oliveira Coêlho Barbosa
    Data da Defesa:11/12/2009
    Titulo da dissertação:Gêneros digitais em manuais didáticos de língua portuguesa
    Banca examinadora:
    Vanda Maria S. Elias (Orientador)
    Luiz A. ferreira (PUC/SP)
    Nilvia S. Pantaleoni (ESEG)
    Leonor Lopes Fávero (PUCSP) (suplente)

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Vanessa Paternostro Morales
    Data da Defesa:16/10/2009
    Titulo da dissertação:A oralidade no ensino de língua portuguesa: um estudo da fala como prática discursiva
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Fávero (orientadora)
    Maria Lucia C. V. Andrade (USP)
    Vanda M. Silva Elias (PUC/SP)
    Sueli C. Marquesi (suplente – PUC/SP)

Doutorado 2009

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome:Marcelo Cesar Cavalcante
    Data da Defesa:28/10/2009
    Título da dissertação: Esperança e medo: o movimento das paixões no discurso político
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (orientador)
    João Hilton S. Siqueira (PC/SP)
    Maria Teresa N. Carvalho (FTS)
    Nancy Santos Casagrande (PUC/SP)
    Yeda de Moraes Camargo (UPM)
    Dina M. Ferreira (suplente – UPM)

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome:Rosa Maria Ap Nechi Verceze
    Data da Defesa:18/08/2009
    Titulo da dissertação:A progressão referencial e tópica na interação discursiva entre adolescentes
    Banca examinadora:
    João Hilton Siqueira (orientador)
    Antonio Suarez Abreu (UNESP-Araraquera)
    Emanuel Messias C. Silva (ALFA)
    Luiz A. Ferreira (PUC/SP)
    Vanda Maria S. Elias (PUC/SP)
    Ingedore Kock (suplente – UNICAMP)

  •  

    Nivel:Doutorado
    Nome:Tânia Aparecida Arbolea
    Data da Defesa:10/12/2009
    Titulo da dissertação:Educação continuada de professores de língua portuguesa: em busca de subsídios para uma proposta de formação centrada na escola
    Banca examinadora:
    Anna Maria M. Cintra (orientadora)
    Lucineia AP. de Rezende (UEL)
    Maria Luiza Alves Pereira (UA)
    Neusa Maria O. Bastso (PUC/SP)
    Sueli Cristina Marquesi (PUC/SP)
    Dieli V. Palma (suplente-PUC/SP)

2008  

Mestrado 2008

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Adriano Dantas de Oliveira
    Titulo da dissertação:Chats: a constituição actancial dos atores e a tipificação textual em gêneros
    Data da Defesa:30/5/2008
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Carlos Augusto Baptista de Andrade [Unicsul]
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli [PUC-SP]
    Antonia Neves Suterio Cardoso (Suplente) [S/ Indicação]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Agnaldo Sérgio de Martino
    Titulo da dissertação:Coerência e coesão na interpretação de textos em provas de concursos públicos
    Data da Defesa:17/6/2008
    Banca examinadora:
    Banca Examinadora: Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Esther Gomes de Oliveira [Uel]
    Vanda Maria da Silva Elias [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Ana Maria Ribeiro Dantas
    Titulo da dissertação:Gramática e gramaticalização: os possessivos em português
    Data da Defesa:16/10/2008
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Aparecida Regina Borges Sellan [PUC-SP]
    Reginaldo Pinto de Carvalho [S/ Vínculo]
    Edna Maria Fernandes dos Santos Nascimento (Suplente) [Unesp/Arac]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome do autor:Antonio Ribeiro Silva
    Titulo da dissertação:Gênero artigo de opinião na perspectiva sócio-retórica
    Data da Defesa:6/10/2008
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Da Silva [Usp]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Cássia Oliveira Santos
    Data da Defesa:19/5/2008
    Titulo da dissertação : Do dialogismo ao letramento: perspectivas para a leitura significativa na eja

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Claudia Santos Do Nascimento Gomes
    Data da Defesa:26/5/2008
    Titulo da dissertação : A formação de professores de língua portuguesa e a educação lingüística: um estudo de caso
    Banca Examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Ani Martins Da Silva [Mackenzie]
    Nancy Dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Cristiane da Silva Ferreira
    Titulo da dissertação:Ethos discursivo e cenas de enunciação em letras de música de raiz
    Data da Defesa:3/10/2008
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Cristiane Helena Parré Gonçalves [Ufgd]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [Unimep]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Cristiane Ribeiro da Silva
    Data da Defesa:22/10/2008
    Titulo da dissertação: Produção textual na escola: a argumentação em foco
    Banca examinadora:
    Vanda Maria sa Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral [Fadisp]
    Nílvia Terezinha sa Silva Pantaleoni [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Angélica Freire se Carvalho (Suplente) [Ufpi]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Cristiano Pereira Miranda Dos Santos
    Data da Defesa:15/12/2008
    Titulo da dissertação:Expressões nominais referenciais em editoriais: foco na paragrafação
    Banca examinadora:
    Avanda Maria Da Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Anna Christina Bentes Da Silva (Suplente) [Unicamp/Li]
    Leonor Lopes Favero (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Davi Silva Peixoto
    Data da Defesa:13/11/2008
    Titulo da dissertação: A construção da argumentação no sermão da primeira dominga do advento: um estudo historiográfico
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    José Everaldo Nogueira Júnior (Suplente) [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina (Suplente) [Mackenzie]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Deborah Gomes de Paula
    Data da Defesa:09/12/2009
    Título da dissertação:Estratégias sócio-interacionais na construção da notícia jornalística
    Banca examinadora
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Cleudemar Alves Fernandes [Ufu]
    Aparecida Regina Borges Sellan (Suplente) [PUC-SP]
    Josenia Antunes Vieira (Suplente) [Unb]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Diego Marsalla Toscano
    Data da Defesa:26/9/2008
    Titulo da dissertação:Machado de assis e a língua portuguesa no brasil no fim do império: aspectos da história do negro em crônicas da série
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Marly De Souza Almeida (Suplente) [Cufe]
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome::Elaine Cristina Baiarde
    Data da Defesa:15/10/2008
    Titulo da dissertação: Leitura e escola: um estudo sobre a visão de professores e alunos sobre a prática de leitura
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Marli Quadros Leite [Usp]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Elias Severino Do Nascimento
    Data da Defesa:23/4/2008
    Titulo da dissertação:Estudo das estratégias lingüístico-discursivas do risível em porque lulu bergantim não atravessou o rubicon de josé cândido de carvalho
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dino Fioravante Preti [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Hudinilson Urbano (Suplente) [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Elisabete Delpoio
    Data da Defesa:7/5/2008
    Titulo da dissertação:A construção lingüístico-discursiva do humor político na imprensa escrita: o caso severino cavalcanti
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dino Fioravante Preti [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães [Umc]
    Hudinilson Urbano (Suplente) [Usp]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Erica Vaz Domingues Alves
    Data da Defesa:9/5/2008
    Titulo da dissertação:Estratégias de leitura e a (re)significação de uma prática de leitura
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Anna Maria Marques Cintra (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Eunice Aparecida de Aguiar Alonso
    Data da Defesa:5/5/2008
    Titulo da dissertação:As palavras - imagem na construção do texto da propaganda: modos de fazer por modos de dizer
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Leda Pires Correa [S/ Indicação]
    Nancy Dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lucia Andrade Bahiense Pavanello (Suplente) [Ufpr]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Fabio Gomes Barbosa
    Data da Defesa:21/10/2008
    Titulo da dissertação:Compreensão leitora em concurso público
    Banca examinadora:
    Vanda Maria Da Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Maria Valíria Aderson De Mello Vargas [Unicsul]
    Irenilde Pereira Dos Santos (Suplente) [Usp]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Fernanda Lopes
    Data da Defesa:3/10/2008
    Titulo da dissertação:O discurso das narrativas populares em língua portuguesa
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Cristiane Helena Parré Gonçalves [Ufgd]
    José Everaldo Nogueira Júnior [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [Unimep]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Francis Nunes Pereira
    Data da Defesa:15/5/2008
    Titulo da dissertação: Gêneros discursivos: práticas, representações e inserção social
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Luci Mendes de Melo Bonini [Ubc]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [Usp]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Gil Roberto Costa Negreiros
    Data da Defesa:6/8/2008
    Titulo da dissertação:Marcas da oralidade na poesia de manuel bandeira
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Luiz Antonio Da Silva [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias [PUC-SP]
    Hudinilson Urbano (Suplente) [Usp]
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:João Coelho da Rocha Neto
    Data da Defesa:14/5/2008
    Titulo da dissertação:A língua portuguesa no brasil e os elementos históricos representativos da identidade do homem nordestino em vidas secas de graciliano ramos
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Maria Célia Rua De Almeida Paulillo [Unifieo]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [Unimep]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Juliana Maritimo Borges
    Data da Defesa:25/4/2008
    Titulo da dissertação:Um estudo descritivo - analítico da gramática metódica da língua portuguesa e do dicionário de questões vernáculas de napoleão mendes de almeida
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino [Usp]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral (Suplente) [Fadisp]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Laura Maria Fernandes Moreira Alves
    Data da Defesa:12/5/2008
    Titulo da dissertação:A escola estadual capistrano de abreu - guarulhos e a cartilha sodré
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino [Usp]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina (Suplente) [Unisa]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Lelio Maximino Lellis
    Data da Defesa:22/10/2008
    Titulo da dissertação:O texto nos acórdãos dos tribunais
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Evanildo Bechara [S/ Vínculo]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Luiz Carlos Travaglia [Ufu]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luciana Oliveira Barbosa
    Data da Defesa:5/5/2008
    Titulo da dissertação:A transmissão dos valores culturais em versões do conto de fadas ´a bela adormecida´ em diferentes contemporaneidades
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi Da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Aparecida Regina Borges Sellan [PUC-SP]
    Josenia Antunes Vieira [Unb]
    Cleudemar Alves Fernandes (Suplente) [Ufu]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luciana Soares da Silva
    Data da Defesa:3/10/2008
    Titulo da dissertação:A metáfora conceptual na construção do discurso jornalístico
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino [Usp]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Luscelma Oliveira Cinachi Craice
    Data da Defesa:19/6/2008
    Titulo da dissertação:Manuel da nóbrega e a companhia de jesus na sistematização pedagógica no brasil do século xvi
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina [Unisa]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Marcia de Oliveira Jesus
    Data da Defesa:25/11/2008
    Titulo da dissertação:A mulher nas crônicas de josé simão: um estudo da construção dos estados de violência
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dino Fioravante Preti [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Marilisa Cardoso Bernardi
    Data da Defesa:21/10/2008
    Titulo da dissertação:Estratégias de ensino a leitura: caminhos para compreensão global do texto
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador) [PUC-SP]
    Valdir Luiz Lopes [Fnc]
    Vanda Maria Da Silva Elias [PUC-SP]
    Edna Maria Fernandes Dos Santos Nascimento (Suplente) [Unifran]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Patricia Karin de Almeida Rodrigues
    Data da Defesa:1/10/2008
    Titulo da dissertação:O discurso da publicidade brasileira: construção e desconstrução de estereótipos da velhice
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dino Fioravante Preti [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães (Suplente) [Umc]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Paula Pinho Dias
    Data da Defesa:10/10/2008
    Titulo da dissertação:Sociedade, cognição e discurso: desvendando cora coralina
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi Da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Edna Maria Fernandes Dos Santos Nascimento [Unesp/Arac]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Thereza De Queiroz Guimarães Strongoli (Suplente) [S/ Vínculo]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Rosangela Licca Marques
    Data da Defesa:24/3/2008
    Titulo da dissertação:Estratégias de cortesia e polidez no gênero fórum educacional digital
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Alexandra Fogli Serpa Geraldini [PUC-SP]
    Carlos Augusto Baptista De Andrade [Unicsul]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Rosangela Xavier Dos Anjos
    Data da Defesa:16/5/2008
    Titulo da dissertação:Variante nordestina na educação de jovens e adultos: a visão do aluno
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino [Usp]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Rosimeire Boschesi Teixeira
    Data da Defesa:17/10/2008
    Titulo da dissertação:O ensino de gêneros na proposta dos parâmetros curriculares nacionais (pcn): a visão do professor
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandra Das Neves Braga
    Data da Defesa:13/11/2008
    Titulo da dissertação:Anúncios publicitários, leitura e educação de jovens e adultos
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Guaraciaba Michelletti [Unicsul]
    Alaíde Aparecida Dos Santos Fernandes (Suplente) [Fac.Atibaia]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandra Dias da Silva Rennó
    Data da Defesa::16/10/2008
    Titulo da dissertação:Produção de inferências e avaliação da compreensão leitora
    Banca examinadora:
    Vanda Maria Da Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Marli Quadros Leite [Usp]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral (Suplente) [Fadisp]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Sandro Luis da Silva
    Data da Defesa:18/12/2008
    Titulo da dissertação:A leitura e sua avaliação na formação inicial do professor de língua portuguesa: contrastes e confrontos

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Silvana de Castro Monteiro Baliviera
    Data da Defesa:3/11/2008
    Titulo da dissertaçãoEstratégias de ensino de leitura - um caminho para melhorar as aulas de leitura para estudantes da eja
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Carlos Augusto Baptista De Andrade [Unicsul]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Roseli Ferreira Lombardi (Suplente) [Unicsul]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Suzana Ramalho Furtado
    Data da Defesa:28/4/2008
    Titulo da dissertação:Léxico e identidade lingüística: formação do vocabulário do português-brasileiro pelos estrangeirismos
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    José Everaldo Nogueira Júnior [PUC-SP]
    Vera Lucia Andrade Bahiense Pavanello [Ufpr]
    Antonieta Laface (Suplente) [Unesp/Arar]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Tania Souza de Luna
    Data da Defesa:9/5/2008
    Titulo da dissertação:Curso de capacitação para professores do ciclo i na área de língua portuguesa: teorias e práticas de aprendizagem
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Alaíde Aparecida Dos Santos Fernandes [Fac.Atibaia]
    Neide De Aquino Noffs [PUC-SP]
    Antonia Neves Suterio Cardoso (Suplente) [S/ Indicação]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: Tatiana Rodrigues Freire Barreto
    Data da Defesa: 23/10/2008
    Titulo da dissertação: O Gênero Textual Tira em Vestibular: Uma Análise de Questões de Leitura e Compreensão
    Banca examinadora:
    Vanda Maria Da Silva Elias (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Paulo Eduardo Ramos [Umesp]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni (Suplente) [PUC-SP]

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Teresa de Jesus Garcia Moreno
    Data da Defesa:26/5/2008
    Titulo da dissertação:O conhecimento prévio e a referenciação na atividade de leitura

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome: William Ruotti
    Data da Defesa:29/05/2008
    Titulo da dissertação:A Produção Textual Escrita Na Eja: Uma Análise A Partir Dos Estudos Da Análise Crítica Do Discurso
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino [Usp]
    Carlos Augusto Baptista De Andrade (Suplente) [Unicsul]
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Suplente) [PUC-SP]

2007  

Mestrado 2007

Doutorado 2007

  •  

    Nivel: Mestrado
    Nome:Adélia da Silva Saraiva
    Data da Defesa:09/11/2007
    Título da dissertação: O Ensino da Leitura em Curso de Graduação em Tecnologia
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Katya Lais Ferreira Patella Couto [Unisanta]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli (Suplente) [PUC-SP]
    Roseli Ferreira Lombardi (Suplente) [Unicsul]

    Resumo:

    Esta dissertação trata do ensino de Língua Portuguesa em cursos de graduação em tecnologia, abordando-se estudos da leitura e compreensão de textos à luz da Ciência Cognitiva e da Lingüística Textual como ferramentas pedagógicas de apoio à prática docente. Partiu-se do pressuposto que o aluno universitário não possui estratégias eficazes para compreensão de textos gerais e específicos da área, tendo dificuldades em relacionar tópicos, reconstruir conexões argumentativas, identificar o objetivo geral, recuperar pressupostos, resgatar intertextualidades, fazer inferências e resumir informações textuais. Para a elaboração das atividades propostas, que têm como objetivo ensinar aos alunos o monitoramento adequado da leitura a partir de elementos textuais lingüísticos e extralingüísticos, abordaram-se estratégias cognitivas e metacognitivas que facilitaram a mediação aluno-texto-professor em sala de aula. Os resultados obtidos com duas turmas de graduação tecnológica, aplicando-se os estudos nas atividades dirigidas, apontam para a responsabilidade do professor como mediador do processo de ensino de leitura e ratificam a importância de seu envolvimento, com o grupo, para a identificação e o conhecimento dos perfis dele e do profissional exigido pelo mercado de trabalho. Frisa-se que, devido ao caráter sócio-ideológico da linguagem, o público-leitor, por meio de textos escritos, constrói e reconstrói suas representações mentais, ao resgatar as representações textuais discursivamente apresentadas pelo autor. Dessa forma, o professor não se aliena da idéia de que a leitura sugere "lugar social" construído, cognitivamente, pelo indivíduo. Dessa forma, na seleção de textos gerais e específicos, bem como no planejamento das atividades, atesta-se o domínio desses conhecimentos teóricos, pelo professor; a sua capacidade de diversificação de práticas que suscitem, nos alunos, o prazer da leitura; e a sua preocupação com a análise crítica das informações veiculadas, promovendo a participação interativa dos estudantes em sala de aula. Concluiu-se, também, que a legitimidade social e a semanticidade textual, ligadas a específica situação comunicativa, interferem na leitura e na produção de sentidos, por parte do leitor, pois ele resgata, constantemente, conhecimentos e crenças culturais já armazenados na memória. Por isso que a aula de língua materna, especificamente, as atividades para compreensão textual precisam de uma prática pedagógica interativa entre professor e alunos. É nesse movimento dialógico que o professor se insere, como mediador, quando apresenta estratégias que motivem a participação ativa dos alunos em classe, nas discussões temáticas ou nas inferências necessárias à ampliação de conhecimentos que visam a auxiliar a formação de um cidadão crítico, atuante na sociedade da qual participa.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Adriana Lemes Catharino
    Data da Defesa: 14/12/2007
    Titulo da dissertação:O Descritivo No Ensino: Limites E Possibilidades
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Valíria Aderson De Mello Vargas [Unicsul]
    Vanda Maria Da Silva Elias [PUC-SP]
    Irenilde Pereira Dos Santos (Suplente) [Usp]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Texto e Discurso nas Modalidades Oral e Escrita e tem como foco o ensino de leitura do texto descritivo, nos gêneros discursivos. Devido à importância do descritivo no desenvolvimento das competências lexical, textual e comunicativa do aluno, duas questões são problematizadas: como os livros didáticos por meio dos gêneros discursivos apresentam o descritivo e como é possível trabalhar em sala de aula o descritivo por meio dos princípios teóricos da Lingüística Textual. Para orientar a discussão dessas questões, esta dissertação fundamenta-se nos estudos de gêneros de Bakhtin (2003[1979]) e 2004[1929]), Marcuschi (2002 e 2005) e Travaglia (2003, 2004 e 2006), além das orientações dos PCNs (1998); em estudos a respeito do descritivo dos autores Genette (1966), Hamon (1972), Adam (1992), Neis (1986), Fávero & Koch (1987) e Marquesi (2004[1990]) e por fim em se tratando do livro didático, baseia-se em Bezerra (2002) e no Guia Didático de Língua Portuguesa (2007). Os resultados obtidos evidenciam a necessidade de se trabalhar o texto descritivo, por meio dos gêneros discursivos, pois é um texto onipresente em nosso cotidiano. Diante disso, apresenta-se, no final da dissertação, uma proposta de atividade de leitura do texto descritivo manifestado em dois gêneros discursivos diferentes.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Amalia Salazar dos Reis
    Data da Defesa:17/05/2007
    Titulo da dissertação:Oralidade e Ensino na Rede Pública Paulista
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    No presente estudo, propõe-se demonstrar de que modo a rede estadual de ensino vem enfrentando questões relativas ao ensino da oralidade em língua materna, tendo-se por base uma pesquisa realizada com Assistentes Técnico-Pedagógicos (ATP) em Oficinas Pedagógicas (OP) da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE). Optou-se por entrevistar os ATP de Língua Portuguesa (LP) in loco, agendando-se as entrevistas em onze OP selecionadas na capital e no interior do Estado, sem que, no entanto, esses educadores tivessem prévio conhecimento do teor da entrevista, com o objetivo de assegurar, na espontaneidade das falas, o rigor científico do estudo sobre a maneira como a rede pública tem se empenhado para realizar o ensino da oralidade, no âmbito da disciplina de LP. Os objetivos gerais neste estudo consistem em verificar a maneira como os ATP de LP estão operacionalizando os conteúdos relativos ao ensino do texto oral nas capacitações direcionadas aos professores de Ensino Fundamental e de Ensino Médio da rede pública; o modo como compreendem a oralidade e, ainda, o domínio que possuem a respeito das teorias pertinentes à linguagem oral, notadamente as que tratam de estudar e descrever a fala nas interações sociais, como a Análise da Conversação que fundamenta o trabalho aqui proposto. Investiga-se também a articulação dessa compreensão teórico-metodológica demonstrada pelos ATP com as propostas contidas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Ao se analisar qualitativamente o conteúdo transcrito das entrevistas, foi possível observar que, embora vários projetos sobre LP estejam sendo desenvolvidos nas OP da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e os ATP conheçam teorias do oral, não há projetos específicos que contemplem o ensino da modalidade oral da língua direcionados ao Ensino Fundamental e Médio. Esse fato impossibilita não apenas a aplicação, em sala de aula, de modernas teorias, especialmente aquelas cujos fundamentos se pautam na Análise da Conversação, na Lingüística e na Sociolingüística, mas também, a efetiva articulação com propostas dos PCN.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome: Ana Paula Sapaterra
    Data da Defesa:18/12/2007
    Titulo da dissertação:A Busca do Saber Lingüístico nas Primeiras Escolas Femininas Católicas da Cidade de São Paulo
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Márcia Antonia Guedes Molina [Unisa]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    O final do século XIX trouxe muitos avanços para a sociedade paulista e, por acompanhar esses progressos, a elite passou a exigir uma educação mais requintada para suas filhas, pois não mais podiam elas se comportar de acordo com a tradição colonial portuguesa – em moda até então –, isso não combinava mais com a sociedade urbanizada. Assim, não caberia mais à mulher somente a função de dirigir a casa e os empregados, era preciso que fosse agradável nas reuniões e para isso tornava-se necessário aprender a ler, escrever, conversar, conhecer regras de etiqueta, música, pintura e tudo o que coubesse a uma dama da sociedade. Era preciso moldar um novo perfil de mulher adequado a essa nova sociedade, com uma educação voltada para o social sem que se omprometesse a alma, a moral e a religiosidade. O francês foi o modelo escolhido para a educação das jovens burguesas, pois representava garantia de boa educação sem idéias profissionalizantes, modernas ou feministas. Ao delimitarmos o corpus, selecionamos os programas dos exames das provas de Língua Portuguesa do Colégio Nossa Senhora de Sion, do Curso Pré-Normal, no período que se estende de 1944 a 1947, a fim de verificar como os saberes lingüísticos eram transmitidos nesta Instituição Confessional feminina. Além da análise do material de português encontrado no Sion, fez-se um levantamento histórico, cultural e social do final do século XIX, até a primeira metade do século XX, com o objetivo de entender como se portava a mulher nesse período, que função tinha na sociedade, e por que a escolha de Instituições Católicas pela elite paulista para o ensino de suas filhas, futuras damas da sociedade. Optou-se pela escolha da História das Idéias Lingüísticas (Auroux, Fávero, Orlandi) como vertente teórica para subsidiar esta dissertação, proporcionando entendimento em relação ao vernáculo, de modo que lingüística e história estão interligadas no decorrer deste trabalho.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Angela Nascimento Strufaldi
    Data da Defesa:14/05/2007
    Titulo da dissertação:O Movimento Passional do Discurso nas Crônicas do Cotidiano
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Maria Silvia Olivi Louzada [Unifran]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A presente dissertação situa-se na área de leitura, escrita e ensino de língua portuguesa e tem como tema de estudo o movimento das paixões no discurso. Tendo como corpus a crônica Direito à Vaidade de Walcyr Carrasco, o trabalho procurou identificar, no discurso da crônica, o emprego de estratégias retóricas capazes de provocar ou acentuar o movimento passional do discurso. Para a realização dos objetivos propostos, fundamentamo-nos em três eixos teóricos: a Retórica e a Retórica das Paixões de Aristóteles, e a Nova Retórica de Perelman. O percurso analítico levou em conta, especificamente, o discurso empregado na crônica escolhida para objeto de estudo. A análise centrou-se em três tópicos fundamentais: o contexto social, que envolve um pequeno histórico da vaidade e o comportamento masculino perante esse aspecto; o gênero da crônica; e a análise retórica, que envolve a formação do ethos e o emprego de argumentos e figuras retóricas. A revelação das paixões é comentada em toda a análise. A pesquisa possibilitou explorar as estratégias retóricas empregadas no discurso da crônica e evidenciar o movimento passional que cada uma delas revela.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Cassiano Butti
    Data da Defesa:01/10/2007
    Titulo da dissertação: Léxico e Cognição: As Representações de Mundo por Meio de Designações Infantis
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Aparecida Barbosa [Usp]
    Regina Celia Pagliuchi Da Silveira [PUC-SP]
    Antonieta Laface (Suplente) [Unesp/Arar]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta Dissertação situa-se na linha de pesquisa História e Descrição da Língua Portuguesa, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e tematiza os processos de construção de sentidos, atribuídos a determinadas unidades lexicais, por crianças na faixa etária dos 3 aos 9 anos. Fundamentada pelos princípios e pressupostos da Lexicologia, bem como da Lingüística Textual de vertente cognitivo-sócio-interacional, tem-se por objetivo principal examinar, por meio de designações infantis, as estratégias cognitivas elaboradas por essas crianças em situações de eventos discursivos particulares. Justifica-se a pesquisa por três grandes motivos: a) há poucos trabalhados destinados ao estudo dos processos de construção de sentidos lexicais pela criança; b) a Lexicologia ainda não formulou procedimentos teóricoanalíticos para o tratamento do vocabulário infantil; c) divulga-se muito a importância da ativação de conhecimentos prévios nos movimentos de produção textual – seja oral ou escrito – por meio de procedimentos inferenciais, mas não se tem apontado como esses conhecimentos são mobilizados-desmobilizados-remobilizados, de modo a facultar a compreensão dos modelos de representação na memória humana. Tais lacunas impedem que se reconheça a extensividade dos modelos de ordenação e de organização que orientam as atividades de fala. Nesse sentido, concebendo-se a palavra como um sinal por meio do qual o Homem representa seus conhecimentos de mundo, apresentou-se uma reflexão crítica que buscasse estabelecer uma relação entre pensamento, linguagem, língua e fala; socialização e sociabilização; imitação como cópia e como mimese; definição e designação, entre outros aspectos. O procedimento metodológico implicou a seleção e análise de um corpus extraído da obra Dicionário de Humor Infantil, de Pedro Bloch (1998). A heterogeneidade de designações registradas pelo autor, bem como a complexidade de seus conteúdos, exigiram do pesquisador um procedimento de análise e síntese por meio de três movimentos complementares: a) um primeiro que buscasse situar as designações nas categorias de língua; b) um segundo que ampliasse o movimento anterior, optando-se por um procedimento de caráter semântico; c) um último que focalizasse as representações mentais por meio das categorias cognitivas Projeção, Identificação e Transferência: aquelas que asseguram, por princípios analógicos, identificar o “não familiar” pelo “familiar”. Os resultados obtidos indicaram que, do ponto de vista das estruturas léxico-gramaticais, as designações infantis assemelham-se àquelas registradas sob a forma de definições lexicográficas, mas se diferenciam destas quanto às suas formas de representação: o dicionário de língua, definindo vocábulos de acordo com os sentidos sócio-culturalmente institucionalizados e, a criança, designando o mundo de acordo com os conhecimentos construídos a partir de suas experiências e vivências cotidianas. Tais resultados apontam para um marco de cognições sociais em fase de construção e para categorias culturais de ordenação de conhecimentos de mundo com alto grau de flexibilidade e em processo de expansão, devido ao baixo grau de socialização e alto grau de sociabilização, inscritos nos registros verbais das atividades de fala da criança.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Celia Regina Nunes
    Data da Defesa: 17/05/2007
    Titulo da dissertação:O Ciúme Na Mpb: Uma Análise Retórica
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador) [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardoso Da Silva [Alfa]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Essa dissertação trata da importância da leitura e aborda uma das suas nuances como colaboradora na formação do indivíduo leitor. Optamos por trabalhar com a leitura sócio-interativa e a MPB como uma das possibilidades de texto facilitador para desenvolver o processo de leitura: trazemos para a discussão o uso da canção como texto significativo e apropriado para desenvolver a leitura. Utilizamos como referencial teórico as paixões de Aristóteles e um breve conceito da antiga retórica, bem como e traçamos um paralelo com a nova retórica de Perelman e Tyteca. Destacamos o papel do uso do argumento e da metáfora na nova retórica e localizamos, por meio da representação do ciúme, esta presença nas canções de MPB da década de 70. Por fim, analisamos duas canções e apontamos a presença do ciúme por meio das paixões. Seguimos os fundamentos da retórica para identificar o discurso persuasivo na MPB. Concluímos que o argumento é capaz de persuadir os mais diversos auditórios. Para que o pathos seja atingido, é só investir na constituição do ethos.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Cillas Luciano Junior
    Data da Defesa:01/11/2007
    Titulo da dissertação:A História e A Língua na Mídia Escrita no Brasil na Década de 1960
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira [Unimep]
    Ana Rosa Ferreira Dias (Suplente) [PUC-SP]
    Mauricio Pedro Da Silva (Suplente) [Uninove]

    Resumo:

    Esta dissertação é um estudo histórico -historiográfico da Língua Portuguesa em uso no Brasil, durante o período do Regime Militar, tomando documentos da imprensa escrita como objeto de análise. Seguindo as diretrizes, propostas por Konrad Koerner (1995,1996), para a Historiografia Lingüística, o objetivo dessa pesquisa é examinar as marcas lingüísticas, presentes nos documentos selecionados, evidenciando a relação da imprensa escrita com o Regime Militar, em uma época de censura e repressão. Para dar conta de nosso objetivo, fundamentamos essa pesquisa em três princípios propostos por K. Koerner e que devem ser operacionalizados sucessivamente: o princípio da contextualização, o da imanência e o da adequação teórica. No decorrer da pesquisa, observamos que o contexto sócio-históricopolítico, na década de 1960, foi um período marcado pela efervescência cultural, pela ascensão do Regime Militar e a conseqüente repressão aos órgãos de imprensa. Nessa direção, pudemos perceber o crescente avanço da imprensa escrita, principalmente se nos ativermos ao seu poder de influência e ao seu papel informativo e formador de opinião. A análise dos documentos selecionados permitiu-nos perceber a língua como fato social e a força do contexto daquele momento histórico- cultural, de forma que os documentos materializavam atitudes diretamente relacionadas ao governo e ao dia da independência do Brasil no intuito de reforçar a pátria e os valores cívicos.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Claudia Cristina Mario dos Santos
    Data da Defesa:22/10/2007
    Titulo da dissertação:Conhecimento Prévio, Intertextualidade e Pressuposição na Leitura de Crônicas
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Irenilde Pereira Dos Santos [Usp]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Ana Lúcia Tinoco Cabral (Suplente) [Fadisp]
    Leonor Lopes Favero (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A presente dissertação situa-se na linha de pesquisa Leitura, Escrita e Ensino de Língua Portuguesa e tem como tema a construção de sentidos na leitura de crônicas, investigando a importância, para esse processo, dos conhecimentos prévios, do princípio de intertextualidade e dos conteúdos pressupostos. Partindo do pressuposto de que tais elementos constituem estratégias facilitadoras da construção de sentidos na leitura, e tendo como corpus quatro crônicas, o trabalho teve como objetivo a realização de um estudo sobre a intertextualidade, os conhecimentos prévios e os conteúdos pressupostos nesse gênero de texto, verificando como eles atuam no processo de interação entre o leitor e o texto. O trabalho se justificou pela importância conferida pelos PCN ao trabalho com a diversidade de gêneros textuais, entre os quais destacamos a crônica, enfocando a participação ativa do leitor, enfatizando a formação de um leitor crítico conforme preconizam os PCN. Para o desenvolvimento do trabalho, fundamentamo-nos na Lingüística Textual, especialmente nos estudos de Beaugrande & Dressles (1981), Beaugrande (1987), van Dijk (2002) e Koch & Travaglia (2003); fundamentamo-nos também nos postulados de Ducrot (1977; 1980; 1987) acerca do conceito de pressuposição. A metodologia aplicada na análise do corpus consistiu em identificar elementos que instituem as relações entre texto e leitor, analisando como eles atuam na construção de sentidos. Para tanto, estabelecemos inicialmente as categorias de análise, considerando o três elementos gerais, conhecimentos prévios, intertextualidade e conteúdos pressupostos. Em seguida, identificamos esses elementos no corpus e, depois, os analisamos, verificando sua função na construção dos sentidos dos textos eleitos. A pesquisa realizada possibilitou explorar os conhecimentos prévios exigidos pelas crônicas, o princípio de intertextualidade e os conteúdos pressupostos, evidenciando que esses fenômenos constituem estratégias importantes para a construção de sentidos na leitura de crônicas.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Danielle Guglieri Lima
    Data da Defesa:01/06/2007
    Titulo da dissertação:A Manifestação da Oralidade na Literatura Regionalista de João Simões Lopes Neto: Os Contos Gauchescos.
    Banca examinadora:
    Leonor Lopes Favero (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação situa-se na linha de pesquisa Texto e Discurso, nas modalidades oral e escrita. Tem por tema o estudo das manifestações orais em textos literários, e, por objeto de estudo, os contos que compõem a literatura regionalista do escritor João Simões Lopes Neto. O objetivo deste trabalho é contribuir para os estudos da língua e literatura, na interface das modalidades de língua falada e escrita. Especificamente: 1. examinar as manifestações da língua falada na obra regionalista de João Simões Lopes Neto; 2. analisar o corpus, por meio dos estudos referentes às propriedades constitutivas da fala; 3. descrever de que maneira as manifestações da modalidade falada da língua permeiam os textos selecionados. A fundamentação teórica situa-se na Lingüística Textual e na Análise da Conversação, vertente sócio-interacional. O material de análise foi selecionado da obra de João Simões Lopes Neto (2000). Os resultados obtidos indicaram que no conto, gênero textual/discursivo, a modalidade falada da língua está presente por meio das propriedades constitutivas da fala: tópico discursivo, turno conversacional, marcadores conversacionais e pares adjacentes. Concluímos que os estudos, da modalidade falada da língua, em contraponto aos da modalidade escrita, contribuem para que a leitura de um texto regionalista possa ser significativa. Não obstante, tais estudos precisam ter continuidade, pois a investigação realizada foi centrada apenas no regionalismo de João Simões Lopes Neto. Faz-se necessária a abertura de novas perspectivas para o estudo de outros contos regionalistas, enquanto gênero textual/discursivo.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Elaine Cristina de Abreu Santos
    Data da Defesa:04/05/2007
    Titulo da dissertação:Produção Textual Escrita: Uma Abordagem Sociocognitiva Internacional
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardoso Da Silva [Alfa]
    Vanda Maria Da Silva Elias [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação tem por objetivo desenvolver habilidades de escrita por meio de um ensino por etapas. Para a realização dessa pesquisa, trabalhamos com alunos do último ano do ensino médio de uma escola estadual de Lorena, durante aproximadamente dois meses. Como construto teórico, para o conceito de texto e textualidade, baseamo-nos nas pesquisas de Beaugrande e Dressler (1981) e Koch (1989, 1993, 2000, 1997, 2003, 2004). No que se refere ao processamento estratégico, adotamos o modelo de Kintsch e Van Dijk (1983) e Van Dijk (1977, 2002). Para o planejamento do texto, apoiamo-nos em Serafini (2004) e, por fim, para análise do corpus, baseamo-nos em Siqueira (1997) e Costa Val (1994). O trabalho em questão pretende contribuir para uma metodologia do ensino de redação, visto que segundo observações avaliativas divulgadas nos resultados de sistemas de avaliação tais como Saresp, ENEM, vestibular, os alunos apresentam dificuldades para escrever. Nossa hipótese é que os alunos têm dificuldades para escrever devido às condições artificiais de produção, ou seja, devido à falta de habilidade para planejar o texto. Desse modo, neste trabalho concebemos o texto por uma ótica procedural, ou seja, interessam-nos as operações necessárias (etapas) para a produção textual.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Eliana Maria de Jesus
    Data da Defesa:28/11/2007
    Titulo da dissertação:Estratégias Conversacionais na Interação de Dois Perdidos numa Noite Suja, de Plínio Marcos
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Luiz Antonio Da Silva [Usp]
    Vanda Maria Da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães (Suplente) [Umc]

    Resumo:

    A partir do tema “Estratégias conversacionais na interação de Dois perdidos numa noite suja, de Plínio Marcos”, esta pesquisa coloca em pauta questões relativas às interações verbais, particularmente, as que se referem às estratégias conversacionais, especificamente, a preservação da face, frame e footing, na tentativa de aproximação dos diálogos de um texto literário aos modelos ideais de estratégias conversacionais próprios da interação face a face. Escolhemos para a realização dos nossos estudos um corpus literário, especificamente um texto teatral, por acreditarmos que os diálogos analisados retratam a espontaneidade da linguagem. Consideramos nos exemplos selecionados para a análise, não apenas os aspectos relacionados à identidade social das personagens, mas também as características da situação de comunicação em que os diálogos ocorrem . Nesta pesquisa, apoiamo-nos teoricamente, na Análise da Conversação na perspectiva sociointeracionista. Buscamos observar os mecanismos empregados para se formular/reformular as estratégias adotadas durante o desenvolvimento da interação conversacional.Constatamos, tal como defendem Tannen, Lakoff e Preti, que o diálogo de ficção apresenta, de fato, um material fértil para os estudos lingüísticos voltados à língua oral.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Iraneia Loiola de Souza Dantas
    Data da Defesa:11/04/2007
    Titulo da dissertação:A Competência Leitora na Perspectiva do Saresp - A Habilidade de Inferir Informação Implícita em Texto Escrito
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni [PUC-SP]
    Mercedes Fátima De Canha Crescitelli (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta pesquisa, sob a perspectiva da prova do SARESP, trata da análise dos possíveis motivos que levam alunos do ensino fundamental a apresentar dificuldades no entendimento de inferências. Fundada em dois objetivos, a dissertação busca verificar o que a abordagem conferida pelo SARESP às questões inferenciais indica acerca da competência leitora e analisar de que forma essa avaliação aborda os textos e trabalha as questões que verificam a depreensão de inferências. A pergunta fundamental diz respeito a como se apresentam, nas provas do SARESP, os textos e as questões que verificam a habilidade de inferenciação de uma informação implícita, e o que isso indica acerca da competência leitora requerida por essa avaliação no que se refere à habilidade analisada. O corpus submetido à análise compõe-se de textos e questões que incidem sobre a habilidade de inferir uma informação implícita em um texto em provas do SARESP, referentes aos anos de 2003 e 2004. O resultado da pesquisa revelou que as dificuldades apresentadas pelos alunos em relação à competência leitora no que concerne ao processo inferencial não são exclusivamente responsabilidade do aluno. A forma como a prova se estrutura, como são propostos os textos trabalhados e como são elaboradas as questões, também dificulta a compreensão e, por conseguinte, interfere na competência leitora no que concerne à realização de inferências.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Jefferson Lucena dos Santos
    Data da Defesa:27/08/2007
    Titulo da dissertação:Olhares Sobre São Vicente: Um Estudo da Historiografia Lingüística Confrontando as Obras de Pero Lopes de Sousa e Benedito Calixto
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Vera Lúcia Harabagi Hanna [Mackenzie]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]
    Regina Helena Pires De Brito (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Esta dissertação trata do desafio de confrontar palavra e pintura, a partir de um documento verbal e outro não-verbal, numa abordagem da Historiografia Lingüística, seguindo os princípios da contextualização, imanência e adequação. Assim, é um estudo comparativo da organização lingüística do século XVI, mais especificamente dos adjetivos e orações correspondentes desse período, no Diário da Navegação de Pero Lopes de Sousa, à luz da gramática de João de Barros e da gramática de Evanildo Bechara, e da organização pictórica do período de transição dos séculos XIX-XX, no que concerne às tonalidades das cores e às estratégias de pintura nos quadros históricos de Benedito Calixto. No caso, os princípios da imanência e da adequação são aplicados juntos, pois, à medida que colocamos as mãos no corpus verbal, atinamos a aproximação com a linguagem atual. O espírito de época de cada autor é reconstruído, portanto o princípio da contextualização é respeitado. A pesquisa tem como objetivo realizar um estudo historiográfico, descrever e explicar como se adquiriu, produziu e desenvolveu o conhecimento lingüístico e visual, inserido em um contexto histórico-científico por meio de documentos dos séculos XVI e XIX-XX. Levando em consideração os resultados obtidos, podemos afirmar que, no corpus selecionado, a linguagem verbal e a imagética apresentam uma sintonia capaz de permitir a visualização das influências de cada época. A distinção entre Diário da Navegação e os Quadros Históricos ocorre nas influências políticas e lingüísticas de cada século. Pero Lopes vivenciou e descreveu fatos por meio da pena e do papel, ainda num período em que a sistematização da língua estava por acontecer. Benedito Calixto estudou e descreveu os fatos por meio da tela e do pincel, num período em que se buscava uma autonomia política.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Kelly Alessandra Trindade
    Data da Defesa:18/10/2007
    Titulo da dissertação:Mecanismos Discursivos a a Representação da Feminilidade e Espiritualidade em Artigos da Revista Claudia
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade [Usp]
    Marly De Souza Almeida (Suplente) [Cufe]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    O presente trabalho tem como objetivo examinar as marcas e mecanismos discursivos nos artigos que abordam a temática da espiritualidade e da feminilidade na Revista Claudia, e de sua relação com o paradigma comportamental da mulher contemporânea. A ideologia veiculada pelo discurso da mídia é disseminada nos diversos grupos sociais, estabelecendo valores que servem de instrumentos para avaliação da realidade, influenciando o comportamento social. A análise se propôs a desmistificar a linguagem desprovida de intencionalidade, bem como observar o seu confronto, com o sujeito, a história e a ideologia, permitindo-nos concluir que não se pode pensar em textos ingênuos ou em autoria sem influências, principalmente no que concerne aos efeitos de sentido do texto a partir da interação entre enunciador e enunciatário. Neste trabalho elucida-se, por meio de um procedimento teórico da Análise do Discurso, que a linguagem desempenha um papel importante como veículo de expressão de pensamentos e valores de uma determinada época.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Liliam de Oliveira Mendes
    Data da Defesa:31/10/2007
    Titulo da dissertação:A Leitura de Metáforas como Evento Social: A Construção de Sentidos em Crônica de Arnaldo Jabor
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Mara Sophia Zanotto [PUC-SP]
    Regina Helena Pires De Brito [Mackenzie]
    Ana Rosa Ferreira Dias (Suplente) [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Este trabalho é uma pesquisa empírica sobre a leitura de metáforas contidas em uma crônica jornalística, objetivando verificar quais tipos de relações se estabelecem entre a metáfora e as manifestações dos leitores no processo de interpretação. Esta investigação insere-se na área de Língua Portuguesa. Apresenta a leitura de uma crônica de Arnaldo Jabor, realizada por professores, durante um evento de leitura, tendo por pressupostos a indeterminação dos sentidos e a leitura como um processo de co-construção social no enfoque interacionista. Destaca-se assim, na coleta de dados, o uso do protocolo verbal em grupo. O estudo centrou-se nos tipos de relações que se estabelecem entre as metáforas contidas na crônica e as vozes dos leitores tentando fazer sentido. Os leitores que participaram da pesquisa são professores do ensino médio de uma escola pública do Estado de São Paulo. O material empírico foi coletado e analisado em uma perspectiva etnográfica. Os resultados mostraram que a leitura de metáforas construiu-se no processo de interação com base em relações estabelecidas nos conhecimentos adquiridos anteriormente pelos leitores, por meio da experiência com outras fontes de conhecimento previamente estruturado pela linguagem. Portanto, esta pesquisa apresentou, por meio da co-construção negociada dos sentidos do texto, a leitura como um processo ativo em que a competência comunicativa é utilizada, pelos participantes da pesquisa, na interpretação do texto.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Luciana de Souza Rosa
    Data da Defesa:15/10/2007
    Titulo da dissertação:A Leitura de Metáforas como Evento Social: A Construção de Sentidos em Crônica de Arnaldo Jabor
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Clotilde Perez Rodrigues Bairon Sant´Anna [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina [Mackenzie]
    Nancy Dos Santos Casagrande (Suplente) [PUC-SP]
    Regina Helena Pires De Brito (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    O tema desta dissertação é a leitura de anúncios publicitários. Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Texto e Discurso e focaliza a produção de sentidos na leitura desse tipo de texto. Temos por objetivo demonstrar a importância da ativação do conhecimento prévio e da identificação da intertextualidade na leitura de anúncios publicitários e apresentar as características persuasivas do discurso publicitário. A pesquisa visa a contribuir com os estudos do texto, verificando de que forma processos intertextuais e dialógicos determinam a produção de sentidos. Para o embasamento teórico desse estudo, buscamos o apoio nas teorias de Koch (1992; 2003), Koch & Travaglia (1989); Koch & Elias (2006); Koch, Bentes & Cavalcante (2007); Maingueneau (2004), Marcuschi ( 1985); Dell’Isola ( 2001) Bakhtin (1992); van Dijk ( 1992) em estudos lingüísticos e também estudos do discurso publicitário como os de Sant’Anna (2002); Vestergaard & Schoeder (2004), Perez (2004), Carvalho (2006), Cabral (1977), Trindade (2005) Eco ( 1971), Iasbeck (2002) e Kotler ( 1980; 1994) Reboul (2004) e Perelman (2005). De modo geral, podemos afirmar que o leitor, num processo de interação autor-texto-leitor, além de partir da materialidade lingüística do texto, precisa mobilizar um vasto conjunto de saberes cognitivos, o conhecimento prévio. Esse pode ser determinante para muitos sentidos produzidos na leitura de anúncios publicitários, bem como a sua ausência pode limitá-los. Considerando que um texto é constituído por outros textos e está na constituição de outros, pretendemos demonstrar que a identificação do intertexto é importante para a produção de sentidos na leitura de anúncios. Esta pesquisa foi realizada a partir da análise de quatro anúncios publicitários veiculados em mídia impressa. Os resultados dessa pesquisa demonstram que o leitor deve ativar seu conhecimento prévio e identificar a intertextualidade para a produção de sentidos na leitura de anúncios publicitários.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Luciana Mirabile
    Data da Defesa:18/10/2007
    Titulo da dissertação:Referenciação E Construção De Sentidos Em Contos De Clarice Lispector
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Odair Bermelho [Fsa]
    Irenilde Pereira Dos Santos (Suplente) [Usp]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Leitura e Escrita e tem como objeto de estudo a relevância das estratégias de referenciação para a construção de sentidos no texto. Pretendemos evidenciar, por meio da análise de dois contos literários, a importância da referenciação para a construção de sentidos do texto. O objetivo deste trabalho é contribuir para os estudos de Língua Portuguesa, com especial destaque para a leitura. Nossos objetivos específicos são: 1. verificar como se dá a ocorrência das estratégias de referenciação nos contos Os laços de família e Feliz aniversário, de Clarice Lispector; 2. refletir sobre como o processo de referenciação pode auxiliar o leitor na construção de sentidos do conto literário. A fundamentação teórica situa-se na Lingüística Textual e, para atingirmos nossos objetivos, buscamos autores que tratam da referenciação, como Mondada e Dubois (1995, 2003), Koch (2004a), Koch e Elias (2006), entre outros. As estratégias de referenciação foram abordadas sob a ótica de Apothéloz e Reichler-Béguelin (1995). Tratamos igualmente da leitura sob a ótica de Koch (2005b) e Koch e Elias (2006). No tocante ao conto, o trabalho fundamenta-se nos estudos de Moisés (1967), Gotlib (1988), Propp (1983) e Jolles (1976). Os resultados obtidos na análise dos contos indicam que o processo de referenciação pode auxiliar o leitor a construir sentidos nos textos que lê, uma vez que tal processo leva o leitor a construir cadeias coesivas de sentido. Consideramos que a investigação abre novas perspectivas para o estudo da referenciação em outros tipos de texto e para o ensino da leitura nas séries finais do Ensino Fundamental.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Luciane Cristina Del Ben de Souza
    Data da Defesa:17/10/2007
    Titulo da dissertação:As Estratégias de Retextualização na `Entrevista Da Segunda´ Do Jornal Folha de São Paulo
    Banca examinadora:
    Ana Rosa Ferreira Dias (Orientador) [PUC-SP]
    Dino Fioravante Preti [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães [Umc]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Lúcia Da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    O presente trabalho tem como objetivo apontar algumas estratégias lingüístico–discursivas utilizadas pelos jornalistas, na imprensa escrita, na transposição da entrevista transcrita para a entrevista publicada, para verificar em que medida tais estratégias podem servir de instrumento de manipulação de idéias. Para isso, utilizamos como suporte teórico os estudos desenvolvidos por Marcuschi (2004) acerca da relação fala-escrita, seguindo-se, em parte, o modelo das operações textuais-discursivas proposto pelo autor, e os estudos de Gomes (1995). No que concerne às mudanças oriundas da transformação do discurso direto em discurso indireto recorremos às observações feitas por teóricos como Authier-Revuz (2001) e Maingueneau (1997, 2004), dentre outros. O corpus objeto de análise deste estudo é composto por uma entrevista concedida pelo historiador Luiz Felipe de Alencastro, em setembro de 2005, ao jornal Folha de S. Paulo. Os resultados obtidos confirmam que as estratégias utilizadas pelo jornal na transformação do texto transcrito para o texto publicado produzem alterações significativas no sentido dos enunciados, comprometendo dessa maneira, a essência do texto original, e configurando-se, por essa razão, em eficazes recursos de manipulação da notícia.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Luno Volpato
    Data da Defesa:31/05/2007
    Titulo da dissertação:A Argumentação na Obra O Abolicismo de Joaquim Nabuco: Uma Perspectiva Historiográfica
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina [Mackenzie]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    O tema de nosso estudo é a argumentação na obra de Joaquim Nabuco, O abolicionismo. Seu escopo é o conhecimento dos recursos argumentativos e dos recursos lingüísticos que constroem essa argumentação, aplicando os princípios da Historiografia Lingüística, a saber, a Contextualização, a Imanência e da Adequação. Sempre nos instigou conhecer mais de perto o ilustre brasileiro, Joaquim Nabuco. Na segunda metade do século XIX, em plena efervescência literária, entre outros nomes relevantes, Joaquim Nabuco conseguiu um lugar de proeminência entre seus pares. Esse detalhe, e pelo fato de sua obra não ser tão divulgada como a de outros clássicos de nossa língua, despertou-nos singular atenção e fomos à busca dos elementos que o levaram a tornar-se uma figura expressiva em sua época. Ele escreveu uma obra em defesa da emancipação dos escravos, O abolicionismo, objeto desta pesquisa. Para melhor conhecê-la, propusemos as seguintes questões que direcionaram nosso estudo: Quais foram os recursos argumentativos e lingüísticos usados pelo autor e, com eles, como teria o escritor atingido seu público alvo, o leitor oitocentista? Qual era seu auditório? A linguagem nabuconeana acompanhou os moldes lingüísticos de sua época? Em pleno movimento de liberdade qual o idioma por ele usado o clássico de Portugal ou o dialeto brasileiro? A que corrente literária pertenceu? Sua linguagem pode ser considerada atemporal? Orientados por essas perguntas, procuramos conhecer com mais detalhes sua obra, sobretudo no que concerne às estratégias por ele empregadas para a adesão do seu interlocutor, à maneira como escolhe as provas, como urde argumentos e a progressão como os hierarquiza e intensifica na proporção que os capítulos avançam. Para atingirmos esse objetivo, seguimos os três princípios propostos por Koerner: o da contextualização, em que se cria o clima de opinião, o da imanência, em que se analisa o corpus com base na Retórica clássica a e o da adequação, em que se atualiza a análise feita, com fundamento em uma teoria moderna, a Nova Retórica. Após a análise, concluímos havermos atingido as metas propostas, conhecemos melhor o processo de criação de Joaquim Nabuco, as técnicas argumentativas usadas, as estratégias de convencimento e comprovamos o caráter de universalidade da obra.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Maria da Penha Brandim de Lima
    Data da Defesa:24/05/2007
    Titulo da dissertação:O Texto no Contexto Escolar: Limites e Possibilidades para a Produção de Texto No Ensino Médio
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Amélia Maria Jarmendia [Unicsul]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Este trabalho insere-se na linha de pesquisa Leitura, Escrita e Ensino de Língua Portuguesa e consiste no estudo dos limites da produção textual escrita no contexto escolar, no intuito de sugerir alguns procedimentos didáticos para o tratamento da produção de textos dissertativos, os quais podem auxiliar o professor a aprimorar sua prática pedagógica. Para tanto, realizamos uma pesquisa-piloto com seis professores e sessenta alunos, em seis escolas de ensino médio da rede pública estadual, situadas na região de Jundiaí, São Paulo, considerando os resultados obtidos na avaliação SARESP, edição 2004, com o objetivo de retratar o quadro atual das aulas de produção de texto. A dissertação fundamenta-se em aportes teóricos da Lingüística Textual, especificamente nos princípios de textualidade propostos por Beaugrande e Dressler (1994) e Beaugrande (1997), bem como nas orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais, dada nossa preocupação com uma prática de produção textual orientada pela concepção sociointeracional de texto. Os resultados obtidos na pesquisa-piloto apontam para a necessidade de se considerar procedimentos que propiciem a produção de textos em situações efetivas de comunicação, observando-se, entre outros fatores, os objetivos da produção e os interlocutores possíveis, bem como os aspectos de organização textual. Diante de tais resultados, apresentamos, no final do trabalho, alguns procedimentos de produção de texto dissertativo, que podem ser utilizados por professores em salas de aula de língua portuguesa.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Maria De Lourdes Martins Muramatsu
    Data da Defesa:17/10/2007
    Titulo da dissertação:A Língua Portuguesa E A História Em Documentos Produzidos Por Cruz E Sousa No Final Do Século XIX
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [Usp]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli (Suplente) [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira (Suplente) [Unimep]

    Resumo:

    Nesta Dissertação, ao aproximar Língua e História da realidade social com o objetivo de examinar a língua portuguesa em uso no Brasil e as referencias ao homem negro e à abolição da escravatura durante o século XIX, obtivemos como resultado a identificação de características da época. Ao tomarmos a língua como prática social, questionamos em que medida as escolhas lingüísticas expressam as posições políticas, históricas e intelectuais de então. O movimento pela abolição da escravatura mobilizou alguns dos nossos intelectuais e a imprensa que, aliando-se a eles, materializou em documentos, fatos ocorridos, tornando-os mais compreensíveis à sociedade. O reconhecimento da importância do contexto e da análise histórico-lingüística do documento faz com que o homem possa reconstituir o passado dele mesmo e da língua, fazendo com que compreenda melhor à luz das teorias modernas esse passado. A escolha da Historiografia Lingüística como suporte teórico-metodológico se justifica em virtude do aparato interdisciplinar que ela estabelece, em essência com a Lingüística e a História, no processo de interpretação de documentos, abarcando uma visão ampla da língua e do homem, tratando-os em sua totalidade e não apenas do ponto de vista sociológico ou antropológico, mas em uma dimensão lingüística, fato que permite entender o homem e sua interação com o grupo social. O recurso da metalinguagem e a operacionalização dos princípios propostos por Konrad Koerner são privilegiados em nossa análise. Valorizamos o caráter documental dos textos Piparotes produzidos por Cruz e Sousa no jornal O Moleque em 1885, e que foram tomados como amostra, chegando a considerar que tais textos foram significativos na sociedade da época e auxiliaram a reconstruir lingüisticamente a realidade.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Maria Edleuza Da Silveira Teles
    Data da Defesa:13/06/2007
    Titulo da dissertação:Um Estudo do Resumo Acadêmico em Curso de Graduação Nível: Mestrado
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli [PUC-SP]
    Carlos Augusto Baptista De Andrade (Suplente) [Unicsul]

    Resumo:

    Esta Dissertação insere-se na Linha de Pesquisa Leitura, escrita e ensino de Língua Portuguesa e tem por objetivo fazer um estudo sobre o resumo acadêmico. Para tanto, recorremos à literatura especializada para esclarecer aspectos concernentes à conceitualização desse gênero textual, suas características e princípios de elaboração. Aos fundamentos teóricos adotados articulamos a análise de dezenove resumos produzidos por estudantes do VI semestre do Curso de Letras de uma faculdade da rede particular de ensino da capital de São Paulo, com o intuito de verificar em que medida resumos produzidos por acadêmicos estão em consonância com os princípios de elaboração apontados. Como resultado da investigação, constatamos que muitos desses princípios ainda não fazem parte do repertório de conhecimentos dos estudantes e, muito provavelmente, nem dos professores. Em complemento às análises feitas, propomos possíveis intervenções didáticas que se pretendem parâmetros para outras ações. Acreditamos que as considerações expostas nesta pesquisa, embora não se esgotem em si mesmas, possam contribuir para o aprofundamento das reflexões sobre este gênero que tem se tornado, de certa forma, imprescindível nas práticas acadêmicas.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Marilena Zanon
    Data da Defesa:22/05/2007
    Titulo da dissertação:Os Manuais de Correspondências Comerciais (1950-2000): Uma Interpretação À Luz da Historiografia Linguística
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Jarbas Vargas Nascimento [PUC-SP]
    Mauricio Pedro Da Silva [Uninove]
    Nancy Dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    José Everaldo Nogueira Júnior (Suplente) [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Este trabalho nasceu de inquietações profissionais, no que tange à linguagem rebuscada e artificial, utilizada nas comunicações escritas, das empresas, principalmente, naquelas onde trabalhei. Buscava sempre a resposta para o meu questionamento, em situações normais de trabalho e, até mesmo, em situações conflitantes em que a correspondência apresentava tratamento exageradamente cortês e artificial. Com o objetivo de circunscrever essa linguagem, analisamos esses aspectos em Manuais de Cartas Comerciais produzidos no Brasil - no eixo Rio-São Paulo - no período de 1950 a 2000 (um de cada década). Por seu ineditismo, consideramos apropriado o tema escolhido, Estudo dos Manuais de Correspondências Comercias (1950-2000): Uma interpretação à luz da Historiografia Lingüística, para a finalidade desta pesquisa, no nível de doutoramento. Tivemos como ponto de partida, o objetivo geral: verificar em que medida os Manuais de Correspondências Comerciais influenciaram os profissionais e contribuíram para a elaboração de textos específicos, no âmbito empresarial, no período compreendido entre 1950-2000. Tivemos como objetivos específicos: a) descrever o momento político, social, econômico e ideológico, do período recortado; b) reler e reconstruir os fatos, sob o ponto de vista do historiógrafo, a partir da análise das fontes primárias, objetivando estudo interpretativo, crítico e analítico dos Manuais de Correspondências Comerciais; c) analisar em que medida essas alterações influenciaram o processo de comunicação escrita, principalmente, no âmbito empresarial, considerando-se as dimensões lingüísticas interna e externa da pesquisa; d) fazer as aproximações necessárias entre os dados colhidos e o modo como são utilizados hoje, objetivando verificar até que ponto, a Gramática Normativa serviu de parâmetro para a sociedade na elaboração e implementação de Manuais de Correspondências Comerciais. Para que nossos objetivos fossem alcançados, analisamos os documentos selecionados com base em categorias estabelecidas a partir da leitura cuidadosa das fontes primárias, com a finalidade de contribuir, não só para a comunidade acadêmica, como para os profissionais de secretariado. As categorias foram: 1) apresentação da organização das obras do corpus e reflexões sobre as dimensões lingüísticas; 2) estabelecimento de política de manutenção e preservação dos modelos antigos de correspondências comerciais; 3) procedimento medodológico dos autores das obras analisadas. A análise levou-nos à constatação de que os Manuais de Correspondências Comerciais: 1) organizavam-se, no período estudado, da mesma maneira: a) até meados da década de setenta, o índice era colocado no final da obra; b) somente a obra mais recente (1998) apresenta seu material – textual ou iconográfico – em ordem alfabética; c) em todas as obras analisadas, nota-se a falta de bibliografia e de citações a respeito de autoridades no assunto, com exceção de uma única, de 1959, que menciona o nome do gramático Carlos Eduardo Pereira; 2) cumpriam a política de manutenção e preservação dos modelos antigos de correspondências comerciais, uma vez que em todas elas se mantinha a mesma estrutura; 3) tinham como parâmetro, no que se refere à intenção, a gramática normativa da Língua Portuguesa, no que tange ao uso da língua exemplar, portanto, carente de dinamismo, uma vez que, todas as obras analisadas apresentaram idênticas estruturas sem apoio em qualquer teoria específica definida. Concluímos que os Manuais analisados, reproduziram a norma-padrão da Língua Portuguesa, foram muito úteis a inúmeros profissionais dos mais diferentes segmentos da sociedade, apesar da ausência de procedimentos metodológicos e explicações consistentes sobre a apresentação do modelo, bem como de bibliografia que desse fundamentação e transparência à obra.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Marina Aparecida Dos Santos
    Data da Defesa:23/11/2007
    Titulo da dissertação:A Autocorreção Como Preservação Da Face Do Falante Culto Do Projeto Nurc/Sp
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Hudinilson Urbano [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães (Suplente) [Umc]

    Resumo:

    Com este estudo temos a intenção de demonstrar como o falante culto do Projeto NURC/SP preserva sua face com o uso da autocorreção auto-iniciada. Com base nas teorias da Análise da Conversação, enfocando o Sistema de Correção, da Preservação da Face ressaltando a polidez lingüística, analisamos 42 (quarenta e dois) exemplos que foram selecionados nos inquéritos do Projeto NURC/SP, com base em quatro fatores encontrados, que caracterizam a preservação da face, ou seja, a clareza, a hesitação, a adequação gramatical e a repetição como ênfase de argumentação. Para isso buscamos parte da história do Projeto, descrevemos as teorias de E. Goffman, P. Brown e S. Levinson, assim como os vários estudos já efetuados por outros autores nesse campo. Selecionamos os inquéritos e nesses os exemplos, e procedemos à análise dos mesmos, sempre com base nas teorias já mencionadas, chegando à análise quantitativa dos dados colhidos nos exemplos. Concluímos que o falante culto parece ser o mais preocupado com o desempenho lingüístico em sociedade e por isso preserva sua face, principalmente quando faz uso da autocorreção.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Meire Patrícia Domingues
    Data da Defesa:24/10/2007
    Titulo da dissertação:Fórum On-Line: Interação Em Ambiente Midiático
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Dina Maria Machado Andrea Martins Ferreira [Mackenzie]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Emanuel Messias Cardoso da Silva (Suplente) [Alfa]
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Leitura, Escrita e Ensino de Língua Portuguesa e tem por objetivo constatar como ocorre a interação entre os interlocutores no ciberespaço, por meio de gêneros textuais emergentes, tendo como enfoque as produções de jovens e adolescentes integrantes de comunidades virtuais. Partimos do pressuposto que há inúmeras transformações nos modos e possibilidades de uso da linguagem, com as inovações tecnológicas, e pretendemos evidenciar na análise, a interação dialógica existente entre os participantes de uma comunicação assíncrona, com o gênero fórum on-line. Para tanto, buscamos embasamento em estudos que tratam de gênero textual; da transmutação dos gêneros no ambiente da Internet, dando origem aos gêneros digitais, e da construção de uma rede comunicativa a partir da análise das vozes existentes nos enunciados produzidos. O enfoque no fórum on-line é decorrente do grande número de mensagens postadas nesse gênero digital, possibilitando a circulação de variados discursos que formam uma cadeia híbrida e intertextual. Os resultados obtidos neste trabalho evidenciam a existência de novas práticas sociais, com as interações realizadas no ambiente virtual, e a importância de estudarmos essas atividades comunicativas crescentes no mundo contemporâneo.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Paulo Nunes De Almeida
    Data da Defesa:24/10/2007
    Titulo da dissertação:Língua Portuguesa e Ludicidade: Ensinar Brincando Não É Brincar de Ensinar
    Banca examinadora:
    Luiz Antonio Ferreira (Orientador) [PUC-SP]
    Dina Maria Machado Andrea Martins Ferreira [Mackenzie]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Júlio Neves Pereira (Suplente) [Umc]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    O presente trabalho apresenta um panorama do uso de atividades lúdicas no ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa e enfatiza o uso de jogos e brincadeiras na escola, com o intuito de aumentar o conhecimento das crianças acerca de sua língua-mãe e de seus papéis no seio da sociedade em que vivem. Para tanto, apresenta as origens da palavra “lúdico” e seu uso na educação e, em seguida, fornece informações acerca das fases de desenvolvimento das crianças, segundo a teoria piagetiana. Apresenta, também, algumas atividades lúdicas que podem ser utilizadas na escola para facilitar o ensino de Língua Portuguesa, de forma que a criança apreenda os conteúdos escolares relativos à aprendizagem da língua português e se sintam motivadas durante o processo de aprendizagem. Como ferramenta teórica, abarca, sobretudo, os estudos de Brougère (2002), Brunner (1974, 1977, 1986 e 2001), Chateau (1987), Freire (1977, 1983 e 1989), Piaget (1973 e 1990), Piaget & Inhelder (1974 e 1968), Snyders (1974, 1988 e 1993), Vygotsky (1987, 2000 e 2001)

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Regina Célia Carbonari De Almeida Miranda
    Data da Defesa:31/10/2007
    Titulo da dissertação:Brasil E Portugal: Duas Culturas em Polêmicas
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Sônia Maria Alvarez [Ubc]
    Dieli Vesaro Palma (Suplente) [PUC-SP]
    Maria Lúcia da Cunha Victório De Oliveira Andrade (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    Estudo da relação língua, história e nacionalismo lingüístico, a partir da polêmica travada entre Carlos de Laet e Camilo Castelo Branco, no último quartel do século XIX, que marcou um confronto do aspecto espaço-temporal da língua portuguesa, construindo diferentes sentidos para a história do Brasil.Para executar essa tarefa traçaram-se os objetivos de examinar, na polêmica selecionada, a relação língua, história e nacionalismo lingüístico; identificar a construção de sentido de brasilidade para o português do Brasil por meio das determinações histórico- culturais, verificar os processos de codificação gramatical, sob à luz da História do Brasil. A partir do século XIX, o Brasil recebe influências de outros povos, além dos portugueses que apresentam novas perspectivas culturais, que ocasionam mudanças nas condições intelectuais e materiais do país.Nesse período, o Brasil foi tomado por grandes ideais libertários, que impulsionaram a nação para a independência não só política, como econômica e social. Surgiram inúmeras polêmicas em que se debateram questões de nacionalização relativas à língua em uso no Brasil, pois o Brasil recémsaído da independência vivia um momento de paixões nacionalistas. Essa pesquisa se justifica por buscar uma abordagem histórica da Língua Portuguesa, em um período em que grande número de intelectuais desejava a continuidade dos padrões lingüísticos do reino contra um pequeno grupo dos que desejavam uma língua, totalmente desvinculada das normas lusitanas, independente de Portugal. Selecionou-se a polêmica travada entre um jornalista brasileiro e um escritor português, por se entender que retrata as tensões geradas pela independência e iminência da República, desencadeando um nacionalismo lingüístico. A análise da polêmica revela a relação entre as marcas lingüísticas e históricas, o que a torna um documento capaz de desvelar a língua e a história do homem. Dessa forma, permite que se perceba em que medida o português em uso no Brasil se distancia da norma lusitana. Embasou-se teoricamente nos fundamentos da Historiografia Lingüística que permite uma reeleitura e reescritura dos fatos da língua e de sua história , por meio dos princípios: da contextualização, da imanência e da adequação teórica. A análise da polêmica demonstrou que as marcas histórico-lingüísticas presentes nela revelam os conflitos gerados pela independência, o desencadear do nacionalismo lingüístico e que o português em uso no Brasil pouco se distancia da norma vigente em Portugal, apresentando marcas de nacionalismo lingüístico, fruto do entrelaçamento da história do Brasil e de Portugal e das etnias e culturas aqui existentes, no último quartel do século XIX.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Regina Celia Ramalho
    Data da Defesa:01/11/2007
    Titulo da dissertação:A Língua e a História no Conto Literário de Lima Barreto
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira [Unimep]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]
    Mari Noeli Kiehl Iapechino (Suplente) [Ufrpe]

    Resumo:

    Esta Dissertação tem como tema o estudo da língua, da história e das marcas do Pré-modernismo e toma como objeto de pesquisa o conto literário de Lima Barreto, produzido no segundo decênio do século XX. Trata-se de uma pesquisa que estuda a Língua Portuguesa em uso no Brasil, privilegiando as marcas lingüísticas de ruptura com a língua formal, que constituem os recursos estilísticos de Lima Barreto, expressas no conto Harakashy e as Escolas de Java. Nossa pesquisa se insere na área da Historiografia Lingüística, nas perspectivas postuladas por Konrad Koerner, cujo processo de análise de documentos é favorecido pela interdisciplinaridade entre a Lingüística e a História. Assim, podemos recuperar nesse documento literário aspectos da realidade sociocultural por meio da interpretação da língua. Nesse período de transição para o Modernismo brasileiro, a nossa amostra se configura como um documento rico em informações para o trabalho do historiógrafo da língua, pois na análise da organização estrutural e macroestrutural do conto é nítida a influência cultural, histórica e até mesmo político-social desse período de produção literária. O gênero textual, tomado aqui como estudo, apresenta algumas das mudanças histórico-lingüísticas que se refletiram na Língua Portuguesa, registrada pelo autor, o que ainda caracteriza suas manifestações antipuristas em meio aos acadêmicos da época. Ao fazer uso da metalinguagem para reportar-se à própria língua, Lima Barreto principia uma inovação frente às questões lingüísticas do início do século XX, além de retratar os problemas cotidianos da sociedade brasileira. No conto em análise, encontramos uma temática polêmica para a época em que foi produzido, pois o autor introduz na narrativa questionamentos sobre o que é humano, assumindo um tom de denúncia dos fatos da realidade social, proferidos pela ficção.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Rodrigo Maia Theodoro Dos Santos
    Data da Defesa:28/02/2007
    Titulo da dissertação:Na Língua, na História e na Memória: A Imagem do Movimento `Diretas Já!
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Luiz Fernando Fonseca Silveira [Unimep]
    Ana Rosa Ferreira Dias (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A Dissertação trata da interação língua - história e do papel desempenhado pela revista Veja, de modo particular, de sua seção Carta ao Leitor, durante o Movimento das Diretas Já. A pesquisa toma a língua como prática social e questiona em que medida as escolhas lingüísticas expressam as posições políticas, históricas e intelectuais de então. Partimos, por conseguinte, do pressuposto que a língua muda constantemente e concomitantemente ao homem em consonância com as mudanças sociais. O movimento político Diretas Já, ocorrido em 1984, foi a maior mobilização popular da história do Brasil. O povo saiu às ruas e bradou pela democracia e por sua independência política, enunciando: Eu quero votar para Presidente. O anseio por uma mudança política ultrapassou os limites do Congresso Nacional e trouxe a sociedade para o campo de batalha de idéias. Uma nova identidade do homem brasileiro começava a ser construída. Naquele período, a mídia aliou-se ao povo, materializou em documentos os fatos ocorridos, tornando-os mais compreensíveis ao povo brasileiro. É nesse contexto histórico que a Língua Portuguesa em uso no Brasil é tomada como objeto da análise que empreendemos. Justificamos a escolha da Historiografia Lingüística como suporte teóricometodológico dessa pesquisa, em virtude do aparato interdisciplinar que ela estabelece, em essência, entre a Lingüística e a História, no processo de interpretação de documentos. A Historiografia Lingüística pretende abarcar uma visão ampla da língua e do homem, tratando-os em sua totalidade e não apenas do ponto de vista sociológico ou antropológico, mas em uma dimensão lingüística, fato que permite entender o homem e sua interação com grupo social. As análises que efetivamos privilegiaram o recurso da metalinguagem e a operacionalização dos princípios propostos por Konrad Koerner, um dos pioneiros dos estudos históricos e historiográficos da língua. Valorizamos o caráter documental da Carta ao Leitor e chegamos à conclusão que a mídia impressa ocupa um espaço significativo na vida das pessoas e, por conseguinte, auxilia o leitor a reconstruir lingüisticamente a realidade.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Rosangela Aparecida Ribeiro Carreira
    Data da Defesa:26/03/2007
    Titulo da dissertação: Ensino E Linguagem: Entre O Ideal E O Real Na Construção De Um Projeto Pedagógico Integrado
    Banca examinadora:
    Anna Maria Marques Cintra (Orientador) [PUC-SP]
    Fernanda Coelho Liberali [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Lilian Maria Ghiuro Passarelli (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    O texto de um Projeto Pedagógico revela no mundo textual características pertinentes ao mundo real. Escrever um projeto significa organizar no texto as ações pedagógicas para delinear os percursos básicos de desenvolvimento, mensurar os resultados e registrar o que foi idealizado para possíveis e necessárias adaptações, a fim de que professores e alunos construam conhecimentos de forma cooperativa. Esta dissertação circunscrita na Lingüística Textual de Beaugrande e Dressler (1981) e Van Dijk (1972,1998), faz uma análise lingüística do texto de projetos pedagógicos produzidos por professores de Língua Portuguesa no curso de capacitação Teia do Saber 2004, ministrado na FAAC - Faculdades Associadas de Cotia. A análise perscruta algumas das dificuldades dos professores de língua materna na elaboração do texto do Projeto Pedagógico e demonstra que os princípios constitutivos de textualidade denotam que o desconhecimento das relações lógico-textuais para a constituição da superestrutura, bem como o não conhecimento da filosofia de trabalho por projetos impede que haja uma coesão virtual entre produção, teoria e ações educativas.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Rosângela Garcia Medeiros
    Data da Defesa:10/10/2007
    Titulo da dissertação:Estratégias Interacionais Presentes Em `Os Sete Gatinhos´ De Nelson Rodrigues
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Hudinilson Urbano [Usp]
    Luiz Antonio da Silva (Suplente) [Usp]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A linguagem tem como principal função transmitir informações entre os interlocutores. Além disso, é uma forma de propiciar aos membros de uma comunidade diferentes atos e comportamentos, levando-se em consideração os funcionamentos e regras estabelecidas pelo grupo social em que estão inseridos. O objetivo deste trabalho é verificar as características presentes no processo interacional entre as personagens da peça Os sete gatinhos e os elementos que concorrem para este estabelecimento, marcados em um texto teatral. O presente estudo parte de uma pequena amostra de elementos interacionais presentes na peça no intuito de demonstrar como as personagens se posicionam diante das estratégias no momento da conversação. Para isso, alguns elementos foram destacados, como por exemplo, o uso dos pronomes, as frases formulaicas (frases feitas) e as relações de conhecimento que cada uma apresenta, os diminutivos e a intencionalidade que o uso dessas palavras pode sugerir no contexto, a escolha de um vocábulo gírio e as muitas possibilidades de relações entre os interlocutores que sentem a necessidade de preservar a face diante de uma situação. As emoções, os sentimentos e as opiniões presentes nas falas das personagens refletem, no texto, marcas da oralidade.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Rute Elisa Jorge Mendes
    Data da Defesa:10/10/2007
    Titulo da dissertação:A Criação do Conflito em Narrativas Literárias Escritas por Mulheres
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Márcia Serra Ribeiro Viana [Mackenzie]
    Dina Maria Machado Andrea Martins Ferreira (Suplente) [Mackenzie]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Este trabalho trata da caracterização do conflito em narrativas literárias escritas por mulheres, com enfoque em sua construção. Desenvolve-se a partir de um modelo de análise, que considera a estrutura narrativa, baseado no trabalho de Sayeg Siqueira em que destaca os aspectos organizacionais, o percurso narrativo e a modalização da atitude das personagens. Contempla ainda a análise crítica do discurso, fundamentada na teoria de Fairclough que mostra o modo como as práticas lingüísticas discursivas imbricam estruturas sociopolíticas mais abrangentes de poder e dominação e esperam produzir mudanças não apenas nas práticas discursivas, mas também nas práticas e estruturas sociopolíticas que apóiam as práticas discursivas. Para tanto, dois contos foram analisados: “Amor”, de Clarice Lispector; e “Venha ver o pôr-do-sol”, de Lygia Fagundes Telles. Mediante essas considerações, pretende-se mostrar como se constrói o conflito narrativo em textos escritos por mulheres. Considera-se importante estabelecer a constituição do universo feminino, e inicia-se por um breve histórico da situação das mulheres, principalmente as brasileiras, desde a colonização até a atualidade, abordando-se ainda outros aspectos como o gênero, que expõe como homens e mulheres organizam-se social e culturalmente em virtude da identidade sexual dos indivíduos; como o sexismo, que reflete sobre as atitudes discriminatórias em relação ao sexo oposto; e ainda, como o ethos, com enfoque no ethos feminino, que permite considerar a imagem que se constrói de si em um discurso. O discurso feminino auxilia na formação de uma nova imagem da mulher, permite o seu reconhecimento como sujeito social. Evidencia-se o poder que as regras sociais impuseram, e ainda o fazem, aos papéis femininos, e caracteriza-se o conflito para esse universo com a quebra de expectativas causadas por pressão social.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Sandra Alves Da Silva
    Data da Defesa:04/06/2007
    Titulo da dissertação:A ´Gramatiquinha´ de Mário De Andrade: Uma Leitura Historiográfica
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Mercedes Saraiva Hackerott [Unib]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Nancy dos Santos Casagrande (Suplente) [PUC-SP]
    Regina Helena Pires de Brito (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Este trabalho tem como tema o estudo da “Gramatiquinha” de Mário de Andrade: numa leitura historiográfica. Inserindo-se na linha de Pesquisa “Descrição e História da Língua Portuguesa”, apresenta-se como fruto das pesquisas realizadas no Instituto de Pesquisas Lingüísticas “Sedes Sapientiae” para Estudos do Português, especificamente no Grupo de Pesquisa Historiografia da Língua Portuguesa. Fundamenta-se nos princípios teórico-metodológicos de Konrad Koerner e baliza-se nas seguintes perguntas de pesquisas: 1) em que medida a abordagem de Mário de Andrade acerca dos pronomes se distancia da gramática de Said Ali? 2) até que ponto as considerações Márioandradianas na “Gramatiquinha” foram utilizadas nas cartas, nos textos “teóricos” do mesmo autor? 3) que aspectos da colocação pronominal de Celso Cunha diferem das de Mário de Andrade e Said Ali? 4) que reflexões podemos fazer sobre a colocação dos pronomes na fala brasileira durante a década de 20? A partir das perguntas de pesquisas elencadas, apresentam-se os objetivos: 1) investigar a abordagem dos pronomes na ótica de Mário de Andrade, na década de 20; 2) comparar as explicações sobre pronomes, postuladas na “Gramática Secundária” de Said Ali e sua aproximação com a colocação pronominal de Mário de Andrade, no que se refere à fala brasileira; 3) identificar a opinião de Celso Cunha, no que se refere à colocação pronominal, tomando como ponto de comparação a postura sugerida por Mário de Andrade. As análises pautam-se nas categorias a seguir: a) aspectos da brasilidade; b) aspectos lingüístico-gramaticais da abordagem pronominal e trazem como resultado o delineamento de uma postura em relação ao uso de pronomes concorde com a fala brasileira, ou seja, o escritor considera que os falantes da língua portuguesa no Brasil deveriam formular suas próprias regras, uma vez que ninguém “erra” na colocação dos pronomes, todos, simplesmente, os utilizam, havendo aqueles que seguem as regras da gramática apenas em situações formais. Esse posicionamento diverge dos postulados de Said Ali e Celso Cunha, pois Mário de Andrade ateve-se ao uso coloquial dos brasileiros para a sua descrição, sem ter a intenção de escrever uma gramática normativa voltada para a norma padrão culto.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Sandra Leopoldina Chemello Dos Santos
    Data da Defesa:11/04/2007
    Titulo da dissertação:O Processo Internacional no Discurso Construído em Navalha Na Carne, de Plínio Marcos
    Banca examinadora:
    Dino Fioravante Preti (Orientador) [PUC-SP]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Vera Lúcia Meira Magalhães [Umc]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Nossa analise tem o objetivo de identificar alguns dos recursos lingüísticos usados na condução do diálogo durante o processo de interação face-a-face. Para isso, usamos como corpus de língua oral um diálogo de ficção de Plínio Marcos, Navalha na carne, e a ele aplicamos a mesma metodologia usada para a análise da fala espontânea. A linha de pesquisa utilizada é a da Análise da Conversação, contudo a Sociolingüística também se fará presente em nossa análise. A Análise da Conversação tem o objetivo de “descrever o comportamento verbal dos interlocutores durante a interação, visando a compreender como se processa a organização do ato conversacional” (Preti, 1991:16). A Sociolingüística consiste em “mostrar a variação da estrutura lingüística e da estrutura social e, talvez, mesmo, um relacionamento possível causal em uma direção ou em outra.” (Bright, apud Preti, 1982). Sob essa perspectiva teórica, apresentaremos as estratégias utilizadas pelos falantes, em nosso caso pelas personagens, para que interação obtenha sucesso.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Sheila Regina Pinheiro Moises Medeiros
    Data da Defesa:22/10/2007
    Titulo da dissertação:Dois Momentos Da Gramaticografia Da Língua Portuguesa: `Nova Gramática do Português Contemporâneo´ e `Gramática da Língua Portuguesa´ - Um Estudo Historiográfico.
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Mauricio Pedro da Silva [Uninove]
    Nancy dos Santos Casagrande (Suplente) [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Esta dissertação tem como tema a Gramaticografia da Língua Portuguesa, focalizada numa visão historiográfica, em dois momentos: final do século XX e início do século XXI. Seus objetivos são: a) evidenciar as diferenças entre uma gramática voltada para a variação lingüística, mas restrita ao nível frasal, e uma gramática voltada para uma perspectiva discursiva; b) verificar os processos de ruptura e de continuidade nos estudos gramaticais, no período de sua produção; c) verificar a concepção de gramática, de língua, de linguagem e de comunicação apresentada pelas obras; d) verificar a pertinência da aplicação do princípio da adequação, proposto por Koerner (1996), a gramáticas contemporâneas. A pesquisa justifica-se na medida em que apresenta uma proposta de aplicação do princípio da adequação a documentos hodiernos. Uma segunda justificativa é o fato de ela mostrar que os estudos gramaticais deixaram de ser vistos sob a perspectiva da palavra e da frase, passando a ser focalizados sob a perspectiva do texto/discurso. Temos como hipóteses que: a) uma gramática voltada para a variação lingüística, mas restrita ao nível frasal, e uma gramática voltada para uma perspectiva discursiva, têm diferenças; b) que as obras apresentam concepções distintas de gramática, de língua, de linguagem e de comunicação; c) que as gramáticas representam ruptura e continuidade dos estudos gramaticais; d) que há uma possibilidade de aplicação do princípio da adequação, proposto por Koerner (1996), a gramáticas contemporâneas. Trabalhamos de acordo com os parâmetros da Historiografia Lingüística, segundo os estudos de Pierre Swiggers (1990), Konrad Koerner (1996), ristina Altman (1997) e o trabalho desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Historiografia da Língua Portuguesa, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004; 2006). Apoiamo-nos na proposta metodológica apresentada por Konrad Koerner (1996). Assim, utilizamos os três princípios propostos por esse estudioso: a contextualização, a imanência e a adequação. Os resultados apontam que as gramáticas diferem, pois uma apresenta um estudo descritivo da norma padrão em diferentes variantes, sob a perspectiva da palavra e da frase, fundamentada na Sociolingüística, e a outra uma descrição da norma padrão, considerando a palavra, a frase e o texto/discurso e, ainda, baseada nos estudos lingüísticos surgidos a partir da Pragmática. Logo, verifica-se que ambas refletem o espírito de época em que foram produzidas. Eles apontam também para a possibilidade da aplicação do princípio da adequação a documentos atuais, que há continuidade e ruptura nos estudos gramaticais e ainda que as gramáticas apresentam concepções distintas de gramática, de língua, de linguagem e de comunicação.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Silvia Augusta De Barros Albert Bachur
    Data da Defesa:19/10/2007
    Titulo da dissertação:Interação pela Linguagem na Avaliação de Produções Escritas: Ordem ou Diálogo?
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Anna Maria Marques Cintra [PUC-SP]
    Roxane Helena Rodrigues Rojo [Unicamp]
    Elisa Guimarães Pinto (Suplente) [Mackenzie]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A presente Dissertação situa-se na linha de pesquisa Leitura, Escrita e Ensino de Língua Portuguesa e tem como tema a interação pela linguagem em avaliações de produções escritas no ensino fundamental II, tendo em vista o ensino e a aprendizagem da escrita. Justificamos a escolha do tema pelo fato de a avaliação de produções escritas ser uma inquietação presente na prática docente. O trabalho objetiva estudar as estratégias lingüísticas de interação e as marcas de subjetividade nas devolutivas de avaliação do professor sobre a produção escrita do aluno. Fundamentamo-nos na Teoria da Enunciação (Kerbrat-Orecchioni 1991; 1997; 1998; 2001 e 2005); na Teoria dos Atos de Fala (Austin, 1990 e Searle, 1981 e 1995); e nos postulados da Pedagogia e da Pedagogia da Escrita, especialmente em Perrenoud (1999 e 2002) e Plane (1994 e 1996). A pesquisa possibilita explorar a interação pela linguagem na avaliação de produções escritas e evidencia que, embora o professor, tenha a intenção de propor um diálogo, sobrepõe-se a essa intenção uma ação mais em termos e ordem e julgamento revelada pelas estratégias lingüísticas de interação e pelas marcas de subjetividade. Conscientes da amplitude do tema, acreditamos que o trabalho abre novas perspectivas para o ensino e a aprendizagem da escrita e para novas pesquisas na área.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Suseli Corumba Dos Santos Almeida
    Data da Defesa:02/04/2007
    Titulo da dissertação:Produção de Sentidos na Leitura de Anúncios Publicitários: Perspectiva para o Ensino
    Banca examinadora:
    Sueli Cristina Marquesi (Orientador) [PUC-SP]
    Carlos Augusto Baptista de Andrade [Unicsul]
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta dissertação insere-se na linha de pesquisa Leitura, Escrita e Ensino e tem como foco a leitura do texto publicitário no ciclo II do Ensino Fundamental. Partindo-se do pressuposto de que o ensino de leitura deve levar em consideração o conhecimento prévio do leitor no estabelecimento da coerência textual, pretende-se evidenciar na análise de quatro anúncios publicitários veiculados na mídia impressa, a importância do conhecimento prévio na construção de sentidos, com base em aspectos lingüísticos, conhecimento de mundo e conhecimento textual. Para tanto, buscou-se embasamento em estudos que tratam dos processos cognitivos envolvidos no ato da compreensão e do estabelecimento da coerência textual (KOCH, 2003, 2004a, 2004b; KOCH & TRAVAGLIA, 1999, 2004; KOCH & ELIAS, 2006; VAN DIJK, 1977, 2002; FÁVERO, 1995; MARCUSCHI, 2004; GARRAFA, 1987); em estudos que tratam de gêneros textuais (BAKHTIN, 1997; MARCUSCHI, 2002 e PINHEIRO, 2002) e por fim em estudos que tratam dos gêneros textuais publicitários (GONZALES, 2003; IASBECK, 2002; CARVALHO, 1996 e SANDMANN, 1993). O enfoque em anúncios publicitários é decorrente de observação empírica realizada na 4ª série do ciclo II do Ensino Fundamental, que revelou os limites dos alunos na leitura desse gênero textual, mesmo que esteja presente em seu cotidiano. Os resultados obtidos neste trabalho evidenciam a importância do conhecimento prévio na produção de sentido em anúncios publicitários veiculados na mídia impressa e visam a contribuir para o aprimoramento da prática docente em aulas de leitura, abrindo perspectivas para novas investigações.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Valquiria Dumere Esteves Dos Santos
    Data da Defesa:18/05/2007
    Titulo da dissertação:Metáforas Cognitivas em Anúncios Publicitários: Seu Papel Argumentativo
    Banca examinadora:
    Dieli Vesaro Palma (Orientador) [PUC-SP]
    Maria Clotilde Perez Rodrigues Bairon Sant´Anna [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Regina Helena Pires de Brito (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Esta pesquisa aborda a metáfora como processo cognitivo e como o seu uso ocorre em anúncios publicitários, visando assim demonstrar que essa figura, além de embelezar o texto, ela está presente em nossas ações e pensamento. Para caracterizar essa abordagem, pesquisamos a presença da metáfora como processo cognitivo em anúncios publicitários e que papel ela desempenha na construção da persuasão e da ampliação de sentidos, objetivando atrair a atenção do leitor sobre o produto anunciado. Para embasar esse estudo, nos apoiamos nas teorias de Lakoff & Jonhson (2002), Zanotto (1998), Palma (1998), Fernandez (1996), Almeida (1986), Vestergaard & Schroeder (2004), Randazzo (1997), Yanase (2005), Perez e Bairon (2002), Durandin (1997), Volli (2006), etc. e, apresentamos brevemente a história da propaganda e da publicidade e suas estratégias para atrair o leitor/consumidor, bem como relatamos o percurso da metáfora desde a Retórica até o momento atual, passando de recurso estético a processo cognitivo. Para constatar o uso da metáfora cognitiva pela publicidade, analisamos a sua presença em anúncios publicitários, para isso fizemos a seleção de alguns anúncios que continham em seus textos a presença da metáfora, realizamos a análise das estratégias utilizadas pela publicidade, analisamos o tipo de metáfora e sua função no texto e demonstramos como fatores culturais manifestam-se no anúncio. Após essa análise, concluímos que a metáfora é utilizada na publicidade não somente como elemento de persuasão e de embelezamento do texto, mas, porque faz parte de nosso sistema conceptual e utilizamo-la no nosso dia-a-dia.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Viviane Bossan Nunes
    Data da Defesa:05/10/2007
    Titulo da dissertação:Gênero Notícia: Modalidade, Polidez E Ethos Nas Eleições Presidenciais De 2006
    Banca examinadora:
    Mercedes Fátima de Canha Crescitelli (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg de Siqueira [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira de Aquino [Usp]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Marli Quadros Leite (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    A discussão a respeito da manipulação exercida pelos veículos de comunicação ganha cada vez mais espaço na sociedade. Apesar disso, alguns gêneros, como os pertencentes ao chamado jornalismo informativo, desfrutam de grande prestígio em razão de sua suposta busca pela imparcialidade. No entanto, consideramos que a própria língua e as decisões por ela impostas não permitem um posicionamento efetivamente neutro, de modo que qualquer enunciado reflete experiências humanas e ideologias sociais. Nesta pesquisa, analisam-se construções lingüísticas caracterizadas como modalidade, polidez e ethos em notícias publicadas no jornal Folha de S. Paulo durante a cobertura das eleições presidenciais no ano de 2006. Tal investigação visa a ressaltar aspectos lingüísticos que podem ser utilizados com o intuito de direcionar a opinião do leitor de acordo com a ideologia da empresa jornalística. Sinalizamos, ainda, ideologias capazes de instituir identidades sociais e grupais e estabelecer critérios de pertencimento a esses grupos com base em objetivos, valores e comportamentos. A fundamentação teórica utilizada é a Análise Crítica do Discurso de Fairclough. A análise das unidades lingüísticas no discurso do jornal teve início com a leitura de textos obtidos do acervo da Biblioteca Municipal Mário de Andrade, dos quais foramextraídos exemplos de modalidade, de polidez e de ethos. Busca-se investigar a influência de traços ideológicos, presentes na empresa jornalística e na sociedade, nas opções e seleções que o jornalista precisa fazer e como isso se materializa na linguagem utilizada na notícia. Os resultados obtidos apontam para a manifestação de ideologias particulares e subjetividade na notícia, apesar de este gênero ser classificado como pertencente ao jornalismo informativo, em que supostamente há compromisso com a objetividade.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Viviane Lima De Oliveira Gama
    Data da Defesa:25/04/2007
    Titulo da dissertação:Um Estudo Grafemático das Letras `G´ E `J´ em Português
    Banca examinadora:
    Regina Celia Pagliuchi da Silveira (Orientador) [PUC-SP]
    Aparecida Regina Borges Sellan [PUC-SP]
    Jeni Silva Turazza [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta Dissertação está situada na área da Descrição da Língua Portuguesa e trata do exame das letras ”g” e “j”, a fim de se verificar se há regras para o uso dessas letras no sistema ortográfico de forma a contribuir para os estudos grafemáticos da Ortografia Portuguesa. A pesquisa realizada está fundamentada na proposta de Derrida (1967), nos estudos realizados por Nina Catash (1973) e nos colóquios de pesquisa realizados na França em 1973 e 1986. Dessa forma, entende-se que os métodos utilizados pela Fonologia podem ser estendidos para a Grafemática, assim como seus modelos teóricos. E justifica-se na medida em que se entende que o sistema oral tem traços distintivos diferentes do sistema ortográfico no Brasil, em que poucos estudos até hoje foram realizados sob o prisma da grafemática. Tem-se por hipótese que há regras possíveis de serem descritas para o uso das letras “g” e “j” diante das vogais “e” e “i”, onde apresentam dificuldades para o uso ortográfico. Os resultados obtidos indicam que: a) a letra “g” difere da letra “j” pois a primeira pertence ao sistema etimológico da Língua Portuguesa; e a segunda, ao sistema fonético. Por esta razão, a letra “g” grafa valores polifonológicos /g, ž/; e a letra “j”, valor monofonológico /ž/; b) há pares comutativos entre “g” e “j”, de forma a considerá-los dois grafemas do sistema ortográfico da Língua Portuguesa: o grafema ’g’ do sistema etimológico, em distribuição complementar com “a”, “o”, “u” e o grafema ‘g’ em distribuição complementar com “e”, “i”. Neste sentido, o traço distintivo do grafema ‘g’ + /a, o, u/ é do subsistema ortográfico e ‘g’ + /e, i/ do sistema etimológico fonético da língua portuguesa. O grafema ‘j’ grafa o fonema /ž/ do sistema fonético da língua para palavras novas, entradas para a Língua Portuguesa; mas ‘j’ grafa palavras de étimos “i, y” de outras origens que não o latim, por serem palatais na entrada de Língua Portuguesa; por esta razão, são do traço etimológico-fonético; c) na derivação de palavras não há mudança grafemática, a não ser devido à distribuição complementar de forma a grafar ‘g’ para o traço etimológico-fonético e ‘j’ para o traço fonético; d) na História da Língua Portuguesa os étimos latinos apresentam uma única letra para grafar /g, ž/ dependendo da vogal que segue; o grafema ‘j’ grafa a palatização anterior a qualquer vogal, seja oral ou nasal; e) Outras considerações. Verificou-se que devido às confusões existentes, relativas aos étimos das palavras de Língua Portuguesa, que há duas formas de grafar uma mesma palavra, tanto com “g” quanto com “j”. A partir dessas ocorrências, conclui-se que é possível de se tratar o Sistema Ortográfico da Língua Portuguesa por modelos teóricos e metodológicos da Fonologia. Contudo, devido ao desconhecimento de étimos, são necessários estudos específicos na área para guiar futuras Reformas Ortográficas.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Wagner Santos Araujo
    Data da Defesa:14/06/2007
    Titulo da dissertação:Os Pronomes: Uma Classe de Palavras Léxico-Gramaticais em Retrospectiva
    Banca examinadora:
    Jeni Silva Turazza (Orientador) [PUC-SP]
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira [PUC-SP]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    A Dissertação está situada na Linha de Pesquisa História e Descrição da Língua Portuguesa/Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa-PUCSP e focaliza, por uma perspectiva historiográfica, a classe dos pronomes como objeto da investigação, orientada pelo pressuposto segundo o qual a relação entre estrutura e função lingüística é indissociável: havendo variação de estrutura, haverá variação de função. Tomou-se por ponto de partida a história da lingüística, cujos fundamentos se fizeram suporte para a construção da gramática greco-latina, estendendo-os até a atual contemporaneidade, pois o objetivo geral estava voltado para a compreensão de exposições ou descrições que facultassem compreender o pronome como classe léxico-gramatical, ou seja, quanto sua estruturação e funcionamento. Para mensurar esse objetivo geral, estabeleceram-se três objetivos específicos perspectivizando os pronomes, em diferentes fases de construção da Gramática Tradicional Contemporânea, que se fez Normativa em razão da criação de um modelo de política lingüística, instituída pelo Estado grego. O primeiro objetivo se voltou para o tratamento dado aos pronomes pela Gramática da Palavra; o segundo pela Gramática da Frase e o terceiro pela Gramática Descritiva ou Científica. Os resultados apresentados no Capítulo I orientaram o desenvolvimento dos Capítulos II e III: a não dissociação entre as unidades do léxico e suas relações, de caráter morfossintático-semântico, ser a matriz por meio da quais os pronomes devem ser descritos, pois as línguas assim se qualificam. Assim, os pronomes são palavras vazias, elementos gramaticais, cujos conteúdos advêm da relação anafórica que eles estabelecem com o nome que substituem. Essa relação substitutiva precisa ser focalizada por aquela estabelecida entre o nome e o verbo; pois é dela que emerge o conteúdo das formas pronominais como amálgama que, ao substituir o nome na sua relação com o verbo, enlaça o conteúdo de ambos – proposição concebida por Apolônio Díscolo – para quem o pronome era uma paranonímia - sinonímia e uma semiose. Comprova-se que esse pressuposto-retomado na contemporaneidade pela Análise do Discurso, cujos fundamentos estão circunscritos à teoria da enunciação - perderam-se nas descrições gramaticais, embora a Gramática Normativa tenha sido continuamente recontextualizada. Por esse movimento ela se mantém tradicional na inovação dos avanços científicos no campo da linguagem. Decorrência desse processo de reinterpretação do passado pelo presente, ela estende a descrição centrada na palavra para a frase, tendo por ancoragem investigações dos filósofos medievais e a sistematização taxionômica dos pronomes substantivos e dos adjetivos. Contudo, os únicos gramáticos que focalizam os pronomes pela suas funções dêiticas e anafóricas são Evanildo Bechara - Gramática Normativa - e Lucién Tesniére - Gramática Dependencial ou Funcional, possibilitando assegurar serem eles as matrizes dos processos de coesão textual: a voz de Apolônio nos tempos modernos, o diálogo que faculta reconhecer o velho no novo.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Wanderlea Oliveira Santos
    Data da Defesa:03/05/2007
    Titulo da dissertação:Protocolos De Leitura: Uma Proposta Interdisciplinar
    Banca examinadora:
    Joao Hilton Sayeg De Siqueira (Orientador) [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira [PUC-SP]
    Nílvia Terezinha Da Silva Pantaleoni [PUC-SP]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    As dificuldades em trabalhar a leitura em sala de aula motivaram esta pesquisa sobre a leitura, que centra-se nas práticas de leitura de professores de História. Trata-se de averiguar como fatos históricos e sociais são mediados através do texto. O objetivo é incentivar uma prática pedagógica de leitura a partir da criação de protocolos de leitura, numa perspectiva interdisciplinar, entre as disciplinas de Língua Portuguesa e História, no Ensino Fundamental. A construção de protocolos de leitura exige uma visão múltipla sobre leitura, em que a ética seja capaz de superar cânones e construir uma interpretação crítica. Esta submetida à retórica, verdade, textualidade e razão, contribuindo para a formação de um sujeito-leitor, num trabalho coletivo entre educandos e educadores.

  •  

    Nivel:Mestrado
    Nome:Wendell Lessa Vilela Xavier
    Data da Defesa:01/10/2007
    Titulo da dissertação:Vozes Do Trovão: A Vez e a Voz de Boanerges Ribeiro
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Márcia Serra Ribeiro Viana [Mackenzie]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Luiz Antonio Ferreira (Suplente) [PUC-SP]
    Zilda Gaspar Oliveira De Aquino (Suplente) [Usp]

    Resumo:

    Boanerges Ribeiro foi, sem dúvida, um dos maiores pensadores da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB). O discurso religioso produzido por ele é um quadro no qual o caráter e a corporalidade pintados se tornam fortes matizes de constituição do seu ethos que, por sua vez, limita a interação discursiva a um conjunto de tecidos sociais que são valorados conforme a imagem construída pelo pathos. Diante dessa interação, nosso problema de pesquisa consiste em saber até que ponto o discurso religioso boanergista, atravessado por uma visão políticoeclesiástica, se abre a uma relação lingüístico-ideológico-discursiva com a teologia calvinista reformada, oriunda do movimento hermenêutico da Reforma Protestante do século XVI, e refletida nos documentos confessionais da IPB. A escolha das formas de discursos – palestras, sermões e preleções se justifica pelo fato de que eles revelam um espectro bastante grande de termos que produzem efeitos de sentido religioso, o que nos permite concluir que a interdiscursividade é uma manobra de argumentação construtiva de discurso, que faz com que o discurso bíblico seja um dos suportes argumentativos para estabelecer uma relação de verdade entre o enunciador e o enunciatário. A Análise do Discurso, a Retórica e a Semiótica servem como fundamentação teórica nesta pesquisa e têm como objetivo abrir para o estudioso de língua portuguesa e para o analista de discurso campos de teorias discursivas diversas, sem deixá-lo perder, obviamente, os pré-requisitos fundamentais e particulares de cada uma das teorias, representados por seus objetos de pesquisa e por suas técnicas metodológicas.

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome:Márcia Maria Martinelli Elias
    Data da Defesa:09/11/2007
    Título da dissertação: As Formas de Tratamento nas Representações Socioculturais no Português em Uso no Brasil no Século XIX.
    Banca examinadora:
    Jarbas Vargas Nascimento (Orientador) [PUC-SP]
    Mari Noeli Kiehl Iapechino [Ufrpe]
    Mauricio Pedro da Silva [Uninove]
    Nancy dos Santos asagrande [PUC-SP]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Marly de Souza Almeida (Suplente) [Cufe]
    Vanda Maria da Silva Elias (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Esta tese tem por tema um estudo histórico da língua portuguesa, fundamentado pelo emprego dos princípios da Historiografia Lingüística e propõe examinar, em cartas de pedido, como o pensamento gramatical referente às formas de tratamento se constitui na construção da memória social brasileira. Objetivou-se, também, identificar como as formas de tratamento, em um documento escrito, tornam-se reveladoras do status social desempenhado pelos envolvidos na interlocução, deixando marcadas as funções que exercem emissor e receptor na hierarquia social. Investiga-se, ainda, nesta tese, a relação da escolha lexical e do uso dos modalizadores feitas pelo emissor como forma de estabelecer o papel social dos envolvidos na comunicação. Tematizada pelas formas de tratamento, presentes em cartas produzidas na segunda metade do século XIX, o emissor permeia, em seu texto, traços lingüísticos que fixam o caráter de uma língua despojada e, ao mesmo tempo, conservadora, de acordo com o nível de formalidade entre emissor e receptor. Parte-se do pressuposto de que a carta é um documento histórico-lingüístico. Por isso, devido à sua amplitude e às suas várias possibilidades de uso, remete-nos a diferentes campos de atividades, sendo a correspondência pessoal uma dessas possibilidades. Os papéis sociais fixados nas cartas são construídos por meio das formas de tratamento. A escolha de uma determinada forma de tratamento, feita pelo emissor, associa-se a fatores diversos, como, intimidade, polidez, afetividade, poder hierarquia, reverência e solidariedade. A hipótese que motivou este estudo é comprovada, na medida em que se confirmou que o uso das formas de tratamento presente nas cartas são fatores constitutivos da memória social brasileira e que a forma de interlocução entre as pessoas marcavam, em um relacionamento, o nível de aproximação entre elas. Pela escolha das formas de tratamento tornou-se possível observar-se que a eleição de uma determinada forma de tratamento se realiza em função de aspectos de ordem social dos interlocutores. As expressões de tratamento têm a força de ultrapassar os limites da normatividade gramatical, rompendo, por vezes, com as regras convencionais que ditam o emprego de um certo tratamento em uma situação de formalidade. A língua portuguesa em uso no Brasil manifesta a sua identidade, por meio de aspectos socioculturais, cuja forma de manifestação se dá, pelas formas de tratamento.

  •  

    Nivel: Doutorado
    Nome:Marilda Franco de Moura Vasconcelos
    Data da Defesa:28/06/2007
    Titulo da dissertação:Publicidade Ação, Paixão e Cognição
    Banca examinadora:
    Maria Thereza De Queiroz Guimarães Strongoli (Orientador) [S/ Vínculo]
    Ana Rosa Ferreira Dias [PUC-SP]
    Edna Maria Fernandes Dos Santos Nascimento [Unesp/Arac]
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos [PUC-SP]
    Norma Discini De Campos [Usp]
    Jarbas Vargas Nascimento (Suplente) [PUC-SP]
    Júlio Neves Pereira (Suplente) [Umc]

    Resumo:

    A pesquisa desenvolve-se no campo da análise do discurso publicitário e, tendo como referencial teórico a semiótica de A. J. Greimas e seus discípulos, centra-se no estudo das estruturas semiolingüísticas de textos sincréticos de anúncios, cujos códigos são examinados sem seu sentido preexistente, mas em processo de construção de uma unidade semântica, na qual o sentido de uma linguagem homologa o de outra. A hipótese origina-se no multiculturalismo que, promovendo a homogeneização de valores socioculturais, implica variedade de produtos e, sobretudo, renovação do discurso da marca. O corpus é constituído de anúncios de empresa multinacional em revistas para público com interesses específicos e seu estudo objetiva examinar os procedimentos verbo-visuais que manifestam a interação da marca com esses interesses, conforme três dimensões: pragmática, passional e cognitiva. A análise demonstrou que a hipótese foi confirmada, pois a empresa diversificou, a partir de 2003, seus produtos e, sobretudo, sua programação publicitária, criando textos específicos para cada público-alvo. Entretanto, seu discurso privilegiou imagens e identidades próprias da cultura global, mas não local, visto que explora as paixões do homem em geral e as examina segundo a lógica das transformações, tensões e conhecimento, lógica que pontua as atividades pertinentes aos interesses dos enunciatários de cada revista. O estudo evidenciou poucas mudanças nas estruturas lingüísticas, centradas em informações quase sempre objetivas e concisas, mas bastante diversidade, originalidade e sutileza na escolha e combinação do visual, cujos vários recursos, sobretudo, cromáticos e topológicos, (re)constroem semioticamente o verbal de modo a revelar paixões, (re)significar ações e eufemizar desejos

  •  

    Nivel:Doutorado
    Nome:Miguél Eugenio Almeida
    Data da Defesa:27/06/2007
    Titulo da dissertação:Alfredo Clemente Pinto e Suas Contribuições para o Ensino de Língua Portuguesa: Um Estudo Historiográfico
    Banca examinadora:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Dieli Vesaro Palma [PUC-SP]
    Leonor Lopes Favero [PUC-SP]
    Maria Mercedes Saraiva Hackerott [Unib]
    Rosemeire Leão Silva Faccina [Mackenzie]
    Mauricio Pedro da Silva (Suplente) [Uninove]
    Sueli Cristina Marquesi (Suplente) [PUC-SP]

    Resumo:

    Em ALFREDO CLEMENTE PINTO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA: UM ESTUDO HISTORIOGRÁFICO, trabalhamos a concepção de gramática, de língua, de linguagem e de ensino no período pseudo-etimológico do português, a partir, principalmente, da Gramática Pedagógica A Língua Materna, de Alfredo Clemente Pinto. Portanto, a meta desta pesquisa está orientada para o seguinte ponto: desenvolver um estudo historiográfico a partir do resgate de obras do autor em questão. Para tanto, seguimos o modelo da Historiografia Lingüística de Koerner e Swiggers que apontam os procedimentos-base da metodologia em questão, assim descritos: 1) Contextualização – a mesma aponta para as concepções de época das diferentes correntes filosóficas, políticas, econômicas, científicas e artísticas que se interfluenciam, mais ou menos, no período histórico determinado e, em especial, o ideário lingüístico e o meio social em geral. 2) Imanência – procura evidenciar os elementos internos da língua. 3) Adequação – a partir dos procedimentos metodológicos anteriores - a mesma avança na tentativa de fazer a aproximação histórica das ocorrências com as teorias modernas da lingüística, para estabelecer relações de "continuidade" e "descontinuidade". Dividimos, basicamente, o trabalho desta pesquisa em tópicos, assim denominados: I - Historiografia Aplicada às Obras Didáticas de Clemente Pinto. Apresentamos uma visão geral dos modelos do fazer histórico; e, sob o aspecto metodológico, enfatizamos a Historiografia Lingüística, de Koerner (1966). II - Momento Histórico de dois Gramáticos Brasileiros. Apontamos as possíveis relações que contextualizam, em Clemente Pinto e em Eduardo Carlos Pereira, procurando mostrar o contexto histórico e social, em geral, destes; e, de modo especial, visualizar o vínculo de Clemente Pinto e Eduardo Carlos Pereira com a sua atividade educacional e sua projeção no ensino da língua vernácula com a utilização de suas obras didáticas. III – Linguagem, Língua, Gramática e as Obras de Gramática (C.P. / E.C.P.). Buscamos, nesse tópico, apresentar os seguintes pontos: 1) aspecto filológico da ortografia pertinente ao corpus da pesquisa; 2) percurso histórico do interesse humano por questões de linguagem; aspectos nocionais sobre a língua e a gramática evidenciando a posição de C.P. e E.C.P; 3) as obras de C.P; 4) a obra de E.C.P. IV - Confronto entre a Gramática e as Notas Gramaticais na Seleta, de Clemente Pinto. Nesse tópico, verificamos o que aponta a Seleta, em suas notas de rodapé, sobre questões de prosódia, ortoepia, ortografia, lexiologia e syntaxe; e, em seguida, confrontamos as ocorrências com as gramáticas A Língua Materna: 2º Curso (C.P.) e a Grammatica Expositiva: Curso Elementar (E.C.P.). Na etapa seguinte, fazemos a aproximação temporal do momento pretérito das gramáticas (C.P./ E.C.P.) com momento presente utilizando a Gramática Moderna Portuguesa (Bechara).

  •  

    Nivel:Doutorado
    Nome:Patricia Silvestre Leite Di Iorio
    Data da Defesa:23/10/2007
    Titulo da dissertação:O Ensino De Língua Portuguesa Em São Paulo Na Segunda Metade Do Século Xx: Um Caminho Historiográfico
    Banca examinadorar:
    Neusa Maria Oliveira Barbosa Bastos (Orientador) [PUC-SP]
    Elisa Guimarães Pinto [Mackenzie]
    Nancy Dos Santos Casagrande [PUC-SP]
    Rosemeire Leão Silva Faccina [Mackenzie]
    Sueli Cristina Marquesi [PUC-SP]
    Jeni Silva Turazza (Suplente) [PUC-SP]
    Vera Lúcia Harabagi Hanna (Suplente) [Mackenzie]

    Resumo:

    Este trabalho insere-se na Linha de Pesquisa História e Descrição da Língua Portuguesa, mais especificamente, nas discussões realizadas pelo Grupo de Pesquisa em Historiografia da Língua Portuguesa (GPeHLP) do IP-PUC/SP. Ele apresenta uma visão historiográfica do ensino de Língua Portuguesa na segunda metade do século XX por meio das Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN) e de Recursos Didáticos implantados pelo Governo do Estado de São Paulo. Nosso objetivo principal foi reconstruir a marcha lingüístico-pedagógica da Língua Portuguesa, ou seja, conhecer os caminhos que os documentos oficiais tomaram a partir da instauração da Lingüística no Brasil. Buscamos, ainda, verificar quais são as mudanças que as teorias lingüísticas trouxeram à língua materna e à prática pedagógica. Além disso, apontamos qual era a visão que o governo, elaborador e divulgador dos documentos, tinha do professor. Para que a pesquisa pudesse ser concretizada, valemo-nos de três categorias de análise estabelecidas após a leitura das fontes primárias e seguimos os preceitos da Historiografia Lingüística e da História do Presente. Dessa forma, num primeiro momento, contextualizamos o período e, depois, reconstruímos e interpretamos os textos dos documentos, para que, em seguida, pudéssemos estabelecer uma adequação com a LDBEN/96 e com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNLP/ 98). Após as análises, constatamos que o ensino de língua materna passou por três momentos que podem ser relacionados às três diferentes concepções de língua, também, que as mudanças nos paradigmas de língua foram fundamentais para a elaboração dos materiais que visavam ao estabelecimento de uma "ponte" entre os conhecimentos lingüísticos e a prática docente. Ainda, verificamos que a publicação desses materiais sempre caracterizava o professor como um profissional sem a formação necessária para o exercício de sua função de forma que ele precisava ser guiado ou que propostas e subsídios lhe fossem impostos

Intercâmbios 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

 

 

 

Convênios 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

 

 

 

Eventos Anteriores 

img_programa_lingua_portuguesa.jpg

 

 

 

Expediente 

Nome da secretária: Lourdes
E-mail: lgport@pucsp.br
Telefone: 3670-8528
Endereço: Rua Ministro de Godói, 969 – 4º andar – sala 4E-01 - Perdizes.

Conecte-se a PUC-SP