Educação: Formação de Formadores

slider

A PUC-SP ocupa a 33ª posição entre as universidades da América Latina. O resultado foi...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/puc-sp-entre-melhores-da-america-latina
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/qs-ranking-carrossel-interno.jpg
Os alunos que não pretendem se matricular no 2º semestre de 2014 devem depositar sua...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/deposito-de-dissertacao-e-tese
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/deposito_dissertacoes_internas.jpg
A Pró-Reitoria de Pós-Graduação acaba de conseguir a liberação de R$ 1.078.210,00 pela...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/capes-libera-verba-para-pro-reitoria-de-pos
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/carrossel-interno-noticia-capes-verba-equipamento_1.jpg
Apresentação 

Tendo como foco a Educação Básica, o curso destina-se a professores, coordenadores pedagógicos, diretores e supervisores das redes pública e privada de ensino, assim como a demais interessados na área. Espera-se que, com a participação no curso, o profissional possa ampliar sua atuação, tornar mais eficientes suas decisões e contribuir efetivamente para a melhoria do ensino na instituição escolar.

Breve apresentação 

Tendo como foco a Educação Básica, o curso destina-se a professores, coordenadores pedagógicos, diretores e supervisores das redes pública e privada de ensino, assim como a demais interessados na área. Espera-se que, com a participação no curso, o profissional possa ampliar sua atuação, tornar mais eficientes suas decisões e contribuir efetivamente para a melhoria do ensino na instituição escolar.

Linhas de pesquisa 
  • Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas
  • Intervenções avaliativas em espaços educativos
Duração 
18 meses
Campus 
Campus Perdizes
Situação 
Aguarde informações
História 

A proposta do Mestrado Profissional com foco na Formação de Formadores de Professores decorre do papel fundamental que esse profissional ocupa na efetivação do trabalho pedagógico nas escolas e, consequentemente, na qualidade das atividades desenvolvidas pelos professores e alunos. Embora extremamente importante, a formação de formadores é um território pouco conhecido e pouco explorado. O formador de professores é um profissional que, em geral, assume a função de coordenação pedagógica, tornando-se um dos responsáveis pela implementação do projeto político pedagógico, pela formação contínua dos professores e pelo bom andamento das atividades educativas. Em alguns países, como nos Estados Unidos, a preocupação com esse tema é grande e já vem de longos anos, mas nos países da América Latina as iniciativas mais sistemáticas de cursos e de constituição de uma carreira do formador começaram a ser implantadas muito recentemente. No Brasil se desconhece a existência de cursos de pós-graduação para formação profissional do formador, seja nas universidades, seja em outras instâncias, salvo ações pontuais de Secretarias de Educação, que promovem programas próprios de formação em serviço. No estado de São Paulo, por sua vez, observa-se a necessidade de formação direcionada a profissionais de educação para atuar em espaços educativos, com a incumbência de formar professores e de coordenar o trabalho pedagógico.

Regulamento 
Corpo Docente 
  •  

    Nome: Profa. Dra. Alda Luiza Carlini

    E-mail: aldalu@pucsp.br

    Linha de Pesquisa: Tecnologias em educação e formação de educadores

    Resumo do currículo: Graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1991) e em Enfermagem pela Universidade Federal de São Paulo (1977). Realizou mestrado em Educação: História e Filosofia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988) e doutorado em Educação: História e Filosofia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993). Atualmente é professora titular no Departamento de Educação: formação docente, gestão e tecnologias, da Faculdade de Educação, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: tecnologias em educação, planejamento e avaliação dos processos de ensino e de aprendizagem

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Ana Maria Saul

    E-mail: anasaul@uol.com.br

    Linha de Pesquisa:

    1. Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas
    2. Intervenções avaliativas em espaços educativos


    Resumo do currículo:É graduada em Pedagogia, com Mestrado e Doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.  Professora  titular da PUC/SP desde 1970. Atualmente é professora do Programas de Pós-Graduação em Educação:Currículo no qual Coordena a Cátedra Paulo Freire da PUC/SP. Orienta e desenvolve pesquisas sobre: currículo, formação de educadores, pensamento freireano e avaliação educacional. É coordenadora do Grupo de Pesquisa: O pensamento de Paulo Freire na educação brasileira. A pesquisa desenvolvida por esse grupo articula pesquisadores de 14 PPGEs sediados em 10 Estados, em diferentes regiões do Brasil. É membro da Comissão Editorial da Revista Científica e-Curriculum (Qualis CAPES A2). Pesquisadora nível 1 do CNPq. Coordenadora da Rede Freireana de Pesquisadores (www.redefreireana.com.br). Parecerista da CAPES, CNPq e FAPESP.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Clarilza Prado de Sousa

    E-mail: clarilza.prado@uol.com.br

    Linha de Pesquisa: Intervenções avaliativas em espaços educativos

    Resumo do currículo: Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1968), mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979), doutorado em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992), pós-graduação pela Ecole des hautes études en sciences sociales (1996) e pela Harvard University (1999). Atualmente é Coordenadora da área de Educação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), coordenadora do Comitê Científico Scielo/Educ@ e Coordenadora da Cátedra UNESCO de Profissionalidade Docente, que reúne 34 grupos de pesquisas em torno da problemática da formação do professor. Também exerce as funções de pesquisadora sênior da Fundação Carlos Chagas e coordenadora do Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade - Educação (CIERS-ed) da Fundação Carlos Chagas e professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Claudia Leme Ferreira Davis

    E-mail: claudiadavis@uol.com.br

    Linha de Pesquisa: Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas

    Resumo do currículo: Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1967), mestrado em Educação (Psicologia da Educação), pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1978) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Atualmente é professora titular do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Faz parte do Grupo de Pesquisa Profissionalidade Docente, vinculado à Cátedra da UNESCO, alocada na Fundação Carlos Chagas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Psicologia Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação, psicologia da educação, representações sociais e coordenação pedagógica / educacional.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Laurinda Ramalho de Almeida

    E-mail:laurinda@pucsp.br

    Linha de Pesquisa:

    1. Processos psicossociais na formação e no exercício profissional de educadores
    2. Desenvolvimento, ensino e aprendizagem

     

    Resumo do currículo: Laurinda Ramalho de Almeida cursou Pedagogia e especialização em Orientação Educacional na USP; Mestrado e Doutorado em Psicologia da Educação na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, concluindo o doutorado em 1992. Atuou como professora, orientadora educacional, diretora e supervisora na Rede Pública Estadual e em órgãos centrais da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo. Atualmente é docente do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente coordena 2 projetos de pesquisa. Em seu Curriculo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da Produção Cientifica são: Formação de Professores, Ensino-Aprendizagem, Psicologia da Educação, Ensino Fundamental, Ensino Público, Coordenação Pedagógica Educacional, Relações Interpessoais, Abordagem Centrada na Pessoa e Psicogenética Walloniana

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Laurizete Ferragut Passos

    E-mail: laurizetefer@pucsp.br

    Linha de Pesquisa: Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas

    Resumo do currículo: Possui graduação em Pedagogia, mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1990) , doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997) e pós-doutorado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professora apsentada da Unesp e atualmente Professora assistente da Pontificia Universidade Catolica de S.P. Foi coordenadora do GT Formação de Professores da ANPED e atualmente coordena projeto de pesquisa CAPES/INEP/SECAD -Observatótio da Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, formação de professores de matemática, trabalho docente, profissionalidade docente, cursos de licenciatura, educação matemática.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Lilian Maria Ghiuro Passarelli

    E-mail: liliangp@uol.com.br

    Linha de Pesquisa: Intervenções avaliativas em espaços educativos

    Resumo do currículo: Doutora pela PUCSP em Língua Portuguesa, com Licenciatura em Letras, é Chefe do Dept. de Português (Faficla), membro docente da Comissão Própria de Avaliação CPA-PUCSP e do Mestrado Profissional em Educação: Formação de Formadores. Leciona em vários cursos da graduação dessa Universidade e no Curso de Especialização em Língua Portuguesa (COGEAE-PUCSP). Desenvolve projeto em parceria com o Dept. de Desenvolvimento de Pessoas (DRH) da PUCSP, com oficinas elaboradas e facilitadas sob o tema "Português para o Mundo Corporativo", destinadas aos funcionários administrativos da PUCSP. Pesquisa de pós-doutorado em Educação Linguística Continuada no IEL (UNICAMP) com João Wanderley Geraldi (2004-2005). Seu livro, Ensinando a escrita: o processual e o lúdico (4 ed., revista e ampliada, Cortez, 2004), foi selecionado em edição anterior para compor as bibliotecas da rede pública estadual, em 2001, pelo Nosso Livro - Programa de Formação de Bibliotecas Escolares do Ensino Médio, da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Com base nesse livro, publicou em 2012, também pela Cortez, Ensino e correção na produção de textos escolares, obra que, em 2013, foi selecionada para o Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE-2013), Ministério da Educação (MEC). Coordenadora de Análises Pedagógicas da AVALIA Educacional, nas áreas Leitura e Produção Textual Correção on-line , elabora itens e ministra cursos de elaboração de itens. Coordenadora da banca de correção das provas de Redação do Vestibular Unificado PUC-SP e do módulo semipresencial Português para Medicina (PUCSP - Campus Sorocaba). Líder do Grupo de Pesquisa Estudos da Linguagem para Ensino do Português (GELEP-PUCSP). Pesquisadora do Grupo de Trabalho de Linguística Aplicada (GT-LA) da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL), SubGT Ensino-Aprendizagem de Línguas . Coordenadora executiva do Curso Gestão de Processos Avaliativos de Sistemas Educacionais, promovido pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia da Educação e pela Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão (COGEAE) da PUCSP, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Santos (SEDUC), de 2006 a 2007. Consultora do INEP em 2002, para a análise técnica e pedagógica e de redação descritiva de 40 itens de 8a série do Ensino Fundamental da prova Saeb/2001; da Fundação Carlos Chagas, para o Projeto de Avaliação da Rede de Escolas Maristas da Província de São Paulo e para o Projeto de Avaliação do Programa Escola Campeã (2002 e 2003). Experiência na área de Letras, com ênfase em formação de professores de português, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua materna, português para fins específicos, educação linguística continuada, processo da escrita, avaliação em larga escala.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    E-mail: marliandre@pucsp.br

    Linha de Pesquisa: Processos psicosociais na formação de professores

    Resumo do currículo: Possui graduação em Letras pela Universidade de São Paulo (1966), graduação em Pedagogia pela Universidade Santa Úrsula (1973), mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976) e doutorado em Psicologia da Educação - University of Illinois (1978). Professora Titular aposentada na Faculdade de educação da USP, atualmente é professora do programa de estudos pós-graduados em educação: psicologia da educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Desenvolve pesquisas na área de formação de professores.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Vera Maria Nigro de Souza Placco

    E-mail: veraplacco@pucsp.br

    Linha de Pesquisa: Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas

    Resumo do currículo: Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1967), mestrado em Educação (Psicologia da Educação), pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1978) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Atualmente é professora titular do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Faz parte do Grupo de Pesquisa Profissionalidade Docente, vinculado à Cátedra da UNESCO, alocada na Fundação Carlos Chagas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Psicologia Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação, psicologia da educação, representações sociais e coordenação pedagógica / educacional.

     

    curriculum lattes

  •  

    Nome: Wanda Maria Junqueira de Aguiar

    E-mail: iajunqueira@uol.com.br

    Linha de Pesquisa: Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas

    Resumo do currículo: Conclui o Doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo em 1997. Pela Pontificia Universidade Catolica de Sao Paulo em 1997. professora titular da Pontificia Universidade Católica de São Paulo atualmente professora do programa de Educação: Psicologia da Educação da PUC/SP e do curso de Psicologia da mesma instituição. publicou 13 artigos em periodicos especializados e 26 trabalhos em anais de eventos. Possui 27 capitulos de livros publicados e participou da organização de dois livros. Participou de 9 eventos no exterior e 31 no brasil. Orientou 23 dissertacões de Mestrado, e 11 de Doutorado, sendo que no momento orienta 6 alunos de Doutorado e dois de Pós Doc. No sentido de manter a necessária relação com a graduação administra, no momento, uma disciplina para alunos de 5a ano do curso de psicologia. Atua na area de Psicologia da Educação, com enfase em Psicologia Sócio-Histórica. Coordena um projeto " procad" aprovado pela capes, desde 2008. Em 2010, juntamente com mais duas professoras organizou o primeiro livro da equipe procad. Neste mesmo livro foi co-autora de uma capítulo. Em seu curriculo lattes os termos mais frequentes na contextualizacao da producao cientifica, sao: educacao, formação de professor, atividade, subjetividade, sentidos e significados, orientação profissional, transformacão.

     

    curriculum lattes

Corpo Discente 

Em breve.

Áreas de concentração e linhas de pesquisa 

Área de Concentração

Formação de Formadores: Ação Pedagógica e Avaliação

O curso tem como foco a formação do formador, priorizando a educação básica. O formador é entendido como o profissional que faz a mediação entre os professores, os alunos e os conhecimentos, visando à qualificação da ação educativa. Sua atuação envolve principalmente a formação de professores, o planejamento e a execução do projeto político pedagógico. Neste sentido, a avaliação educacional tem um papel fundamental, oferecendo subsídios para a análise de sua prática e desempenho dos docentes e alunos, de modo a possibilitar condições para o contínuo aperfeiçoamento das ações educativas. O formador pode ser uma figura chave na implementação do projeto político pedagógico da escola e na qualidade do trabalho dos docentes e alunos, se dispuser de conhecimentos, competências e habilidades que possibilitem uma atuação eficaz.

 

Linha de Pesquisa

Desenvolvimento profissional do formador e práticas educativas

Esta linha de pesquisa e de intervenção tem como eixo estruturante a formação profissional do formador de professores, o que implica a reflexão sobre a prática e a apropriação de conhecimentos específicos, habilidades , valores, disposições para atuação nos sistemas de ensino ou nas escolas e demais espaços educativos. As ações formativas requerem a mobilização de saberes para atuar com professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e Médio, de modo a contribuir para a realização de um trabalho de qualidade que favoreça o desenvolvimento e a aprendizagem dos estudantes.

Intervenções avaliativas em espaços educativos

A avaliação educacional tem como propósito básico oferecer subsídios para o planejamento e o aperfeiçoamento da ação educativa, na sala de aula, na instituição escolar, no sistema de ensino. A promoção de processos avaliativos de larga escala traz hoje para a instituição escolar a obrigatoriedade de refletir sobre seu desempenho em um contexto mais amplo, além de exigir a mudança de sistemáticas de avaliação de sala de aula. É neste contexto que a ação do formador na escola ou no sistema de ensino tem um papel fundamental: compreender os diagnósticos e produzir propostas pedagógicas mais efetivas. Inclui-se também nesta perspectiva a elaboração de processos avaliativos do desempenho escolar e das instituições de ensino que permitam ressignificar a prática educativa.

Mestrado 

Em breve.

Disciplinas 

2° Semestre de 2014

 

  • Disciplina Obrigatória: Ação Pedagógica do Formador: Saberes e Práticas (Linha de Pesquisa: Desenvolvimento Profissional do Formador e Práticas Educativas)

    Docente: Profa. Dra. Vera Maria Nigro de Souza Placco

    Horário: 3ª feira – 15h às 19h

    Créditos: 4

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Obrigatória: Avaliação e Mudanças nas Práticas Educativas (Linha de Pesquisa: Intervenções Avaliativas em Espaços Educativos)

    Docente: Prof. Dr. Nelson Antonio Simão Gimenes

    Horário: 3ª feira – 15h às 19h

    Créditos: 4

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Obrigatória: Pesquisa e Prática Reflexiva

    Docente: Profa. Dra. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    Horário: 5ª feira – 17h às 19h

    Créditos: 2

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Optativa: A Construção Colaborativa da Pesquisa e da Intervenção em Debate

    Docente: Profa. Dra. Wanda Maria Junqueira de Aguiar

    Horário: 3ª feira – 14h às 16h

    Créditos: 2

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Optativa: Projeto de Formação em EAD

    Docente: Profa. Dra. Alda Luiza Carlini

    Horário: 4ª feira – 17h às 19h

    Créditos: 2

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Optativa: Avaliação da Instituição Educativa: Conceitos e Processos I

    Docente: Profa. Dra. Clarilza Prado de Sousa

    Horário: 5ª feira – 15h às 17h

    Créditos: 2

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

  • Disciplina Optativa: Gestão da Leitura e da Escrita como Fator de Produtividade na Escola Básica

    Docente: Profa. Dra. Lilian Maria Ghiuro Passarelli

    Horário: 5ª feira – 15h às 17h

    Créditos: 2

    Nível: Mestrado Profissional

    Ementa

1° Semestre de 2014

Clique aqui para visualizar a grade horária

Clique aqui para visualizar o ementário completo

  • Disciplina Obrigatória: Ação Formadora: Princípios e Metodologias

    Docente: Profa. Dra. Vera Maria Nigro de Souza Placco

    Horário: 3ª feira - 15h às 19h

    Créditos: 04

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Obrigatória: Ação Pedagógica do Formador: Saberes e Práticas

    Docente: Profa. Dra. Lilian Maria Ghiuro Passarelli

    Horário: 3ª feira das 15h às 19h

    Créditos: 04

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Obrigatória: Pesquisa e Prática Reflexiva

    Docente: Profa. Dra. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    Horário: 5ª feira das 17h às 19h

    Créditos: 02

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Obrigatória: A Prática Profissional do Formador: Problematização e Intervenção

    Docente: Profa. Dra. Laurizete Ferragut Passos

    Horário: 5ª Feira das 15h às 19h

    Créditos: 04

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Optativa: Avaliação da Instituição Educativa: Conceitos e Processos

    Docentes: Profa. Dra. Clarilza Prado de Souza e Prof. Dr. Nelson Antonio Simão Gimenes

    Horário: 5ª feira das 15h às 17h

    Créditos: 02

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Obrigatória: Avaliação e Mudanças nas Práticas Educativas

    Docentes: Profa. Dra. Clarilza Prado de Sousa e Prof. Dr. Nelson Antonio Simão Gimenes

    Horário: 3ª feira das 15h às 19h

    Créditos: 04

    Nível: Mestrado Profissional

  • Disciplina Optativa: Projetos de Formação em EAD

    Docente: Profa. Dra. Alda Luiza Carlini

    Horário: 5ª feira das 15h às 17h

    Créditos: 02

    Nível: Mestrado Profissional

Doutorado 

Em breve.

Grupos de pesquisa certificados pelo CNPq 

O pensamento de Paulo Freire na educação brasileira

Professor responsável: Ana Maria Saul

Descrição: A pesquisa desse grupo visa a identificar e analisar a influência do pensamento de Paulo Freire na educação pública brasileira , a partir da década de 1990. Objetiva, também, colocar à disposição de gestores e pesquisadores o trabalho de redes públicas de ensino pautadas em referenciais freireanos. A pesquisa articula pesquisadores de 13 PPGEs sediados em 10 Estados.

Pagina do grupo

  • Núcleo de Estudos e pesquisas sobre Desenvolvimento Profissional Docente

    Professor responsável: Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    Descrição: O objetivo do núcleo é desenvolver estudos sobre os processos de formação e de trabalho docente. Tem o foco nos processos psicosociais que envolvem questões de identidade, subjetividade, profissionalidade, representações e afetividade. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André (líder), Vera Maria Nigro de Sousa Placco (líder), Laurinda R. Almeida (pesquisadora), Laurizete F. Passos (pesquisadora)

    Pagina do grupo

  • Atividade docente e Subjetividade

    Professor responsável: Prof. Dra.Wanda Maria Junqueira de Aguiar

    Descrição: Esse grupo de pesquisa, pertencente ao Programa de Estudos pós-graduados em Educação: Psicologia da Educação. Tem se dedicado, desde o ano de 2009, ao estudo dos sentidos da atividade docente para professores do ensino fundamental. Atualmente, incorporando uma perspectiva interventiva e colaborativa em pesquisa, tem como objetivo articular pesquisa e formação, contribuindo para a qualificação da práxis educacional.

    Professora participante: Prof. Dra. Claudia L.F. Davis;
    Professores convidados de outros Programas de Pós Graduação: Prof. Dr. Julio Soares ( UERN), Prof. Dra. Silvia M. Barbosa (UERN), Prof. Dra. Maria Vilani Cosme (UFPI), Wanda Maria Junqueira de Aguiar - IA, Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação: Psicologia da Educação

    Pagina do grupo

Centros e Núcleos 
  • Projeto: Rede Colaborativa de Práticas na Formação de Professores que Ensinam Matématica: Múltiplos Olhares, Diálogos e Contextos. Projeto Nº 11634 /2013 - Observatório da Educação/Capes

    Professor responsável: Laurizete Ferragut Passos

    Descrição: Projeto em Rede - Coordenadora do núcleo 1 - PUC/SP

    Período: 2012 - 2016

    Outras informações sobre o Projeto: "O projeto em Rede é desenvolvido em três universidades: Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal do ABC e Pontifícia Universidade católica de São Paulo. Ele busca compreender os múltiplos olhares e contextos trazidos pelos formadores, professores em serviço (especialmente os iniciantes) e licenciandos, enquanto dialogam e problematizam em rede sobre as diferentes práticas docentes para melhorar o ensino de matemática, as práticas de inserção e sustentabilidade na docência e os diferentes conhecimentos sobre, na e da prática no processo formativo Estas práticas partem do pressuposto da importância da reflexão, da escrita e do diálogo a partir da prática docente, além de termos como princípios norteadores a colaboração e a autonomia na elaboração de recursos didáticos para o processo de desenvolvimento profissional docente. O objetivo geral compreender, problematizar e evidenciar o potencial da rede de colaboração entre práticas de ensino, pesquisa e extensão no processo de constituição profissional do professor que ensina matemática. O objetivo geral se desmembra em quatro objetivos específicos: 1. Mapear a multiplicidade de práticas propostas no âmbito dos cursos de licenciatura, especialmente em Matemática e Pedagogia; 2. Promover a integração entre professores do Ensino Fundamental, docentes do Ensino Superior e licenciandos; 3. Propor ações voltadas para a articulação de diferentes práticas para a formação de professores que ensinam matemática, as quais viabilizam possibilidades investigativas, estudos teórico-metodológico, análise e elaboração de recursos didáticos e produção de narrativas educativas. 4. Compreender e problematizar o processo de formativo das práticas, suas articulações e aprendizagens, em especial dos futuros professores e docentes em início de carreira."

  • Projeto: Núcleo de Estudos e pesquisas sobre Desenvolvimento Profissional Docente

    Professor responsável: Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    Descrição: "O objetivo do núcleo é desenvolver estudos sobre os processos de formação e de trabalho docente. Tem o foco nos processos psicosociais que envolvem questões de identidade, subjetividade, profissionalidade, representações e afetividade. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André (líder), Vera Maria Nigro de Sousa Placco (líder), Laurinda R. Almeida (pesquisadora), Laurizete F. Passos (pesquisadora) "

    Pagina do grupo

Pesquisas dos Docentes 
  • Práticas Avaliativas e mediações psicossociais

     

    Professor(a) responsável: Alda Luiza Carlini

    Descrição: Grupo de pesquisa certificado pela PUC-SP

    Integrantes: Alda Luiza Carlini (Coordenador), Sonia Aparecida Ignácio Silva, Clarilza Prado de Sousa, Sandra Lúcia F. Acosta Soares, Anamérica Prado Marcondes, Ariane Franco Lopes da Silva, Maria de Fátima Barbosa Abdalla, Débora Valim Cirino.

  • Educação linguística: procedimentos argumentativos no domínio discursivo jornalístico

     

    Professor(a) responsável: Lílian Ghiuro Passarelli

    Descrição: Integrando o Grupo de Pesquisa, cadastrado no CNPq, Estudos de Linguagem para o Ensino de Português (GELEP), este projeto dá continuidade aos trabalhos do eixo central do Grupo que se configura como Ensino de Língua Portuguesa: construção e reconstrução da prática. Educação inicial e educação continuada. Decorre da constatação de que a prática do professor de língua portuguesa muitas vezes não acompanha o que tanto se apregoado: um trabalho eficaz que contemple diversos gêneros textuais. Em considerando que a formação do professor de língua portuguesa tem convergido para a necessidade de uma sólida sustentação teórica no atinente aos gêneros textuais, delimita-se o tema desta pesquisa que tem por alvo a reflexão dos gêneros textuais como objeto de ensino. Objetiva-se, pois, propiciar o estudo da natureza textual-discursiva e da constituição linguística, especialmente dos procedimentos argumentativos, de gêneros textuais pertencentes ao domínio discursivo jornalístico, priorizando perspectivas que levam em observância a organização do ensino e da pesquisa de língua em torno de atividades de análise linguística desdobradas em atividades epilinguísticas e metalinguísticas. Elegeu-se explorar o domínio discursivo jornalístico, por entender os gêneros jornalísticos como elementos da prática pedagógica estruturadora no ensino de língua e como prática ressignificativa de inserção social.

    Integrantes: Lílian Ghiuro Passarelli (Coordenadora), Nayara Moreira Santos – orientanda de Iniciação Científica - PIBIC-CNPq (2011).

  • Trabalho docente: a perspectiva psicossocial da educação

     

    Professor(a) responsável: Clarilza Prado de Sousa

    Descrição: "Tendo por pressuposto que a docência na educação básica deve ser compreendida de forma abrangente e contextualizada, sob risco de considerar o professor como agente isolado na obtenção de um ensino de qualidade, o projeto ora apresentado propõe tematizar a questão da formação e do trabalho docente em uma perspectiva psicossocial fundamentada, ainda que não exclusivamente, na teoria das representações sociais, de modo a refletir sobre a dialogicidade necessária entre o contexto social e à subjetividade do professor que exerce essa docência.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. "

    Integrantes: Lúcia Pintor Santiso Villas Bôas (Coordenadora), Clarilza Prado de Sousa

  • Aproximação entre Universidade e Escola na Formação de professores: políticas de Inserção na Docência (2011-2013)

     

    Professor(a) responsável: Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

    Descrição: O projeto busca investigar programas e políticas públicas que visam aproximar universidade e escola, favorecendo a inserção na docência. Objetiva analisar documentos, entrevistar estudantes de licenciatura envolvidos nos programas e supervisores dos estagiários na universidade e na escola que recebe o futuro professor. Objetiva investigar as implicações dos programas na formação dos estudantes e na escola que recebe os estagiários. Objetiva ainda avaliar a contribuição dos programas na inserção profissional dos iniciantes.

    Integrantes: Marli Eliza Dalmazo Afonso de André (líder)

    Financiador CNPq

Pesquisas Concluídas 
  • Formação profissional, atividade e subjetividade: aspectos indissociáveis da docência

     

    PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: Profa. Dra. Wanda Maria Junqueira de Aguiar e Profa. Claudia Leme Ferreira Davis

    INÍCIO: 2007 – 2012

    LINHA DE PESQUISA: Processos psicossociais na formação e no exercício de educadores

    DESCRIÇÃO: O objetivo desse projeto é realizar uma proposta de cooperação acadêmica no âmbito do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica – PROCAD, Edital PROCAD No 01/2007, entre pesquisadores integrantes dos seguintes Programas de Pós-Graduação: Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira – UFAL; Programa Pós-Graduado em Educação: Psicologia da Educação, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP e Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá – R.J. Pretende-se, por meio dessa proposta de intercâmbio, desenvolver atividades de pesquisa, de ensino e de formação de recursos humanos em nível de pós-graduação, as quais serão orientadas por um único eixo temático: o TRABALHO DOCENTE.

    OBJETIVOS DA PESQUISA: Esse estudo faz uma série de perguntas a respeito do trabalho docente, bem como sobre as discordâncias e conflitos que ele coloca para o professor e demais profissionais da área. Vale ressaltar que todas as questões da pesquisa, conforme esperado, encontram-se interligadas, de modo que respostas alcançadas em uma delas constituem subsídios para as demais e vice-versa. São elas: Como se configura, para o professor, o trabalho docente? Como concebe os alunos e a relação que o professor mantém com eles?Qual é a concepção de ensino-aprendizagem-avaliação que deve nortear o trabalho docente? Quais são os objetivos do trabalho docente? Quais são os sentidos e significados que o professor atribui ao trabalho docente e como eles se articulam na constituição de sua subjetividade docente? Existem significados partilhados entre os professores? Se sim, quais? Quais são os suportes ou os apoios com que os professores contam para enfrentar os impasses do trabalho docente? Como esse suporte é significado pelos professores? Os sentidos e significados atribuídos à atividade docente serão transformados em função da participação nessa pesquisa (autoconfrontação simples e cruzada, explicado mais à frente)?Como se dá a dinâmica do desenvolvimento profissional em cada professor que participa do estudo e no conjunto de professores investigados, a partir da observação e análise da prática docente? A atividade docente dos professores se modifica? Como isso se dá para cada professor e para o conjunto deles? Os procedimentos de confrontação simples e cruzada, quando empregados na análise da atividade docente, podem ser úteis na formação de professores? Quando? Em quais circunstâncias?

    FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: O referencial teórico utilizado é uma síntese da triangulação de três propostas teóricas e metodológicas que são entendidas, neste projeto, como possível de serem articuladas, gerando um campo teórico capaz de iluminar a realidade  a ser estudada. Assim, será utilizada a proposta da psicologia Sócio Histórica ( autores centrais – Vygotski e Leontiev), a da Ergonomia Francesa ( Yves Clot ) e das Representações Sociais ( Moscovici, Abric).

    Partimos da idéia de que a linguagem é aspecto central do arcabouço teórico, buscando analisar a relação que ela mantém com o trabalho docente e com o pensamento. Isso se justifica na medida em que a linguagem nos torna seres cuja essência é inegavelmente social, posto que a consciência humana é semioticamente estruturada.

    O MÉTODO: O principal recurso do método a ser empregado está na imagem como suporte da observação: todas as situações de desempenho profissional são gravadas em vídeo e, posteriormente, discutidas pelos participantes. A importância de observar uma atividade de trabalho reside menos no que se pode por meio dela observar do que nas diferenças encontradas entre aqueles que a observam. Dessa forma, especial atenção é dada, aqui, às diferenças encontradas entre aqueles que observam o registro de uma dada atividade docente.

    De fato, considera-se central que os sujeitos   observados pelo(s) pesquisador(es) e colega(s) – ao exercer a docência, possam se tornar, eles mesmos, observadores de seu próprio trabalho. É por esse meio e apenas por ele que Clot (2001, p. 10) acredita que “a experiência vivida possa se transformar em meio de viver outras experiências”, uma vez que implica o desenvolvimento subjetivo daquilo que foi experimentado, ou seja, o desenvolvimento da atividade. Dessa forma, o objetivo da pesquisa não está em coletar dados via observação e, sim, em permitir o desenvolvimento da observação dos próprios professores sobre sua própria atividade, colocando-os em posição de transformá-la.

    Proposta de obtenção de informações: Autoconfrontação simples e cruzada. A autoconfrontação simples refere-se à interação sujeito, imagem e investigador(es). Em outro momento dois professores – um cujo trabalho foi filmado e outro um docente convidado, com experiência similar   reúnem-se para analisar as imagens gravadas, na presença dos pesquisadores. À relação estabelecida entre sujeitos, imagens do colega trabalhando e investigador(es) chama-se de autoconfrontação cruzada. A confecção de uma seqüência de imagens, selecionada a partir do conjunto do material registrado e validado pelo grupo, encerra essa fase da pesquisa.

    Referencial de Análise: Coerente com os pressupostos apresentados, a análise se constituirá num movimento que, tendo a realidade empírica como ponto de partida, pretende buscar articular a tarefa, o real da atividade, a atividade real e seu produto, em especial para aqueles que a executam. O foco da análise é apreender o movimento contraditório criado entre falas, representações sociais e trabalho docente, à luz das prescrições da tarefa, de seus produtos, do referencial teórico e dos objetivos da pesquisa. As unidades de análise são, portanto, três: o registro da atividade, as falas dos sujeitos sobre a atividade que realizou (autoconfrontação simples) e as falas do outro professor sobre o trabalho registrado (confrontação cruzada). Quanto aos sentidos e os significados atribuídos pelos sujeitos (individual e coletivamente) à atividade, far-se-á uso dos procedimentos sugeridos por Aguiar e Ozella (2006), partindo de pré-indicadores até alcançar os núcleos de significação.

    Adicionalmente, no que se refere às representações sociais sobre o trabalho docente, será empregado, no tratamento do teste de “livre evocação de palavras”, o software EVOC, seguindo a orientação de Vergés (1994). Esta técnica de análise permite identificar os possíveis elementos do núcleo central considerando a freqüência (F) e a ordem média de evocação da palavra (TURA 1998).

    No momento, já foi realizada a revisão da literatura, a organização de uma primeira versão do referencial teórico e metodológico e reuniões de discussão entre as três Universidades para discutir o piloto realizado e as questões teóricas.

    Para este ano esta programado o início da coleta de dados, ou seja: a realização das entrevistas e das auto confrontações. Também realizaremos discussões de avaliação ( entre as três Universidades) acerca das tarefas realizadas e delinearmos os procedimentos de análise.

Publicações 

Produção bibliográfica atrelada ao projeto:

PASSARELLI, L.G. Ensino e correção na produção de textos escolares. São Paulo: Cortez, 2012.

_______ . Leitura e Produção Textual. In: ANDRADE, R.J. Avaliação de competências na educação básica: um marco referencial para a prática. São Paulo: Moderna, p. 15-55, 2011.
_______ . Da formação inicial à formação continuada: reflexões a partir da experiência da PUCSP. In: GIL, G.; VIEIRA-ABRAHÃO, M.H. (orgs.). Educação de Professores de Línguas - os desafios do formador. Campinas, SP: Pontes, 2008a, p. 219-237.
_______ . Educação linguística articulando teoria e prática: relações sintagmáticas anafóricas e catafóricas no plano do texto In: Ensino de língua portuguesa: reflexão e ação. São Paulo: EDUC, 2008c, p. 129-138.

Livro em coautoria:

Cintra, A.M.M.; Passarelli, L.G.P. Leitura e produção de textos. São Paulo: Blucher, 2011. (Coleção A Reflexão e a Prática no Ensino - Volume 2. Coordenação: CANO, Márcio Rogério de Oliveira.)

 

Ensino e correção na produção de textos escolaresLivro publicado2012
Aprova Brasil Língua Portuguesa - Ensino Fundamental I, Caderno 1 - Guia de Recursos DidáticosLivro publicado2011
Leitura e Produção de TextosCapítulo de livro publicado2011
Leitura e Produção TextualLivro publicado2011
Aprova Brasil: língua portuguesa: ensino fundamental I, Caderno 1Capítulo de livro publicado2010
Da formação inicial à formação continuada: reflexões a partir da experiência da PUC-SP.Capítulo de livro publicado2008
Domínio discursivo jurídico: procedimentos argumentativos no gênero textual decisão interlocutória.Capítulo de livro publicado2008
Educação lingüística articulando teoria e prática: relações sintagmáticas anafóricas e catafóricas no plano do textoCapítulo de livro publicado2008
Revisitando o ensino de língua portuguesa para fins específicosCapítulo de livro publicado2008
Educação lingüística continuada: teoria e prática na vida do profissional.Capítulo de livro publicado2006
Ensino de leitura na educação lingüística continuada de professores de português.Capítulo de livro publicado2006
Ensinando a escrita: o processual e o lúdicoLivro publicado2004

 

Processo Seletivo 

O período de inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Estudos Pós Graduados em Educação: Formação de Formadores será de 01 a 31 de outubro de 2014.

Bolsas 

Em breve.

Avaliação da Capes 
Triênio 2010-2011-2012 Conceito 4
Coordenação e vice-coordenação 
  • Coordenador
    Profa. Dra. Marli Eliza Dalmazo Afonso de André

  • Vice-coordenador
    Profa. Dra. Laurinda Ramalho de Almeida

Inscrição 

Em breve.

Revistas 

Em breve.

Egressos 

Em breve.

Dissertações e teses defendidas 

Em breve.

Intercâmbios 

Em breve.

Convênios 

Em breve.

Eventos Anteriores 

Em breve.

Expediente 

Assistente de Coordenação: Humberto Silva
E-mail: formep@pucsp.br 
Telefone: (11) 3670-8060
Horário de atendimento ao público: de 2ª a 6ª feira - das 13h às 19h
Endereço: Rua Ministro Godoy, nº 969 – 3º andar – Sala 310-A
Perdizes, São Paulo - SP
CEP: 05015-901

 

Conecte-se à PUC-SP