E-books


TECITURAS DAS CIDADES

História, memória e deslocamentos humanos

Arlete Assumpção Monteiro (org.)
Edgar da Silva Gomes (org.)
Yvone Dias Avelino (org.)

Os textos de Tecituras das cidades. História, memória e deslocamentos humanos dizem respeito às temáticas voltadas para os estudos dos deslocamentos humanos em suas mais variadas formas de abordagem: são olhares teóricos e sínteses sobre a memória e história dos mais variados objetos de estudos, que se tornaram, por sua relevância, migrações representativas de uma coleti­vidade humana em busca de novos horizontes.


PERMANÊNCIA E PÓS-PERMANÊNCIA DE JOVENS NEGRAS E NEGROS NO ENSINO SUPERIOR

caminhos para a equidade étnico-racial

Marcus Vinicius Bomfim (org.)
Myrt Thânia de Souza Cruz (org.)
Pedro Javier Aguerre Hughes (org.)

Este livro registra simbolicamente um longo e coletivo processo de lutas e reflexões sobre a universidade como um locus de produção do conhecimento, do diálogo, democrático e plural. Assim deveria ser. Assim será. Que ele chegue às mãos de gestores do campo da educação e administrativos, às diversas comunidades docentes e discentes, como um elemento reflexivo sobre a questão da permanência preta nas universidades e além. Que alcance as mentes de todas e todos que, envolvidas(os) nas políticas institucionais das universidades – públicas, privadas, confessionais –, encorajam o encaminhamento da mudança e o aperfeiçoamento do ambiente e das relações das comunidades acadêmicas Brasil afora.


MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS

um romance contemporâneo?

Elisabete Alfeld (org.)
Maria Rosa Duarte de Oliveira (org.)

Esta coletânea de estudos sobre Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, nasceu de uma inquietação: em que medida esse romance é nosso contemporâneo? Tal questionamento gerou um conjunto de leituras que partiram de novas chaves interpretativas para a análise crítica dessa obra-prima machadiana que, como todo clássico, continua atual entre nós, porque ainda não terminou de dizer o que tinha para dizer, parafraseando Ítalo Calvino.


DOM PAULO EVARISTO ARNS

um franciscano apaixonado pelo Reino de Deus na Cidade

Boris Agustín Nef Ulloa (org.)
Edelcio Ottaviani (org.)
Rosana Manzini (org.)

“Ao fazermos memória desse pastor intrépido, do seu ministério, no tríplice múnus de ensinar, santificar e governar, podemos perceber como Deus colocou em nossas mãos a possibilidade de chegarmos à plenitude e à consumação da vida, pedindo que nos abramos à força e graça do evento Deus encarnado, o Evangelho. Nos três múnus se manifestam a riqueza e ousadia do seu testemunho, das sendas da verdade, da caridade, do serviço às comunidades, especialmente aos da margem, “de esperança em esperança”, numa presença de justiça, fraternidade, acolhida, conforto, direitos humanos, de paz!"


PRESSUPOSTOS TEÓRICO-METODOLÓGI­COS E POLÍTICOS DA CIDADANIA DOS BEBÊS

contribuições de Fúlvia Rosemberg

Maria Luiza Rodrigues Flores (org.)
Marta Lúcia da Silva (org.)

A obra Pressupostos teórico-metodológicos e políticos da cidadania dos bebês: contribuições de Fúlvia Rosemberg cumpre objetivos relevantes: na primeira parte, concentra resultados de pesquisas orientadas por uma das figuras mais representativas no campo das políticas públicas educacionais para a educação infantil, proporcionando, especialmente, um aprofundamento sobre o direito dos bebês à educação em espaço público. Ao fazê-lo, o livro presta justa homenagem à Fúlvia Rosemberg, perenizando seu legado. Além disso, na segunda parte da obra, são apresentadas reflexões de outras professoras e pesquisadoras brasileiras que se dedicam ao tema das infâncias, completando um panorama atual das bases teórico-metodológicas empregadas nos estudos do campo. Em tempos de retrocessos no campo educacional, o livro se constitui, ainda, em uma ferramenta importante para subsidiar políticas públicas e práticas que tenham lealdade para com os direitos dos bebês e das crianças em nosso país.


ENSAIOS MULTIDIMEN­SIONAIS

Maria Lucia Rodrigues (org.)

Esta coletânea, resultado de estudos e pesquisas do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino e Questões Metodológicas em Serviço Social (Nemess), expressa a diversidade de estudos, teorias e metodologias articuladas a diferentes áreas do conhecimento humano em suas múltiplas expressões e possibilidades, revelando não só o perfil multifacetado dos pesquisadores, mas também e sobretudo a abertura à possibilidade complexa, tensa e contraditória de articulação entre teorias, conhecimentos e práticas que, no profícuo confronto de ideias, produzem algo novo que se revela possível e necessário ao campo heurístico e de intervenção do Serviço Social.


VIREI SERVIÇO! E AGORA?

Aldaíza de Oliveira Sposati (org.)
Raquel Cristina Serranoni da Costa (coorg.)
Thiago Agenor dos Santos de Lima (coorg.)

Esta coletânea, resultado de trabalho coletivo de pesquisadores do Nepsas – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social –, dedica-se a apresentar análises sobre a ética, a natureza pública e a constituição dos serviços socioassistenciais, estabelecendo comparativos com a legislação Basca dos serviços sociais.