Linguagem e Subjetividade
Página Inicial
Linguagem e Subjetividade
Linguagem e Subjetividade
Banco de Dados de Fala e Escrita
Banco de Dados de Fala e Escrita
Cadastro para acesso ao banco de dados
Alfabetização e Seus Avatares
Laboratório de Observação de Linguagem
Parcerias
Eventos
Coluna “Fonoaudiologia em Questão”
biblioteca_novo
Links
Contato


Página inicial >Laboratório de Observação de Linguagem

Laboratório de Observação de Linguagem
O que é

Iniciativa pioneira do grupo de estudos Linguagem e Subjetividade do Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia da PUC-SP, o Laboratório de Observação de Linguagem define-se pela criação de um espaço de práxis fonoaudiológica que viabilizará o desenvolvimento de pesquisas sobre a linguagem e a clínica fonoaudiológica com vistas a expandir a elaboração de conhecimento científico e ampliar o acesso da população à Fonoaudiologia. As atividades a serem desenvolvidas no laboratório destinam-se à formação e especialização de graduandos e pós-graduandos em Fonoaudiologia e ao atendimento da população a ser organizado, inicialmente, em grupos terapêuticos e em grupos lúdicos. A experiência clínica em um laboratório equipado com espelho de dupla face e microfones possibilitará a observação da linguagem em tempo real e a gravação das cenas clínicas permitirá a observação em tempo virtual. Os dados coletados, uma vez digitalizados, integrarão o Banco de Dados de Fala e Escrita fornecendo matéria prima para pesquisas de iniciação científica, especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado, com foco quer na aquisição ou nas patologias de linguagem, beneficiando os alunos desta e de outras instituições parceiras.

Objetivos

1. Instalar um laboratório para observação da linguagem em tempo real e em tempo virtual incorporando um banco de dados de acesso livre;
2. Desenvolver softwares específicos para transcrição, análise e armazenamento de dados em linguagem;
3. Desenvolver a formação de pesquisadores por meio do ensino de técnicas de observação, análise e interpretação do funcionamento da linguagem; 
4. Estabelecer intercâmbio sistemático entre o laboratório e as instituições parceiras por meio de programas multiusuários acessados via internet;
5. Partilhar com outras áreas de conhecimento o uso das instalações do Laboratório para que desenvolvam suas próprias pesquisas;
6. Desenvolver pesquisas na área da Clínica Fonoaudiológica, em particular sobre as relações estruturais entre semiologia, etiologia, diagnóstica e terapêutica;
7. Desenvolver pesquisas sobre manejos terapêuticos mais eficazes para o atendimento de sujeitos com sintomas de linguagem oral ou escrita;
8. Divulgar o conhecimento gerado a partir das pesquisas desenvolvidas no laboratório.

Organização dos Grupos para Observação de Linguagem

Frente ao pressuposto de que a linguagem deva ser interpretada como manifestação do seu próprio funcionamento e que para o entendimento desse funcionamento é necessária a observação da linguagem nos vários discursos ou nas várias interações que ela estrutura, o laboratório de observação de linguagem pretende observar, analisar e compreender essa dinâmica de funcionamento em algumas instâncias tais com a lúdica e a terapêutica.

Grupos lúdicos

O laboratório de observação de linguagem contará com a formação de grupos lúdicos, uma vez que por meio da observação da interação desses grupos é possível observar o acontecimento da linguagem em sua forma natural. Esse fato possibilita apreender o processo de aquisição da linguagem; o que de particular acontece na/com a fala da criança na relação com o Outro - enquanto instância de funcionamento da língua; a relação da criança com a escrita; o funcionamento da linguagem em situações particulares – com familiares, amigos -, situações essas onde os efeitos da interpretação ganhem visibilidade e especificidade. Os grupos lúdicos serão formados por sujeitos: a) que morem próximo à região onde será instalado o laboratório de observação de linguagem; b) interessados em conveniar-se ao laboratório. Os grupos lúdicos dizem respeito às interações: criança - criança, mãe - criança e grupos de terceira idade.

Grupos Terapêuticos

O laboratório de observação de linguagem se propõe também à formação de grupos terapêuticos, para que os sintomas de linguagem possam ser observados e analisados.  Esses grupos serão de fundamental importância, uma vez que o objeto de estudo da Fonoaudiologia se dirige às patologias de linguagem e que os dados só podem levantar questionamentos se advindos de seu âmbito de atuação, qual seja, a clínica. Ao se ter em vista que a linguagem do sujeito se constitui na/pela relação com o Outro, o laboratório permitirá observar a natureza dessa relação, até para que as instâncias da aquisição e da patologia sejam confrontadas. Junto aos grupos terapêuticos, será oferecida prestação de serviços à comunidade, ou seja, atendimento fonoaudiológico a pessoas que apresentem dificuldades financeiras para atendimentos particulares. O laboratório oferecerá acompanhamento do caso e discussões com profissionais envolvidos.

Resumindo o Laboratório Permitirá

a) ensino de técnicas de observação para alunos dos três níveis de formação: graduação, especialização e pós-graduação (mestrado acadêmico e profissionalizante)
b) acolhimento de pesquisas de Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado;
b) parcerias acadêmicas com cursos que tomam o sujeito da fala como objeto de estudo, a saber: Fonoaudiologia, Psicolingüística, Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Clínica e Experimental, entre outras.


 
 
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Desenvolvido por DTI- Núcleo de Mídias Digitais