Pagina Inicial Contato Sites da PUC

Você sabia que numa entrevista de emprego você deve estar muito atento a sua comunicação?

Telma e Marta Assumpção de Andrada e Silva

O ser humano pode se comunicar de diferentes formas. Uma das formas mais eficientes de comunicação é a corporal e, quando bem aproveitada, pode ser o motivo do seu sucesso. Por esse motivo diferentes profissionais do setor de recursos humanos, gestão e comunicação tem se interessado cada vez mais em compreender a linguagem corporal.

Quando um candidato chega para uma entrevista de emprego, é natural que o responsável pela seleção preste atenção nos sinais corporais, a começar pelo aperto de mãos: muito fraco pode indicar passividade, forte demais pode sinalizar desejo de mostrar poder e intimidade, mãos suadas indicam nervosismo. Em interações face a face, o contato visual é importante. Olhar para longe ou evitar contato visual pode revelar falta de interesse, de segurança ou de sinceridade. Pessoas mais confiantes fazem mais contato visual. Portanto, aprenda a olhar as pessoas nos olhos, mas nunca faça isso por muito tempo a ponto delas se sentirem desconfortáveis. Outra coisa que pode ajudar, por exemplo, em uma entrevista, é discretamente copiar a linguagem corporal do entrevistador. Isso ajuda a criar empatia e confiança. É claro que, assim como o sorriso e o contato visual, exagerar nessa prática pode deixar as outras pessoas desconfortáveis ou fazer que elas achem que estão sendo imitadas.

Mas e você, como você se vê?

Você sabe se a imagem que você passa é a imagem que você deseja passar? Você esbanja simpatia? Tem um estilo próprio e constante de se vestir? Sabe usar as roupas a favor do seu tipo físico? Sabe compor e coordenar os acessórios? Fala em um tom de voz adequado? Tem um aperto de mão firme? Mantem uma postura ereta do corpo demonstrando autoconfiança? Quando gerenciamos nossa imagem estamos cuidando de como os outros vão nos avaliar. Busque entender qual a mensagem que você passa com sua imagem com a ajuda de pessoas próximas e sinceras.

O objetivo não é comunicar algo que não seja verdadeiro, e sim lembrar que sua atitude influencia suas emoções.

Reflita e lembre-se: você é o seu cartão de visitas. Use a sua imagem ao seu favor e seja a principal motivação do seu sorriso!

Apoio:
 

Compartilhe:


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Desing: DTI-NMD