Quem Somos

Pesquisadores

Parceiros Internacionais

Parceiros Nacionais

Etapas da Investigação

Produções Bibliográficas

Galeria de Imagens

Banco de Dados

Notícias

Links

CLACSO (desde 2007)
(Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales)

O grupo de pesquisa “Jovens Urbanos” está filiado ao Grupo de Trabalho “Juventud y nuevas prácticas políticas en América Latina”, da CLACSO uma rede internacional de investigadores latino-americanos que almejam fundir experiências e conhecimentos a fim de teorizar e compreender os novos sentidos, discursos e significados das vivências juvenis. A que3stão fundamental proposta aos investigadores desse GT da CLACSO é: quais são as práticas políticas – novas e originais – de jovens e coletivos juvenis na América Latina? A equipe brasileira almeja analisar ações culturais de jovens urbanos, considerando-as como lócus privilegiado de ação política e de cidadania na contemporaneidade; privilegia-se a dimensão cultural para a compreensão da política: que as práticas políticas juvenis encontram-se, hoje, mais no cotidiano que nas instituições.

RedINJU (desde 2010)
Red de Posgrados en Infancia y Juventud

A iniciativa de criação da RedINJU tem sua origem no acordo celebrado entre a Organización de Estados Iberoamericanos (OEI) e o Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) para a configuração de redes de formação de pós-graduação (mestrado e doutorado), com alto nível acadêmico em temáticas específicas. O referido acordo se encontra inscrito na proposta conjunta da OEI e do Centro de Altos Estudios Universitarios (CAEU), para a conformação de Redes Interuniversitarias de Excelencia, em concordância com a Declaración de la Cumbre de Salamanca (2005). A RedINJU apresenta-se, também, como um desdobramento do Grupo de Trabajo CLACSO: Juventud y nuevas prácticas políticas en América Latina, em atividade desde 2008. Destaca-se, ainda, como um importante antecedente e suporte acadêmico para a RedINJU, o Posdoctorado en Ciencias Sociales, Niñez y Juventud, do qual fazem parte vários dos programas de pós-graduação, entre eles o Programa de Ciências Sociais da PUCSP.

Objetivos: perspectiva crítica e multidisciplinar que pretende impactar infâncias e juventudes, mediada por quatro eixos: a) políticas populacionais e setoriais que incidem diretamente na qualidade de vida de crianças e jovens da América Latina; b) processos de produção e circulação de conhecimento; c) sistemas de formação de formadores, gestores e profissionais relacionados ao campo da infância e da juventude; d) discursos que visibilizam estes setores populacionais e as práticas sociais, culturais e políticas, por meio das quais crianças e jovens tornam-se sujeitos individuais e sociais. Ações/atividades realizadas e em andamento: Cátedra Virtual (com dois cursos já aprovados para funcionamento em 2012); Escola Internacional de Formação Intensiva de Pós-graduação em Infância e Juventude; Intercambio de Estudantes; Intercambio Docente; Realização de Projetos Conjuntos de Pesquisa; Publicações.

Instituições Participantes: Universidad de Manizales y CINDE, Colombia; Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUCSP, Brasil; Universidad de la República, Uruguay; Universidad Nacional de San Martín, Argentina; Universidad Mayor de San Andrés, Bolivia; Universidad Católica Silva Henriquez, Chile; Universidad Autónoma de Barcelona, España; y FLACSO Brasil; Centro de Estudios Avanzados en Niñez y Juventud de la alianza CINDE/Universidad de Manizales/Colômbia; ; Colegio de La Frontera/México.

Projeto de Investigação: “Gestión del Conocimiento en Infancia y Juventud, desde la Construcción de Ciencia y Sociedad, en Iberoamérica con la RedINJU” (enviado para avaliação/concessão de auxílio pesquisa ao CYTED Investigación/Programa Iberoamericano de Ciencia y Tecnologia para el Desarrollo).

Integrante do Comitê Acadêmico e Pesquisadora: Profa. Dra. Silvia Helena Simões Borelli (Depto. Antropologia/PPEPG/CSO/PUCSP).

Programa Postdoctoral de Investigación en Ciencias Sociales, Niñez y Juventud (desde 2009)

O objetivo desta proposta de Pós-Doutorado é possibilitar um espaço de formação pós-doutoral em Ciências Sociais, como campo para a reflexão sobre infância e juventude, capaz de contribuir para o avanço dos processos de construção de conhecimento teórico e prático relevante para a América Latina; franquear um espaço permanente de análise e reflexão crítica sobre a situação de crianças e jovens latino-americanos, sobre as políticas públicas orientadas à infância e à juventude e sobre as práticas sociais das quais possam derivar aprendizagens em diferentes contextos; fazer avançar e priorizar, na agenda pública, os campos da infância e da juventude propiciando impactos significativos na situação e condição de crianças e jovens na América Latina; consolidar redes de investigadores/as nos campos da infância e da juventude na América Latina; promover a publicação de uma serie de livros, como resultado das investigações teóricas e/ou empíricas empreendidas no marco do espaço pós-doutoral. Este curso de pós-doutorado surge como um desdobramento do grupo de trabalho CLACSO: Juventud y Nuevas Prácticas Políticas en América Latina. Sua duração é de dois anos, durante os quais os pós-doutorando(as) realizam uma pesquisa teórica e/ou empírica que resultará na publicação de um livro. Na avaliação/confrontação de sua investigação, o/a pós-doutorando/a contará com a interlocução de um/a dos intelectuais que compõe o Comitê Acadêmico do Curso.

Instituições e Redes participantes: Centro de Estudios Avanzados en Niñez y Juventud de la alianza CINDE/Universidad de Manizales/Colômbia; Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/PUCSP/Brasil; Universidad Catolica Silva Enriquez/Chile; Colegio de La Frontera/México; Grupo de Trabalho CLACSO Juventud y Nuevas Prácticas Políticas en América Latina. Instituição avalista na América Latina: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales/CLACSO. Instituições cooperantes: FLACSO/Argentina.

Coordenação: Silvia Helena Simões Borelli (Depto.Antropologia/PPEPG/CSO/PUCSP).

Convênio Marco de Cooperação entre a Fundación Universidad Central de Colombia (Bogotá, Colômbia) e a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (São Paulo, Brasil)

Atividades:

  • Facilitar o intercâmbio de informação, documentação, publicação e material audiovisual, acerca das atividades acadêmicas, culturais e de pesquisa existentes em cada instituição, sobre temas de interesse comum.
  • Desenvolver projetos conjuntos de docência, pesquisa, projeção social e difusão, estimulando a formação de equipes de trabalho.
  • Incentivar o intercâmbio de pessoal acadêmico com fins docentes, de pesquisa e de assessoria durante um prazo determinado, oferecendo aos visitantes o mesmo trato que recebem os seus acadêmicos.
  • Facilitar a aceitação de docentes e estudantes de uma das universidades que, cumprindo os requisitos de admissão estabelecidos para o respectivo programa acadêmico, desejam cursar estudos de pós-graduação em nível de Especialização, Mestrado e Doutorado na outra instituição.
  • Organizar conjuntamente seminários, colóquios, simpósios, oficinas, conferências e diferentes encontros internacionais nos quais possam participar as duas universidades.
  • Cooperar em programas de formação de pesquisadores.
  • Participar na formação de redes de pesquisadores para dar suporte aos projetos de mútuo interesse e para administrar recursos nacionais e internacionais.

Convenio Marco de Cooperación entre la Universidad de Manizales (Manizales, Colombia) e la Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (São Paulo, Brasil)

Atividades:

  • Facilitar o intercâmbio de informação, documentação, publicação e material audiovisual, acerca das atividades acadêmicas, culturais e de pesquisa existentes em cada instituição, sobre temas de interesse comum.
  • Desenvolver projetos conjuntos de docência, pesquisa, projeção social e difusão, estimulando a formação de equipes de trabalho.
  • Incentivar o intercâmbio de pessoal acadêmico com fins docentes, de pesquisa e de assessoria durante um prazo determinado, oferecendo aos visitantes o mesmo trato que recebem os seus acadêmicos.
  • Facilitar a aceitação de docentes e estudantes de uma das universidades que, cumprindo os requisitos de admissão estabelecidos para o respectivo programa acadêmico, desejam cursar estudos de pós-graduação em nível de Especialização, Mestrado e Doutorado na outra instituição.
  • Organizar conjuntamente seminários, colóquios, simpósios, oficinas, conferências e diferentes encontros internacionais nos quais possam participar as duas universidades.
  • Cooperar em programas de formação de pesquisadores.
  • Participar na formação de redes de pesquisadores para dar suporte aos projetos de mútuo interesse e para administrar recursos nacionais e internacionais.

IESCO - 2002/2004
(Instituto de Estudios Sociales Contemporâneos)

O grupo de pesquisa “Jovens Urbanos” foi convidado pelo Departamento de Investigações da Universidade Central (DIUC, Bogotá, Colômbia), atual Instituto de Estudios Sociales Contemporâneos (IESCO, Bogotá, Colômbia) para participar de uma rede internacional de investigadores e realizar uma reflexão conjunta sobre culturas juvenis em centros urbanos. A proposta articulava-se ao redor de uma pergunta comum – quais as concepções que os jovens têm sobre vida e morte? – que fazia sentido, e ainda faz, pelos expressivos indicadores da existência de jovens na constituição das sociedades atuais – por seus altos índices de mortalidade e presença maciça na composição das taxas de violência e criminalidade, ora como vítimas, ora como protagonistas – e, ainda, por sua significativa participação nas construções estéticas e culturais da contemporaneidade. A divulgação dos resultados desta investigação pode ser encontrada em vários artigos em periódicos acadêmicos no Brasil e no exterior (alguns deles podem ser encontrados neste site, no link Jovens na cena metropolitana. Percepções, narrativas e modos de comunicação.

Convênio CAPES/MINCyT entre a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (São Paulo, Brasil) e Universidad de Buenos Aires (Buenos Aires, Argentina) - (2013 – 2016)

O Projeto Políticas públicas e participação juvenil no Brasil e na Argentina: inovações e apropriações almeja investigar e constituir parâmetros comparativos entre Brasil e Argentina, no que diz respeito às políticas públicas de inclusão digital para a juventude e as formas de participação e apropriações políticas e culturais por jovens nos dois países.

Objetivos: localizar políticas públicas voltadas à juventude e implantadas no Brasil a na Argentina, desde 2003; identificar as políticas públicas emergentes e inovadoras em cada um dos países, com foco para: inclusão digital, participação política e produções culturais; analisar as formas de apropriação, recepção e usos das políticas públicas por parte de seus jovens usuários; e avaliar as articulações entre os usos das redes sociais e as formas de participação juvenil. Ressalta-se que o projeto propõe uma metodologia que integra características da pesquisa quantitativa e qualitativa. 

Coordenação: Silvia Helena Simões Borelli (PUCSP) e Alicia Itati Palermo (UBA)

Equipe: Pabo Vommaro (UBA), Ariane Aboboreira (PUCSP),  Melina Vazquez (UBA), Maria Imaculada Fernandes Victal (PUCSP), Natalia Garrido (UBA), Alejandro Cozachcow (UBA).