Apresentação

O curso propõe reflexões e intervenções sobre os usos de tecnologias digitais e suas lógicas e a importância destas para a inclusão social via identificação e análise de serviços e geração de renda voltados para as camadas menos favorecidas da população brasileira.

As crises social, ambiental e ética contemporâneas são desafios que convocam a universidade a apresentar à sociedade conhecimentos capazes de viabilizar oportunidades de participação e inclusão de todos no debate público intermediado por tecnologias de acesso em rede. A comunicação mediada por máquinas exerce papel fundamental nesse processo, pois se constitui em importante motor da sociabilidade atual e em espaço de reivindicação da sociedade por mais transparência dos processos decisórios (governamentais e corporativos), contribuindo assim para a construção da cultura da participação responsável. Em um país de democracia recente como o Brasil, urge gerar espaços de capacitação e envolvimento dos atores sociais no acesso ao conhecimento atualizado e ao debate público que gerem espaços alternativos ao eixo dos interesses das hegemonias corporativas que controlam a difusão tecnológica.  

Note-se que, no atual cenário midiático, em que vínculos são necessariamente mediados por suportes tecnológicos, cada vez menos os processos comunicacionais ocorrem mediante um fluxo de informações unilateral estabelecido entre diferentes interlocutores, envolvendo assim uma intensa troca de pontos de vista. Em decorrência, o efeito produzido nem sempre é passível de ser previamente previsto ou controlado. Isso faz que o percurso para alcançar um determinado objetivo seja cada vez mais “sinuoso”, o que exige a contínua revisão de condutas por parte daqueles envolvidos na relação comunicativa.  

Como referência, serão analisadas diferentes inciativas tecnológicas em suas especificidades de mediação e acesso, sobretudo as que oferecem potencial de uso para ampliar a participação popular em processos emancipatórios e em acesso a serviços básicos, como educação e saúde.


Objetivos

Conhecer as abordagens mais contemporâneas acerca da influência das tecnologias sobre a estrutura social e o comportamento humano a partir do uso das redes por movimentos de transformação e as possíveis interações nas realidades cotidianas dos grupos sociais.

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão
  • Público-alvo:

    Professores, pesquisadores, universitários e profissionais interessados na concepção, desenvolvimento, gestão e avaliação de projetos tecnológicos com finalidade social e cidadã.
     

  • Duração: 30 horas
  • Local: Campus Consolação - Unidade COGEAE
  • INSCREVA-SEna lista de interesse
Professor em Destaque

Profa Dra. Maria da Conceição Golobovante

Maria da Conceição Golobovante é professora do departamento de Arte da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) onde leciona na graduação dos cursos de Publicidade e de Multimeios. Pertence ao grupo de Pesquisas Mediatel – Mediações Telemáticas, onde desenvolve pesquisa de comunicação comunitária. É doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP e realizou pós-doutorado pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará, onde estudou os impactos da mineração da companhia Vale no sudeste do Pará a partir das perspectivas dos stakeholders da companhia. Também atua no Laboratório de Interações de Sociotécnicas Ambientais do Instituto do Mar da UNIFESP – Campus Baixada Santista.

Saiba Mais
Professor em Destaque

Prof. Dr. Milton Pelegrini

Milton Pelegrini é jornalista, doutor em Comunicação e Semiótica e professor concursado do quadro de carreira do magistério superior da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Realizou um estágio de pós-doutorado na Universidad Austral de Chile – UACh investigando a produção de sentidos na cultura midiática e realiza outro estágio de Pós-Doc na Universidad de Zaragoza, España, onde estuda os conceitos e as bases fundamentais para a construção de uma “Comunicação para Paz” que seja capaz de atuar na mediação de conflitos em comunidades desassistidas. É lider do grupo de pesquisa Mediações Telemáticas “Mediatel” e é o responsável pelo Projeto Redic – Rede de Informação Comunitária na maior favela de palafitas da América Latina, localizada no Dique da Vila Gilda, na cidade de Santos.

Saiba Mais

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Online
Especialização
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC