Apresentação

A reconstituição factual e a elaboração da memória relativa à ditadura civil-militar (1964-1985) permanecem notoriamente inconclusas no Brasil. Decorridos pouco mais trinta e seis anos da Lei de Anistia (1979), muitos eventos e crimes desse período continuam desconhecidos ou não esclarecidos, numa inequívoca violação dos direitos humanos.

A despeito dos avanços nas políticas de reparação às vítimas da ditadura e seus familiares e dos esforços empenhados pela Comissão Nacional da Verdade (CNV), é de se considerar a fragilidade das conquistas voltadas à recuperação factual dos crimes e à punição dos responsáveis pelas torturas, assassinatos ou desaparecimentos forçados daquele período. Esse quadro contrasta com o que se configurou em outros países da América Latina, onde diversos processos e instrumentos de apuração dos fatos e responsabilidade estão em curso.

Por meio da conjunção de diferentes campos e abordagens, o curso apresentará um panorama reflexivo sobre a repressão política durante a década de 1970, reconstruindo a trajetória dos grupos que protagonizaram as lutas de resistência à ditadura e promoveram as mobilizações em defesa da memória, verdade e justiça. As escolhas que orientam a estrutura e a bibliografia do curso procuram romper com as visões mais tradicionais, as quais privilegiam lugares e ações institucionais do Estado.


Objetivos

Aprofundar o entendimento a respeito das complexas relações existentes entre Estado e Sociedade e entre a memória e registro histórico, que a conjunção de diferentes campos e abordagens propicia.

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão
  • Público-alvo:

    Estudantes, ativistas, e público interessado com segundo grau completo; estudantes universitários e profissionais das diferentes áreas do conhecimento.

  • Duração: 45 horas
  • Local: Campus Perdizes
  • INSCREVA-SEna lista de interesse

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Online
Especialização
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC