Apresentação

AVISO

Neste período de quarentena, os cursos de especialização, MBA e extensão da PUC-SP estão sendo realizados remotamente com o uso de recursos digitais. Leia Mais

Com a pandemia da Covid-19 e o isolamento social imposto por tal, tivemos a oportunidade de ver a magnitude dos reflexos da 4ª revolução industrial nas relações de trabalho. A Gestão de Pessoas, nesse contexto, se viu colocada na posição de repensar as relações de trabalho dentro do campo virtual e tecnológico. Houve a necessidade de adaptação estratégica adequada ao cenário atual, e a reflexão de como manter o engajamento dos profissionais por meio da cultura digital. Conceitos como o Employer Branding, por exemplo, que já era bastante presente, ganha ainda mais destaque e protagonismo. Considerando então que a 4ª revolução industrial trouxe não somente a mudança nas tecnologias em si mas transformou também a nossa relação com as tecnologias e o modo o modelo organizacional gera engajamento, foi necessário que a Psicologia Organizacional e do Trabalho repense suas noções e ações perante sua estratégia, sua cultura, sua liderança e seus colaboradores.

Uma das funções mais importantes da Psicologia Organizacional e do Trabalho é aplicar os conhecimentos da Psicologia em busca da promoção de saúde do trabalhador e da sua satisfação em relação ao trabalho. No cenário pandêmico atual, essa função torna-se ainda mais importante enquanto existe uma vulnerabilidade

imposta a todos. Assim, é responsabilidade do profissional da Psicologia Organizacional a observação cautelosa dos trabalhadores e de suas relações com o trabalho nesse novo contexto, provendo o apoio psicológico e a assistência constante. É necessário que seja criado um vínculo e espaço seguro entre os colaboradores da empresa e a área de Psicologia Organizacional, de forma que exista um lugar ao qual o colaborador pode se voltar quando estiver com algum conflito.

O acolhimento aos trabalhadores e o zelo pela saúde do trabalhador é, sem dúvidas, a principal função neste momento. Ademais, também é necessário refletir como as demandas de trabalho podem continuar saudáveis e não abusivas nesse período, respeitando a fragilidade vigente.

No cenário atual provocado pela COVID-19, o critério de renovação torna-se ainda mais importante enquanto é necessário repensar todas as ações para uma ação adaptada às novas necessidades. Assim, uma das prioridades da Gestão de Pessoas é, neste contexto, repensar maneiras remotas de manter o engajamento do profissional com o trabalho, a empresa e a equipe. Para tal, diversas medidas podem ser pensadas, como feedbacks constantes de atuação, a inserção de novos benefícios, frequente implementação de ações motivadoras e encontros online de confraternização entre equipes por exemplo. Observa-se diversas ações interessantes que empresas tem tomado neste momento, como a entrega de voucher para lojas virtuais de artigos esportivos e a promoção de aulas online de assuntos diversos.


Objetivos

Apresentar e discutir os dilemas da liderança por ocasião da COVID-19; Problematizar aspectos éticos e limites dos novos modos de gerenciamento de pessoas; Apresentar os principais adoecimentos em decorrência do trabalho remoto; Apresentar caminhos possíveis para engajar as equipes

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão
  • Público-alvo:

    Este curso é direcionado a alunos de diferentes cursos de graduação e profissionais que atuam nas áreas de Administração, Economia, Psicologia, Pedagogia e Ciências afins, gestores e profissionais de Recursos Humanos, bem como aos interessados em ter uma visão geral sobre o tema.

  • Duração: 32 horas
  • Local: Online
  • INSCREVA-SEna lista de interesse
Professor em Destaque

Profa. Dra. Juliana Aparecida de Oliveira Camilo

Possui graduação em Psicologia pela Universidade São Francisco (2003), aprimoramento em Psicanálise no Hospital Geral pelo Instituto Sedes Sapientiae (2004), mestrado e doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, no curso de Psicologia (Departamento de Psicologia Social) e professora titular da Universidade Paulista, no curso de Gestão. É também coordenadora de diferentes cursos de extensão em Gestão de Pessoas na Educação Continuada da PUC-SP. Tem experiência em pesquisa científica nos seguintes temas: psicologia social do esporte, sofrimento do trabalhador, saúde mental, luta antimanicomial e técnicas de pesquisa.

Professor em Destaque

Prof. Rafael Cordeiro Camilo

Engenheiro eletricista pós-graduado em instalações elétricas. Experiência em gestão de times em diferentes contextos laborais. Sólida atuação como Engenheiro de Vendas e Orçamentos na empresa Schneider Electric (multinacional francesa, especialista global em gestão de energia). Dentre as atribuições destaca-se o gerenciamento de contas, consolidando vendas e possíveis ampliações de negócios. Negociação e fechamento de contratos, interação com clientes, fornecedores e áreas internas, a elaboração de propostas técnicas e comerciais e a gestão de equipes de alta performance. Em âmbito acadêmico atuo como professor convidado na PUC- COGEAE, sobretudo na gestão da equipe de professores.

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Online
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Online, Curso Novo
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC