Educação Continuada

Curto e Fino: do primeiro cinema aos vídeos verticais

Extensão, Curso Novo
36h

Apresentação

AVISO

Neste período de quarentena, os cursos de especialização, MBA e extensão da PUC-SP estão sendo realizados remotamente com o uso de recursos digitais. Leia Mais

O que são obras audiovisuais curtas? A duração não é suficiente para definir este conceito, ligado a certas características de linguagem que destoam dos formatos da narrativa clássica e do cinema comercial. O início do cinema aconteceu em formatos de curta duração, por contingência, afinal o tempo de filmagem era um impeditivo. Mas logo as insinuações narrativas foram tomando conta de situações audiovisuais até então marcadas pelo acontecimento. Surgiram dois tipos de obras de curta duração e apenas uma deles se encaixa na definição de filmes curtos adotada neste curso.

Com o surgimento das câmeras de vídeo e da ilha de edição eletrônica, os filmes curtos ganham outras potências. Por causa dos custos maiores, o cinema em película acaba firmando uma trajetória em torno da narrativa clássica, algo que só vai mudar a partir dos anos 1950, com o surgimento dos novos cinemas em países como Itália, França e Brasil. Mais ou menos ao mesmo tempo, as tecnologias eletrônicas ampliam o leque de possibilidades, estimulando formatos audiovisuais mais experimentais.

As narrativas curtas encontraram no contexto da difusão digital um habitat natural. Os dispositivos digitais em geral, e as redes sociais em particular, criaram espaços propícios para a brevidade onde a busca pela atenção e o potencial de atração são elementos fundamentais na busca de formas expressivas. De que maneiras, então, funcionam os signos e mecanismos desses pequenos espaços temporais nos veículos de comunicação?


Objetivos

  • Definir filmes curtos e justificar com exemplos;

  • Identificar modelos históricos de filmes curtos, apresentar uma noção ampliada de narrativas e justificar com exemplos;

  • Investigar as intersecções e desdobramentos de filmes curtos;

  • Discutir exemplos de filmes curtos feitos em película, mídia eletrônica e digital;

  • Apresentar as relações entre os filmes curtos, a música e os movimentos de contracultura;

  • Estimular uma reflexão sobre o audiovisual nas redes sociais;

  • Estimular o olhar para a compreensão crítica e a criação de filmes curtos

Diferenciais do Curso

Não existem cursos sobre os formatos audiovisuais curtos, pois a ênfase de formação na área são os formatos mais convencionais de filmes e vídeos. Mas as redes sociais têm virado esta lógica do avesso, e as instituições de ensino ainda não acompanharam as rápidas mudanças. Este curso preenche esta lacuna, misturando docentes com experiência acadêmica e profissionais com experiência no mercado.


 

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão, Curso Novo
  • Público-alvo:

    Professores, pesquisadores, universitários e profissionais nas áreas de cinema, games, roteiro, crítica, artes, vídeo, design, literatura e arquitetura, além de interessados em espacialidade, semiótica e estudos da presença.

  • Duração: 36h
  • Local: Campus Consolação - Marquês de Paranaguá
  • INSCREVA-SE
Professor em Destaque

Prof. Dr. Marcus Vinicius Fainer Bastos

Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, onde é professor vinculado ao Departamento de Artes, desde 2003, e ao programa de pós-graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital, desde 2012. Publicou os livros Audiovisual ao Vivo: tendências e conceitos (com Patricia Moran, Intermeios, 2020), Limiares das Redes (Intermeios, 2014) e Cultura da Reciclagem (Noema, 2007, ebook).

Saiba Mais

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Online, Curso Novo
Extensão, Curso Online, Curso Novo
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Online, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Online, Curso Novo
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC