Apresentação

AVISO

Neste período de quarentena, os cursos de especialização, MBA e extensão da PUC-SP estão sendo realizados remotamente com o uso de recursos digitais. Leia Mais

A formação do psicólogo no Brasil não tem conseguido preparar profissionais psicólogas e psicólogos para o manejo das questões raciais e culturais no campo clínico, não reconhecendo o racismo como produtor do sofrimento psíquico. Observam-se dificuldades dos profissionais para lidar com o sofrimento mental produzido pela experiência do racismo. Com a premissa de que todos “somos humanos”, portanto, “partilhamos dos mesmos sofrimentos”, adota-se o critério de humanidade do ser humano branco, eurocentrado, medida para os procedimentos e teorias hegemônicas no campo psi.

A proposta do presente aprimoramento é trabalhar com teorias e procedimentos clínicos voltados a atender pessoas negras e indígenas com olhar para as seguintes premissas:

  • Reconhecimento do Brasil como um país racista, violento, anti negro e anti indígena, que produz e reitera cotidianamente o racismo como estruturante da sociedade e das subjetividades das pessoas negras e indígenas, produzindo estresse e sofrimento psíquico.

  • Reconhecimento dos efeitos da branquitude como detentora de privilégios e reprodutora da violência física e simbólica.

  • Reconhecimento da importância da formação no campo teórico e manejo clínico que forneça subsídios para a atuação do psicólogo por meio de letramento racial crítico e desconstrução de crenças disfuncionais e discriminatórias no fazer clínico.

  • Reconhecimento das interseccionalidades: raça, gênero e classe como constituinte dos sistemas de opressão, discriminação  e racismo.

 


Objetivos

Ofertar formação especializada para profissionais psicólogas e psicólogos que queiram se aprimorar em atendimento psicológico voltado para a população negra e indígenas, com recorte de inserteccionalidades e cultural.Promover letramento racial crítico para profissionais psicólogos que buscam formação específica que trabalhe com autoras e autores negros e indígenas.Ofertar estrutura da clínica escola para realizar atendimento clínico no âmbito do serviço de atendimento psicológico voltado à comunidade negra e indígena da PUC/SP. Promover espaços de discussão e trocas por meio de supervisão.

Sobre o Curso
  • Categoria: Aprimoramento
  • Público-alvo:

    Destinado à psicólogas e psicólogos

  • Duração: 530 horas
  • Local: Clínica Psicológica "Ana Maria Poppovic"
  • INSCREVA-SE
Professor em Destaque

Profa. Dra. Myrt Thânia de Souza Cruz

Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutora em Ciências Sociais: Antropologia pela PUC/SP. Pesquisa e atua nas temáticas ligadas ao mundo do trabalho: saúde do trabalhador, burnout, qualidade de vida no trabalho, psicodinâmica do trabalho, gestão de pessoas. Pesquisa temáticas ligadas às questões raciais, em especial: racismo antinegro e anti indígena no Brasil; impactos do racismo na saúde mental e racismo epistêmico na Psicologia. Atua em serviço de atendimento psicológico voltado para população negra e indígena no âmbito da Clínica Psicológica da PUC/SP. Autora de livros e artigos na área.

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso de Férias, Curso Online, Curso Novo
Extensão, Curso de Férias, Remoto
Extensão, Curso de Férias, Remoto
Extensão, Curso de Férias, Remoto
Extensão, Curso de Férias, Curso Novo, Remoto
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Especialização, Curso Novo
Extensão, Curso Novo
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC