Pagina Inicial Contato Sites da PUC

O carnaval de 2016 foi show!!!
E o Laborvox embala nessa festa para falar das grandes homenageadas desse ano: as mulheres!

No centro de São Paulo o grupo Ilú Obá de Min homenageou a trajetória de Elza Soares.

No centro de São Paulo o grupo Ilú Obá de Min homenageou a trajetória de Elza Soares. O bloco afro, composto só por mulheres, foi fundado em 2004 e desde então incentiva a educação, cultura e arte negra. Elza Soares, de 85 anos, participou do cortejo e brilhou debaixo de chuva na noite paulistana. Ela cantou e batucou durante uma hora, junto com o grupo.  A cantora, eleita pela BBC de Londres, em 2002, como a “Voz do Milênio”, é o tema da tese de doutorado de um dos integrantes do Laborvox, alunos Programa de Pós-Graduação da Puc São Paulo.


Nos desfiles das escolas de samba de São Paulo, Águias de Ouro homenageou o sentimento da feminilidade e da maternidade.

Em São Paulo a escola de samba Águias de Ouro com o enredo "Ave Maria Cheia de Faces", desenvolvido pelos carnavalescos Amarildo de Mello e André Marins, homenageou o sentimento da feminilidade e da maternidade. A escola do bairro Pompeia, na zona oeste de São Paulo, se propôs a ir além da figura de Maria e utilizá-la como ponto de partida para uma homenagem às mulheres.


No Rio de Janeiro a Mangueira sagrou-se campeã do Carnaval carioca 2016 com um enredo em homenagem à cantora Maria Bethânia.

No Rio de Janeiro, depois de 13 anos sem títulos, a Mangueira sagrou-se campeã do Carnaval carioca 2016 com o enredo Maria Bethânia: a menina dos olhos de Oyá. A escola homenageou os 50 anos de carreira de Maria Bethânia e aproveitou para mostrar também o lado religioso da cantora, primeiro o candomblé e, em seguida, o catolicismo, ensinado por Dona Canô à filha artista. A cantora foi muito aplaudida durante todo o percurso no sambódromo e ainda terminou ovacionada ao chegar à dispersão. Muito emocionada, Bethânia, que desfilou ao lado de duas afilhadas, agradeceu o carinho. Alcione, Beth Carvalho, Renata Sorrah, Mart’nália, Regina Casé, Zélia Duncan, Vanessa da Mata, Caetano Veloso e Chico César foram algumas das personalidades que participaram da homenagem.


Também no Rio de Janeiro, o bloco de rua Pede Passagem agitou evocais femininos deram o tom do décimo segundo enredo do bloco: a mulher e o samba.

O bloco de rua Pede Passagem, do Rio de Janeiro recebeu o movimento Primavera das Mulheres, que, com vocais femininos, deu o tom do décimo segundo enredo do bloco: a mulher e o samba. As canções de damas como Ivone Lara, Clara Nunes, Beth Carvalho e Jovelina Pérola Negra animaram os foliões, que ocuparam os entornos da Praça Santos Dumont. Segundo Betânia Oliveira, organizadora do evento, foi bem simbólico ter esse protagonismo feminino na comemoração de 100 anos do samba. Foi para mostrar que não é só cabrocha, mulata.


O bloco de rua Homem da Meia-Noite prestou uma homenagem às mulheres em Recife.

O bloco de rua Homem da Meia-Noite, uma das agremiações mais tradicionais de Pernambuco, prestou uma homenagem às mulheres. A homenagem, segundo o presidente do clube, Luiz Adolpho, foi uma maneira reverenciar importante contribuição que elas dão para a folia e também para lembrar que sempre combatemos a violência contra a mulher.

 

Apoio:
 

Compartilhe:


Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Desing: DTI-NMD