Formação de Leitores de Literatura

literatura
Maurício de Sousa e Manuel Filho (acima) e professoras da rede pública de São Paulo (abaixo).

O Seminário Sala de Leitura e Mediação reuniu professores do Programa de Literatura e Crítica Literária da PUC-SP e educadores da rede pública da cidade de São Paulo

Mais de 1000 educadores da rede de ensino municipal de São Paulo participaram, em 01/10/2018, do “Seminário Sala de Leitura e a Mediação de Leitura Literária”, no Teatro da Universidade Católica de São Paulo (TUCA) em períodos da manhã e da tarde.

O evento é realizado semestralmente pela Secretaria Municipal de Educação, porém, essa foi a primeira vez na PUC-SP. O objetivo do encontro foi propor reflexões e ações sobre a atividade de professores, bibliotecários, orientadores das Salas de Leitura da rede municipal de ensino. Hoje, a cidade de São Paulo tem 940 Salas de Leitura que contabilizam 46 anos de atividade na formação de leitores.

Os participantes do encontro no TUCA tiveram a oportunidade de diálogo com autores de literatura infantil e juvenil, bem como assistir à palestra “Leitura: interpretação, corpo e prazer”, realizada pela professora doutora Maria Rosa Duarte de Oliveira, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária. Na palestra, a professora chamou a atenção para o narrador como elemento de encadeamento, na leitura literária, de palavras e vazios, desvios e paradoxos. Ao mobilizar as reflexões do crítico Paul Zumthor sobre recepção, destacou aspectos performáticos do texto poético como possibilidade de desativar dispositivos da leitura padrão, apresentando o filósofo e crítico Roland Barthes e o poeta Manoel de Barros como referências.

Entre os autores convidados, estiveram presentes: Maurício de Sousa; Manuel Filho; Giles Eduard; além de Rosana Rios. As mesas tiveram a mediação da professora doutora Elizabeth Cardoso, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária. O encerramento do encontro contou com a apresentação cultural “O Uirapuru”, da professora Maria Ivone da Silva Nunes. Entre uma mesa e outra, alunos da rede municipal presentearam a plateia com performance de leitura de poesia.

“Precisamos interrogar os livros como modo de informar e formar os alunos para a vida”, assinalou a professora doutora Maria Aparecida Junqueira, coordenadora do Programa, na abertura do evento. Tendo como foco a centralidade do trabalho dos professores orientadores de salas de leitura da rede municipal de ensino de São Paulo, o seminário colocou em pauta práticas de estímulo à leitura e questões como bagagem cultural, acolhimento, acesso e o compromisso com a produção de sentidos.

Confira alguns registros do seminário em nossa página no Facebook: Clique AQUI

imagem-2
Interação poética das crianças com a plateia; gestores do Projeto Sala de Leitura e professoras do programa de Literatura e Crítica Literária da PUC-SP; palestra da professora Maria Rosa Duarte de Oliveira, da PUC-SP; mesa composta por Giles Eduard, Elizabeth Cardoso, Rosana Rios e Manuel Filho (da esquerda para a direita, de cima para baixo).

 

Menu
PUC-SP
J.PUC-SP
Sou PUC