Home - Artigos - Perfil Grupo Pesquisa - Conselho Editorial - Submissão de Artigos - Contato - Créditos


O
Projeto EDUCOM.TV: Formação On Line de Professores numa Perspectiva Educomunicativa

 

Apresentação

A Educomunicação1 é uma prática social que emergiu no meio acadêmico, a partir da década de 80, sendo muitas vezes denominada de inter-relação Comunicação e Educação. Nos últimos 8 anos, no Brasil, essa prática vem sendo observada, estudada e implementada, sistematicamente, por intermédio de projetos criados e geridos pelo NCE – Núcleo de Comunicação e Educação do CCA - Departamento de Comunicação e Artes, da ECA - Escola de Comunicação da USP - Universidade de São Paulo. O projeto Educom.TV é uma das ações do NCE e da Educomunicação e foi desenvolvido na modalidade curso.

O projeto Educom.TV teve a orientação institucional da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas - CENP/SEE – Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, e coordenação e parceria da Gerência de Informática Pedagógica - GIP/DTE2 da Fundação para o Desenvolvimento da Educação - FDE. Foram formados grupos de coordenação educomunicacional3, de tutores4, operacional5 e de suporte técnico6 – para elaboração e manutenção do ambiente virtual de aprendizagem e articuladores da Rede Pública de Ensino do Estado de São Paulo.

O propósito era o aperfeiçoamento de 2.243 professores e coordenadores daquela rede de ensino, que, num total de 180 horas, distribuídas entre os meses de junho e dezembro de 2002, cujas atividades on-line foram realizadas por meio de um Ambiente Virtual de Aprendizagem - (http://www.educomtv.see.inf.br) - especialmente desenvolvido para atender às necessidades do projeto. O AVA disponibilizava o curso em 10 tópicos temáticos, de conteúdo teórico-reflexivo; exercícios dissertativos, construídos a partir dos textos e hipertextos e elaborados com a participação dos tutores; ambientes de interação denominados “Fórum”, nos quais ocorriam as discussões entre os integrantes de uma mesma Sala Virtual - SV - (os cursistas foram divididos em 35 SVs, com aproximadamente 65 alunos cada uma, sob a orientação de um tutor), “Fale com o tutor”; espaço no qual os cursistas tiravam dúvidas ou discutiam assuntos particulares com os tutores e, além desses, os cursistas também contavam com espaços denominados “Quadro de avisos” e “Notícias”, nos quais eram publicados avisos aos cursistas e notícias sobre o projeto.

O objetivo geral do projeto Educom.TV era capacitar professores para o uso da linguagem audiovisual em sala de aula e, para isso, deveriam desenvolver um olhar crítico em relação à produção midiática (material do TV Escola, programas da TV aberta e mídia em geral). As bases teóricas foram as discussões, já sistematizadas, da Educomunicação e dos seus conceitos em um projeto interdisciplinar. Partia-se do pressuposto de que através da ação educomunicativa de fato, na sociedade, é possível, não só a familiarização dos educandos e educadores com as novas tecnologias de comunicação, como também exercitar mediação tecnológica através do computador, exercitar a comunicação em rede e a construção do conhecimento.

No curso, o procedimento de ensino e aprendizagem foi seqüencial e exploratório. Os conceitos, tais como Educomunicação, Ecossistema Comunicativo, Cultura Midiática, relação entre Comunicação, Cultura e Tecnologia, Textos não Escolares, Linguagem Audiovisual, que sustentavam as discussões, foram apresentados em dez lições. A expectativa era a de que os cursistas, por meio da leitura e da discussão dos textos motivadores e complementares, com seus tutores e com a elaboração dos exercícios, fizessem as necessárias aproximações e configurações em seu próprio universo simbólico a respeito do que os autores propuseram, de modo a elaborarem de forma coletiva, ao final do curso, um projeto educomunicativo.

Os dez tópicos foram desenvolvidos da seguinte forma:

  • O campo da Educomunicação e suas áreas de intervenção: identifica a história, filosofia e prática da Educomunicação, sob coordenação do Prof. Dr. Ismar de Oliveira Soares.

  • Cultura, Consumo e Mídia: Identificando a cultura midiática de professores e alunos: convida o professor a conhecer essa cultura midiática da qual participam seus alunos, sob coordenação da Profa. Dra. Maria Cristina Castilho Costa.

  • Comunicação, Tecnologia da Informação e Educação: discute novas formas de integração social e de construção de uma nova prática comunicativa, através do conceito de “ecossistema comunicativo”.

  • Aprendendo com textos não escolares: avalia a importância das linguagens da comunicação, especialmente a audiovisual, como campo de fortalecimento das habilidades e competências dos alunos na escola, com coordenação do Prof. Dr. Adílson Citelli.

  • Características da Linguagem Audiovisual: fornece referenciais da linguagem dos meios de comunicação de massa com o objetivo de aplicá-los à sala de aula, com coordenação da Profa. Dra. Marília Franco.

  • Teorias e práticas da recepção/TV: reflete sobre a relação do público frente às mídias e a realidade que o cerca, em busca de uma percepção crítica dos meios.

  • Planejando a relação com a TV Aberta: discute como escolher a programação da TV, como introduzi-la junto aos alunos, que atividades desenvolver e como avaliá-las.

  • Planejando o uso do audiovisual na prática educativa: destina-se a repensar o plano pedagógico da escola introduzindo de forma consciente e consistente o audiovisual.

  • Planejando a Educomunicação no plano pedagógico: discute a organização da infra-estrutura e planejamento de toda a escola para recepcionar os meios de comunicação em uma prática educomunicativa.

  • Avaliando o processo de ensino/aprendizagem: coloca possibilidades de avaliação continuada para atividades desenvolvidas com o audiovisual.

Com exercícios ligados ao dia-a-dia do professor (práticas em sala de aula ou relação com meios de comunicação) foram sendo apropriados exemplos de atividades já desenvolvidas – além de informações sobre a Educomunicação, linguagem audiovisual - para caminhar rumo a uma avaliação final. O objetivo desta avaliação era elaborar um planejamento educomunicativo envolvendo toda a comunidade escolar do cursista - educador.

Além das atividades on-line, houve um encontro presencial, no município de Águas de Lindóia, SP, com vistas a estreitar a relação entre tutores e cursistas, estabelecer vínculos afetivos e pessoais, aprofundar discussões e esclarecer dúvidas sobre os temas desenvolvidos nos módulos. O encontro tinha também como propósito desenvolver atividades práticas nas quais fosse possível avaliar atividades e experiência no uso do audiovisual em sala de aula, além de discutir coletiva e sincronicamente a proposta da educomunicação na educação. Nesse sentido, foram realizadas palestras com os coordenadores do projeto e oficinas desenvolvidas pelos tutores. Dado o elevado número de cursistas, o encontro presencial ocorreu para grupos de 600 pessoas, entre eles os articuladores das diretorias.

 

próxima página

 

Notas

1 Sobre educomunicação: SOARES, 1999; 2002a; 2002b; 2002c. voltar ao texto

2 A equipe da GIP foi composta por Maria Helena Wiechmann, Laura de A. Figueiredo, Regida Eid, Marcos Pessoa, Roberto Sartorello, Gilberto Caron, José Carlos B. Gama, Dalvina Saccomano, Andresa Mourigi e coordenada por Silvia A de C. Galletta. voltar ao texto

3 Os professores coordenadores do projeto foram os professores doutores Ismar de Oliveira supervisor geral, Adilson Citelli, Marília Franco e Maria Cristina Costa. voltar ao texto

4 Nome dos tutores: Ademilde Silveira Sartori, Alessandra Cavalheiro Lage, Amaury Ortegosa, Ana Tereza Melo Brandão, Andrea de Marco Leite de Barros, Bruno Hingst, Carlos Alberto Gandra Jr., Carmen Lúcia Gattás, Cláudia Deliberai, Daniela Moraes Scoss, Elisabeth Márcia Ribeiro Machado, Felipe Berlim, Fernando de Souza, Flávio de Souza Brito, Jacqueline Pithan Souza, Jocimar da Silva Lopes, Jurema Brasil, Lara Deppe, Luciano Pereira, Marcelo Bonetti, Maria Salete Prado Soares, Mauro Soares Cordeiro, Mirna Festi, Nalú de Medeiros, Nina Nazario, Rosemary Caldas Yoshimura, Tatiana Rodrigues Nahas, Tania Calegaro. voltar ao texto

5 Eliany Salvatierra, Ana Carolina Altiere Soares, Carlos César, Denise Cenci e Raphael Alario. voltar ao texto

6 Empresa RealWorks, na pessoa de Cássio Roberto. voltar ao texto