Share Facebook

Normas para Publicação - Publishing Guidelines
[Português/English]

Normas para Publicação

Os manuscritos são submetidos à avaliação para publicação na Cognitio sob o risco exclusivo do autor. Endereçar toda comunicação editorial para: revcognitio@uol.com.br.

Os artigos representam o ponto de vista dos autores, e não a posição oficial da revista, dos editores, da comissão editorial ou do conselho científico.

Os artigos devem abordar temas relacionados ao universo teórico do Pragmatismo. Serão avaliadas exceções, desde que respondendo a artigos anteriormente publicados pela Cognitio.

Os artigos não precisam ser redigidos em português, e não devem exceder 5.000 palavras. Devem ser apresentados em formato eletrônico, digitados no programa Microsoft Word for Windows, com fonte Times New Roman 12 e espaçamento simples entre linhas e parágrafos.

Todo artigo deve ser precedido por: título e subtítulo (se houver), separados por dois-pontos; nome completo dos autores, a instituição à qual são vinculados e seus endereços eletrônicos (e-mails); um resumo na língua do texto, que não deve ultrapassar 250 palavras, seguido de palavras-chave. No caso de artigos não escritos em inglês, os títulos e subtítulos, resumos e palavras-chave devem também ser apresentados em inglês.

As citações de até três linhas devem estar contidas entre aspas duplas; as aspas simples são utilizadas para indicar citação no interior de citação. As citações com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, com fonte Times New Roman 11 e sem aspas. As supressões nas citações devem ser indicadas por reticências entre colchetes, e as interpolações ou comentários devem vir entre colchetes. Para enfatizar trechos da citação, deve-se destacá-los indicando essa alteração com a expressão "grifo nosso" entre parênteses, após a chamada da citação, ou "grifo do autor", caso o destaque já faça parte da obra consultada.

As citações podem ser indicadas no texto por sistema de chamada numérico (remetendo o leitor a notas de rodapé) ou autor-data.

As notas de rodapé, que podem ser de referência, explicativas ou incluir indicações, observações e aditamentos ao texto, devem ser numeradas seqüencialmente em algarismos arábicos, com o número de chamada em posição elevada no texto, após a pontuação que fecha a citação, e repetido no início da nota correspondente. O texto das notas de rodapé deve ser composto com fonte Times New Roman 10.

No fim do texto, deve-se indicar as referências bibliográficas consultadas.

Uma seqüência genérica dos elementos essenciais de uma referência pode ser representada da seguinte maneira:

AUTOR. Título. edição. Local: Editora, data.
GOWER, Barry. Scientific method: an historical and philosophical introduction. London: Routledge, 1997.

O autor (pessoa física) deve vir indicado, como regra geral, pelo último sobrenome em maiúsculas, seguido de vírgula e do(s) prenome(s) e outros sobrenomes. No caso de até três autores, indicam-se todos, separados por ponto-e-vírgula. No caso de mais de três autores, pode-se indicar apenas o primeiro, seguido da expressão "et al.". No caso de obra constituída de vários trabalhos ou contribuições de vários autores, deve-se indicar o responsável intelectual (coordenador, organizador etc.) seguido da abreviação da palavra que caracteriza o tipo de responsabilidade, entre parênteses. Obras de responsabilidade de entidades têm entrada, de modo geral, por seu próprio nome, por extenso e em letras maiúsculas.

O título da obra deve ser destacado em itálico, e separado do subtítulo por dois-pontos.

Indica-se a edição, quando mencionada na obra, com a abreviatura dos numerais ordinais e da palavra "edição", ambas no idioma da publicação.

Quando houver mais de um local para uma só editora, indica-se o primeiro ou mais destacado. No caso de homônimos de cidades, acrescenta-se o nome do estado, do país etc. Quando a cidade não aparece na publicação, mas pode ser identificada, indica-se entre colchetes. Não sendo possível determinar o local, utiliza-se a expressão sine loco, abreviada, entre colchetes: [S.l.]. Quando houver duas editoras, indicam-se ambas, com seus respectivos locais (cidades). Se as editoras forem três ou mais, indica-se a primeira ou a que estiver em destaque. Quando a editora não puder ser identificada, deve-se indicar a expressão sine nomine, abreviada, entre colchetes: [s.n.]. Quando o local e a editora não puderem ser identificados, utilizam-se ambas as expressões, abreviadas e entre colchetes: [S.l.: s.n.].

Se nenhuma data de publicação, distribuição, copyright ou impressão puder ser determinada, registra-se uma data aproximada entre colchetes. Os meses devem ser abreviados no idioma original da publicação. As divisões dos anos em trimestres, semestres etc., para indicar a data das publicações, também devem ser abreviadas.

No caso de partes de uma publicação periódica (volume, fascículo, suplemento, caderno, número especial ou outras), deve-se obedecer à seguinte ordem:

TÍTULO (da publicação). Local: Editora, volume, número (do ano e/ou volume, e do fascículo), data (incluindo períodos de publicação).

RAE - REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, v. 41, n. 2, abr./jun. 2001.

No caso de artigos ou matérias em periódicos, deve-se obedecer à seguinte ordem:

AUTOR. Título e subtítulo (do artigo). Título (do periódico), Local, volume e/ou ano, fascículo ou número, paginação inicial e final do artigo, data ou intervalo de publicação.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Emergence: a response to João Mattar. Cognitio: revista de filosofia, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 194-196, jul./dez. 2003.

No caso de artigos ou matérias em jornais, deve-se obedecer à seguinte ordem:

AUTOR. Título (do artigo). Título (do jornal), Local, data (dia, mês e ano). Descrição física (caderno, seção, suplemento ou parte do jornal, e a paginação correspondente).

COLOMBO, Sylvia. Inédito de Antonio Candido é lançado este ano. Folha de S. Paulo, São Paulo, 21 maio 2001. Folha Ilustrada, E 6.

No caso de material multimídia, além dos elementos de referência tradicionais, deve ser acrescentada a descrição física do meio eletrônico. Exemplos:

KOLB, David. Socrates in the labyrinth: hypertext, argument, philosophy. Watertown, MA: Eastgate, 1994. 1 disquete.

INTRODUÇÃO à teoria musical. Brasília: MDS software, 1995. 1 CD-ROM.

WOLFINGER, Kirk (Prod.). To the moon. Boston: WGBH, 1999. 1 DVD.

Além dos elementos tradicionais, a referência a documentos consultados on-line deve incluir o endereço eletrônico (URL), apresentado entre os sinais < > e precedido da expressão "Disponível em:", e a data de acesso ao documento, precedida da expressão "Acesso em:", além das demais notas que se considerarem necessárias. Exemplo:

FERNANDES, Adriana; ANDRADE, Renato. Importados pagarão mais Cofins e PIS a partir de maio. Estadao.com.br, São Paulo, 27 jan. 2004. Disponível em: <www.estadao.com.br/economia/noticias/2004/jan/27/192.htm>. Acesso em: 28 jan. 2004.

Nos casos não contemplados por estas normas, devem-se utilizar como referência as normas para informação e documentação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Publishing Guidelines

All manuscripts are subject to review for publication in Cognitio at authors' exclusive risk. All editorial communication should be addressed to: revcognitio@uol.com.br.

Articles express the views of the authors and do not represent those of the journal, its editors, editorial commission or scientific board.

Articles should address issues related to the theoretical universe of Pragmatism. Exceptions will be considered, provided they refer to previous articles published by Cognitio.

Articles do not necessarily have to be in Portuguese, but must not exceed 5,000 words. They must be submitted in electronic format, in Microsoft Word for Windows Times New Roman font 12, single spacing and paragraphs.

Every article should be preceded by a title and subtitle (if any), separated by a colon; author's full name, the institution to which they belong and electronic address (e-mail); abstract in the same language as the text, which should not exceed 250 words, followed by keywords. In the case of articles in languages other than English, titles and subtitles, abstracts and keywords should also be submitted in English.

Quotations up to three lines should be between double quotation marks; single quotation marks should be used for a quotation within a quotation. Quotations with more than three lines should be highlighted by a 4-cm indentation from the left margin, in Times New Roman font 11, without quotation marks. Suppressions in quotations should be indicated by ellipsis within brackets, and interpolations or commentaries should be within brackets. To emphasize sections of quotations they should be highlighted either through the expression 'our italics' in parentheses, after the reference, or 'author's italics', should it be already part of the consulted work.

Quotations may be indicated in the text by a numerical system (referring the reader to a footnote) or author-date.

Footnotes, which can be referential, explanatory or include indications, observations and additions to the text, should be numbered sequentially in Arabic numerals and given in superscript after the punctuation closing the quotation, and repeated at the start of the corresponding note. Footnote text should be in Times New Roman 10.

At the end of the text, references consulted should be indicated.

A generic sequence of the essential elements of a reference can be represented as follows:

AUTHOR. Title. edition. Location: Publisher, date.

GOWER, Barry. Scientific method: an historical and philosophical introduction. London: Routledge, 1997.

As a general rule, the author should be indicated by the surname in capitals, followed by a comma and Christian name(s) and other surnames. In the case of up to three authors, all are indicated, separated by a semi-colon. In the case of more than three authors, the first one should appear, followed by "et al.". Should the work involve a number of works or contributions from various authors, the person intellectually responsible (coordinator, organizer, etc.) should appear, followed by an abbreviated work characterizing the type of responsibility, in brackets. Works by entities are generally entered with their full names in capitals.

The title of the work should be highlighted in italics, and separated from the subtitle by a colon.

The edition, when mentioned in the work, should be indicated in abbreviated ordinal numerals and the word "edition", both in the publication's language.

Should there be more than one location for a single publisher, the primary or major publisher should be indicated. In the case of homonymous cities, the name of the state, country, etc should be mentioned. When the city is not mentioned in the publication, but can be identified, it should be indicated in brackets. If the location cannot be determined, the expression sine loco should be used, abbreviated, in brackets:: [S.l.]. Should there be two publishers, both are indicated, with their respective locations (cities). Should there be three or more publishes, the first or the most prominent, should be indicated. When a publisher cannot be identified, the expression sine nomine should be used, abbreviated, and in brackets: [s.n.]. When both the location and publisher cannot be identified, both expressions are used, abbreviated, in brackets: [S.l.: s.n.].

If no date of publication, distribution, copyright or printing can be determined, an approximate date should be recorded in brackets. The months should be abbreviated in the publication's language. Divisions of years in quarters, halves, etc., to indicate date of publication, should also be abbreviated.

In the case of part of a periodical (volume, issues, sections, special issue or other), the following sequence should be observed:

TITLE (of publication). Location: Publisher, volume, number (of the year and/or volume, and of the issue), date (including period of publication).

RAE - REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, v. 41, n. 2, abr./jun. 2001.

In the case of articles in periodicals, the following sequence should be followed:

AUTHOR. Title and subtitle (of article). Title (of periodical), Location, volume and/or year, issue or number, initial and final page of the article, date or period of publication.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Emergence: a response to João Mattar. Cognitio: revista de filosofia, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 194-196, jul./dez. 2003.

In the case of articles in newspapers, the following sequence should be followed:

AUTHOR. Title (of article). Title (of newspaper), Location, date (day, month and year). Physical description (section, supplement or part of the newspaper, and corresponding pages).

COLOMBO, Sylvia. Inédito de Antonio Candido é lançado este ano. Folha de S. Paulo, São Paulo, 21 maio 2001. Folha Ilustrada, E 6.

In the case of multimedia material, apart from traditional reference elements, the physical description of the electronic media should be added. Examples:

KOLB, David. Socrates in the labyrinth: hypertext, argument, philosophy. Watertown, MA: Eastgate, 1994. 1 diskette.

INTRODUÇÃO à teoria musical. Brasília: MDS software, 1995. 1 CD-ROM.

WOLFINGER, Kirk (Prod.). To the moon. Boston: WGBH, 1999. 1 DVD.

Apart from traditional elements, reference to documents consulted on-line should include the electronic address (URL), shown between the signs < > and preceded by the expression "Available at:", and the date of access to the document, preceded by the expression "Visited on:", besides other notes considered necessary. Example:

FERNANDES, Adriana; ANDRADE, Renato. Imports will pay higher Cofins and PIS tax as from May. Estadao.com.br, São Paulo, 27 jan. 2004. Available at: <www.estadao.com.br/economia/noticias/2004/jan/27/192.htm>. Visited on: 28 jan. 2004.

Cases not included in these rules should use, as reference, ABNT (Brazilian Association of Technical Standards) standards for information and documentation.


 

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Design DTI-NMD
English version