Educação Continuada

Apresentação

O esporte pode ser considerado fato social total, seja por condensar e expressar os múltiplos aspectos da vida social; seja por acionar a totalidade do indivíduo em uma experiência concreta que o mobiliza sob o tríplice ponto de vista: físico, psicológico e social. Além disso, podemos considerá-lo fenômeno total à medida que se revela o produto inacabado da interconexão envolvendo inúmeras práticas culturais. Trata-se, portanto, de elucidar as trocas, intercursos e trajetórias envolvendo expressões simbólicas que reconciliam vida e arte e potencializam a luta contra o racismo desenvolvida pelos esportistas afro-brasileiros.


Objetivos

O curso tem por objetivo desenvolver a habilidade analítica de todos aqueles que se encontram interessados na questão do racismo, proporcionando-lhes os instrumentos teóricos necessários ao trabalho de elucidação de um fenômeno complexo, dinâmico e multifacetado, cuja existência constitui um desafio para a instituição da sociedade democrática. Trata-se, com efeito, de reconhecer os mecanismos sutis da discriminação racial; identificar as estratégias simbólicas da ideologia do branqueamento; desvelar as linhas de cor traçadas para perpetuar as relações assimétricas entre negros e brancos, incluindo as estabelecidas no futebol, setor de atividade comumente evocado para atestar no país a suposta existência da democracia racial. Nesse sentido, o curso delimita o campo esportivo como universo empírico da análise, projetando nova luz sobre uma área negligenciada nos estudos sobre o fenômeno do racismo na sociedade brasileira.

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão
  • Público-alvo:

    Professores das redes pública e privada de ensino; graduados nas diferentes áreas do conhecimento; pesquisadores, profissionais liberais e ativistas sociais, cujo interesse conduza à questão do racismo e suas consequências, com especial destaque para o campo esportivo.

  • Duração: 36 horas
  • Local: Campus Perdizes - Cogeae
  • INSCREVA-SEna lista de interesse
Professor em Destaque

Prof. Dr. José Paulo Florenzano

Possui graduação em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994), mestrado em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, da PUC-SP (1997), doutorado em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, da PUC-SP (2003), e pós-doutorado em Antropologia pelo Programa de Pós-Doutorado do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é coordenador do curso de Ciências Sociais e professor do departamento de antropologia da PUC-SP, membro do Conselho Consultivo, do Centro de Referência do Futebol Brasileiro (CRFB), do Museu do Futebol, em São Paulo, membro do Conselho Editorial das Edições Ludens, do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas sobre o Futebol e Modalidades Lúdicas, da Universidade de São Paulo, e participa do Grupo de Estudos de Práticas Culturais Contemporâneas (GEPRACC), do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP. Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Antropologia Urbana, Sociologia do Esporte e História Política do Futebol, campo interdisciplinar no qual analisa a trajetória dos jogadores rebeldes, o desenvolvimento das práticas de liberdade, a significação cultural dos times da diáspora. (Texto informado pelo autor)

Saiba Mais

Cursos relacionados com inscrições abertas

Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC