Apresentação

As primeiras ações de intercâmbio cultural entre Brasil e Demais países da América Latina eram atribuições secundárias desempenhadas pela diplomacia, enquanto ferramenta da política externa brasileira. Eram ações sem regularidade Grande parte dessas ações era resultado de tratativas entre países signatários das Conferências Pan Americanas. As reformas ministeriais do governo de Getúlio Vargas reorientaram as ações da chancelaria e junto a demais ministérios e setores da sociedade foi dado início a um programa cultural efetivo na América Latina.

As Missões Culturais Brasileiras foram os primeiros passos para a construção de uma Diplomacia Cultural. Muitos intelectuais (professores, jornalistas, artistas, escritores, músicos e estudantes, entre outros), ligados ao corpo diplomático do Itamaraty, estiveram comprometidos com esse programa.

Esse curso oferece a oportunidade de examinarmos essas missões culturais, seus desdobramentos para a circulação dos intelectuais, bem como contribui para afirmar um campo de estudos, dentro da História e das Relações Internacionais sobre a importância da dimensão Cultural para os estudos da Política Externa brasileira, durante o primeiro governo de Getúlio Vargas.
 

Sobre o Curso
  • Categoria: Extensão
  • Público-alvo:

    Graduandos e graduados em Estudos da América Latina (História do Brasil, História da América latina e RI) com ênfase nas ações de intercâmbio entre intelectuais brasileiros e latino americanos, na primeira metade do século XX.

  • Duração: 32 horas
  • Local: Campus Perdizes
  • INSCREVA-SEna lista de interesse

Cursos relacionados com inscrições abertas

Especialização
Extensão, Curso Online
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Especialização
Extensão, Curso Online
Extensão, Curso Online
Menu
Educação
Continuada
J.PUC-SP
Sou PUC