Administração

slider

A PUC-SP é a melhor universidade privada do país em qualidade de ensino, ocupando a...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/cursos-da-puc-sp-sao-destaque-no-ruf
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/ruf_noticia_cursos.jpg
A PUC-SP aumentou de 27 para 30 cursos estrelados na premiação Melhores Universidades,...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/guia-do-estudante-30-cursos-com-estrelas
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/img_geral_noticias_cursos.jpg
O Vestibular PUC-SP 2015 está com inscrições abertas até 18/11. A prova acontece dia 7/...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/vestibular-puc-sp-2015-inscricoes-abertas
http://www.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/pucvest2015-banner_carrossel-620x318.jpg
Apresentação 

A graduação em Administração da PUC-SP forma profissionais capazes de articular o pensamento crítico à ação gerencial. A partir de uma visão generalista, o bacharelado da Universidade promove em seus alunos o espírito dinâmico do empreendedorismo, capacitando-os para vislumbrar novas oportunidades ou negócios ainda não explorados, para se adaptar à dinâmica do mercado e para assimilar e criar novas tecnologias que farão parte do mundo do futuro.

Orientado para a vocação ética e humanística de respeito à sociedade e à comunidade, o curso forma administradores capazes de desenvolver sua carreira no espaço ocupacional desde o nível operacional até o estratégico, trabalhando em equipe e adaptando-se às mais diversas estruturas e culturas organizacionais. A graduação mantém convênios com instituições estrangeiras e incentiva a participação na FEA-PUC Consultoria Júnior, empresa júnior prestadora de serviços de consultoria formada e administrada por estudantes.
 
Formas de Ingresso 
  • Processo seletivo por meio de exame vestibular aberto a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente;
  • Processo seletivo específico para portadores de diploma de graduação, sob condição de existência de vagas abertas pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Matrícula por transferência sob a condição de existência de vaga, obedecendo ao calendário da Universidade ;
  • Prouni, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Reopção de curso, aberta pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade.
Serviços 
PUC Júnior

A FEA-PUC Consultoria Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos, prestadora de serviços de consultoria, integrada e administrada por alunos dos cursos de Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Ciências Atuariais da FEA–PUC-SP. O objetivo principal é auxiliar no desenvolvimento profissional de seus associados, facilitando o ingresso no mercado de trabalho.

Desde o início de suas atividades em 1996, tem se concentrado em maximizar o desenvolvimento profissional e pessoal do universitário, complementando sua formação acadêmica e prestando o melhor serviço com dinamismo e qualidade.

A Empresa Júnior é composta por alunos altamente qualificados, que proporcionam os melhores serviços do mercado, superando expectativas e fazendo da FEA-PUC Consultoria Júnior um exemplo em seu setor de atuação. Ademais, todos os projetos desenvolvidos pela PUC-Júnior contam com a participação de professores do Curso de Administração como orientadores. A participação dos professores do Curso de Administração se dá também em programas de treinamentos dos alunos e em outras atividades integradas, como eventos e cursos, entre outras.

Continua integrada ao Curso de Administração e aos demais cursos da FEA-PUC-SP e possibilita que as atividades desenvolvidas pelos alunos do Curso de Administração sejam consideradas como atividade de estágio e também como atividades complementares.
Gestão 

As Faculdades são compostas por: Departamentos, Cursos de Graduação, Programas de  Pós-Graduação stricto sensu e lato sensu, Cursos e Atividades de Educação Continuada, Unidades Suplementares e Núcleos Extensionistas.

Compete à Câmara de Graduação:
I - desenvolver estudos que subsidiem o CEPE na elaboração ou alteração da política educacional da PUC-SP, a ser submetidos à apreciação e aprovação do CONSUN e CONSAD;
II - desenvolver estudos, no âmbito do ensino, de forma articulada com a Câmara de Pós-Graduação e Pesquisa, que subsidiem a elaboração dos Projetos Institucionais da PUC-SP, a ser submetidos à apreciação e aprovação do CEPE;
III - propor ao CEPE plano de implementação da política educacional e do desenvolvimento do ensino nas Faculdades, definindo as prioridades;
IV - propor ao CEPE as normas e as orientações técnicas para elaboração e tramitação de programas e projetos de ensino das Faculdades;
V - dar parecer sobre Projetos Pedagógicos de Cursos e propostas de alterações a serem submetidos à aprovação do CEPE;
VI - apreciar os relatórios das avaliações institucionais e de cursos;
VII - promover a auto-avaliação dos Cursos de Graduação das Faculdades, encaminhando ao CEPE relatórios;
VIII - promover estudos das demandas socio-ocupacionais e das transformações na esfera do conhecimento, orientando as Faculdades para a proposição de mudanças curriculares, ou de novas modalidades de Graduação;
IX - subsidiar e supervisionar o desenvolvimento dos Projetos Pedagógicos dos Cursos, zelando pela observância dos mesmos;
X - acompanhar a implementação de novos Projetos Pedagógicos de Cursos;
XI - subsidiar o CEPE nas políticas de extensão referentes à Graduação;
XII - emitir pareceres de mérito sobre projetos de extensão ligados à Graduação;
XIII - exercer outras atribuições previstas em normas ou decididas pelos Colegiados competentes e inerentes à natureza do órgão.

Professores 

Adriana Gomes de Freitas

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Adriano Batista Alves

Departamento De Administração

Mestrado

Agustin Perez Rodrigues

Departamento De Administração

Doutorado

Alexandre Luzzi Las Casas

Departamento De Administração

Doutorado

Alvaro Pequeno da Silva

Departamento De Administração

Doutorado

Amauri Pedroso Catropa

Departamento De Administração

Mestrado

Ana Lucia de Madureira Biral

Departamento De Administração

Mestrado

Ana Maria Ramos Buairide

Departamento De Administração

Mestrado

Andre Accorsi

Departamento De Administração

Doutorado

Antonio Carlos Gobe

Departamento De Administração

Especialista

Antonio Vico Mañas

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Arnaldo José França Mazzei Nogueira

Departamento De Administração

Doutorado

Arnoldo Jose de Hoyos Guevara

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Augusto Felippe Caramico dos Santos

Departamento De Administração

Mestrado

Belmiro do Nascimento Joao

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Carlos Alberto Safatle

Departamento De Administração

Doutorado

Carlos Eduardo Goncalves Saraiva

Departamento De Administração

Mestrado

Carmen Lidia Ramuski

Departamento De Administração

Doutorado

Celso Sebastiao de Souza

Departamento De Administração

Mestrado

Claudio Antonio Tordino

Departamento De Administração

Doutorado

Claudio Capp Pacheco

Departamento De Administração

Mestrado

Crisomar Lobo de Souza

Departamento De Administração

Mestrado

David Tadeu Morettini

Departamento De Administração

Mestrado

Dione Fagundes Nunes Gomes

Departamento De Administração

Mestrado

Edson Mariano da Silva

Departamento De Administração

Mestrado

Eduardo Fernandes Pestana Moreira

Departamento De Administração

Doutorado

Eduardo Pozzi Lucchesi

Departamento De Administração

Mestrado

Egydio Barbosa Zanotta

Departamento De Administração

Mestrado

Elisabete Adami Pereira dos Santos

Departamento De Administração

Doutorado

Elisabeth Juliska Rago

Departamento De Administração

Doutorado

Evange Elias Assis

Departamento De Administração

Doutorado

Fabio Gallo Garcia

Departamento De Administração

Doutorado

Fabricio Cesar Bastos

Departamento De Administração

Mestrado

Flavio Estevez Calife

Departamento De Administração

Doutorado

Flavio Jose Maciel

Departamento De Administração

Mestrado

Francisco Antonio Serralvo

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Geraldo Aparecido Borin

Departamento De Administração

Doutorado

Gezio Duarte Medrado

Departamento De Administração

Doutorado

Gilberto Caetano

Departamento De Administração

Mestrado

Gin Kwan Yue

Departamento De Administração

Doutorado

Guilherme Garcia Belloque

Departamento De Administração

Mestrado

Helgo Max Seitz

Departamento De Administração

Mestrado

Homero Jorge Mazzola

Departamento De Administração

Mestrado

Irineu Lopes Trigo

Departamento De Administração

Mestrado

Jean Pierre Marras

Departamento De Administração

Doutorado

Joao Candido Goncalves Saraiva

Departamento De Administração

Mestrado

Joao Carlos Piedade Vannucci

Departamento De Administração

Mestrado

Joao Goncalves Monteiro Junior

Departamento De Administração

Mestrado

Joao Pinheiro de Barros Neto

Departamento De Administração

Doutorado

Joelson Oliveira Sampaio

Departamento De Administração

Mestrado

Jose Americo Martelli Tristao

Departamento De Administração

Doutorado

Jose Hamilton Maturano Cipolla

Departamento De Administração

Doutorado

Jose Iesca Rodrigues

Departamento De Administração

Doutorado

Jose Odalio dos Santos

Departamento De Administração

Livre Docência

Jose Palandi Junior

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Jose Roberto Martins Ferreira

Departamento De Administração

Doutorado

Juliana Aparecida de Oliveira Camilo

Departamento De Administração

Mestrado

Laerte Jose Tadeu Temple

Departamento De Administração

Doutorado

Lairtes Julia Maria Temple Vidal

Departamento De Administração

Doutorado

Lawrence Chung Koo

Departamento De Administração

Doutorado

Leonardo Pagano

Departamento De Administração

Doutorado

Lucia Lucena Morales

Departamento De Administração

Mestrado

Luciane Tudda

Departamento De Administração

Doutorado

Luciano Antonio Prates Junqueira

Departamento De Administração

Doutorado

Luciano Crocco

Departamento De Administração

Mestrado

Luis Antonio Volpato

Departamento De Administração

Doutorado

Luiz Augusto Martits

Departamento De Administração

Doutorado

Luiz Claudio Zenone

Departamento De Administração

Doutorado

Marcelo Antonio Treff

Departamento De Administração

Doutorado

Marcelo Augusto Vieira Graglia

Departamento De Administração

Mestrado

Marcelo Claudio Lema

Departamento De Administração

Mestrado

Marcio Cardoso Machado

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Marcio Shoiti Kuniyoshi

Departamento De Administração

Doutorado

Marco Antonio Silva

Departamento De Administração

Doutorado

Maria Amelia Jundurian Cora

Departamento De Administração

Doutorado

Maria Carolina Mirabella Belloque

Departamento De Administração

Mestrado

Maria Clotilde Perez Rodrigues Bairon Sant’Anna

Departamento De Administração

Livre-Docência

Maria do Carmo Ribeiro Schwandner Ferreira

Departamento De Administração

Mestrado

Maria Odila Amarante Savoy

Departamento De Administração

Graduação

Maria Sidnea Nogueira Martins Rodrigues

Departamento De Administração

Mestrado

Mario Luis Farah

Departamento De Administração

Mestrado

Mauro Maia Laruccia

Departamento De Administração

Doutorado

Milton dos Santos

Departamento De Administração

Mestrado

Minas Djehiziam

Departamento De Administração

Mestrado

Murilo Damato

Departamento De Administração

Doutorado

Myrt Thania de Souza Cruz

Departamento De Administração

Doutorado

Neusa Maria Bastos Fernandes dos Santos

Departamento De Administração

Pós-Doutorado

Odair Silva Soares

Departamento De Administração

Mestrado

Onesino de Oliveira Cardoso

Departamento De Administração

Doutorado

Patricia Giannoccaro Von Huelsen

Departamento De Administração

Mestrado

Paulo Roberto Alves

Departamento De Administração

Mestrado

Paulo Romaro

Departamento De Administração

Mestrado

Pedro Angelo Tittanegro

Departamento De Administração

Mestrado

Pedro Javier Aguerre Hughes

Departamento De Administração

Doutorado

Pedro Lucas de Resende Melo

Departamento De Administração

Mestrado

Plinio Joao de Souza

Departamento De Administração

Doutorado

Regio Lacerda

Departamento De Administração

Doutorado

Renata Schirrmeister

Departamento De Administração

Mestrado

Renato Manga Jacob

Departamento De Administração

Mestrado

Ricardo Sampaio Zanotta

Departamento De Administração

Mestrado

Rivadavia Pereira Gomes Filho

Departamento De Administração

Doutorado

Roberto de Oliveira Loureiro

Departamento De Administração

Doutorado

Roberto Sanches Padula

Departamento De Administração

Mestrado

Ronaldo Frederico

Departamento De Administração

Mestrado

Ronaldo Grecco

Departamento De Administração

Mestrado

Rosana Lucille Bassinello Saraiva

Departamento De Administração

Doutorado

Rubens Fama

Departamento De Administração

Doutorado

Ruth Yamada Lopes Trigo

Departamento De Administração

Mestrado

Sandra Mara Ribeiro Muradi

Departamento De Administração

Mestrado

Sandra Maria Medeiros Loureiro

Departamento De Administração

Mestrado

Sergio Luiz Pereira

Departamento De Administração

Livre-Docência

Sergio Silva Dantas

Departamento De Administração

Doutorado

Sidney Macazzo Caigawa

Departamento De Administração

Mestrado

Silmara Cristiane Gomes

Departamento De Administração

Mestrado

Tania Maia

Departamento De Administração

Mestrado

Valdenise Lezier Martyniuk

Departamento De Administração

Doutorado

Wagner Abrao Martins

Departamento De Administração

Mestrado

Wagner Tufano

Departamento De Administração

Mestrado

Waldomiro Piedade Filho

Departamento De Administração

Doutorado

Walter Gomes da Cunha Filho

Departamento De Administração

Doutorado

Laboratórios 
O curso conta com uma estrutura de laboratórios de informática administrada pela Divisão de Tecnologia da Informação (DTI) da PUC-SP. Com um total de 31 laboratórios de informática, divididos entre os campi Marques de Paranaguá (8), Monte Alegre (19) , Santana (2), Barueri (1) e Sorocaba (1), todos conectados em rede à uma velocidade de 100Mps.

Esses mais de 1000 computadores integram os cerca de 2300 computadores da grande rede PUCSPNet, totalmente conectada à Internet, onde utilizamos um link principal de acesso com velocidade de 1Gbps.

Contamos ainda com uma política de licenciamento de software através de programas educacionais e parcerias com empresas como IBM (IBM Rational), Microsoft (MSDN Academic Alliance), CorelDraw, Adobe (Flash, Dreamweaver, InDesign, Photoshop, Director),  além de softwares específicos como Vue, Cinema 4D, SPSS, SolidWorks, entre outros.
Avaliação do aluno 
Em cada disciplina ou outro componente curricular previsto no PPC, é atribuída apenas uma nota final resultante do processo de avaliação determinado pelo professor no início do semestre letivo.

A média necessária para a promoção do aluno é 5,0 (cinco).

No processo de avaliação determinado pelo professor ao menos uma das notas deverá ser resultante de uma prova individual feita em sala de aula.

É obrigatório, entretanto, que existam ao menos duas modalidades de avaliação (prova e trabalho, prova e exercício, prova e seminário, entre outras combinações possíveis).
TCC 

Trabalho de Conclusão de Curso é atividade acadêmica obrigatória para obtenção do certificado de conclusão do Curso de Administração e posterior registro do Diploma no Ministério da Educação.

- Deverá ser feito por todos os alunos matriculados nos penúltimo e último semestre do curso;

- São oferecidas duas disciplinas de Orientação do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso 1 e 2). No curso matutino, as disciplinas Orientação do TCC I e II serão oferecidas no 7º e 8º semestres, e no curso noturno no 8º e 9º semestres;

- O TCC deverá ser uma monografia cuja orientação é realizada por professor do departamento, com titulação mínima de mestre, vinculado à área epistemológica que o aluno escolher.

- As linhas de pesquisa em que o TCC podem ser desenvolvidos são:

  • Gestão Estratégica e das Organizações
  • Finanças
  • Marketing
  • Operações
  • Recursos Humanos

- O aluno deverá procurar a linha de pesquisa que mais o interessar para iniciar o TCC1.  Veja indicações para o aluno no link: TCC-Aluno
http://www.pucsp.br/graduacao/administracao#tcc-aluno

 

Atividades de formação 

As Atividades Complementares terão uma carga total de 68 (sessenta e oito) horas.

Atividades Complementares 1
Atividades Complementares 2

  • Poderão ser integralizadas a qualquer tempo, e sua validação deverá ser requerida perante a Coordenação do Curso.
  • Poderão ser consideradas atividades que envolvam:
  • palestras;
  • participação em eventos acadêmicos ou científicos (na própria PUC ou em outra instituição);
  • atividades de extensão ligadas ao campo da administração (projetos em ONG’s ou outras organizações de cunho social);
  • serviços à comunidade, dentre outros.

O aluno que desenvolver projeto de iniciação científica aprovado pelo CEPE e com orientação de professor da universidade poderá requerer a equivalência integral das 68 horas de Atividades Complementares.

No caso de participação por pelo menos dois semestres nas atividades da PUC Júnior, também poderá requerer a equivalência integral das horas.

Outras formas de aproveitamento das Atividades Complementares no currículo dos alunos deverão ser definidas pela Coordenação do Curso em conjunto com os Coordenadores das Áreas Epistemológicas.

Estágio curricular 

Estágio Curricular é atividade de complementação acadêmica, nos moldes estabelecidos pelos seguintes documentos:

  • Decreto n. 87497 de 18 de agosto de 1982;
  • Resolução de 4/10/93 do Conselho Federal de Educação;
  • Política de Estágios da PUC-SP - aprovada pelo CEPE em 02/9/87 e homologada pelo CONSUN em 30/3/88;
  • Reforma Curricular da FEA-PUC-SP, homologada pelo CONSUN em 06/02/95.

O estágio é atividade acadêmica obrigatória para obtenção do certificado de conclusão do curso de Administração e posterior diploma registrado no Ministério da Educação.

Deve ser realizado em organizações em que as técnicas ministradas possam ser aplicadas segundo os objetivos do estágio.

Seu objetivo é incentivar o aluno ao exercício e à análise das práticas administrativas nos diversos tipos de organizações.

Deve apresentar duração mínima de um semestre letivo, perfazendo o total mínimo de 330 horas.

Essa atividade se dá sob a coordenação e orientação do Departamento de Administração da FEA-PUC. O Relatório é o produto final do estágio.

A existência de vínculo empregatício entre o estudante e a organização não invalida o estágio, e o seu cumprimento se dará dentro do próprio trabalho do aluno. Isso também se aplica aos estudantes empresários desde que sua atuação em organização de sua propriedade, ou da qual sejam sócios, seja compatível com a aplicação das técnicas estudadas no Curso de Administração.


As áreas da Administração em que os estágios deverão ser feitos são as seguintes:

Gestão Estratégica e das Organizações
Organização e Métodos; administração de sistemas de informações; desenvolvimento, implantação e gestão de planejamento estratégico empresarial; desenvolvimento e implantação de novas estruturas organizacionais; desenvolvimento e gestão de projetos de melhoria, eficiência e eficácia (enxugamento, terceirização, downsizing, reengenharia, reestruturação, inovação empresarial); consultoria organizacional; gerência corporativa; responsabilidade social e ética empresarial; governança corporativa etc.

Finanças
Orçamento; custos; planejamento e gestão financeira; demonstrativos financeiros; análise de crédito; diagnósticos financeiros; controladoria; análise e gestão de investimentos; contabilidade gerencial; análise de risco; mercado de capitais; mercado de câmbio, entre outros.

Marketing
Análise de mercado; promoção e propaganda; pesquisa mercadológica; vendas e distribuição; desenvolvimento de produto; trade marketing; gestão de marcas; comportamento do consumidor; marketing de serviços; varejo; segmentação; posicionamento e outros.

Operações
Planejamento e gestão de Sistemas de produção; logística; pesquisa operacional; programação e controle estatístico de qualidade; estatística aplicada à produção; controle de eficiência; fluxograma de produção; controle de materiais e bens patrimoniais; compras; desenvolvimento de fornecedores; planejamento, implantação e gestão de Sistema de qualidade total e ISO (séries 9000 e 14000); planejamento e controle de produção; desenvolvimento e gestão de projetos relacionados à questão ambiental, etc.

Pessoas
Planejamento e gestão de pessoas; recrutamento e seleção; treinamento e desenvolvimento; gerenciamento da remuneração; análise e descrição de cargos; desenvolvimento de carreira; avaliação de desempenho; desenvolvimento e gestão de planos de incentivos; gestão de programas de benefício; desenvolvimento organizacional (gestão de clima e cultura organizacional); comunicação interna; negociação coletiva e relações sindicais; segurança e saúde (medicina) do trabalho, etc.

Orientação e Normas para Realização do Estágio e Elaboração do Relatório.

Matriz e Componentes 

Clique para visualizar a matriz curricular no curso:

Administração - Matutino
Administração - Vespertinho e  Noturno

Mensalidades 

A Universidade adota o Regime Financeiro semestral ou anual de cobrança, de acordo com o Projeto Pedagógico do curso, sendo a semestralidade ou anuidade paga em até 06 (seis) ou em até 12 (doze) parcelas mensais sucessivas, conforme o caso.
 
O cálculo das mensalidades é feito com base em todas as atividades (disciplinas e outros componentes curriculares) relativas a cada período letivo do curso, de acordo com seu Projeto Pedagógico.

Valor da mensalidade

O Edital de Mensalidades é publicado nos quadros de aviso da Universidade e na página oficial eletrônica especifica os valores calculados para cada curso, com base nas atividades pedagógicas previstas.

Aproveitamento de Estudos
O estudante que ingressar através do processo de Transferência ou pelo processo de Portador de Diploma e tiver aproveitamento de estudos e/ou adaptação curricular, realizará a matricula nas atividades pedagógicas de acordo com o plano de estudos elaborado pela coordenação do curso.

Reajustes de mensalidades
Os valores das mensalidades estão sujeitos aos reajustes conforme Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

Data do vencimento
A data de vencimento de cada mensalidade ocorrerá sempre no dia 5 (cinco) de cada mês.

Pagamento
Os pagamentos efetuados até o dia 1º do mês serão - por mera liberalidade - objetos de um desconto por antecipação, conforme discriminado no boleto. Este desconto pode ser suspenso sem prévio aviso.

Reconhecimento 

MONTE ALEGRE E SANTANA
Ato inicial autorizativo: Resolução Consun s/nº, de 28.2.1969
Reconhecimento:
Decreto 74.241, de 27/06/74
Renovação de reconhecimento:
Portaria nº 737 de 30/12/2013 – DOU em 31/12/2013

BARUERI
Ato inicial autorizativo:
Portaria 811, publicada em 27.08.2007   
Renovação de Reconhecimento:
Portaria nº 705 de 18/12/2013 – DOU em 19/12/2013

IPIRANGA
Ato inicial autorizativo:
Ata CONSUN 497, de 25/08/2010
Reconhecimento:
Portaria nº 426, de 28/07/2014

Duração 
Duração mínima:
Matutino: 8 semestresVespertino: 9 semestresNoturno: 9 semestres
Duração máxima:
Matutino:12 semestresVespertino:14 semestresNoturno: 14 semestres
Avaliação do curso 
Sistema de Avaliação do PPC:

A autoavaliação do curso tem como propósito o aprimoramento de seu Projeto Pedagógico (PPC).

Trata-se de um processo contínuo que, por meio de diferentes fontes de informação, analisa a coerência e a efetividade entre princípios da proposta pedagógica e sua dinâmica de funcionamento.

Sua realização está a cargo do Núcleo Docente Estruturante (NDE), da Coordenação Didática do Curso, do Conselho de Faculdade e da Câmara de Graduação.

Por meio da autoavaliação, esses colegiados monitoram a implantação do PPC dialogando com as demandas advindas do cotidiano e com as informações construídas por meio de escutas periódicas. Para tanto são utilizados instrumentos específicos:

a) avaliação contínua do aluno;

b) avaliação das condições de ensino (infraestrutura, equipamentos e gestão acadêmico-administrativa);

c) avaliação dos aspectos didático-pedagógicos do corpo docente, realizada por meio da autoavaliação do professor e da docência pelo aluno.

Envolve também diferentes parcerias da universidade que, direta ou indiretamente, contribuem para a qualidade da formação dos alunos, especialmente os departamentos.

Esse processo articula-se internamente à Autoavaliação Institucional, coordenada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), situando o curso no contexto da Universidade e, externamente, com o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). Essa articulação externa leva em conta os resultados do Enade, as Avaliações in loco e os indicadores de qualidade do MEC, como o Conceito Preliminar de Curso (CPC).
Competência e habilidades 

 Técnica

  • ter o domínio dos conceitos e práticas atuais ligados à administração financeira, marketing, pessoas, serviços e produção, estratégia e tecnologia da informação, em distintos modelos organizacionais.

 Operacional

  • exercer, em sua plenitude e em seus diversos graus, o processo de tomada de decisão, na gestão de recursos e prazos e no processo de planejamento organizacional;
  • ter capacidade inovadora com absorção e transferência de conhecimentos;
  • ser capaz de analisar e utilizar dados e informações técnicas, aperfeiçoamento de processos, produtos e serviços.

 Relacional

  • desenvolver a liderança e o trabalho em equipe;
  • ser capaz de se comunicar eficazmente, com articulações internas e externas à organização, com constante aprimoramento do relacionamento interpessoal;
  • ser negociador.

 Humanística

  • ter postura ética, capaz de compreender a responsabilidade social e agir em prol da sustentabilidade, em suas dimensões econômicas, sociais e ambientais;
  • dominar os prin cípios e fundamentos da eqüidade.
Áreas de atuação 
O administrador pode atuar na área de negócios empresariais, exercendo atividades em organizações públicas ou privadas dos setores produtivos, como indústrias (extrativa, transformação, infraestrutura), serviços e operações (financeiro, transportes, intermediação, consultoria, tecnologia da informação, turismo e lazer, saúde). O graduado também pode desenvolver sua prática profissional no campo do terceiro setor, em organizações de cunho social e prestadoras de serviços à comunidade como ONGs, fundações, clubes de serviços, associações beneficentes.

Nestas áreas, ele estará habilitado a participar de processos de tomada de decisão, desempenhando funções como gestor (gerenciamento de processos e organizações), analista (realização de diagnósticos) e consultor (apoio e desenvolvimento de processos e organizações).
 
Vagas turnos e campi 

Campus Barueri: 50 matutino/ 50 noturno
Campus Santana: 50 noturno
Campus Ipiranga: 50 vespertino / 50 noturno
Campus Perdizes: 250 matutino/ 250 vagas noturno

Histórico 
O Curso de Administração da PUC-SP teve início em 1971. A primeira reforma curricular ocorreu em 1975 simultaneamente à reforma da Universidade com a adoção do ciclo básico. Em 1981, foi implantado um novo currículo, cujo objetivo central era adaptar o curso às demandas emergentes da realidade econômica e social, fruto das transformações ocorridas com o desenvolvimento acelerado do país na década de 1970.  As inovações foram significativas. O mercado de trabalho reagiu favoravelmente, dando preferência aos nossos alunos pelo alto grau de atualização recebido na sua formação.

No final dos anos 80, novos desafios se impuseram à formação do bacharel em Administração, em virtude de um mercado mais competitivo, do surgimento de novas tecnologias, da informática despontando de forma definitiva no contexto dos negócios, das dificuldades econômicas e sociais, da inflação acelerada, da formação do perfil dos recursos humanos não acompanhando a velocidade que as empresas necessitavam. O curso passou por nova reforma para responder a essas demandas de formação.

A reforma deu novo fôlego ao curso, e a principal inovação foi a criação do quinto ano, composto apenas por disciplinas optativas das cinco áreas funcionais. Essa alteração permitiu notável flexibilização ao curso, mantendo-o atualizado, uma vez que as optativas eram oferecidas de acordo com o contexto vigente no ambiente dos negócios.

A última reforma do Curso foi realizada em 2007. O atual Projeto Pedagógico visa a formar o jovem profissional com padrões éticos e conhecimentos técnicos e humanos que permitam o pleno desenvolvimento de suas atividades no campo dos negócios, quer sejam eles lucrativos ou não, em organizações públicas, iniciativa privada ou do terceiro setor.
Objetivos 
  • desenvolver o espírito crítico do aluno fundamentado em bases teóricas e práticas, amparado por ações didáticas e pedagógicas essenciais ao ensino e à pesquisa, adequadas à realidade brasileira e de acordo com os princípios humanísticos que norteiam as práticas administrativas;
  • proporcionar alta qualidade na formação de administradores de empresas, baseada na excelência do ensino de graduação;
  • desenvolver conhecimento genérico das áreas de atuação nas organizações com fins lucrativos ou não, capacitando os estudantes para:
    • identificar e discriminar as melhores práticas gerenciais nos diversos âmbitos da atuação do administrador;
    • analisar e correlacionar as variáveis que compõem o ambiente interno da organização e o externo a ela, tanto em relação aos aspectos ligados diretamente aos negócios da empresa quanto aos referentes à inserção social e ambiental da organização;
    • apresentar as melhores estratégias, táticas e ações operacionais no âmbito das principais áreas funcionais ligadas ao campo da administração.
Grau 
Bacharelado
Regime de matrícula 
Semestre
Campus 
Campus Perdizes
Campus Barueri
Campus Santana
Campus Ipiranga
Modalidade 
Presencial
Coordenação 
Contato 

Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais: feaadm@pucsp.br 

Coordenador do Campus Perdizes: Prof. Dr. Arnaldo José França Mazzei Nogueira - ajnogueira@pucsp.br

Coordenador do Campus Santana : Prof. Dr. Waldomiro Piedade Filho – piedade@pucsp.br

Coordenador do Campus Ipiranga: Prof. Dr. Eduardo Fernandes Pestana Moreira – edumoreira@pucsp.br

Coordenadora do Campus Barueri – Profa. Dra. Luciane Tudda – ltsaraiva@pucsp.br

Monitoria 

Monitoria

Iniciação Científica 

O QUE É?

É uma atividade de pesquisa orientada por professores para você vivenciar descobertas de respostas produzidas pela sua própria reflexão crítica, fundamentada por métodos e/ou técnicas de investigação científica.

QUE TIPO DE APOIO É OFERECIDO AO ALUNO DE IC?

A PUC-SP oferece dois tipos de apoio às bolsas de iniciação científica:

  • PIBIC-CEPE é o programa da própria PUC-SP e significa Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho de Ensino e Pesquisa. O valor da bolsa é R$ 360,00.
  • PIBIC-CNPq pertence ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, uma fundação federal vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. O valor da bolsa é R$ 400,00

POR QUE FAZER INICIAÇÃO CIENTÍFICA?

  • Enriquece o currículo acadêmico e profissional (diferencial na carreira);
  • Permite aprendizagem mais profunda no tema da pesquisa;
  • Gera aprendizagem no desenvolvimento de projetos.
  • Anualmente, os resultados das pesquisas realizadas são reunidos no Encontro de Iniciação Científica e os melhores trabalhos são premiados.

COMO FUNCIONA?

  • O aluno interessado deverá preencher o formulário deste informativo e encaminhar para a funcionária Deyse do Expediente da FEA, até 31 de outubro.
  • O Expediente da FEA cadastrará no banco de dados, as informações dos alunos interessados para posterior seleção.
  • O Expediente da FEA entrará em contato com os alunos selecionados.
  • Um orientador designado auxiliará o aluno na elaboração do projeto para submissão no 1º semestre e vigência no 2º semestre.

QUEM PODE PARTICIPAR?

  • Alunos regularmente matriculados no curso de graduação da PUC/SP até o penúltimo ano do curso e que tenham concluído as disciplinas de Pesquisa;
  • Alunos do PROUNI poderão concorrer a bolsa;
  • Alunos que não tenham reprovação em disciplinas do curso (se tiver reprovação, só poderá desenvolver o projeto sem bolsa).
Estágio 

O Estágio Curricular para o curso de Administração de Empresas da PUC SP é obrigatório e segue a Lei 11.788 – 25/09/2008.

O aluno terá a tutoria de um professor orientador enquanto estiver matriculado na disciplina de estágio e deverá seguir as recomendações explicadas no Manual de Estágio do curso de Administração de Empresas da PUC- SP.

O aluno deverá cumprir as exigências do seu orientador, entregar o relatório de estágio e comprovar que exerceu horas de estágio, ou como funcionário ou como sócio-proprietário de uma empresa.

O aluno deverá cursar a disciplina se e somente se:

  • Estiver realizando um estágio e ter o seu contrato de estágio devidamente assinado por ele, pela empresa e pela PUC SP. O departamento da PUC que regulamenta esta atividade é a CGE, Central Geral de Estágios.
  • For sócio proprietário de uma empresa que poderá comprovar as atividades acadêmicas do aluno por meio do contrato social da empresa.
  • For funcionário de uma empresa que poderá comprovar as atividades acadêmicas exercidas pelo aluno por meio da carteira de trabalho.

Caso o aluno não se encontre em nenhum dos casos acima, ele deve realizar o trancamento da disciplina e voltar a se matricular assim que conseguir exercer as suas atividades acadêmicas em uma organização.
 

Carta de Estágio

A carta de estágio é a forma de comprovarmos a execução das atividades pelo aluno na empresa e garantirmos que ele cumpriu o número mínimo de horas determinado pelo Ministério da Educação (MEC), que no caso no nosso curso é de 330 horas. Sem a entrega da carta devidamente legitimada pela empresa concessora, registrada pela SAE e conferida pela expediente da FEA, o aluno não poderá receber o seu diploma de graduação.
 

Baixe aqui modelos de cartas para serem emitidas pelas empresas e protocoladas na SAE e anexe as cópias dos documentos exigidos.


CARTA ESTÁGIO. Deve-se anexar cópia do contrato de estágio.

CARTA  ESTÁGIO - FUNCIONÁRIO , Deve-se anexar cópia da carteira de trabalho.

CARTA ESTÁGIO- EMPRESÁRIO, deve-se anexar cópia do contrato social da empresa.

 

Preenchimento da carta:

  • Cartas devem seguir o padrão recomendado acima.
  • O professor orientador é responsável pela conferência da carta de estágio.
  • Cartas fora do padrão serão rejeitadas e isto impedirá que o aluno receba o seu diploma.
  • Carta deverá conter a data em que ela foi escrita (não serão aceitas cartas com datas futuras ou cartas antigas)
  • As data de começo e término do estágio devem corresponder ao período que o aluno está cursando a disciplina de Estágio. Veja Exemplo.
  • A data do período final do estágio não pode ser superior a data da carta (não serão aceitas cartas com datas futuras).
  • Carta deverá conter o timbre, o CNPJ da empresa e o carimbo da empresa
  • Carta deverá conter o contato (nome, e-mail e telefone) do gestor responsável pelo aluno na empresa.
  • O número de horas do estágio deverá ser contabilizado considerando-se o total de dias estagiados (dias úteis) no período vezes seis (6) horas, mesmo para aqueles que são funcionários ou proprietários.

A carta deverá ser entregue no último mês do semestre na SAE com as cópias dos documentos em anexo.

O aluno poderá acompanhar a aprovação da carta pelo sistema e saberá se a carta foi aprovada ou não e por quais razões.

Atenção! Cabe ao aluno acompanhar a aprovação da sua carta para evitar problemas na colação de grau.

 

Casos frequentes:

  1. O aluno está matriculado na disciplina e está fazendo estágio mas foi contratado como funcionário da mesma ou de outra empresa. O que fazer? Ele deverá escrever duas cartas (uma como estagiário e outra como funcionário) de acordo com as atividades que realiza,  com o objetivo de completar as 330h exigidas.
  2. O aluno mudou de estágio durante o período da disciplina. O que fazer? Ele deverá fornecer as cartas das diferentes empresas no período que estiver cursando a disciplina com o objetivo de completar as 330h exigidas.
  3. É possível uma carta de estágio ter menos de 330 horas? Sim, caso o aluno precise encaminhar mais de uma carta para comprovar o seu período de estágio, estas cartas podem ter um número de horas inferior a 330h,  desde que a soma destas seja maior ou igual a 330h.
  4. Caso o aluno mude de estágio durante a disciplina, o que fazer com o relatório de estágio? No caso de mudanças de estágio, o conteúdo do relatório de estágio é de responsabilidade do professor orientador e poderão ser exigidos conteúdos técnicos e análises diferentes para um mesmo relatório. Converse com o seu orientador.
  5. O professor orientador pode recusar o relatório do aluno se ele não comprovar o estágio? Sim, o professor orientador foi instruído a aceitar o relatório do aluno se e somente se o aluno estiver de posse do protocolo de recebimento da cartas das empresas emitido pela SAE.
  6.  Quando devo providenciar a carta de estágio na empresa? Procure emitir as cartas no final de cada semestre, quando as 330 horas de estágio já foram cumpridas.
  7. É preciso anexar uma cópia do contrato de estágio, cópia da carteira de trabalho ou contrato social para a SAE? O preenchimento das cartas não desobriga o aluno de anexar o contrato de estágio, a cópia da carteira de trabalho ou o contrato social da empresa  a qual é proprietário e entregue para a SAE.
  8. Onde encontro a cópia do contrato de estágio? O aluno ao ingressar no estágio, fica com uma cópia do contrato. Caso ele tenha perdido esta cópia, ele poderá solicitá-la no RH na empresa concedente do estágio. Esta cópia de contrato não será fornecida pela CGE (Central Geral de Estágio) ou pela SAE.
Formulários e Documentos 

Formulários e Documentos

TCC Aluno 

A realização do trabalho de monografia é um requisito necessário para obtenção do Certificado de Conclusão do Curso de Administração de Empresa e um dos mais importantes trabalhos da vida acadêmica do aluno.

É fundamental que o aluno saiba que o processo de elaboração da monografia é longo e terá a duração de dois semestres letivos, onde o aluno deverá cursar primeiramente as disciplinas de TCC 1 e no semestre seguinte a de TCC 2.

Já na escolha do TCC 1 o aluno deverá procurar uma linha de pesquisa que mais o agrada e que se enquadra no tema que ele escolherá para escrever a monografia. As linhas de pesquisa são definidas pelas áreas epistemológicas do curso de Administração e são as seguintes: Gestão Estratégica e das Organizações (TCC EST), Gestão de Finanças (TCC FIN), Gestão de Marketing (TCC MKT), Gestão de Operações (TCC OPR) e Gestão de Pessoas (TCC PES).

Ao professor-orientador designado caberá a tarefa de orientar os alunos em todas as etapas da elaboração do trabalho, desde o projeto de pesquisa até a finalização da monografia, avaliar o desempenho do aluno ao longo da elaboração do trabalho e estar disponível em hora e local combinado com os orientandos.

Vale ainda saber que o aluno deve procurar manter a mesma linha de pesquisa, e o mesmo dia de orientação a fim de que mantenha o mesmo professor- orientador no TCC 1 e no TCC 2.  De um modo geral, o professor que oferecer TCC1 em um dia deverá permanecer no mesmo dia e horário para orientar o TCC2, salvo alterações imprevistas na grade horária.

A avaliação do aluno seguirá critérios pré-estabelecidos e claros e o aluno deverá ficar atento para que seu trabalho não seja desqualificado, o que pode acontecer caso o professor perceba plágio, quando o aluno não comparecer nas orientações ou apresente trabalho que não tenha sido acompanhado pelo seu orientador.

Para a realização de um bom trabalho é preciso planejar e realizar tarefas distintas em cada uma das fases, por isso, recomendamos que o aluno faça, em conjunto com o seu professor orientador, um cronograma, acordando tarefas e prazos.

É importante que o aluno conheça o que ele irá desenvolver em cada fase do trabalho. No TCC 1, ele fará o planejamento da pesquisa (cronograma de atividades, o  projeto da pesquisa, formação de capítulos e redação da introdução da monografia). Nesta fase o aluno deverá ainda buscar e fazer resenhas de todo material teórico sobre o tema a ser desenvolvido (pesquisa de dados secundários, textos publicados por outros autores) e fazer o capítulo de revisão teórica. Assim, ao final do TCC 1 espera-se que o aluno tenha realizado: o projeto de monografia, o cronograma detalhado do TCC1 e 2, a estruturação da monografia em capítulos, introdução escrita e todos os resumos e resenhas do conteúdo bibliográfico, realizando a revisão teórica.

No TCC 2 o aluno fará a pesquisa propriamente dita: aplicando a metodologia escolhida, ajustando-a e detalhando-a de acordo com orientação, realizará a pesquisa qualitativa e/ou quantitativa, a redação e a revisão de todo trabalho. Vale notar que este processo é um processo dinâmico e interdependente, assim, se uma das fases não estiver bem realizada, deve-se retomar a ela, com o intuito de que o trabalho seja realizado devidamente, independentemente do momento que o aluno estiver, no TCC 1 ou no TCC 2. Ao final do TCC 2 o aluno deverá entregar um trabalho de monografia completo  - capa, sumário, capítulos, referências bibliográficas, apêndices e ilustrações. Esta monografia deverá seguir as regras da ABNT para as citações, trazidas neste manual, o trabalho  deverá ser escrito exclusivamente pelo aluno e este será avaliado pelo seu professor-orientador podendo ser avaliado também por um professor parecerista.

Siga os passos do processo acessando o Manual de Monografia de Graduação

Entrega da monografia:

     Entrega impressa para o professor-orientador:

  • 1 volume em capa dura, azul royal e letra em dourado, seguindo o modelo de capa descrita no manual.

  • Na lombada do volume impresso: nome da instituição, ano, nome do trabalho e nome do autor.

  • Não utilize emblemas de empresas ou da PUC no seu trabalho.

  • Não se esqueça: após a correção o aluno deverá buscar o seu trabalho corrigido com o professor-orientador.

ATENÇÃO: O aluno deverá entregar na SAE este formulário para que o nome do TCC seja inserido no histórico escolar. Sem este formulário entregue o aluno não consegue colar grau. Clique aqui para baixar o modelo do Formulário

​     Entrega digital no Moodle:

  • 2 cópias em arquivo digital salvas em formato word e pdf a serem salvas no Moodle em http://www.pucsp.br/graduacao/administracao#tcc). Procure a atividade relacionada ao tipo de TCC que você está cursando, por exemplo TCC1 Finanças - TCC1 Fin para enviar os seus arquivos.
  • Utilize a senha encaminha pelo seu professor orientador para este acesso no Moodle
  • Aluno deverá salvar os arquivos com o nome do professor orientador_ a área, parte do título e data de fechamento, como por exemplo: prof_fulano_finanças_commodities_dez_2013
  • Confirme o salvamento (caso contrário as versões serão salvas como rascunhos e não serão visualizadas pelo seu professor orientador)
  • Os arquivos serão recebidos até uma data pré-determinada. Consulte o seu orientador.

Atenção: o professor algumas vezes pede que seja encaminhada cópia em Word por e-mail ou CD.

Bom trabalho!

 

Eventos 

Eventos  Eventos

Avisos 

Avisos  Avisos

Situação 
Matrículas encerradas

Conecte-se à PUC-SP