Linhas de Pesquisa

Fundamentos da Semiótica como teoria do sentido nos estudos das áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

A linha propõe investigações nas quais os fundamentos da teoria da significação são articulados com as distintas áreas do saber, operando com seu arcabouço metodológico no estudo da comunicação, marketing, consumo estética, artes, letras, linguística, educação, design, moda e urbanismo, entre outros. Propõe-se a semiótica como aparato conceitual para descrever e explicar as condições da apreensão e da produção do sentido de textos, objetos e práticas desses distintos campos de conhecimento.

Processos de intertextualidade, interdiscursividade e reescritura

Investiga os modos de construção e funcionamento da intertextualidade, da interdiscursividade e da reescritura. Como "inteligência da obra" e "produção dos efeitos de sentido estético e estésico", as operações são estudadas para compreender como o(s) texto(s) e objetos de referência (verbais, visuais, sonoros ou sincréticos) de uma cultura são atualizados em outro(s) texto(s), objetos semióticos determinando o(s) mecanismo(s) de transformação, estabelecendo semelhanças e contrastes entre os tipos de textos/objetos de uma série cultural.

Análise de textos, discursos, objetos e práticas sociais

Investigação do conjunto de problemas teóricos e metodológicos que, dentro do aparato conceitual da Semiótica, são comuns à análise de vários tipos de discursos, objetos e práticas sociais das mídias, das artes, do consumo, do design, da educação, da moda, da política, da cidade. Volta-se ainda para os processos de apreensão sensível do sentido sentido estesicamente, para os mecanismos enunciativos e os modos de presença, para a experiência do sentido vivido, regimes de sentido e interação e para a dinâmica dos valores.