Avaliação Institucional /
Bibliografia


ARDOINO, Jackes; BERGER, Guy. (1989). D'une évaluation en miettes à: une evaluation en actes. Paris: Andsha-Matrice.

BARRIGA, Angel C. (1996). “Evaluacion de lo academico – nuevas reglas y desafíos”. Revista do Programa de estudos pós-graduados – Psicologia da Educação. São Paulo – PUC. n.2. jun. p.57-82.

BRASIL, (2004). LEI nº. 10.861, de 14 de abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior -SINAES e dá outras providências. Brasília, 05 abr. 2004. p.3.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO: COMISSÃO NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR – CONAES (2004). Diretrizes para a auto-avaliação das instituições. Brasília, 26 de agosto de 2004.(citação incompleta)

__________________________________________________(2004).Orientações gerais para
o roteiro da auto-avaliação das instituições.Brasília, 2004 (citação incompleta)

DIAS SOBRINHO, José. (1998) “Funcionamento e modos sociais da avaliação institucional”. Avaliação: Revista da Rede de Avaliação Institucional
da Educação Superior - RAIES .
Campinas, v.3, n.2, jun, p.55-76.

____________________(2003) Avaliação: políticas educacionais e reformas da educação superior. São Paulo: Cortez

DIAS SOBRINHO, José e RISTOFF Dillvo (orgs.) (2000). Universidade desconstruída . Florianópolis: Insular.

FREITAS, Luis Carlos. (org) (2002). Avaliação: Construindo o campo e a crítica. Florianópolis: Insular.

FIGARI, Gerard. (1996). Avaliar: que referencial? Porto: Porto Editora.

GOËRGEN, Pedro. A. (1996). “Avaliação como prática emancipatória: subsídios para uma teoria da avaliação institucional”. Revista do Programa
de Estudos Pós-Graduados –Psicologia da Educação. São Paulo - PUC. n. 2, jun, p. 25-42.

LEITE, Denise. (2002). Avaliação Institucional, Reformas e Redesenho Capitalista das Universidades. Avaliação: Rede de Avaliação Institucional
da Educação Superior – RAIES. Campinas, v.7, n.2, jun. p.29-48.

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO (2004) Portaria nº 2.051, de 9 de julho de 2004. Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional
de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004. 12 abr.2004 ; Seção I , p.10.

MARCONDES, Anamérica Prado.(2004) Avaliação Institucional do ensino superior: uma análise psicossocial. Tese (Doutorado em Psicologia da Educação)- Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de são Paulo, São Paulo.

NAGAMINE, José M.(1997) Universidade e compromisso social: a experiência da reforma da PUC de são Paulo .São Paulo:EDUC;Campinas:Editora autores Associados.

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO (1997) PAIPUC: Programa de Avaliação Institucional da PUC/SP . Relatórios 1 e 2.

PRADO SOUSA, Clarilza. (1997). “Avaliação institucional no ensino superior: Auto-Avaliação e Avaliação Externa”. In: RODRIGUES, Maria Lucia; FRANCO, Maria Laura. (orgs). Novos rumos do ensino superior . São Paulo: PUC/SP-NEMESS. p.33-53.

SANTOS, Boaventura de S. (1999). Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade . São Paulo: Cortez.

SOUSA, Sandra M.Z.L. e AMORIM, Antonio (1994). “Avaliação institucional da universidade brasileira: questões polarizadoras.” Estudos em Avaliação Educacional. São Paulo. Fundação Carlos Chagas. n.10. jul-dez. p.103-136.

TRINDADE, Hélgio. (1996). A Avaliação Institucional das Universidades Federais: Resistência e Construção. Avaliação: Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior. Campinas, v.1, n.1, jul, p. 09-14.

UNESCO. (1998) . Proyecto marco de acción prioritaria para el cambio y el desarrollo de la educación superior.


 


Prof. Dr. Silas Guerriero.

 
Email: cpa@pucsp.br

E-mail sobre as avaliações:
cpaavaliacao@pucsp.br

 
Design - DTI-NMD
Página inicial Volta para PUC-SP