Sobre a CPA/PUC-SP / O que é


Quem participa?

Estudantes e professores de graduação stricto sensu da PUC-SP. Neste semestre a avaliação será realizada em duas etapas. No período de 23/10 a 06/11 será aplicado questionário apenas aos estudantes. Na segunda etapa, que deverá ocorrer no final de novembro, os professores receberão os resultados e farão sua autoavaliação.


Quais os objetivos da avaliação da docência?

a) contribuir para o aperfeiçoamento didático-pedagógico dos professores, fornecendo informações sobre seu desempenho, ouvindo o estudante e o próprio professor nesse processo;
b) fornecer subsídios, especialmente ao NDE e à coordenação de curso, para a realização de um trabalho pedagógico voltado ao docente, visando seu desenvolvimento profissional;
c) complementar a leitura feita pela Universidade sobre os resultados por ela alcançados quanto à dimensão didático-pedagógica.
d) identificar as condições de ensino nos redutos de atuação de professores e estudantes, oferecendo subsídios para ações gestoras.


Base legal

Atende a um conjunto de normas da própria Universidade – Regimento Geral da PUC-SP em seu art. 267, item V, parágrafo único;

Responde à expectativa de aprimoramento da educação superior proposta pelo Sistema de Avaliação do Ensino Superior (SINAES) – Lei n° 10.861/04.


Instrumentos/questionários

Os questionários procuram retratar a percepção que os estudantes e seus professores possuem sobre indicadores de qualidade da prática pedagógica, tratando de questões como: planejamento das atividades e disciplinas do curso, metodologias para o ensino, didática, ética docente, atendimento ao estudante, domínio de conteúdo, infraestrutura além de propiciar a autoavaliação do estudante e do professor.

Os indicadores da Avaliação da Docência podem variar anualmente de acordo com as propostas e sugestões feitas pelo corpo docente e estudantil da Universidade.

- O estudante responde 01 questionário por disciplina.
- O professor responde 01 questionário de autoavaliação.


Como participar professores e estudantes

Acessar o Portal Acadêmico e fazer o login
Clicar em PORTAL ACADÊMICO
Clicar em QUESTIONÁRIO e preencher as avaliações
  - Estudante: seleciona a disciplina/professor para avaliar
  - Professor: seleciona a turma para se autoavaliar
Clicar em FINALIZAR para encerrar o preenchimento do questionário e enviar dos dados.


Procedimentos da avaliação e possibilidades de ações pela gestão do curso.

Divulgação: a CPA, em parceria com a DTI, ACI e Marketing, realiza divulgação do processo avaliativo utilizando diferentes veículos de comunicação da PUC-SP. No entanto, a experiência nos têm mostrado que o empenho e envolvimento da gestão do curso é parte imprescindível para aumentar a adesão de professores e estudantes na avaliação. Nesse sentido, algumas ações oriundas da coordenação e outros segmentos de gestão dos cursos são muito eficazes e necessárias para aumentar o envolvimento e adesão a avaliação.

Por exemplo:
• Apresentação dos objetivos da Avaliação para estudantes e docentes, reforçando a importância da participação para qualificação dos dados;
• Diálogo/sensibilização com os docentes para que eles divulguem a avaliação e incentivem a participação dos estudantes;
• Negociação com professores para disponibilizarem alguns minutos de suas aulas, permitindo que os estudantes se desloquem até os laboratórios da PUC ou utilizem seus celulares e laptops para o preenchimento das avaliações;

Monitoramento: Tendo em vista o percentual de participação de estudantes e professores, durante o período de aplicação da avaliação, a CPA-PUCSP encaminha, às coordenações de cursos, os números de participação para acompanhamento e incentivo a ações que contribuam para a ampliação.

Acesso aos resultados: Cerca de três semanas após o término da avaliação, a CPA encaminha às coordenações de curso e aos professores os relatórios contendo resultados gerais do curso e resultados específicos do docente. Para a coordenação é enviado um link, via e-mail, para acesso a todos os relatórios. O professor recebe seus resultados pelo e-mail institucional.

Devolutivas: Ações sugeridas às Coordenações de Curso, com base nos dados processados:
• A partir de análises dos resultados gerais e individuais, elaborar devolutiva aos professores e aos estudantes;
• Diálogo com os professores para a utilização e reflexão dos resultados da avaliação;
• Comunicação para o acesso aos resultados pelo e-mail institucional;
• Acompanhamento da gestão sobre o uso dos resultados pelos professores;
• Proposição de trabalho pedagógico voltado ao docente, visando o apoio para superação de dificuldades e desenvolvimento profissional;
• Propor atividades para o debate da Avaliação e o uso dos resultados;
• Assegurar um processo de análise dos resultados com professores e estudantes para planejamento de estratégias de aperfeiçoamento do curso;
• Apresentar à CPA-PUCSP, quando for o caso, sugestões de aprimoramento para o processo avaliativo.

AVALIAÇÃO DA DOCÊNCIA:

É um processo avaliativo de natureza democrática e participativa que visa exclusivamente o aperfeiçoamento das atividades pedagógicas dos cursos e dos docentes da Instituição.

Respeita, acima de tudo, a autonomia e liberdade dos professores e estudantes da Instituição.


PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DA DOCÊNCIA.

1) Por que avaliar os professores?


A avaliação dos professores faz parte da autoavaliação do curso. É recomendada pelo MEC, porque possibilita ao curso discriminar quais as potencialidades do ensino e quais as fragilidades ou dificuldades que precisam ser superadas. Avaliação da docência é ferramenta de gestão da sala de aula!


2) Para que avaliar a docência todo semestre?


Durante as aulas nem sempre o professor consegue ter um feedback dos alunos sobre sua didática. A leitura dos resultados da avaliação leva o professor a refletir e corrigir rotas, sobretudo se a maioria dos alunos responder o questionário, pois, além de qualificar os dados, também representa a opinião da maioria dos estudantes.


3) De que adianta responder aos questionário? O que muda?


Após a avaliação, a CPA devolve os resultados para cada professor avaliado por meio de um relatório detalhado que reúne diferentes aspectos relacionados ao processo pedagógico. Além disso, tanto a CPA como a gestão do curso solicita ao professor o relato de ações, mudanças e efeitos surtidos pela avaliação. Nesse sentido, a avaliação do professor contribui para a melhoria das aulas, do ensino, da aprendizagem.

O coordenador do curso também recebe relatório do desempenho de cada professor e, por ter a leitura do conjunto das avaliações, pode promover mudanças e implementar estratégias para melhorar o curso.


4) Esta é a única forma de avaliação do professor?


Não. A avaliação do professor da PUC abrange outras dimensões além do trabalho em sala de aula. Na PUC-SP todos os professores são avaliados por critérios acadêmicos (desempenho científico e didático) de modo contínuo.


5) É obrigatório responder os questionários de avaliação?


Não, a avaliação é um ato voluntário e consciente do estudante. Participa quem quer contribuir para o aperfeiçoamento de sua formação e de seus colegas.

É importante tem em mente que o processo avaliativo registra sua opinião, mas guarda sigilo.

COLABORE PARA A EXCELÊNCIA DE SUA FORMAÇÃO, ELA SERÁ FUNDAMENTAL PARA SUA INSERÇÃO NO MUNDO DO TRABALHO.

OUTRAS PERGUNTAS

O que é o SINAES?

É o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior brasileiro (Lei nº 10.861 de 14/04/2004) que tem, entre outras, as seguintes finalidades: identificar o mérito e valor das instituições, áreas, cursos e programas, nas dimensões de ensino, pesquisa, extensão, gestão e formação; melhorar a qualidade da educação superior, orientar a expansão da oferta e promover a responsabilidade social das IES, respeitando a identidade institucional e a autonomia. Promove, sistematicamente, a avaliação de instituições (interna e externa), de cursos de graduação e de desempenho dos estudantes (ENADE).


O que é a CPA?

É a Comissão Própria de Avaliação, uma comissão designada pelo dirigente máximo da IES para realizar a coordenação, planejamento, implantação e desenvolvimento de ações de Autoavaliação Institucional. Deve garantir a participação de diferentes segmentos da comunidade universitária e da sociedade civil organizada e atuar de modo autônomo em relação a conselhos e demais órgãos colegiados existentes na IES, além de trabalhar orientada pelas diretrizes e pelo roteiro da Autoavaliação Institucional da Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior, do CONAES.

O que é a Autoavaliação ou avaliação interna?

É uma modalidade de avaliação prevista pelo estatuto da Universidade e referência para o SINAES, que visa aumentar a eficácia institucional e efetividade acadêmica e social. Visa fornecer subsídios para tomada de tomada de decisão. Constitui-se pelo planejamento e implantação de ações para a produção de informações para o aperfeiçoamento institucional e de cada curso.

Como o MEC/INEP acompanha os trabalhos de Autoavaliação institucional e de curso?

Relatórios de Autoavaliação Institucional produzidos pela CPA são regularmente construídos após ampla coleta de informações sobre o desempenho da Universidade em relação ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e enviados ao INEP na forma de Relatórios Anuais e de Ciclo (quadrienal). Envolvem 5 eixos: Planejamento e Avaliação Institucional, Desenvolvimento Institucional, Políticas Acadêmicas, Políticas de Gestão e Infraestrutura. Esses eixos atendem à dez dimensões (veja abaixo a figura 1). Esses relatórios também são analisados nos processos de Avaliação Externa, sempre que um curso da instituição recebe comissões de avaliação de curso ou de avaliação institucional do INEP/MEC.

O que é a Avaliação externa de curso?

É outra modalidade de Avaliação realizada por comissões designadas pelo INEP, com base em referências de padrões de qualidade para a educação superior, expressas nos Instrumentos de Avaliação de Cursos a partir de informações da instituição e do curso ao MEC. O processo de avaliação externa se orienta por uma visão multidimensional que busca integrar sua natureza formativa e de regulação. A CPA e a Coordenação de curso são responsáveis pelo fornecimento de informação sobre a Autoavaliação para as Comissões de Avaliação Externa de curso e Institucional.

O ENADE

É um dos tripés do modelo de avaliação previsto pelo SINAES. É organizado por área, a cada triênio. Os estudantes participantes também respondem a um Questionário onde constam questões relativas ao curso, que são consideradas, entre outros aspectos, na composição do índice CPC (Conceito Preliminar de Curso).

 


Prof. Dr. Silas Guerriero.

 
Email: cpa@pucsp.br

E-mail sobre as avaliações:
cpaavaliacao@pucsp.br

 
Design - DTI-NMD
Página inicial Volta para PUC-SP