Bolsas e Financiamentos

MODALIDADES DE BOLSAS OFERECIDAS NA GRADUAÇÃO

1. BOLSA do ProUni:

 

Prouni

São bolsas integrais oferecidas para alunos de baixa renda, como parte do Programa do Governo Federal, através do Ministério da Educação (MEC). Os candidatos devem realizar a prova do ENEM do ano letivo corrente para inscrever-se no processo seletivo do MEC e submeter-se aos critérios de seleção.

 

Todas as informações são obtidas no endereço eletrônico: http://prouniportal.mec.gov.br/

A PUC-SP não exige a participação no seu vestibular, nem faz outro processo de seleção para os aprovados pelo MEC, mas é responsável pela verificação de toda documentação declarada pelo candidato: renda per capita familiar de até um salário mínimo e meio; conclusão do ensino médio em escola pública, ou particular com bolsa integral; membros do grupo familiar; declaração de imposto de renda, despesas, e outras.

As vagas são determinadas pelo MEC, por curso e turno, com base em 1 bolsa para cada 09 estudantes pagantes.

 

Comissões Locais de Acompanhamento e Controle Social do ProUni (COLAP)

Consulte abaixo as Comissões Locais de Acompanhamento e Controle Social do ProUni (COLAP's), específicas de cada campi:

  1. Campus Barueri
  2. Campus Ipiranga
  3. Campus Marquês
  4. Campus Perdizes
  5. Campus Santana
  6. Campus Sorocaba

 

2. BOLSA FUNDASP:

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo mantém uma política consolidada para a concessão de Bolsas de Estudo aos alunos da Graduação. Tal política é respaldada por uma normatização clara, processos democráticos de seleção, bem como o acompanhamento sistemático do aluno bolsista, de forma a propiciar sua permanência e vivência nos campi.

Através de Editais Públicos, semestralmente, são ofertadas Bolsas de Estudo institucionais aos alunos cujo perfil socioeconômico atende a Lei de Filantropia (Lei 12.101 de 27 de Novembro de 2009). São concedidas bolsas de estudo integrais e parciais (50%).

A abertura dos referidos Editais é amplamente divulgada através dos meios de comunicação da Universidade.

 

3. BOLSA MÉRITO ACADÊMICO:

3.1. INTEGRAL: A PUC-SP concederá uma bolsa de estudos integral (100%) ao 1º classificado no Vestibular Unificado de Verão em cada campus. Essa bolsa é pessoal e intransferível e para renovação será exigida a aprovação em pelo menos 75% das disciplinas cursadas.  

3.2. PARCIAL: A PUC-SP concederá uma bolsa de estudo parcial (50%) ao melhor classificado em cada curso, em primeira opção no Vestibular Unificado de Verão, que seja comprovado o egresso de Escola Pública. Essa bolsa é pessoal e intransferível e para renovação será exigida a aprovação em pelo menos 75% das disciplinas cursadas.  

 

4. FIES – Financiamento Estudantil do MEC:

 

SisFIES

Trata-se de uma programa de financiamento do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, em convênio com o Ministério da Educação – MEC.

Lei  FIES - 10.260, de 12/07/2001 e no Art. 6º b para médicos e professores da rede pública:

"Art. 6ºb.  O Fies poderá abater, na forma do regulamento, mensalmente, 1,00% (um inteiro por cento) do saldo devedor consolidado, incluídos os juros devidos no período e independentemente da data de contratação do financiamento, dos estudantes que exercerem as seguintes profissões: (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)

I - professor em efetivo exercício na rede pública de educação básica com jornada de, no mínimo, 20 (vinte) horas semanais, graduado em licenciatura; e (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

II - médico integrante de equipe de saúde da família oficialmente cadastrada, com atuação em áreas e regiões com carência e dificuldade de retenção desse profissional, definidas como prioritárias pelo Ministério da Saúde, na forma do regulamento. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)

§ 2o  O estudante que já estiver em efetivo exercício na rede pública de educação básica com jornada de, no mínimo, 20 (vinte) horas semanais, por ocasião da matrícula no curso de licenciatura, terá direito ao abatimento de que trata o caput desde o início do curso. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 3o  O estudante graduado em Medicina que optar por ingressar em programa credenciado Medicina pela Comissão Nacional de Residência Médica, de que trata a Lei no 6.932, de 7 de julho de 1981, e em especialidades prioritárias definidas em ato do Ministro de Estado da Saúde terá o período de carência estendido por todo o período de duração da residência médica. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 4o  O abatimento mensal referido no caput será operacionalizado anualmente pelo agente operador do Fies, vedado o primeiro abatimento em prazo inferior a 1 (um) ano de trabalho. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 5o  No período em que obtiverem o abatimento do saldo devedor, na forma do caput, os estudantes ficam desobrigados da amortização de que trata o inciso V do caput do art. 5o. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 6o  O estudante financiado que deixar de atender às condições previstas neste artigo deverá amortizar a parcela remanescente do saldo devedor regularmente, na forma do inciso V do art. 5o. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)"

Lei  FIES - 10.260, de 12/07/2001 e no Art. 6º b para médicos e professores da rede pública:
"Art. 6ºb.  O Fies poderá abater, na forma do regulamento, mensalmente, 1,00% (um inteiro por cento) do saldo devedor consolidado, incluídos os juros devidos no período e independentemente da data de contratação do financiamento, dos estudantes que exercerem as seguintes profissões: (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)

I - professor em efetivo exercício na rede pública de educação básica com jornada de, no mínimo, 20 (vinte) horas semanais, graduado em licenciatura; e (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

II - médico integrante de equipe de saúde da família oficialmente cadastrada, com atuação em áreas e regiões com carência e dificuldade de retenção desse profissional, definidas como prioritárias pelo Ministério da Saúde, na forma do regulamento. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)

§ 2o  O estudante que já estiver em efetivo exercício na rede pública de educação básica com jornada de, no mínimo, 20 (vinte) horas semanais, por ocasião da matrícula no curso de licenciatura, terá direito ao abatimento de que trata o caput desde o início do curso. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 3o  O estudante graduado em Medicina que optar por ingressar em programa credenciado Medicina pela Comissão Nacional de Residência Médica, de que trata a Lei no 6.932, de 7 de julho de 1981, e em especialidades prioritárias definidas em ato do Ministro de Estado da Saúde terá o período de carência estendido por todo o período de duração da residência médica. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 4o  O abatimento mensal referido no caput será operacionalizado anualmente pelo agente operador do Fies, vedado o primeiro abatimento em prazo inferior a 1 (um) ano de trabalho. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 5o  No período em que obtiverem o abatimento do saldo devedor, na forma do caput, os estudantes ficam desobrigados da amortização de que trata o inciso V do caput do art. 5o. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010);

§ 6o  O estudante financiado que deixar de atender às condições previstas neste artigo deverá amortizar a parcela remanescente do saldo devedor regularmente, na forma do inciso V do art. 5o. (Incluído pela Lei nº 12.202, de 2010)"

 

Para saber sobre bolsas de estudo da Pós-Graduação consulte: http://www.pucsp.br/pos-graduacao/mestrado-e-doutorado

 

Para saber informações sobre valor de mensalidades e sobre o FIES - Financiamento Estudantil - entrar em contato com a Secretaria de Administração Escolar - SAE - Tel 3670.8484

 

Setor de Administração de Bolsas de Estudos da Graduação
E-mail:sabe@pucsp.br
Telefone:(11) 3670.8102
SABE

 

 

 

ProUni

Prouni

Processo seletivo 1º/ 2015

Os (as) candidatos(as) pré-selecionados(as) na 2ª Chamada deverão a partir das 14h30 horas de hoje, dia 19/02/2015,  preencher e imprimir o formulário, disponível no link abaixo, e no término do preenchimento agendar horário para entrega da documentação.

Esclarecemos  que a documentação dos candidatos de todos os campi deverá ser entregue na Secretaria de Administração Escolar – SAE – no auditório 119-A – 1º andar -  Campus Monte Alegre, Rua Ministro de Godoy, 969.

 

  • Para consultar a documentação exigida - clique aqui
  • Para consultar a ordem da documentação a ser entregue - clique aqui

 

Setor de Administração de Bolsas de Estudo

Para eventuais dúvidas entre contato e-mail: sabe@pucsp.br.

 

Bolsa FUNDASP

A FUNDASP publica o resultado do Edital de Bolsas FUNDASP e informa que adiou a entrega da documentação comprobatória dos alunos pré-selecionados, para o período de 19 a 25 de fevereiro de 2015.

Os alunos pré-selecionados devem  aguardar um email do SABE, com orientação para agendamento.

 

Alunos que já se inscreveram no FIES

SisFIES

ALTERAÇÃO NO PRAZO PARA RENOVAÇÃO DO FIES E CONFIRMAÇÃO DE MATRICULA PARA 1º SEMESTRE DE 2015

JANEIRO/15 : Entre 07 a 19 - Devido à manutenção SisFIES.

Acompanhe diariamente no site: http://sisfiesaluno.mec.gov.br o
retorno do sistema para executar os procedimentos necessários de
renovação do contrato para 2015.

Assim que for disponibilizado o acesso, realize a confirmação com a máxima brevidade para não comprometer o processo de confirmação de sua matricula.

Os alunos dos Campi de São Paulo que se inscreveram para o FIES e desejam entregar a documentação comprobatória, devem agendar o horário para atendimento pelo telefone 3670.8484 ou pessoalmente na Central de Atendimento ao Aluno da SAE. Os alunos dos Campi Barueri e Sorocaba devem comparecer ao Setor de Atendimento ao Aluno do seu Campus.

  • Para entrega dos documento sempre observar os prazos estabelecidos pelo programa.
  • Para consultar maiores informações verificar a Portaria Normativa, clique aqui.
  • Para fazer sua inscrição, clique aqui.
  • Verificar a documentação a ser entregue no ato da entrevista: DOCUMENTAÇÃO

Conecte-se à PUC-SP